Jeans lavado e preto

17/09/2020  •  Por Thereza  •  Tendência

Vamos falar de jeans? Jeans é jeans, tem até música… de blue jeaaaans. A tonalidade azul é mega tradicional e escolha certeira pra quem gosta de um bom jeans. Tem em todas as temporadas, estações, lojas e promoções. Mas vai variar um pouco? Difícil!

  

Vendo a última temporada de moda, bati o olho na Presentation de Dundas e logo bateu o déjà vu: jeans preto! Quando era mais nova e precisava usar mais jeans por motivos trabalho/faculdade, adorava a tonalidade bem escura, mas há tempos não vejo comumente espalhada por aí. E pra mim é o casamento perfeito, pretinho básico com um jeans perfeito? Só falta achar uma boa variedade de itens assim.

E não é que a Zara está repleta de jeans preto? Mais precisamente Acid Wash Jeans! Um jeans com lavagem e com um aspecto preto manchado, super estiloso e fora do óbvio. Por lá também vi algumas jaquetas pretas e jeans preto, não brim preto preto, mas nessa tonalidade bem escurecida.

Pra quem é fã de um bom jeans e não resiste a um pretinho básico, é uma boa sugestão. Pode parecer comum de primeira e nenhuma novidade, mas pode reparar que as lojas tem investido cada vez mais no tom e suas nuances. Aprovam?!

Creepy dress, a tendência da vez é meio esquisita!(?)

05/03/2020  •  Por Thereza  •  Tendência

Bom, creepy dress sou eu que estou chamando, mas com todo o respeito! Na realidade, o modelo de vestido é mais chamado de baby doll dress, nesse caso com o twist das mangas bufantes, meio largão e geralmente num tecido semi armado de algodão, tricoline e popeline. A cor pode ser branca branquinha ou com estampa mini floral, o ideal abaixo está na moda, mas explico o motivo pelo qual o chamo de creepy (assustador).

As fotos acima são da campanha mais recente da Zara e, honestamente, me lembra vestido de criança. E criança grande, aquela criança de filme de antigamente, sei lá. Postei no Twitter meu legítimo incômodo com o vestido e logo endereçaram a razão:

Chaves, mais precisamente Chiquinha e Popis, e Castelo Rá Tim Bum. O modelo de vestido me lembra adulto fantasiado de criança, sabe?! Rindo, mas preocupada! É um pouco bizarro e ainda com um quê fascinante, afinal, quem inventou essa moda? Ok, parece até confortável, fresquinho, mas é também meio complexo ao se analisar profundamente.

creepy dress

Não sei se curto essa infantilização da moda, ma ela está por todos os lados e acho que vai ser uma das apostas de 2020. Seja o modelo de algodão, babados, drapeados, bufante e romântico, tem um quê girlie e com muitas adeptas pelas redes sociais, só jogar baby doll puff sleeves dress no Pinterest e encontrar uma geração de mulheres na pegada teen.

Semana passada a atriz Sophie Turner usou um modelo clássico do creepy dress, acho que o dela ficou mais “temático” ainda porque ela colocou uma bolsa de… pelúcias! Já no streetstyle, a onda segue um pouco discreta, mas com styling mais possível.

Longe de mim falar mal de uma tendência e, apesar de achar bizarro sim, creio que um vestido nessa pegada pode funcionar bem com um contraponto mais cool ou masculino. Um sapato mais pesado, acessórios menos girlie, enfim, uma estética que se distancie ao máximo desse ideal adulta vestida de criança.

Truque de styling: sandália amarrada na calça

04/12/2019  •  Por Thereza  •  Acessórios, Tendência

A geração Bottega Veneta (falamos dela aqui) nos trouxe uma herança, mais precisamente um truque de styling que vem na febre das sandálias de tiras finíssimas.

O truque de styling de amarrar as tiras da sandália sobre as calças. Sei que pra uns pode ser feio ou exagerado, mas convenhamos, o look fica todo trabalhado na personalidade e uma variação sobre um tema bastante popular.

Os looks nessa pegada vem sempre num tom minimalista, atualmente com calça cargo, modelos mais compridos e oversizeds. Particularmente falando, não sei se usaria, mas acho super cool de ver nos outros, sabe?

E se não tem tira fininha pra amarrar, as calças mais modernetes vem mais afuniladas, com ajuste pontual na barra e com boas doses de fashionismo na medida. Pra quem gosta de fugir do óbvio, fica a dica!