Acessórios, Moda  •  23 jun 2021

O rebranding de Swarovski

Se você acompanha as fashionistas gringas musas do streestyle desde a década passada, com certeza conhece a italiana Giovanna Battaglia Engelbert. Ela é uma das minhas pessoas da moda favoritas. É elegante, divertida, tem aquele espírito festivo e ousado italiano, mistura cores, estampas, modelagens tudo com a mesma naturalidade com a qual eu visto meu pijama de mescla da Renner.

E Giovanna não é apenas “profissão fashionista”, ela já deu expediente com como editora de moda da Vogue Japão e L’Uomo – ao lado da sua Bff, Anna dela Russo – e também sempre trabalhou como consultora de moda para marcas que vão de Dior a Lacoste. Dado o proeminente currículo, no último ano Gio  deu um passo importante na sua carreira.

A italiana assumiu, em plena pandemia, o cargo de diretoria criativa global na austríaca Swarovskia primeira da marca em 125 anos de existência. Sua premissa inicial é transformar cristais em algo cool, moderno e divertido, feito ela.

E a mudança de percepção não será apenas nos acessórios de moda, o envolvimento de Gio é total e também em todo o portfólio de decoração da marca, que vai de taças a lustres, tudo agora com a criatividade e chancela de Giovanna.

swarovski giovanna

Depois de um ano no cargo, recentemente saíram as fotos da 1a campanha e tenho algo a dizer: uau, achei o rebranding incrível. Eu sempre tive uma visão mais, digamos, tradicionalista da marca, nunca tive um desejo latente (ok, tenho uma caneta deles que eu amo) ou uma relação aspiracional como tenho com algumas joalherias, mas a roupagem que Gio está dando já me abriu os olhos.

Segundo ela, “Swarovski não é apenas uma marca, mas é uma plataforma para expressar a criatividade de uma forma muito interdisciplinar. Tenho paixão pelo alegre “Embellishment of Life” (enfeite da vida, que é o slogan da marca), que é definitivamente o que tem tudo a ver com o cristal Swarovski e o que a marca quer transmitir, seja no seu pescoço, em sua casa ou em seu espírito.”

Para a primeira campanha, Gio contou que quis (re)começar com o básico do básico, revirar os arquivos da marca centenária, focar em cores e geometria e aliar a facilidade e privilégio de trabalhar com uma marca que detém seu próprio material, o cristal, no caso!

 

Esse movimento da Giovanna tem se tornado mais comum entre fashionistas e artistas em geral que tem ganhado cargos de comando – sempre no lado criativo – em grandes marcas. Muitos deles acabam tendo um envolvimento mais superficial e funcionam mais como embaixadores, mas o caso dela é integral e dá pra ver pela mudança de posicionamento de uma marca histórica. 

E o legal da Swarovski é que existem muitas peças acessíveis e, ao menos lá fora, os preços dessa nova era ficarão entre U$49 até U$1790. Aqui no br o site já mostra algumas das peças e vale abrir os olhos pra essa nova era!

Anterior
Próximo
Comente Aqui

3 comentários em "O rebranding de Swarovski"
  1. Suzane
    23 jun 2021 // 16h00

    Nossa, eu sempre achei a marca meio puxada pro breguinha… Mas essa campanha deu um tico de vontade! curti, vou observar!

  2. Fernanda
    24 jun 2021 // 06h25

    Eu sou fã da Giovanna Engelbert há anos também, da época que ela namorava o Vladimir Restoin Roitfeld (gente me senti a velha agora). Achei o máximo essa primeira coleção com a intervenção dela, que venham mais peças-desejo. Eu tive um colar com um pingente lindo da marca há mais de 10 anos atrás, mas quebrou e nunca mais vi nada que me interessasse, agora voltei a ficar de olho.

  3. 02 jul 2021 // 13h27

    Que legal!