RECEITA DO DIA: PANZANELLA, SALADA TOSCANA DELICIOSA!

26/01/2016  •  Por Thereza  •  Decorismo

Ano passado, durante minha viagem pela Toscana, tivemos um agradável – e muito barato! – almoço em Montepulciano. A cidade é um charme por si só e, entre suas muralhas e ladeiras, encontramos um restaurante super simples e agradável, daí como estava muito calor, escolhi uma salada típica toscana (que eu nunca tinha ouvido falar): a Panzanella!

Eu gosto de salada, mas nunca tinha comido nada igual! Era uma salada simples, mas muito saborosa e refrescante, e ainda tinha um item que fazia toda a diferença, pão! Na época, postei no snap e  compartilho aqui nesse edificante vídeo no meu ~canal no yt:

Simples, né? Essa é uma salada muito comum na região, especialmente em dias de verão, pois é leve e fresquinha! A panzanella, assim como muitos outros pratos toscanos, tem origem camponesa, ou seja, pratos simples e feito de sobras, mas altamente saboros!

Como sempre posto a preparação dela no meu snap, chegou a hora de compartilhar por aqui. Minhas receitas são altamente intuitivas, depois de ver uma ou outra receita por aó, fiz à minha maneira e, modéstia à parte, é saborosíssima!

DSC09307

A base da Panzanella: Cebola roxa cortada tipo Julienne (lascas beeem fininhas), tomates cortados grosseiramente (sugere-se variar no tipo, mas eu fui com um só)  e pedaços de pepino.

DSC09312

O corpo da Panzanella: Pão! Mas não pense que é tipo crouton, pelo contrário, o pão é bem molhadinho, pode ser dormido e embebido do suco especial!

Você pode pegar qualquer tipo de pão (lá eles pegam a versão local, o italiano hehe), cortar em cubinhos ou de maneira bem aleatória, daí você leva ele na frigideira por 3 minutos, não muito mais que isso, pra ele criar uma casquinha, mas jamais ficar duro. Junto a isso, adicione um pouco de azeite e queijo parmesão.

Depois dessa fase e de esfriar o pão por uns 10 minutos, você vai criar uma marinada que fará toda a diferença na salada. Coloque uma porção generosa de azeite e toques de vinagre balsâmico, vinagre de maçã e um limão. Essas proporções ficam ao seu critério, caso gostem de mais ou menos ácido. Deixe essa mistura quieta por pelo menos 20 minutos pra dar bastante gosto e ~malemolência~ ao pão

RECEITA PANZA

Complementos essenciais: Essa parte é mais flexível e vai de acordo com seu gosto, mas pra mim é essencial ter manjericão, coentro e pimenta-do-reino. Mas tem gente que adiciona mel (especialmente quando acham que está muito ácida), alho, azeitona,  mussarela de búfala, alici e até outros vegetais, mas eu sigo com essa base clássica!

PANZANELLA1 RECEITA

Depois da marinada, pronto, só misturar todos os ingredientes e voilá! Eu ainda deixo um pouco marinando, especialmente por conta do suco do tomate, mas ela fica tão apetitosa que nem precisa esperar muito!

PANZANELLA RECEITA

Sempre quando estou com desejo de salada, essa é tiro e queda! Sacia na medida, tem muito sabor, é refrescante e ainda me remete à uma viagem inesquecível.

Gostaram da receita? Se tiverem mais alguma dúvida, só falar! E se curtem esse tipo de post por aqui, me contem, pois tenho várias outras receitas fáceis e intuitivas :)

RECEITA DO CEVICHE DA THÊ

30/05/2015  •  Por Thereza  •  Decorismo, Moda

Prazer :) Logo depois do meu casamento, assisti ao programa Estrelas da Angélica (força, Angel <3)  e vi uma receita de Ceviche que o ator Paulo Vilhena fez pra ela, logo, copiei! Na época, 2012, o prato típico peruano estava “entrando” na moda no Brasil e aqui em casa foi nosso primeiro prato oficial de casados, virou quase uma tradição e geralmente às quartas é dia de ceviche!

10844111_1595248830695325_1124896344_n

E quem me acompanha pelo Insta sabe que vez ou outra posto o prato, na minha hashtag gastronômica #choramarthastewart, e sempre me pedem a receita! Na época eu tinha feito um post linkando pra matéria, só que ela saiu do ar :( Mas não seja por isso, vamos ao Ceviche do Paulinho da Thereza!

É muito simples, mas requer uma atenção especial apenas num ponto: o peixe tem que ser muito fresco! Como o comeremos praticamente cru, ele tem que ser bem fresquinho, ok? Sempre que compro faço um interrogatório na peixaria perguntando há quanto tempo ele tá lá, condições de transporte, manuseio, enfim, mas sempre deu certo hehe, vamos lá!

