Recebendo em casa: vinhos para harmonizar!

26/03/2017  •  Por Rodrigo  •  Gastronomia, Vinho

Receber amigos em casa é sempre motivo de festa. Seja uma confraternização, encontro informal ou comemoração oficial, a animação é garantida. E como podemos tornar essa ocasião num momento especial, daquele tipo que todo mundo vai querer repetir o quanto antes?

Pois bem, os comes e bebes fazem a diferença, e os “bebes” bem escolhidos trarão um diferencial para o encontro, principalmente pelo fato de fazerem a galera se soltar e deixarem o ambiente mais descontraído.

Vinhos são uma ótima pedida para criar esse clima, pois além do sabor em si, a variedade de estilos pode fazer vir à tona uma série de conversas e discussões a respeito da bebida. Posso garantir que é um upgrade na arte de receber. Até aí tudo bem, mas como escolher os vinhos certos?

Tem algumas dicas importantes para acertar nas escolhas, mas primeiro devemos entender que nem todo mundo tem o mesmo gosto, por isso é mais interessante optar por mais de um estilo de vinho para o encontro. Isso é legal, pois permitirá aos convidados que conheçam vinhos diferentes e conversem sobre os que mais gostaram. Outra coisa legal é tentar harmonizar os vinhos com as comidinhas que serão servidas. Digo comidinhas, pois na maioria das vezes, os famosos belisquetes são mais apropriados para uma atmosfera informal e divertida.

Canapés e finger foods são excelentes para deixar rolando a noite toda, pizzas e hamburgers são opções fáceis de agradar e tábuas de queijos e frios são perfeitas para dar aquela sofisticada na decoração e render boas fotos. Sobre os vinhos, meu conselho é optar por estilos mais leves e frescos, afinal, pra curtir e bebericar a noite toda, vinhos pesados podem dar uma saturada.

Vamos aos vinhos? Selecionei algumas dicas de branco, rosé, tinto e até Champagne, todos da Wine Vinhos, tudo para encantar seus convidados e fazer com que fiquem acampados na porta da sua casa (tipo fila de show do Justin Bieber rs) esperando pelo próximo encontro.

Ropiteau Frères Bourgogne Chardonnay 2014: Não é todo dia que temos a chance de degustar um exemplar da Borgonha, região mais famosa da França para brancos. Elaborado com a Chardonnay, é amanteigado, amendoado, cheio de aromas florais e de pêras maduras, além de um frescor maravilhoso que vai harmonizar com várias entradinhas, se rolar um japa então, fica perfeito. De R$95 por R$80, precinho para um Borgonha.

Michel Lynch AOC Bordeaux Rosé 2015: Continuando na França, esse Rosé de Bordeaux vai casar perfeitamente com canapés, quiches, embutidos, massas e os tradicionais pães a metro, presentes nas festas. Levíssimo, com baixo teor alcóolico e perfumado com aroma de rosas e frutinhas vermelhas frescas. De R$78 por R$66.

Champagne Jacquart Mosaïque Rosé Brut: O que podemos falar de Chamopagne? Bom, não caberia em um único post, mas posso assegurar que é uma experiência. Servir aos convidados esse néctar, é quase um ato de amor. Só pela garrafa, já dá pra deixar exposta no centro da sala, de tão bela. Mas e os sabores? Bem, típicos dos bons Champagnes Rosés, o Jacquart é frutado, mas com uma pegada mais seca, do tipo que é impossível enjoar. No nariz, as notas de framboesas, morangos e jasmim dão boas vindas para o que vem pela frente, na boca, aquela famosa torrefação típica do estilo, que ainda tráz sabor de pão tostado, lichia e romã. Por si só, já completa a confraternização, mas vai muito bem com queijos leves, qualquer entrada ou canapé a base de frutos do mar e carpaccio. Se rolarem umas ostras frescas, é sinal de que o paraíso está próximo! Boa promoção, de R$260, que já vale, por R$198.

