Os looks do seriado Big Little Lies

17/07/2019  •  Por Thereza  •  Moda, tv

Big Little Lies, esse momento é nosso! Há tempos não me viciava em um seriado, querendo saber de tudo, do lugar, os looks, as músicas, os memes, os comentários. Fazia tempo, na realidade, que não fazia um post de um seriado e BLL merece tudo isso!

Que seriado, que elenco, que cenário, que tudo! Eu ando fascinada com tudo que diz respeito à BLL e também triste porque dizem que vai ser a segunda e última temporada, também pudera, só numa próxima encarnação um elenco como esse alinha suas agendas.

big little lies

Dito tudo isso, já que o assunto é moda, o seriado também é todo trabalhado no Fashionismo! Entre as 5 personagens (desculpa, Meryl Streep, você é de outro mundo), cada uma tem um estilo e eu adoro basicamente todos. Os looks são tão certeiros que a 1a temporada ganhou Emmy de melhor figurino, entào vamos aos looks!

renata klein big little lies

RENATA KLEIN CONTE COMIGO PARA RIGOROSAMENTE TUDO! A personagem da incontestável Laura Dern começou meio que discretamente na 1a temporada, foi crescendo aos poucos e seus looks idem. Mas nessa temporada é look incrível atrás de look incrível.

Tem Gucci, Hermès, Roland Mouret, McQueen, Balmain e o céu é o limite para Renata Klein. Seus looks são meus favoritos do seriado e ela segura com louvor – e sempre uma tacinha de vinho.

Já Celeste Wrigh, personagem de Nicole Kidman, é mais comedida, séria, discreta. O legal é que o figurino é bem alinhado não só com sua personagem sofrida e enigmática, mas também com tudo que ela tá passando, claro.

São muitos trench coats (Monterey venta demais), vestidos longos e com estampas discretas e peças bem ~comportadas. É um trabalho bastante apurado e o figurino cumpre muito bem sua função de incrementar a personagem.

bonnie big little lies

Bonnie Carlson tem um quê de Zoe Kravitz. A personagem é super boho, descolada, tem um toque ippie e com um lado retrô casual. Bonnie adora caftans, robes, estampa paisley, um toque de cor e muitos acessórios. Acho o estilo dela super charmoso e bem californian girl.

madeline big little lies

E Madeline Mackenzie é Reese Witherspoon todinha! Arrisco dizer que a personagem deve usar até mesmo looks de sua marca, Draper James, mas ela usa peças de marcas como: Kate Spade, J.Crew, Alice & Olivia e ainda Burberry, Carolina Herrera e Dolce & Gabbana.

big little lies

Por fim, a mais basiquinha de todas: Shailene Woodley e sua Jane Chapman. Os looks são bem sérios, tem um quê sombrio e quase tomboy, mas sempre com uma coesão com sua história e personalidade.

E vocês, são viciadas em Big Little Lies? Qual personagem e/ou figurino favorito? E pra quem não assiste, só ver as 2 temporadas no HBO (tem no Now da Net).

 

Dica de série: Sunset – Milha de Ouro

05/04/2019  •  Por Thereza  •  tv

Se você é da geração de ouro de Laguna Beach, The Hills e The City, esse post é seu! O criador desses 3 smash hits, Adam Divello, acabou de lançar com a Netflix um novo reality show que não deve em nada para Lauren Conrad e sua turma, de quebra ainda deixa os fãs de drama-e-roteiro-da-vida-real com gostinho de saudosismo.

Sunset – Milha de Ouro (Selling Sunset) é um reality que fala sobre os corretores de imóveis de elite do Oppenheim Group, que vendem – mas também vivem! – uma vida de luxo aos endinheirados de Los Angeles. Com a chegada de um novo membro à equipe, o drama aumenta!

Quem já assistiu “Million Dollar Listing”, sabe que a profissão de real estate de imóveis de luxo é tão luxuosa quanto. Se você vende uma – nada – modesta casa de U$40.000.000 (no programa tem uma incrível assim), você pode ganhar uma comissão de U$1.200.000 e por aí vai, ou seja é muita grana e, claro, competição, mas com Selling Sunset o foco é um pouco diferente.

