10 SUGESTÕES DE VINHOS PARA INICIANTES E INICIADOS

05/11/2015  •  Por Rodrigo  •  Gastronomia, Moda, Vinho

Na semana passada, li um comentário de um leitor pedindo dicas de 10 vinhos para quem está começando a se aventurar por esses mares. Pois bem, acho válido, uma vez que na hora de escolher um vinho fica bem difícil pra decidir com tantas opções disponíveis no mercado. Seja loja física ou online, a diversidade de rótulos é tão grande quanto a falta de referência para escolher e, convenhamos, comprar gato por lebre é fácil. Não necessariamente por falta de qualidade, pois esse fator pode ser subjetivo, mas sim pela escassez de indicações para guiar de acordo o estilo desejado.

Sendo assim, fiz uma seleção de vinhos separando pelos estilos mais fáceis de agradar. Os iniciantes terão uma boa gama de opções para entender o próprio paladar e preferências e, principalmente, saber o que esperar de um vinho de qualidade de um determinado estilo, isso é o importante. Com o tempo, seu paladar vai evoluir e perceber as diversas nuances e aspectos de vinhos variados. Daí pra frente, é partir pra desbravar esse universo fantástico.

Já os iniciados, esses podem ficar tranquilos, pois a seleção é eclética e conta também com vinhos complexos e capazes de surpreender. O critério foi, vinhos até R$70, de produtores respeitados, e que possam ser encontrados com tranquilidade, mas acima de tudo, vinhos que representem bem cada proposta.

b971a02709442bda0c8c81a01d80e2c2

Brancos Frescos e Minerais:
Essa categoria de vinhos é perfeita para o verão, pois tem como principal característica, acidez elevada que dá aquele frescor ao vinho, além da mineralidade que confere aromas de pedra molhada e até uma certa maresia.

1: Singularis Seleção do Enólogo 2013 | Região Alentejo, Portugal | Uvas Antão Vaz e Roupeiro: Sei que falei desse vinho no último post, mas ele se enquadra bem nesse perfil. Muito fresco, cítrico, com bastante acidez e um paladar macio e refrescante. Pra tomar aos montes num dia quente. R$28,90 no Supermercado Mundial

2: Casas Del Toqui Single Estate 2014 | Região Vale do Cachapoal, Chile | Uva Sauvignon Blanc:  A Sauvignon Blanc é conhecida por produzir vinhos muito frescos e minerais. Esse não é diferente, aromas deliciosos de maracujá fazem desse vinho o companheiro ideal para peixes e comida japonesa. R$32,50 aqui.

Brancos Frutados e Maduros

Nesse grupo, já podemos encontrar vinhos com mais peso, aromas de frutas maduras e paladar mais encorpado e viscoso. Geralmente passam por envelhecimento em madeira para gerar mais maciez e complexidade.

3: Santa Helena Siglo de Oro Reserva 2014 | Região Vale Central, Chile | Uva  Chardonnay: A uva Chardonnay é considerada a rainha da uvas brancas e nesse vinho ela aparece muito bem. 1/3 do vinho amadurece em madeira. Aromas de frutas tropicais em calda, maçã verde e deliciosos toques de baunilha (efeito da madeira). Na boca é untuoso, amanteigado, com sabores de fruta madura e mel. Ótimo para carnes brancas. R$33,92 aqui.

4: Maycas Reserva 2012 | Região Vale do Limari – Chile | Uva Chardonnay: Maravilhoso vinho de um grande produtor. Aromas encantadores de pêssego e abacaxi. Na boca é saboroso e com perfil amendoado. Vai bem com salmão. R$55 aqui.

Tintos Delicados e Aromáticos: 
Vinhos tintos de corpo mais leve e aromas e sabores delicados. Ótimos pra quem não está acostumado com vinhos muito encorpados. A maioria não possui muitos taninos, portanto não seca tanto a boca. Pelo fato de serem mais leves, podem ser servido um pouco mais frios. Ótima sugestão para acompanhar um churrasco em dias mais quentes, nos quais os tintos encorpados se tornam pesados.

5: Maycas Sumaq Reserva 2013 | Região Vale do Limari | Uva Pinot Noir: Outro vinho da Maycas, dessa vez um tinto perfumado, leve, com aromas de frutinhas vermelhas e baunilha. Na boca é delicado com taninos finos que não agridem o paladar. R$55 aqui.

vinho 1

Tintos Frutados e Suculentos:
Estilo que agrada muita gente. Vinhos com muita fruta, sabores maduros, redondos e macios. Companheiros perfeitos para carnes vermelhas.

6: Maipe Reserva 2012 | Região Mendoza, Argentina | Uva Malbec: Taí um bom exemplo de Malbec. Vinho com 12 meses de passagem por madeira. Aromas deliciosos de geleia de frutas negras como cassis e amoras e chocolate. Típico Malbecão, só que sem excessos de álcool e madeira. Perfeito para carnes nobres como Bife de Chorizo e Ancho. Ótimo custo x benefício também. Não achei online, mas é vendido no varejo na faixa de R$30-40.

