A TRANSIÇÃO DE BRUCE JENNER

25/04/2015  •  Por Thereza  •  Pense

Esse é um blog que fala sobre Kardashian, vocês sabem bem. Gosto da família, das pautas, futilidades, mas também gosto quando elas se mostram reais e legitimamente inspiradoras (como nesse post aqui que mostra a força de uma Kim na sociedade em que vivemos sim).

Ontem, essa família, mostrou pro mundo todo como ser incrível, representativa e acima de tudo forte. Bruce Jenner tá longe de ser Kardashian de sangue, mas por mais de 2 décadas,  200 episódios e milhares de cliques mostrou que é o eixo e exemplo da família. Antes conhecido como um atleta olímpico americano, hoje padrasto das Kardashians, à partir de agora um herói.

jennerwoman

Ao longo dos últimos anos, muito se especulou sobre a transição de Bruce Jenner. se plásticas eram notórias, o cabelo crescente era uma possível evidência e nessa última semana pudemos vê-lo vestido de mulher, mas ontem, finalmente, ele veio a público dar sua versão, falar sua verdade.

A entrevista foi para a jornalista Diane Sawyer, mulher centrada, certeira, fria, mas muito sensível. Pra quem achou que o programa seria sensacionalista e tudo pelo ibope, que nada, a entrevista foi direta e logo nos primeiros minutos matamos a possível curiosidade e ao longo de 2 horas sanamos dúvidas, mas, acima de tudo, tivemos uma lição de vida, foi arrepiante.

jennernew

“Sim, eu sou uma mulher”. O tema transgênero tem sido cada vez mais discutido pela sociedade, mais do que o preconceito (que ainda, infelizmente, é enorme), as pessoas tem muitas dúvidas e acho isso natural, mas depois da entrevista de Bruce Jenner, muita coisa mudou e isso é só o começo, pois em julho Bruce lança uma docusérie que mostrará toda a sua transição. Com isso, de forma franca e honesta, Bruce usou da sua notoriedade pra trazer o tema à tona e a tv americana mostrou no horário nobre algo que deve ser debatido e desmitificado, e assim foi.

Vou tentar resumir os destaques da noite, mas o simples e principal é que Bruce contou que essa mudança não é recente e sempre se sentiu assim, no corpo errado. Bruce admirava as mulheres e se via nelas, mas preso no seu corpo de homem. Com o tempo, houve tentativas e desistências de mudanças, mas com a idade – e o medo de ter vivido uma farsaele decidiu se abrir, servir de exemplo para o mundo e também poder usar esmaltes em paz, segundo o próprio :)

Sobre sexualidade, e essa é uma dúvida recorrente: Bruce contou que não é gay e muitas pessoas confundem identidade de gênero com orientação sexual. Ele ainda acrescentou que nunca se envolveu com homens e que no momento se considera assexuado, enquanto ele se encontra nesse novo mundo.

Também disse que essa foi a última entrevista com o nome de Bruce, ele não revelou a nova identidade e também prefere ainda ser chamado com pronome masculino, mas à partir de agora será visto como – e com roupa de – mulher. Ainda acrescentou que não sabe se fará a operação de redesignação sexual (se fizer, ninguém saberá) e que quer aproveitar esses próximos anos se (re)conhecendo.

Sobre a aceitação da família: Dos filhos Jenner, os 4 mais velhos aceitaram e apoiaram naturalmente, inclusive Brody Jenner mencionou que agora “faz todo sentido”. Sobre Kylie e Kendall, ele entende a dificuldade de ambas assimilarem, especialmente por conta da idade. Ele contou que elas descobriram da maneira mais inusitada, um tempo atrás, Kendall ligou a câmera do computador para ver se a Kylie estava pegando suas roupas, eis que ela vê seu pai com roupa de mulher.

Depois de muito tempo sem tocar no assunto na casa das Kardashians, a primeira – e que mais apóia – é a própria Kim. Ele brincou que ela disse que se for pra ser mulher tem que se vestir bem e toda trabalhada no fashionismo (essa expressão foi por minha konta ;D). Com o tempo, Kourtney também aceitou a situação, mas apenas se preocupou com a reação do Mason, que já é maiorzinho e viu o avô na figura masculina.