O programa mostra as casas incríveis e cenários luxuosos (essa é a melhor parte do programa), mas fala também de relacionamentos amorosos e uma certa rivalidade feminina. Longe de mim querer indicar programa assim, o show de fato tem algumas questões problematizáveis, mas tem outros pontos relevantes (fala inclusive como as mulheres do meio são assediadas) e no final das contas é um guilty pleasure descompromissado.

sunset milha de ouro

Se você gostava dos saudosos tempos de Lauren Conrad, Heidi Montag e cia, vai ativar o saudosismo com um reality com o cenário mais bonito de todos, aka Los Angeles, sem contar a trilha sonora sensacional, os looks legais e, bom, um roteiro digno de novela (se pensar assim fica mais razoável).

E sobre a “chegada de um novo membro”, nada menos que Chrishelle, esposa de Justin Hartley, astro de This is us, daí você sente o drama!  O elenco é afiado, interessante e, entre supostas mocinhas e vilãs, é um grupo que rende e acho que o programa pode ser ajustado para novas temporadas.

sunset milha de ouro

Pra quem gosta de um reality leve, ligeiramente fútil e com ingredientes básicos que nos fazem desligar da vida por 30 minutos, fica a dica!

 

Dica de série: The Good Place

17/08/2018  •  Por Thereza  •  tv

Tenho assistido muitas séries novas e pretendo trazer minhas favoritas pra cá e inicio com essa, que mal comecei e já gostei pacas! Zapeando pela Netflix, me deparei com The Good Place, nunca tinha ouvido falar, mas duas coisas me levaram a apertar o play: Kristen Bell e 20 minutos.

Eu adoro a atriz e adoro seriados rápidos de comédia, sem muita tensão ou firula, logo, presumi que TGP era isso. Vamos à sinopse, “depois de morrer, a egocêntrica – e sem compaixão – Eleanor é enviada por engano ao lado bom do Além. Agora ela está determinada a se tornar uma pessoa melhor para continuar lá, sem antes passar por muitos apuros.”.

Parece louco? Talvez até seja. Fantasioso? Escapista? Surreal? Mais ou menos isso. Bom, assisti 1, 2, 3, 4 episódios numa tacada só e tudo ao lado do Rodrigo, que tem um perfil de série bem diferente do meu, mas estava igualmente conectado com Eleanor Shellstrop e sua turma.

Daí depois conversei com algumas pessoas sobre o seriado e umas falaram que era tosco, nonsense e outras que pararam no meio. Logo pensei, ok né, sou meio tosca mesmo e meus gostos são peculiares rs. Mas aí eu postei no Stories e pra que? Chuva de fãs de The Good Place que até reconhecem a nonsensice, mas acham o seriado imperdível, obrigada!

Algumas palavras resumem essa série: é genial, ousada, despretensiosa, inteligente, nos faz refletir e, ok, é nonsense sim (até porque não temos noção de como é – e se existe de fato – o “lugar bom”).

Uma mulher vivendo na vida após a morte, com um cenário “perfeito”, diálogos filosóficos, humor ácido e crítico, dilemas existenciais, se eu te falasse que esse roteiro existe, provavelmente você acharia de fato tosco, mas te juro que não é!

Gosto muito que o texto é inteligente, os diálogos são muito divertido, tem sacadas atuais e do mundo “de cá” e a melhor parte, o elenco é excepcional! Kristen Bell, Ted Danson (aka 3 solteirões e 1 bebê) e ainda new faces carismáticas, aliás, menção honrosa pro casting, composto por negros, latinos, asiáticos, tem de tudo, como deve ser.

Eu estou ainda no começo da 2a temporada (a 3a estreia mês que vem), gostei do twist do fim de temporada e a contar pelo fator cronológico, é um seriado que pode durar a vida toda rsrs. É leve, mas até nos faz refletir (Rodrigo já teve uns 3 sonhos sobre vida após a morte) sobre ser bom ou mau e o que a gente leva dessa vida.

Não ache que por ser um seriado sobre “vida após a morte”, fala-se de religião, muito pelo contrário e o tema nem aparece, mas é o humor e situações absurdas que levam o seriado pra tal da genialidade e um estilo nunca antes visto nas comédia.

Vida longa a The Good Place, amém!

Página 1 de 1112345Última »