A tentativa da volta do loiro chapado

02/07/2020  •  Por Thereza  •  Cabelos

Quando o assunto é cabelo e meu momento gestante, uma coisa eu devo agradecer: a moda de cabelo ombré e mechas texanas® (isso tudo potencializado pelo fato de tecnicamente sequer poder sair de casa por conta da quarentena). Comecei a fazer luzes aos 15-16 anos e desde então a regra era clara: luzes fininhas, bem grudadas à raiz e retocada religiosamente a cada 60 dias. 

Esse era o padrão loirice brasileira por muito anos, diria décadas. Umas era mais sutis e elegantes e outras mais retas e diretas. Isso tudo mudou e arrisco dizer que essa geração digital tenha uma grande influência.

Com o tempo vieram cabelos mais sutis, as mechas californianas ganharam espaço e até aqui nesse humilde blog inventamos dois termos que até já saíram em capa de revista: mechas texanas e morenoira. De quebra, nosso post mais lido de todos os tempos é “A COR DE CABELO MAIS BONITA DO MUNDO” [clica aqui pra saber detalhes caso você não se lembre desse icônico post datado de 2010].

A cor de cabelo da Jessica Biel foi o marco libertatório rs de mulheres que por anos se tornaram reféns de salões, tintas e papilotes e puderam ao menos descansar o bolso e o fio por uns meses ao mais e esticando esse período de retoque.

Falo por experiência própria, nunca deixava minha raiz com mais de 2 dedos e isso era exatamente 2 meses e já batia um desespero. Já tem uns 4 anos que tenho escurecido de leve – e aquecido – mais minha raiz, trabalhado com uma técnica que esfuma mais e cria menos contraste e isso facilita muito pra não ter aquela raiz marcada.

A última vez que fiz luzes foi em dezembro e, por conta da gravidez, já poderia até ter voltado a retocar – sutilmente ou não – mas não tenho nenhum plano de fazer isso por conta da gravidez-e-quarentena e me sinto extremamente bem e confortável com o cabelo assim. Aliás, tive sorte de ser daquelas grávidas que o cabelo ficou bem melhor na gestação, mas sei que o pós vem aí rs.

 

Junho/20 - 6 meses sem luzes x Novembro/18 - acabei de sair do salão

 

Sabe pq eu tô dizendo isso? É que a mesma onda de famosas e influenciadoras que disseminaram a cor de cabelo mais, digamos, democrática, são aquelas que tão querendo fazer o loiro chapado acontecer novamente!

Como assim? Sim, aquele loiro, que uns chamam de odonto, chapado, sem nuances e camadas e com um amarelo beeeem característico está na moda no verão americano e eu gostaria que você visse com seus próprios olhos.

Emily Ratajkowski, indiscutivelmente linda. A modelo pintou o cabelo na última semana e causou. O loiro é chapado, mas tem até umas nuances de luzes, a raiz é levemente escurecida, mas amada, você vai ter que virar refém do salão. Pra ela é fácil, mas imagina pra nós, reles mortais? Por isso que eu digo que é um tipo de influência que não deve necessariamente voltar.

Kylie Jenner, cada mergulho, um cabelo. Tudo bem que isso é obviamente um lace, mas endossa a onda dos loiros chapados e o dela é chapadérrimo mesmo. Coragem! Outro dia ela estava ostentando umas luzes anos 90 tão bonitas e bem mais inspiradoras.

Por fim, Kaia Gerber e a personificação do meme “O começo de um sonho – Deu tudo errado”. Parece a gente cazamigas brincando de blondor em 1997. Provavelmente esse cabelo é fruto de algum editorial bem crazy conceitual, mas mais uma vez prova que tão querendo fazer o loiro chapado acontecer.

E vocês, gostam do loiro mais declarado ou aquele discreto?

Máscara Elixir Ultime da Kérastase: brilho, muito brilho!

06/05/2020  •  Por Thereza  •  Cabelos

Se tem uma marca capilar que uso há tempos e sei que posso sempre encontrar uma solução (ou seria salvação??) pro meu cabelo, é a Kérastase! Na última viagem comprei uma máscara capilar que provavelmente já desponta como a melhor que usei da marca.

kerastase elixir ultime le masque

Entre uma conexão e outra, descobri que a Kératase tem uma lojinha super fofa no aeroporto Charle de Gaulle (no terminal 2F) cheia de opções minis… e eu amo um mini! E o legal que o espaço é super intuitivo e você conhece de forma mais didática cada produto e sua função e esse me apontava pra uma questão: BRILHO!

