Touche Éclat, da YSL, o retorno!

15/06/2021  •  Por Thereza  •  Beleza

Volta a fita para o início da era dos blogs: a época na qual dica era dica-de-amiga e um produto viralizava mesmo antes de existir redes sociais. Pare e pense, me cite 3 corretivos que eram OS CORRETIVOS de uma geração?

Eu penso em 3: Cle de Peau, Secret Camouflage da Laura Mercier e Touché Eclat da YSL.

YSL TOUCHE ECLAT

Agora vamos falar mais precisamente dessa famigerada canetinha da YSL, o produto era O IT produto, aquele corretivo ~must have marca uma geração e talvez literalmente falando, afinal, o corretivo se destacava, apesar de esconder a olheiras, se é que me entende rsrs Lembro até que participei de um lançamento – junto com várias leitoras convidadas – da marca aqui no Br quando ainda era Sacks, quem lembra desse post?

E pq eu resgatei essa pérola de beauté? É simples, não sei se todos repararam, mas já percebeu que a YSL saiu das gôndolas das Sephoras mais próximas? Pois bem, isso já tem um tempinho, enquanto a linha de moda chegou, a de perfumes segue firme e forte (amo o Libre, cheiro de perfume de balada), a de maquiagem foi-se… mas voltou! E voltou com várias novidades, mas o clássico também!

Ontem postei nos stories que comprei o produto e bateu a nostalgia generalizada entre os comentários. Muita gente ainda não sabia do retorno, tantas outras se apegaram ao saudosismo. Lembrei até que postei uma vez que a princesa (!) Meghan Markle é fã declarada do produto.

E como vocês sabem que sou fã número 1 da marca como um todo, os produtos da nova geração me chamaram a atenção!

CORRETIVOS

O Touche Eclat é o clássico dos clássicos, porém-contudo-todavida, vale lembrar que ele não é beeeem um corretivo, mas sim uma canela iluminadora, muito usada nas olheiras, mas também em áreas estratégicas que vai da parte de baixo da sobrancelha ao bigode chinês (uma vez uma maquiadora me ensinou que é Mara pra suavizar a região).

Tinha tanto tempo que eu não comprava que fui comprar online e o que aconteceu? Comprei a cor errada kkkrying, escolhi a 2.5, mas acho que sou a 3, c’est la vie, vou usar mesmo assim. Tem dele por R$299 aqui.

Além disso, tem também a versão Touche Eclàt HIGH COVER, ou seja, mais cobertura! Li boas resenhas e que ele tem uma pegada mais corretivo mesmo, ainda que luminoso, a conferir. Tem dele por R$299 aqui.

Ainda no setor corretivos, um que me chamou a atenção: ALL HOURS CONCEALER, “cobre você para noites sem fim: um corretivo de cobertura total em uma textura líquida, fórmula ricamente pigmentada esconde olheiras como um corretivo sob os olhos e ajuda a camuflar imperfeições”. NOITES SEM FIM? Esse é meu nome nos últimos 8 meses, deveria ter levado. Tem dele por R$269 aqui.

AS BASES

Outro assunto que amo, bases! Já tive algumas da marca, mas essas são novidades. a ALL HOURS, tal qual o corretivo, “tem cobertura para noites intermináveis ​​com uma base fosca para uma pele impecável, que permanece firme por até 24 horas”. Fiquei bastante curiosa. Tem dela aqui por R$329. Já a  TOUCHÉ ECLÀT LE TEINT, também segue a linha do corretivo e “é uma base de cobertura média e respirável infundida com a luz iluminadora de Touche Éclat para um brilho natural e saudável”. É a base mais vendida da marca. Custa R$329 aqui.

Além das bases e corretivos, a marca chega ainda com blushes, máscara e, assim espero, uma gama maior de produtos. Qual é o seu favorito da YSL?