Maycas del Limarí Reserva Especial Syrah 2012: Figurinha carimbada aqui no blog, a vinícola Mycas del Limari, com seus vinhedos que recebem uma fresquíssima brisa do oceano Pacífico, produz rótulos que alinham intensidade e frescor. É o caso desse Reserva Especial, produzido com a aromática uva Syrah. Boa intensidade no nariz com aromas deliciosos de ameixa madura, compota de amora, ervas finas e pimenta branca, o vinho tem essa pegada de especiarias bem legal mesmo. Na boca, mantém o frutado e ainda um toque de chocolate. Tipo de vinho macio, com taninos super redondos, quase adocicados, mas que ainda conta com esse aspecto oceânico pra aumentar a mineralidade, equilíbrio e frescor. Companheiro ideal de comida e vai se dar bem com pizzas e hamburgures, queijos mais fortes e aquela tábua de presunto de parma. De R$91 por R$77.

Espero que tenham gostado da seleção e das dicas. Receber em casa realmente é uma arte, porém não precisa ser algo exagerado ou complicado. Espero que com as sugestões, você consiga transformar sua reunião com amigos num verdadeiro evento. Qualquer dúvida, já sabem, é só deixar um comentário!

8 melhores restaurantes da Barra da Tijuca

05/01/2017  •  Por Rodrigo  •  Gastronomia, Rio de Janeiro, Vinho

Oi, pessoal, as quintas já são conhecidas pelo #vinhodequinta, mas a Thereza me chamou para uma nova coluna que acho que vai agradar muita gente! Dicas do Rio, isso mesmo, serão dicas de programas legais para se fazer na cidade maravilhosa. Como meu negócio é gastronomia, darei uma ênfase em sugestões de restaurantes legais e que nós costumamos ir.

Nesse 1° post, falarei especificamente sobre restaurantes na Barra da Tijuca, pois além de ser nosso bairro, está com várias novidades para locais e turistas. A Barra passou por uma revolução gatronômica nos últimos anos com empreendimentos inovadores no ramo, por isso vale esse delicioso tour! Separei os que mais frequentamos e recomendamos por categoria:

restaurante-barra-da-tijuca

Esplanada Grill: A tradicionalíssima casa de carnes de Ipanema, inaugurou em terras barrenses no agora ex-Trump Hotel, no Jardim Oceânico. Tem uma seleção maravilhosa de carnes, com destaque para a costela e o Prime Rib com osso, além entradinhas (melhor pão de queijo do mundo) que se você não tomar cuidado, vai matar a fome antes dos pratos. Ótima carta de vinhos com bons preços. A Thereza já fez post exclusivo aqui.

Tragga: Essa conhecida casa de carnes, famosa no polo gastronômico de Botafogo, abriu recentemente no novo Vogue Square, empreendimento que conta com a consultoria do Ricardo Amaral e funciona como um complexo de restaurantes super charmoso e recheado de opções para todos os gostos, vale a pena passar uma tarde por lá! Sobre o Tragga, tem tudo que uma steakhouse precisa, ambiente sofisticado, excelentes carnes, várias opções de entradas, com empanadas sensacionais e um serviço impecável.

restaurante-barra-da-tijuca

Shisô: Restaurante japonês dentro do belíssimo Hotel Grand Hyatt Rio, inaugurado há menos de um ano, mas que já virou nosso point. O Shisô tem uma pegada fusion com criações do Chef, trazendo o que há de melhor na culinária oriental. São diversos pratos com referências super criativas da cultura japonesa. Vale experimentar o menu degustação Omakasé, que ainda pode ser degustado com uma seleção especial de sakes premium. já fiz post exclusivo aqui.

Naga: Localizado no Village Mall, esse japonês de estilo tradicional, tem uma variedade enorme de peixes frescos. Posso dizer que aprendi muito sobre as características de peixes diversos, batendo papo com os sushimen no balcão. Com o tempo, me tornei um apaixonado por peixes brancos e até deixei um pouquinho o salmão de lado. Não é dos restaurantes mais baratos do mundo, mas vale a experiência pra ir além do rodízio. Já teve post aqui.

restaurante-barra-da-tijuca

Gero: Clássico no melhor sentido da palavra, esse requintado italiano já foi palco de alguns dos nossos aniversários de namoro e casamento. Todos os pratos são maravilhosamente preparados pra transformar qualquer refeição numa verdadeira experiência. Eu adoro o stinco de cordeiro, suculento e cheio de sabor, já a Thereza nunca deixa de pedir o suflê de queijo, não está no cardápio, mas é imperdível. Não é um restaurante barato, mas vale a experiência em ocasiões especiais.