Uma máscara que te enche de brilho e isso é tudo pra mim! Masque Elixir Ultime Kérastase é ideal para cabelos sem brilho. Essa máscara restauradora penetra nos cabelos para tratar e restaurar os fios de volta ao brilho suave e sedoso. O cabelo sem brilho é nutrido, deixando-o macio e visivelmente mais brilhante. As vitaminas C e D e Oméga 9, fornecidas pelo óleo de Marula, ajudam a reforçar a fibra capilar. O cabelo fica mais brilhante e saudável.

kerastase

Depois de uma descrição oficial como essa, eu confirmo: a máscara é potentíssima no quesito brilho! Sempre quando experimento uma máscara – e para fazer resenha, testo em 2 situações, quando vou ao salão (sempre gosto de ir com cabelo molhado já) e quando deixo secar naturalmente em casa.

E na primeira opção, foi real, parece aquela escova especial de salão que chamam de banho de brilho e a melhor parte: quando você lava e deixa secar naturalmente, parece que o cabelo fica mais definido, natural e, claro, com muito brilho e zero frizz (eles garantem que o produto suaviza e controla o frizz instataneamente por até 96 horas, em um ambiente de 80% de umidade, aka RJ!).

Outra coisa que eu achei mais bacana na máscara, foi a combinação de seus ingredientes:
Óleo de Marula: Enriquecido em vitaminas C e D, proporciona intensa fonte de nutrientes, antioxidantes, para um brilho leve.
Óleo de Camélia: Ajuda a suavizar a fibra capilar, resultando em um brilho incrível.
Óleo de Milho Germe: Um ingrediente ativo, que tem uma importante função nutricional e de proteção.
Óleo de Pracaxi: Traz brilho, nutrição e condicionamento profundo aos cabelos.

Pra quem procura uma máscara potente, que garanta brilho e nutrição, achei uma excelente opção. Tem dela à venda na Época Cosméticos

Dua Lipa e o cabelo bicolor anos 90: devemos nos preocupar?

28/01/2020  •  Por Thereza  •  Beleza, Cabelos

O ano era 2017, uma cantora com nome diferente, visual à la anos 90 e uma música viciante que nos ensinava novas regras sobre relacionamento: fez-se Dua Lipa!

A inglesa de ascendência albanesa virou febre, hitmaker instantânea e logo ocupou o espaço carente no mundo pop. Junto com músicas incríveis, veio um dos seus maiores feitos, o visual! O cabelo extra curto e cheio de personalidade foi o ingrediente perfeito pra uma simples cantora virar… fenômeno.

    dua lipa cabelo bicolor

Depois disso, foram hordas de celebridades a adotarem o cabelo à la Dua Lipa! De Bruna Marquezine à sua vizinha (certeza que você tem uma vizinha com o corte curtinho), o modismo veio junto da era dos cabelos médios, mas esse era curto mesmo e muito estiloso!

O estilo, podemos dizer, virou um clássico! Muitas brasileiras deixaram o cabelo longo de lado e o curtinho virou o “novo normal” e tudo mérito de Dua. Agora depois da era New Rules, o que temos?

Uma nova Dua Lipa, novas músicas, álbum e, claro, UMA NOVA ESTÉTICA! E é aí que mora o “perigo”! A cantora foi tão certeira no cabelo – e também visual todo bem esportivo – que agora ela já mostra a que veio  de forma bem clara e contundente! Como no último domingo no Grammy:

dua lipa cabelo bicolor

Cabelo bicolor dos anos 90!

Isso mesmo,

CABELO

BICOLOR

NOVENTISTA!

dua lipa cabelo bicolor

O cabelo segue nos ombros (uns 2 dedos mais compridos), com a parte de cima loira marcada e ainda com 1 dedo de raiz e a parte inferior preta. Em defesa da Dua Lipa, quem quer se destacar na música atualmente, precisa muitas vezes focar numa estética, numa mensagem, numa linha editorial fora do comum, distante do “padrão”.

dua lipa cabelo bicolor

Essa estética era comum nos anos 90 com Geri Halliwel, Gwen Stefani e Cristina Aguilera e também  no dia a dia de muitas brasileiras que faziam aquelas luzes bem marcadas… mas só na parte de cima! Agora em nossa defesa… pode ser um perigo!

Esse estilo “radical” de Dua vem bem numa era na qual de fato as mechas marcadas com tirar fininhas voltam com tudo depois de uma geração de cabelos ombrés e raízes esfumadas. Uma que já usou essa técnica foi a própria cunhada da Dua, a top model e hitmaker de tendências, Bella Hadid.

dua lipa cabelo bicolor

Agora seja mais ou menos radical, mais conceito ou vida real, o tempo vai nos dizer se Dua Lipa vai ditar mais uma geração capilar, será?