Sandália fio dental, que tal?

17/08/2020  •  Por Thereza  •  Acessórios, Compras

Desculpa gente, mas vai ser assim que vou chamar essa sandália, de fio dental! Lá fora as Thong Sandals são hit há um tempinho e só – ainda – não emplacaram aqui porque estamos quarentenados e o único fio dental que a gente usa é no dente rsrs.

Quem viveu a juventude no inicinho dos anos 2000 vai lembrar desse modelo de sandália e a Gisele Bundchen acima na Vogue de 1999 tá aí pra provar. O modelo vinha na versão tamanco e só com duas tiras e tipo um chinelo de salto, tinha versão amarrada, trançada, minimalista ou gladiadora. E fazendo essa engrenagem da moda acelerar, essa tendência voltou.

Na história mais recente, a onda voltou com a Bottega Veneta que vem se reinventando e se tornando a hitmaker dos últimos tempos. Ano passado falamos aqui da sandália com a frente quadrada – e foi um dos posts mais lidos do ano – e agora acrescente aí as tiras fininhas e decotadas, feito um fio dental.

Kim Kradashian e Rosie Huntington-Whiteley amam e são entusiastas do modelo. Confesso que não acho uma sandália fotogênica, pois longe de mim fazer opressão no pé alheio, mas se tiver um calinho ali, um joanete acolá, essa sandália nem disfarça rs. No mais, é um modelo que segue essa onda minimalista e de sapatos ousados e, sim, esquisitos.

Lá fora, quem vai às ruas ou faz o look do dia em casa já ostenta seu modelo e que tem dos 4 dígitos até a Zara mais próxima. Sei que é difícil ter expectativa com qualquer tendência, mas será que essa moda pega numa era, digamos, pós vacina ou ainda bem que temos nossas havaianas?

Usariam a sandália fio dental?!

Nada é brega para sempre

03/08/2020  •  Por Thereza  •  Acessórios, Pense

Um título como esse nem precisaria de texto, ele já é autoexplicativo, mas eu explico. Outro dia estava lendo uma thread legal no Twitter falando sobre moda e sapatilhas e uma das envolvidas (eu perdi o tweet específico) falou, “Nada é brega para sempre” e eu gritei – em pensamento: SIM!

Sim diante da máxima, mas não diante do outro comentário, sapatilha não é brega e, vocês sabem, tenho aversão à essas palavras como brega ou cafona. Dito isso, é preciso explicar a fobia recente à sapatilha, pois para uns ela virou símbolo da “””cafonice””” como a pochete dos anos 90: moda não é linear, moda é circular, tudo que vai… volta, fique tranquila – ou preocupada.

A sapatilha em si tem uma questão específica, no início da última década viveu O AUGE do conforto, charme, fofurice e ainda ostentação (vide a famigerada sapatilha bicolor Chanel). Todo lugar era sapatilha, generalizou, banalizou… e bateu de frente – ou seria de bico?? – com o que eu gosto de chamar de item fashion do milênio, o tênis!

Veja a timeline, o auge das sapatilhas veio com o surgimento do tênis, não do tênis cotidiano que a gente usava pra escola ou pra academia (??), mas o tênis com caráter fashion, ousado, disruptivo, que abandonou a característica esportiva e se tornou fashionista, jovem, fresco e muito confortável.

A sapatilha é uma gracinha, tenho várias, mas de fato perdeu espaço pra era do tênis (e de alguns outros modelos de calçados que ascenderam nos último anos, vide mules, espadrilles e outros), então sumida sim, mas brega, jamais. E pra completar, e vale resgatar esse post aqui de 2017, sapatilha é confortável, mas não é lá, digamos, muito saudável.

Bom, pelo menos foi isso que meu ortopedista disse pra mim depois de ter um problema do calcanhar e ele me incentivar a EVITAR (não abadonar) o uso de sapatilha por saltos de pelo menos 2cm ou… tênis.

Outro dia postei na #RondadaFW um desfile lindo e com várias sapatilhas lindas e questionei “seria o retorno das sapatilhas?” e recebi um ou outro recado, “pra onde elas foram? nunca deixei de usá-las!”, bom, nem eu, mas a moda vai além do nosso guarda-roupa pessoal e vivemos eras que duram um semestre (por exemplo, o neon) ou alguns anos (como o linho que parece que voltou forte e em definitivo). O que está no nosso armário é imutável, é nosso e graças a Deus podemos comprar de forma mais consciente, mas as passarelas ditam novos movimentos, logo, veremos mais ou menos disso nas vitrines e araras.

Outro exemplo bem real, há uns 3 ou 4 anos, vimos muitas blusas ombro a ombro e ciganinhas por aí, agora vai encontrar nas lojas? Difícil. Elas sumiram 100%? Lógico que não, mas “cedem” espaço para outros movimentos e tendências. O mesmo podemos dizer do momento atual da estampa de oncinha que há 2 anos vem forte e espalhada por aí, em breve ela provavelmente tirará um período sabático, não pra gente, mas para as lojas!

E para o próximo ano, aposto no retorno triufante das rendas que, por muito tempo, passaram descansando para que tecidos mais minimais (como o cetim ou linho) brilhassem mais, mas isso será pauta para um próximo post. E um belo dia podemos falar isso das sapatilhas, elas não se tornaram bregas, aliás, desconfie de quem usa essa palavra que pra mim tem um caráter mais autoritário do que indicador de moda.

E todo esse resumo é pra explicar que a moda é cíclica e a frase do texto é definitiva: nada é brega para sempre. Por mim, poderia dizer que nada é brega e que talvez tenha sim seus altos e baixos, mas nada é eternamente brega, pelo contrário, já dizia o saudoso poeta contemporâneo, Alexandre Magno Abrão, “dias de luta, dias de glória”.

O legal da moda é isso, se até pouco tempo atrás olhávamos torto para pochete ou calça de moletom, hoje elas são itens fashion e de conforto, o mesmo podemos dizer das sapatilhas, se agora estão mais sumidas, um dia elas voltam e bom da gente que podemos experienciar os ciclos da moda e nos mantermos atentas pro entendimento dessa adorável engrenagem!

Tendência Verão 2020: Sandália do Papai (turista)

06/01/2020  •  Por Thereza  •  Acessórios

Dos mesmo criadores (os estilistas!!) de TÊNIS DO PAPAI, vem aí a SANDÁLIA DO PAPAI TURISTA! No início do ano passado fomos acometidos pela onda dos tênis grandões e pesados bem na estética dos pais dos anos 90. A moda veio, causou, foi suavizada com tênis mais razoáveis e agora vem a versão verão toda trabalhada na mesma estética.

sandália turista papai

Culpa de quem? Chanel e Prada, as duas grandes maisons lançaram pro verão do hemisfério norte uma versão de papete fashionista e ambas causaram entre cliques e pins!

sandália turista papai

Os modelos da Chanel são múltiplos, de matelassês a cordas, podem ser feio, mas convenhamos, tem cara de confortável! A sandália vem sido vista out-and-about e só comprova que as pessoas tem zelado cada vez mais por conforto e cada vez menos por saltos vertiginosos.

sandália turista papai

Já a Prada lançou sua versão mais esportiva e toda trabalhada na logomonia. A versão tem um quê de surfista e mais uma vez preza muito pelo conforto.

sandália turista papai

Agora se acha que essa papete remete a looks confortáveis de papais turistas, olha como os looks acima mostram outra coisa. Minimalistas, elegantes, discretos, mas sempre com jeito de conforto. Será que vai ser a sandália do verão 2020?