Tendência Verão 2018: Cintura baixa!

03/10/2017  •  Por Thereza  •  Moda, Tendência

Você tem duas opções, correr (não disse pra onde), gritar, observar, se jogar ou simplesmente deixar o saudosismo do início dos anos ’00 bater. Pois é, a moda da cintura baixa é uma realidade, sofrida, cruel, não lá muito democrática, mas realidade…

JEANS-CINTURA-BAIXA-MODA

Era início da década ’00, Britney Spears e Christina Aguilera no auge, J.Lo diva latina e quem disse que a moda era pras ousadas da música? Que nada! Da super chique Keira Knightley ao novo talento, Blake Lively, a cintura baixa reinava dos palcos ao tapete vermelho.

Lembro muito bem de calça jeans assim da Equus, Espaço Fashion e ainda ter quebrado o cofrinho num modelo da Diesel e Seven. Era bem atual, sexy, mas zero prático, acho que nem a Lava Jato expôs tantos cofrinhos rsrs.

Corta pra 2017, a era é das Instagirls e a temporada de moda vigente confirma o que vamos começar a ver: a cintura baixa voltou, não sei se pra ficar, mas é uma realidade.

MODA-CINTURA-BAIXA
De Tom Ford a Fenty, de Elie Saab a Rodarte. Foram inúmeros os desfiles que apresentavam uma cintura baixíssima e um  umbigo em alta. A forma mais atual de usar? Cintura baixa + body alto, o resultado é um look cavado asa-delta, tem coragem?

Até na versão festa, com um Elie Saab na temática Amazônica teve a tal da cintura baixa (a trilha sonora foi de funk, então até faz sentido talvez). Até mesmo as mais descoladas, Proenza e Rodarte apresentaram sua versão da cintura, em plena temporada de alta costura.

JEANS-CINTURA-BAIXA-MODA

A gente não sabe exatamente a primeira marca a trazer de volta esse momento, mas as responsáveis pela popularização tem nome e sobrenome: Emily Ratajkowski, Kendall Jenner, Bella e Gigig Hadid, aka as Instagirls! É tudo culpa ou mérito delas!

Agora se você até gosta de uma cintura baixa, mas não tá afim de exibir seus discreto umbigo, até Victoria Beckham tem entrado na onda e baixando a cintura, mas de maneira menos eloquente, mas ainda na moda vigente.

cintura-baixa

E vocês, preparadas ou passam reto dessa modinha?

Carta aberta ao body!

28/09/2017  •  Por Thereza  •  Moda

Apenas pare!

Eu não tô pedindo pra você, estimada marca, deixar de fazer body, eles podem ser muito úteis pro cofrinho não aparecer, pra você ficar menos confortável na hora de amarrar o cadarço, mas foi bom demais, adeus!

Body pode ter um lado bom, mas você já precisou fazer xixi na pressa? Dentro de um banheiro apertado? Esse banheiro é químico? Você bebeu 3 cervejas? Você não conseguiu virar contorcionista e encaçapar um botão no outro lá nos confins da virilha?

Sem querer ser chata, repito, bodies são legais, mas vamos deixar pra um look ou outro. Marcas, nem todas as blusas devem virar bodies, ok?

Um dia eu comprei um body da Forever 21, era um projeto de blusa tão linda, mas um belo dia um estilista decidiu que ele deveria virar body. Eu comprei mesmo assim. Comprei no intuito de burlar esse sistema fashion e cortar o body pra virar uma brusinha. Não deu certo, porque o tecido era fino e enrolou e virou cropped, daí chegamos a esse post aqui da carta aberta às blusinhas curtas. Se a brusinha curta nasceu e foi ao cabide prematuramente, o body parece que já passou do ponto.

Confesso que eu até uso um ou outro body que eu tenho, mas às vezes eu nem fecho, deixo ele aberto por dentro da roupa. Um dia eu vi uma pessoa com o rabicózinho do body pra fora, ela desistiu!! Ouvi até dizer que tem body sem botão, com certeza foi arte de um estilista homem.

Quantas vezes a gente passeando por uma Zara ou Renner da vida, muito bem intencionada em busca de uma blusinha bonita e sincera (às vezes a gente até aceita 3 dígitos), daí você olha, pega, puxa……… é body.

Eu até achava que essa questão era minha sei lá, mas abri o assunto do Twitter e foi chuva de gente reclamando, logo, virou post! Vocês são meu termômetro, obrigada!

Portanto, prezadas marcas. rusodies são legais, podem ser úteis, mas não precisa TODA-SANTA-BLUSINHA-VIRAR-BODY. Disfarça, faz um ou outro, mas saiba que é totalmente possível fazer blusa 2 cm mais comprida, daí você agrada a todos. Ou quem sabe você pode fazer um extensor de blusa, daí a pessoa que gosta de body acopla da blusinha e pronto rs. No mais, deixa umas brusinhas simpresmentes nascerem brusinhas.

Pela atenção, obrigada

 

Blazer brilhoso da Rosie e da Renner

27/09/2017  •  Por Thereza  •  Compras, Moda

Outro dia, passeando pelo Instagram, dei de cara com esse vídeo maravilhoso da igualmente maravilhosa, Rosie Huntington Whiteley. Primeiro que ela também deve usar o app que falamos nesse post aqui, outra que eu pensei, ué, conheço esse blazer de algum lugar…

mood ✨

Uma publicação compartilhada por Rosie HW (@rosiehw) em

Linda, beautiful.

Não que eu conheça esse blazer dos editoriais de moda ou looks do dia, mas eu já vi esse danado ao vivo…

Daí pensei e pensei, logo, concluí: Rosie tá de Renner!

risos nervosos

Guardada as devidas proporções do blazer original da Rosie (seria um Balmain ou Saint Laurent?), eu experimentei esse blazer (tem aqui na loja online) e ele é lindo ao vivo. Eu só não levei porque a Renner tá com precinho de Zara ele é prata. Lembro que até brinquei com a vendedora pedindo pra fazerem uma versão dourada (oi, Renner #fikdik), mas vendo agora assim a Rosie brilhosa e em movimento, bate aquele arrependimento, sabe?

Tudo bem que eu tenho uma meia dúzia de blazers pretos parecidos, mas esse é tão bonito, apesar de minimal, tem um quê oitentista, com o brilho (é uma espécie de tecido telado) e os ombros são mais marcados, enfim! Rosie, you stole my look versão fast fashion!

Página 2 de 98412345Última »