Dicas do Rio: Delfina e Aconchego carioca

06/09/2018  •  Por Rodrigo  •  Gastronomia

Como a nossa coluna Vinho de Quinta não se resume apenas ao universo dos vinhos, teremos também posts com dicas gastronômicas super legais de lugares que todo mundo precisa conhecer aqui no Rio. E não poderia deixar de começar por  2 restaurantes mais que especiais e que fizeram a alegria dos convidados no #fashionismo10anos.

Primeiro, o que vem à cabeça quando ouve-se falar de praça de alimentação? Fast food, correto? Na grande maioria dos shoppings é isso mesmo, mas no Village Mall, esse local tradicionalmente conhecido por quem quer um lanche rápido e despretensioso, ganhou uma pegada diferente e com gastronomia de qualidade!

O Delfina e o Aconchego Carioca, localizados na praça de alimentação do Shopping, oferecem opções gastronômicas incríveis, democráticas, num estilo gourmet, porém descomplicado, pra quem não abre mão de gastronomia de verdade tanto no almoço, jantar ou aquele happy hour.

O Delfina, já conhecido pelo seu food truck que roda nos principais eventos do Rio, tem como especialidade suculentas opções de carne de pato. A consagrada coxinha (que de inha não tem nada) de pato acompanhada de chutney de laranja e especiarias é de lamber os dedos! Já o sanduíche de pato  com mostarda Dijon e rúcula, no pão ciabatta artesanal, além de saboroso, vale como uma refeição!

Pra quem não é tão fã de pato, pode se deliciar com hamburger de contra filé, hot dog no pão de leite, pulled pork, batata rústica, pratos com salmão, omelete e várias opções de saladas preparadas no balcão, ali na sua frente. Menção honrosa pro prato (na realidade, acompanhamento!) favorito da Thereza: batatas rústicas trufadas, imperdível!

O Aconchego Carioca, famoso na Praça da Bandeira, premiado por sua gastronomia brasileira e frequentado por quem ama culinária de raiz, agora tem uma versão no Village Mall, onde serve os tradicionais bolinhos da renomada chef, Kátia Barbosa. O carro-chefe, o copiadíssimo bolinho de feijoada é um pedido quase que obrigatório, além do bolinho de carne seca, prensadinho de rabada e o meu preferido, bolinho de arroz com curry e queijo.

Como nem só de bolinho vive o homem, deliciosos petiscos, como a pipoca de aipim e o pastel de moqueca farão a alegria do povo, tudo fresquinho e preparado na hora! Uma boa dica é que o Aconchego também faz catering para eventos, assim como fizeram pro nosso #Fashionismo10anos.

Delfina e Aconchego Carioca são excelentes alternativas pra quem curte comida bem feita e de verdade. São perfeitos também para reunir a galera e tomar uma cervejinha pra acompanhar as delicias. E por falar em cerveja, além das opções tradicionais, os dois restaurantes tem rótulos de cervejas artesanais escolhidas a dedo! Vale muito dar uma conferida e mudar seu conceito sobre praça de alimentação.

 

8 melhores restaurantes da Barra da Tijuca

05/01/2017  •  Por Rodrigo  •  Gastronomia, Rio de Janeiro, Vinho

Oi, pessoal, as quintas já são conhecidas pelo #vinhodequinta, mas a Thereza me chamou para uma nova coluna que acho que vai agradar muita gente! Dicas do Rio, isso mesmo, serão dicas de programas legais para se fazer na cidade maravilhosa. Como meu negócio é gastronomia, darei uma ênfase em sugestões de restaurantes legais e que nós costumamos ir.