Benedictine: O italiano do Village Mall tem uma variedade de pratos invejável, com massas artesanais feitas no local, além de opções de carnes, aves e peixes com um tempero mais que especial. O couvert com pães deliciosamente frescos já vale a visita. Boa carta de vinhos e no geral ótimo custoxbenefício. Post exclusivo aqui.

restaurante-barra-da-tijuca

Le Vin: Ambiente romântico e acolhedor, a melhor representação dos clássicos restaurantes parisienses. Gastronomia de primeira com muitas opções deliciosas, da entrada à sobremesa. Fica até difícil escolher entre o pato confitado e o tradicional cassoulet. Foram várias as vezes em que a Thereza já sentou lá só pra comer sua entrada preferida, o salmão marinado (com uma taça de champagne). E como o nome não nega, a carta de vinhos é muito bem feita. Clássico imperdível e com preço justo!

Cozinha Artagão:  Era o que faltava pro Barra Shopping. Se o famoso Irajá, em Botafogo, é um sucesso, o Cozinha Artagão, do mesmo grupo, não poderia ser diferente. As releituras dos pratos caseiros do dia-a-dia deixam qualquer um salivando. Arroz de rabada, carne assada e o carioquíssimo picadinho ganham uma nova interpretação e elevam os sabores da nossa gastronomia tão rica. Imperdível! Já falamos dele aqui.

Então, espero que tenham gostado. Foram apenas algumas indicações de locais que frequentamos e que gostaríamos de compartilhar com vocês, sei que muita coisa boa ficou de fora, por uma questão de espaço. Se quiserem compartilhar seus favoritos, será um prazer! E quem tiver sugestões de pauta, só falar!

Clube do Vinho Carioca!

15/11/2016  •  Por Rodrigo  •  Gastronomia, Moda, Rio de Janeiro, Vinho

Sempre me perguntam qual é a melhor forma para aprender sobre vinhos, pode até parecer meio clichê, mas provar e degustar são umas das melhores maneiras. Todo conteúdo que nós absorvemos através de textos, vídeos, filmes e blogs (Fashionismo :D) são excelentes fontes de informação para dar base, porém é com a prática que damos vida ao conhecimento e tudo fica tangível, real. Você começa a entender melhor seu gosto de acordo com o que o vinho te mostra na hora, é aí que você se encanta de fato!

E quando temos a oportunidade de conhecer vinhos variados em um momento único, com profissionais da área pra te dar suporte, fica ainda mais legal e interativo. O Grand Hyatt Rio de Janeiro, que foi palco do #melhorGrupoDay nesse último sábado, tem uma agenda de eventos de degustação de vinhos, que vai surpreender tanto conhecedores quanto iniciantes, o Grand Hyatt Wine Club.

2065

Nessa segunda edição em terras cariocas, o tema será, Uma Noite na Itália, e contará com a presença das melhores importadoras do Brasil, que apresentarão vários rótulos de diversas regiões do país da bota. Clássicos da Toscana, Piemonte, Vêneto e Sardenha poderão ser degustados com suporte de profissionais, que estarão presentes para detalhar os vinhos. É sem dúvida, o melhor formato de degustação, pois além de conhecer uma quantidade enorme de vinhos, você ainda poderá tirar dúvidas, aprimorar seu conhecimento e aprender provando, quer coisa melhor?

O local do evento não poderia ser mais propício, o restaurante Tano Cucina Italiana, que oferecerá um cardápio especial com seleção de queijos, frios italianos e outra série de delícias para harmonizar com os mais de trinta rótulos, entre tintos, brancos e espumantes. Tudo isso num ambiente acolhedor, exclusivo e sofisticado pra você realmente se sentir em uma noite na Itália.

2003

O evento será na quinta-feira, dia 17/11 e o valor é R$130 por pessoa com bebida e comida incluídas. Oportunidade única e ótimo custo x benefício. Para mais informações e reserva, acesse o site do Grand Hyatt e nos vemos lá!

Página 3 de 1812345Última »