Captura de Tela 2015-04-25 às 03.32.18

A surpresa ficou por conta da reação Khloé, ele disse que ela foi a que mais teve dificuldade em aceitar a transição, compreensível, visto que a notícia foi dada na época do seu contubardo divórcio e ela via no Bruce sua maior “figura” masculina. Mas o que importa é que no final todas apoiam e admiram sua força e braveza em encarar uma sociedade tão preconceituosa e desigual.

Entre as mensagens deixadas pelos filhos e as duas primeiras mulheres, a única que não quis comentar durante a entrevista foi a Kris Jenner. O que se especula é que ela não aceitou ele do jeito que era e resolveu se separar. Olhando assim podemos “julgar” o egoísmo e insensibilidade, mas também podemos imaginar o baque inicial.

No final da entrevista, Bruce falou que está dizendo adeus à percepção que as pessoas tem dele e não ao que ele é para ele mesmo. Depois pediu para que as pessoas tivessem mente e coração abertos, ele não é uma má pessoa, apenas está fazendo o que é certo para ele.

Bruce me fez chorar, me emocionar e pensar. Bruce mostrou que mais do que nunca precisamos respeitar as pessoas e  suas escolhas, é tão simples. Precisamos nos colocar no lugar delas, sabe empatia? Ver, nesse caso, o quanto elas sofrem para se aceitarem, mas, especialmente, serem aceitas pela sociedade. Seja qual definição elas tiverem, aliás, não precisamos definir ninguém, apenas aceitá-los como são, seja quem for e como for.

Bruce disse que essa era sua causa na vida, que Deus o colocou no mundo para enfrentar isso e lidar com essa questão, logo, ele usa de sua notoriedade para discutir a causa e tentar diminuir o preconceito. E o gesto de Bruce não só toca os que sofrem com a questão de transgênero, mas serve de exemplo para a qualquer ser humano que sofre com uma perspectiva de vida diferente. Um gesto assim, inspira dos casos mais banais aos mais profundos.

Sem nenhum exagero de uma kardashianática assumida, essa entrevista do Bruce foi um importante passo para a nossa sociedade. Se alguém parou para refletir sobre o tema, já é um avanço.

Hoje, tenho mais fé nos seres humanos e esperança que as pessoas sejam mais sensíveis e menos cruéis, mas acima de tudo, tenho certeza que a próxima geração, já considerará um Bruce, uma Kim, você ou eu, todos iguais, afinal, é simplesmente isso.

jennerexclusive

Eu não tenho mais curiosidade em saber qual é seu novo nome, se começará com K ou J ou qualquer letra do alfabeto, a lição de vida, de força e de coragem falam mais alto que qualquer coisa. Como dito na entrevista, Bruce não é só um atleta, mas um herói e guerreiro pra encarar, mostrar e ensinar sobre igualdade, obrigada.

Abaixo, um pouco da repercussão da entrevista e no meu instagram tem mais alguns trechos, se eu achar a entrevista completa atualizo aqui!

LOOK DA SEMANA #301

24/04/2015  •  Por Thereza  •  Look da Semana

Depois de uma semana inteiriiinha de Blake Lively, vamos voltar à realidade pois também tivemos uma semana agitada pelas bandas de lá (e aqui também!). Do preto no branco ao longo poderoso, amou quem?

LDS

LDS #301

Ver Resultados

LOOK DA SEMANA DA BLAKE LIVELY

24/04/2015  •  Por Thereza  •  Celebridades, Gossip Girl

Confesso que esperava um poooouco mais da temporada Blake Lively + Adaline. Ok que não esperava 15 looks, mas esperava um pouco mais do fator Blake que sempre nos encantou.

Acho que foram tantos looks que até ela perdeu um pouco a identidade, mas enfim, nada que um novo tapete vermelho e um lookzinho só pra gente esquecer de outros não tão melhores assim!

Dia 4 de maio tem Baile do Met e ela é presença garantida, mas enquanto o dia não vem… fiz um TOP12 dos melhores looks da semana dela! Deixei apenas um pra competir no LDS de mais tarde, ok?

BLAKE-LIVELY-OUTFIT

LDS DA BLAKE

Ver Resultados

Quero saber o favorito de vocês e o motivo, claro, afinal, qual te encantou? Pra coroar a semana, uma galeria com cliques e detalhes do momento blake out-and-about e não se esqueçam de prestigiá-la no cinema assim que sair aqui no Brasil (final de maio!).

SE VOCÊ PERDEU O POST COM A PRIMEIRA LEVA DE LOOKS, CLICA AQUI!

Página 1 de 1.54012345Última »