Nesse 1° post, falarei especificamente sobre restaurantes na Barra da Tijuca, pois além de ser nosso bairro, está com várias novidades para locais e turistas. A Barra passou por uma revolução gatronômica nos últimos anos com empreendimentos inovadores no ramo, por isso vale esse delicioso tour! Separei os que mais frequentamos e recomendamos por categoria:

restaurante-barra-da-tijuca

Esplanada Grill: A tradicionalíssima casa de carnes de Ipanema, inaugurou em terras barrenses no agora ex-Trump Hotel, no Jardim Oceânico. Tem uma seleção maravilhosa de carnes, com destaque para a costela e o Prime Rib com osso, além entradinhas (melhor pão de queijo do mundo) que se você não tomar cuidado, vai matar a fome antes dos pratos. Ótima carta de vinhos com bons preços. A Thereza já fez post exclusivo aqui.

Tragga: Essa conhecida casa de carnes, famosa no polo gastronômico de Botafogo, abriu recentemente no novo Vogue Square, empreendimento que conta com a consultoria do Ricardo Amaral e funciona como um complexo de restaurantes super charmoso e recheado de opções para todos os gostos, vale a pena passar uma tarde por lá! Sobre o Tragga, tem tudo que uma steakhouse precisa, ambiente sofisticado, excelentes carnes, várias opções de entradas, com empanadas sensacionais e um serviço impecável.

restaurante-barra-da-tijuca

Shisô: Restaurante japonês dentro do belíssimo Hotel Grand Hyatt Rio, inaugurado há menos de um ano, mas que já virou nosso point. O Shisô tem uma pegada fusion com criações do Chef, trazendo o que há de melhor na culinária oriental. São diversos pratos com referências super criativas da cultura japonesa. Vale experimentar o menu degustação Omakasé, que ainda pode ser degustado com uma seleção especial de sakes premium. já fiz post exclusivo aqui.

Naga: Localizado no Village Mall, esse japonês de estilo tradicional, tem uma variedade enorme de peixes frescos. Posso dizer que aprendi muito sobre as características de peixes diversos, batendo papo com os sushimen no balcão. Com o tempo, me tornei um apaixonado por peixes brancos e até deixei um pouquinho o salmão de lado. Não é dos restaurantes mais baratos do mundo, mas vale a experiência pra ir além do rodízio. Já teve post aqui.

restaurante-barra-da-tijuca

Gero: Clássico no melhor sentido da palavra, esse requintado italiano já foi palco de alguns dos nossos aniversários de namoro e casamento. Todos os pratos são maravilhosamente preparados pra transformar qualquer refeição numa verdadeira experiência. Eu adoro o stinco de cordeiro, suculento e cheio de sabor, já a Thereza nunca deixa de pedir o suflê de queijo, não está no cardápio, mas é imperdível. Não é um restaurante barato, mas vale a experiência em ocasiões especiais.

Benedictine: O italiano do Village Mall tem uma variedade de pratos invejável, com massas artesanais feitas no local, além de opções de carnes, aves e peixes com um tempero mais que especial. O couvert com pães deliciosamente frescos já vale a visita. Boa carta de vinhos e no geral ótimo custoxbenefício. Post exclusivo aqui.

restaurante-barra-da-tijuca

Le Vin: Ambiente romântico e acolhedor, a melhor representação dos clássicos restaurantes parisienses. Gastronomia de primeira com muitas opções deliciosas, da entrada à sobremesa. Fica até difícil escolher entre o pato confitado e o tradicional cassoulet. Foram várias as vezes em que a Thereza já sentou lá só pra comer sua entrada preferida, o salmão marinado (com uma taça de champagne). E como o nome não nega, a carta de vinhos é muito bem feita. Clássico imperdível e com preço justo!

Cozinha Artagão:  Era o que faltava pro Barra Shopping. Se o famoso Irajá, em Botafogo, é um sucesso, o Cozinha Artagão, do mesmo grupo, não poderia ser diferente. As releituras dos pratos caseiros do dia-a-dia deixam qualquer um salivando. Arroz de rabada, carne assada e o carioquíssimo picadinho ganham uma nova interpretação e elevam os sabores da nossa gastronomia tão rica. Imperdível! Já falamos dele aqui.