7: Santa Ema Barrel Select 60/40 2010 | Região Vale do Maipo, Chile | Uvas Cabernet Sauvignon e Merlot: Adorável corte que traz o peso da Cabernet amaciado pela sedosidade da Merlot resultando num tinto com aromas de ameixas, cerejas pretas e baunilha. Na boca é um veludo com muita cremosidade e persistência. Harmoniza bem com picanha e carnes grelhadas em geral. R$49,90 aqui.

Tintos Potentes e Encorpados
Agora é aquele estilo pancadão. Vinhos com corpo, concentração e estrutura. Daquele tipo que pede por comida. Homens tendem a se identificar mais com o estilo pela potencia. Muitas vezes são exagerados no álcool e madeira ficando agressivos e desequilibrados, por isso é bom tomar cuidado. Abaixo, dois exemplos de vinhos encorpados, mas sem perder a maciez e elegância.

8: Encostas de Estremoz Bis Escolha do Enólogo 2012 | Região Alentejo, Portugal | Uvas Touriga Nacional, Touriga Franca e Alicante Bouchet: Maravilhoso português, intenso, complexo e vigoroso. Aromas incríveis de compota de ameixa, chocolate, violetas e eucalipito. Na boca é encorpado, sedoso, concentrado, saboroso e com um toque de hortelã com dá um frescor inusitado. Belo Vinho. R$54,90 aqui.

9: Finca La Rana Terra D`Uro D.O 2011 | Região Toro, Espanha | Uva Tinta de Toro (Tempranillo): Tinto potente, rico com grande complexidade de aromas. Frutas negras como amoras, ameixas secas, especiarias, ervas aromáticas, couro, defumado entre outros. Na boca é denso, tânico, amadeirado, com textura macia e sabores que lembram chocolate amargo e café, deixa um final longo e tostado. Pede pratos fortes pra harmonizar com os taninos. R$70 aqui. 

Pra Surpreender
Vinhos que saem do óbvio e surpreendem qualquer conhecedor. Geralmente são de regiões não muito comuns (pelo menos para nós brasileiros) e possuem um perfil mais exótico, elegante e complexo.

10: Antigniano R Roso di Torgiano 2011 | Região Umbria, Itália | Uvas Sangiovese, Cabernet Sauvignon e Canaiolo: Maravilhoso achado italiano da região central da Umbria. Rústico, exótico, mas ao mesmo tempo aveludado. Sensual, cheio de especiarias e frutas vermelhas, belo potencial gastronômico devido à acidez. Por incríveis R$49,90 aqui.

vinho2

Espero que tenham gostado da seleção. Se tiverem alguma dúvida, é só enviar um comentário. E sugestões de posts são mais que bem-vindas!

{nota da Thê: Rodrigo agora está no insta e eu tô avisando aqui, porque é bom que eu forço ele a postar mais por lá, logicamente, dicas de vinhos e etc! @rdreux}

Deixe seu comentário!
*Preenchimento obrigatório (seu email não será divulgado).
Quer que a sua foto apareça no comentário? Clique aqui e cadastre-se!

38 Comentários
  1. Gabriela Ganem - 05/11/15 - 21h30

    Utilidade pública… Principalmente para mim, rs.

    Responder
    • Rodrigo - 06/11/15 - 12h25

      haha, valeu, Gabi.
      Fica tranquila que no próximo faço uma menção aos vinhos de Dorne.
      Abs.

  2. Marielly Andrade - 05/11/15 - 21h48

    Salvando esse post nos favoritos! E já estou seguindo o Rodrigo no insta!!

    Responder
    • Rodrigo - 06/11/15 - 12h23

      Valeu, Marielly.
      Abs.

  3. Caroll Bruce - 05/11/15 - 21h57

    OI Rodrigo!

    Sou do Rio Grande do Sul e na nossa Serra Gaúcha temos ótimos vinhedos e paisagens maravilhosas, bem que tu poderia falar sobre vinhos brasileiros né!?

    Se um dia talvez, tu e a Thereza quiserem vir conhecer, posso ser a guia! hehehe

    Responder
    • Rodrigo - 06/11/15 - 12h23

      Olá, Caroll.
      Vc tem toda razão. O Brasil em geral tem se desenvolvido bastante nesse cenário. Eu ia colocar alguns espumantes da Serra Gaúcha, mas resolvi deixar um post especial para o tema, pois com certeza merece. Temos planos sim, de visitar as vinícolas do Rio Grande do Sul. Tem produtores maravilhosos.
      Abs.

  4. Amara - 05/11/15 - 22h26

    Super útil.
    Seria bom também sugestões de vinho rosé.

