Dior (R)evolution

18/01/2017  •  Por Thereza  •  Fashion Week, Moda

Quando o assunto é  moda + grandes marcas, fala-se muito da Gucci nas últimas temporadas, mas logo ali do lado, em Paris, tá rolando uma “Dior (R)evolution”, afinal, “Todos nós devemos ser feministas”.

dior-maria-grazia

Em outubro, foi dado o início à era Maria Grazia Chiuri na Dior, postamos o desfile aqui e, apesar, de ainda notarmos uma certa lembrança Valentino (ex casa da estilista), a representatividade de uma mulher comandando uma casa tão tradicional como a Dior, falou mais alto e agora reverbera nas revistas, editoriais e, sim, influencia todo mundo de um certo modo.

dior-jennifer-lawrence

A primeira coleção da Maria Grazia INVADIU editoriais e capas de revistas, é impossível não folhear as principais publicações de moda desse mês e não encontrar um look da coleção.

Jennifer Lawrence, enquanto embaixadora da marca, não só finalmente se encontrou nos looks, mas também ilustra muita dessa invasão. Seja com a versão feminista, o lado soft e ainda o quê minimal, a proposta da nova Dior é ficar mais cool e jovem, e tem atingido esse público de forma certeira.

dior-vogue

Na última edição da Vogue Japão, tivemos uma capa múltipla com 15 modelos e todas elas de Dior, incrível, não?! Amo tanto essa foto que imediatamente virou foto da header da nossa fanpage. Além disso, vimos Dior só nesse mês nas capas da Vogue Espanha e Russia.

dior-revista

Pensa que para por aí? Que nada, mais e mais recheio, de Gwyneth Paltrow à camiseta mais cool da temporada, em tão pouco tempo Maria Grazia Chiuri conseguiu deixar seu recado e já dar o start à nova era da marca sem nem precisar de aquecimento.

Semana que vem tem o seu primeiro desfile de alta costura e no mês seguinte mais uma ready-to-wear, alguma dúvida que estamos presenciando uma bela transformação a olhos vistos? A gente pode até não ser cliente Dior, mas é cada look lindo que a gente admira.

Curtem esse novo momento mais cool e girl power da Dior?!

11 Looks da Tatá Werneck Por Aí

17/01/2017  •  Por Thereza  •  Celebridades, Estilo, Moda

E 2017 nossa tag #PorAí volta com uma das pautas favoritas de vocês: brasileiras e essa é muito vida real, gente como a gente, Tatá Werneck! A atriz e comediante tem um estilo bem contemporâneo, é discreta, mas sabe usar da sua super fama pra caprichar nos looks. Agora se tem uma coisa que a transforma em vida real, é a quantidade de looks pretos!

tata-werneck-estilo-moda

Calça jeans skinny e uma camisa de seda preta? Quem nunca fez uso de um look assim?! E Tatá segue impecável e apostando num super decote, adorei esse look e ele reflete muito o estilo dela.

tata-werneck-estilo-moda

Mais calça jeans, um sapato altíssimo e blusinha preta, porque não tem nada mais eficiente.

tata-werneck-estilo-moda

E claro, tem a velha e boa blusa de alcinha, que não tem erro! Agora como Tatá é baixinha e tipo mignon, faz uso de saltos altíssimos só pra alongar a figura.

tata-werneck-estilo-moda

Só pra variar, jeans com jeans num aerolook bem simpático e do jeito que a atriz gosta.

tata-werneck-estilo-moda

Voltamos ao black is beautiful! E dessa vez a atriz fez uso da trend da vez com uma bela lingerie aparecida. Tatá parece low profile, mas seus looks são sempre antenados e com informação de moda.

Num passeio casual pelo Fashion Mall, fato raro: rasteirinha! O vestido rendado é uma graça e contrapôs bem à casualidade.

Já falei dos looks pretos? E quem nunca jogou uma jaqueta jeans pra parecer menos emogótica suave? Me identifico, Tatá!

tata-werneck-estilo-moda

Partindo para os eventos e aparições vips. Um pretinho básico indefectível, amei esse mix de materiais do couro e renda, look imbatível e muito coerente com o estilo da atriz.

tata-werneck-estilo-moda

Combo da Tatá: tubinho preto + sandália duas tiras + bolsa Chanel.

tata-werneck-estilo-moda

E às vezes o tal pretinho básico rola um belo upgrade, apaixonada por esse vestido!

tata-werneck-estilo-moda

Pra finalizar, quando o evento pede, Tatá se transforma, arrasa no brilho, glamour e fenda, mas sem perder a essência do pretinho, jamais! E vocês curtem o estilo da atriz? Aceito sugestão de nomes para a tag!