Então, espero que tenham gostado. Foram apenas algumas indicações de locais que frequentamos e que gostaríamos de compartilhar com vocês, sei que muita coisa boa ficou de fora, por uma questão de espaço. Se quiserem compartilhar seus favoritos, será um prazer! E quem tiver sugestões de pauta, só falar!

Benedictine, restaurante italiano delícia no Village Mall

24/07/2016  •  Por Rodrigo  •  Gastronomia, Moda, Rio de Janeiro

Com esse mais que bem-vindo inverno carioca e a proximidade das Olimpíadas, muita gente que visita a cidade, tem procurado por dicas de bons restaurantes para incrementar ainda mais as férias no Rio. Junto a isso, não há dúvidas de que a gastronomia italiana é unanimidade quando se trata de sabor e variedade.

BENEDICTINE VILLAGE MALL

Semana passada fomos ao Benedictine, no Village Mall, e ele tem tudo o que você espera de um tradicional e ao mesmo tempo contemporâneo restaurante italiano, com clássicos de norte a sul do país da bota.

Massas artesanais produzidas no local, pizzas no forno a lenha, carnes, peixes, aves e uma seleção invejável de salames e embutidos que podem também ser comprados numa charmosa lojinha dentro da casa. Tudo elaborado com ingredientes super selecionados e com um toque especial do Chef Marcilio Araújo, para representar o que de melhor existe na Itália.

DSC00356

Ao chegarmos, começamos com o couvert, que eu me arrisco a dizer que é uma heresia deixar passar. Pães caseiros fresquíssimos e quentinhos servidos numa cestinha que já vale o pedido. Outra boa pedida para entrada é a tábua de frios com salames e presuntos importados adivinha de onde?

benedictine restaurante

Pra completar a entrada (!), pedi uma polenta mole super delicada e suave, já a Thereza foi na salada que ela mais ama nessa vida, mas que não tinha provado no Brasil, a Panzanella fresca, cheia de vida e com um tempero que trouxe à tona nossa memória afetiva da Toscana (ela já postou a receita dela aqui)

benedictine restaurante peixe sal grosso

Para o prato principal, a sugestão foi uma volta pelo Mediterrâneo com peixe na crosta de sal grosso. Perfeitamente temperado com ervas e servido direto na mesa, o peixe de sabor rico desmanchava na boca e ainda acompanhava espinafre, batatas e palmito pupunha, covardia né? O legal é que o peixe é do dia para preservar o frescor, o nosso foi o Vermelho, mas é comum também servirem o Pargo.

benedictine restaurante tacho grana padano

Eis que surge no meio do salão um tacho de grana padano, até aí tudo bem, mas quando despejaram uma massa fresca no fundo do tacho, pronto… Quem conhece um pouquinho a Thereza sabe que esse prato é seu sonho de consumo desde a primeira vez em que ela viu, mas até então nunca havia experimentado. Então, na mesma hora ela pediu a massa sem pestanejar para dividirmos. O linguine maravilhosamente al dente, saía da panela direto para o grana, do qual adquiria a cremosidade característica. É aquele tipo de show no meio do restaurante que vale muito a pena.

DSC00412

Como se isso tudo não bastasse, ainda rolou um clássico das sobremesas italianas, o Tiramisu, leve e com doçura na medida. Pois bem, o Benedictine é o lugar perfeito pra imergir nos sabores da Itália num ambiente aconchegante e moderno ao mesmo tempo.

Para os amantes do vinho, como eu, a carta é super bem feita com rótulos das principais regiões da Itália e do mundo. Degustamos o Il Poggione Rosso di Montalcino, elegante e frutado, harmonizou bem tanto com o peixe como com a massa.

BENEDICTINE Village Mall

Pra quem quer aproveitar esse frio para uma experiência gastronômica de qualidade, o Benedictine é uma excelente opção.

Página 1 de 212