O melhor rímel de 2020

22/10/2020  •  Por Thereza  •  Beleza, Compras

Eleito por euzinha mesma, quem mais seria rs! Bem no início do ano, na viagem que fiz pra Paris e Lisboa, uma das melhores maquiagens que comprei foi um rímel. Eu amo rímel, às vezes mega volumosos, outras vezes bem alongadores, e esse é o mix de tudo isso!

A The Curler Mascara da Yves Saint Laurent provavelmente desponta como minha máscara favorita dos últimos tempos. Ela tem alguns fatores que são meus favoritos nessa função de beauté, sem contar que amo tudo que vem da YSL.

A The Curler preza por ter uma escovinha híbrida que não apenas dá volume, mas também dá uma SUPER curvatura. Sério, uma mega curvatura e isso que eu acho o mais legal de um rímel, não gosto daquele volume aglutinado, mas gosto de uma extensão de boneca, sem carregar o peso de uns cílios postiços.

Segundo a marca, “a escova com elastômeros curvos em cada lado garante uma definição limpa e completa, enquanto as cerdas arredondadas de fibra criam dimensão e ondulação. Confortavelmente, constrói cílios luxuosos e destacados que nunca irão borrar ou amontoar”.

E quando a escovinha vem limpa (antes de começar a usar) você vê que de fato ela é bem diferente, tem até uma base rosa que mostra a estrutura e curva de cada cerda.

E agora, mais do que nunca, as marcas também estão prezando por produtos que tratem dos nossos cílios. A The Curler tem uma fórmula infundida com óleos nutritivos de côco, folha de nogueira e bambu, tudo para obter cílios mais fortes e saudáveis. Ou seja, penteia, curva e ainda trata.

Fiz o post toda animada, mas só depois me toquei que a YSL daqui da Sephora Br está sem a linha de maquiagem disponível, mas vale ficar de olho – literalmente – na The Curler da YSL!

Bolsas pequenas e quadradas

05/10/2020  •  Por Thereza  •  Acessórios

Foi-se o tempo – mesmo – que Victoria Beckham e cia ostentavam aquela giga bolsa que cabia até a mãe, 2 cachorros e um lanche dentro, hoje em dia as bolsas estão cada vez mais diminutas!

E foco nesses 3 lançamentos que são as grandes apostas das respectivas marcas pra essa nova temporada (pra eles o ano meio que começa em setembro). Repare, as 3 tem um shape parecido, são compactas e com logo discreto!

Em maio, em meio à pandemia e quarentena, a Louis Vuitton fez um lançamento ousado, colocou dúzias de atrizes e influencers pra andar com sua PONT 9 por aí, na época repercutiu de forma um pouco polêmica, mas a bolsa veio pra ficar.

O nome Pont 9 é uma homenagem à ponte mais antiga de Paris, chamada Pont Neuf, que atravessa o Rio Sena e fica justamente em frente à matriz da maison francesa.

Acho muito interessante a LV estar querendo variar cada vez mais do seu monograma clássico e tentando novos estilos e formatos. o modelo em questão aqui no Brasil está na faixa de R$18.500 beijoseboatarde

Em julho foi a vez da Dior lançar seu novo modelo chamado BOBBY, criado por Maria Grazia Chiuri, o nome é uma homenagem ao cachorro de Christian Dior, cujo nome batizou diversos outros looks da marca ao longo de décadas.

O modelo é mais um aceno da marca ao público mais jovem, já o preço é bem adulto, lá fora não sai por menos de 3200 euros, o que convertendo aqui oo Brasil custa uns 2 milhões?

Por fim, e minha marca favorita no quesito bolsa, a YSL lançou recentemente o modelo SOLFORINO, que segue essa onda de bolsas compactas e discretas. O modelo lá fora sai à partir de 1900 euros.

Partindo pra vida um pouco mais real, vale a pena ficar também de olho em versões tropicalizadas de bolsas compactas e utilitárias feito essas.