Precisamos conversar sobre Aline Riscado

15/01/2017  •  Por Thereza  •  Celebridades, Estilo, Moda, Pense

Nesse final de semana rolou mais uma daquelas correntes da internet para, digamos, descobrir reações e preconceitos alheios. O projeto, chamado de “Teste do Vestido”, consistia em mandar uma foto pro whatsapp do digníssimo, com a Aline Riscado usando esse vestido ousado, e perguntando o que ele achava da namorada comprar um igual. E aí?

aline-riscado-vestido-recorte

O resultado foi uma chuva de: machismo, afinal, é bonito nos outros “Aline mó gata, gostosa”…  mas “mulé minha não pode usar esse tipo de vestido”, TÍPICO.

Ok que no meio disso até encontramos raios de esperança e caras que já se ~descontruíram e achariam legal ver a namorada com um vestido super sexy, afinal, quem decide é ela.  Mas tem uma outra coisa que fica nessa história toda: precisamos conversar sobre Aline Riscado.

aline-riscado-kardashian

Vocês sabem que aqui no Fashionismo amamos a Kim Kardashian antes mesmo de virar modinha rsrs. Gostamos dela, pois quando surgiu aaanos atrás, de certa forma fugia daquele esterótipo hollywoodiano tão comum e distante. Era uma mulher que veio da adversidade (no caso, a sextape), tinha um reality toscão, ganhava dinheiro sendo ela mesmo e, ahh, a tal bunda de responsa.

Anos se passaram, ela construiu um império e abriu as portas do sucesso pra outra dezena de Kardashians (e Jenner e Disick e) e o resto da história vocês sabem bem. Agora onde a Aline entra nessa? Se falamos da representatividade da Kim que, sim, de certa forma inspira milhares de mulheres, por que não podemos buscar uma referência local?

aline-riscado-fashionista

Aline é bailarina, atriz, apresentadora, é uma espécie de Sabrina Sato da nova geração. É super articulada, tem toda uma atitude, star quality e reflete bem esse perfil brasileiro de mulheres poderosas e independentes. Por que ela não pode nos inspirar?

No quesito looks, o pouco que acompanho tenho notado uma sutil, porém notória, transformação. Se stylist fosse, ia adorar trabalhar com uma mulher feito Aline, que carrega a estigmatizada alcunha de periguete, mas tem todo o potencial fashionista surpreendente. Aliás, ela vem sendo vestida pelo stylist das estrelas, Rodrigo Pollack, ou seja, #vemcoisaboaporaí.

aline-riscado-vestido-looks

Separei looks recentes (e os mais interessantes, claro), que mostram que talvez sejamos até preconceituosas. Seus looks refletem muitas pautas do Fashionismo e podem servir de  inspiração para looks da vida real, um dia a dia casual ou aquela montação esperta pra noite. Dá pra deletar possíveis esterótipos e salvar os looks da Aline no Pinterest sim.

Aline Riscado é muito bonita e tem cada vez mais usado a moda como aliada pra criar essa persona que influencia digitalmente na internet. Perde seu tempo quem achar que apenas Kim e outras americanas tem esse potencial fashionista voluptuoso. Aqui no Brasil temos figuras com potencial sim. Vale olhar a transformação e lapidação da Mirella Santos ou até mesmo a busca constante da Geisy Arruda em encontrar seu lugar ao sol e ir além do vestidinho polêmico da faculdade, e ela tem conseguido se manter relevante à sua maneira. A moda? Sempre funciona como cenário e referência para essas mulheres, que bom!

aline-riscado-corte-de-cabelo

No mais, assim como todas as famosas que já passaram por aqui com seu “novo corte de cabelo médio”, Aline Riscado deveria ser exemplo também, afinal, o corte de cabelo (agora antigo) é tão bonito quanto de qualquer outra gringa. Concordam?

Que tal se em 2017 olharmos com bons olhos o que acontece aqui no vizinho Ego e em suas várias personalidades doidas pra mostrar seu valor e look?

 

 

Página 1 de 94012345Última »