1receita-the-ceviche

Você pode usar qualquer peixe que goste, contanto que ele tenha uma textura mais durinha, sabe? Como vamos cortá-los em cubinhos, ele precisa ficar bem consistente. Eu usou salmão, porque aaamo esse peixe, mas o mais comum é fazer com peixes brancos tipo o linguado, robalo, pescada ou pargo. Ainda vale misturar 2 ou 3 tipos de peixes e ainda acrescentar camarões, vieiras. É um prato bem democrático e que permite mil formas.

O peixe é cru, mas o limão vai cozinhá-lo de leve. Na receita do Paulo, ele indica deixar 1h30 marinando no limão, mas depois aprendi (e testei e gostei) que o ideal é deixar o peixe no limão (gosto de misturar o taiti com o siciliano, também vale até um mix com laranja lima) por no máximo 10 minutos e você vai notar a mágica do cozimento.

Depois dessa preparação, tem alguns itens básicos e imprescindíveis que compõe um ceviche clássico e muito saboroso e que não tem uma quantidade específica, mas sim vai do seu gosto e experimentações, mas não pode deixar de ter pra base: cebola roxa, coentro fresco (mesmo se você não ame, um tiquinho já ajuda), todo e qualquer tipo de pimenta, sal a gosto e azeite. Esses itens são a base pro ceviche ficar legitimamente clássico e muito saboroso.

Depois disso tem outros detalhes que complementam e dão uma certa sustância e cor no prato. Por exemplo, sempre uso tomatinho cereja, às vezes coloco pimentões, gengibre ralado e no próximo vou testar com milho e batata doce.

Pra servir, vale de bowl, taça de martini e até usar endívias como colher. O ceviche é super light e uma excelente sugestão pra servir para amigos!

receita de ceviche thereza fashionismo

receita de ceviche thereza fashionismo

Gostaram da minha receita? Quem fizer e postar no insta, não deixe de usar a #chorammarthastewart que eu vou adorar acompanhar! E se alguém quiser outras receitas que sempre posto pelas redes sociais, só pedir!

 

 

Gastro de Sexta: Azeitonas marinadas

25/04/2014  •  Por Thereza  •  Decorismo

Já que hoje é sexta, aproveito pra recuperar uma tag perdida no passado: Gastrô de Sexta, popularmente conhecida como Gastronismo :D A última que fiz foi com batatas trufadas deliciosas e a ideia é bem simples, nada de incorporar a Ana Maria Braga, mas sim compartilhar dicas gastronômicas fáceis e eficientes!

É que eu sou TÃO viciada no Pinterest, que muita coisa que vejo por lá eu assimilo por osmose e já quero fazer em casa, de um detalhe decorativo até… uma receita esperta!
Semana passada caí num board cheio de fotos de azeitonas e nos mais variados estilos, daí como eu AMO uma azeitoninha, resolvi fazer em casa! Daí compartilhei no meu Facebook – e no meu grupo Vipão do Whatsapp – e todo mundo pediu a receita hehe (beijos!) e cá estou!

azeitona marinada3

Azeitonas marinadas! Nenhum mistério, iguaria presente de boteco tradicional a restaurante sofisticado e a contar pelas fotos acima, é simples de fazer e o resultado fica uma DELÍCIA e super diferente daquela simples de latinha, fica mais saborosa e é ótima pra receber amigos, tomar aquele choppinho ou um vinho esperto.

Só de olhar as fotos já dá pra ver que os ingredientes são simples e vai de acordo com seu gosto mesmo, se você curte mais temperada, apimentada ou aromática. Fiz uma listinha dos ingredientes que usei e a quantidade vai de sentimento mesmo #receitasprecisas olha só!

RECEITA AZEITONAS MARINADAS

Sobre as azeitonas em si, acho que quanto mais variada (de cores também!) melhor. Por exemplo, eu amo azeitona portuguesa que é durinha, daí misturo com uma azapa que é maior e mais suculenta e assim vai, de acordo com suas favoritas.

Também coloco alcaparronas, que são essas giga giga alcaparras aí da primeira foto e são deliciosas (vende em qualquer mercado), também misturo alcaparras normais pra incrementar, cebola roxa, dentes de alho, folhas de louro, tomilho e muita pimenta! Eu acho que a calabresa é a mais eficiente e coloquei bastante quantidade e não senti muito picante, mas vale ir provando. Pode também incrementar com detalhes, seja salsinha até casca de laranja pra dar cor, aroma e sabor.

azeitona marinada

Simples, né? No final eu coloquei tudo num pote e cobri de azeite (não precisa gastar com um super caro!), em poucas horas você já sente as azeitonas saborosas e quanto mais tempo deixar melhor (só não deixo na geladeira porque pode endurecer o azeite). Acho que é uma ótima opção de acepipe do lanche até a copa do mundo e a contar pelas fotos, fica super charmoso sobre a mesa com o recipente certo e algumas firulinhas a mais, tipo nessa foto acima que era um casamento com bar de azeites e azeitonas, amei essa ideia e vou fazer com certeza!

Vocês gostam dessas mini receitas e de uma boa azeitoninha pro feriado?!