    Responder
    • Rodrigo - 06/11/15 - 12h18

      Oi, Amara.
      É verdade. O próprio Bis Escolha do Enólogo tem uma versão Rosé muito interessante.
      Abs.

  5. Lyssa Iami - 05/11/15 - 22h32

    Já favoritei o post!

    Responder
    • Rodrigo - 06/11/15 - 12h16

      Valeu, Lyssa.
      Abs.

  6. Karine - 05/11/15 - 23h26

    Sugiro, caso vc tenha interesse, um post com bons vinhos que possamos encontrar nos supermercados. Abraço =))

    Responder
    • Rodrigo - 06/11/15 - 12h15

      Alguns desses vinhos podem ser achados em mercados, como o Maipe Reserva, o Singularis,o Santa Ema 60/40 e o Siglo de Oro. De qualquer forma, é uma boa dica de post.
      Valeu!

  7. Karine - 05/11/15 - 23h32

    Ah e parabéns pelos posts! Muito bom pra quem está começando =))

    Responder
    • Rodrigo - 06/11/15 - 12h12

      Obrigado, Karine.
      Abs.

  8. Carolina B - 06/11/15 - 01h01

    Nooossa,Rodrigo,amei o post! Pois,sempre q vou a restaurante,tenho vontade de escolher um vinho,porém sempre o garçom escolhe pra mim.É mto enriquecedor saber sobre vinhos,vou ver se na minha cidade encontro p provar,ou qqr coisa vou em BH.Continue escrevendo aqui no blog,para que inspire e transmita seus conhecimentos pra todos nós e atraia o público masculino tbm.Bjoos.

    Responder
    • Rodrigo - 06/11/15 - 12h11

      Olá, Carolina.
      Que bom que está gostando. Caso queira, você pode tentar comprar online também.
      Abs.

  9. Marina Meister - 06/11/15 - 09h22

    Sempre ótimos posts Rodrigo! Nunca parem com essa tag por favooor! Estou aprendendo muito sobre vinhos com vocês e impressionando geral! kkkkkkk

    Responder
    • Rodrigo - 06/11/15 - 12h10

      Que legal, Mariana. Valeu pelo feedback.
      Abs.

  10. Renata - 06/11/15 - 09h39

    Rodrigo, excelente post. Utilidade pública mesmo! Muito obrigada!!

    Thereza, toda vez que eu vou no Village Mall torço pra esbarrar com vc!! Mas enquanto isso não acontece, saiba que eu acho o seu blog o máximo! Além de posts super inteligentes e conteúdo impecável, vc regide muito bem ! Bjs

    Responder
    • Rodrigo - 06/11/15 - 12h09

      Valeu, Renata.
      Abs.

  11. Rubia Mendes - 06/11/15 - 11h38

    Ótimo post!
    Rodrigo, uma dúvida sobre vinhos brancos:
    Tenho visto e dei uma pesquisada na internet sobre vinhos brancos, agora que o calor está de matar e muitas vezes acabo trocando o vinho tinto por uma cervejinha mesmo.
    Acontece que vi que algumas pessoas estão tomando vinho branco com gelo (???) tipo na beira da piscina e etc.
    Fiquei um pouco sem entender, pq imagino que o gelo deva atrapalhar bastante, deixando meio aguado, certo?
    Vc tem algum conhecimento acerca disso? Alguma recomendação??

    Responder
    • Rodrigo - 06/11/15 - 12h09

      Oi, Rubia.
      Esse tipo de drink é muito famoso na Europa e agora pegou por aqui. É o piscine, geralmente feito com espumantes. É servido com pedrinhas de gelo ou gelo ralado, pode adicionar hortelã ou alguma fruta também pra ficar mais refrescante. É uma ótima opção para espumantes rosés ou vinhos rosés mais doces, pois o gelo dá uma quebrada no açúcar.
      Abs.

  12. Michi Ferretti - 06/11/15 - 18h11

    AMEI GENTE!!!! Vou repassar esse post para as amigas todas, já!!!!

    Responder
    • Rodrigo - 07/11/15 - 14h05

      Valeu mesmo.
      Abs.

  13. Debora - 08/11/15 - 17h45

    Estou indo para o Brasil essa semana, existe alguma chance de eu encontrar alguns desses vinho no Duty Free?
    Outra coisa, eu e meu marido assistimos “A year in Champagne” (indicado por vcs) e gostamos tantos de documentarios que procuramos outros sobre vinhos. Achamos “A year in Burgundy”, que ADORAMOS, por sinal.
    E ficamos tão encantados que achamos o documentário “SOMM”, sobre a prova para sommeliers master. É incrivel! Esses nós vimos pelo netflix.
    E procurando pela dark internet (mentira!rsrs), encontramos “Red obsession”, que é sobre os vinhos da região de Bordeaux e como eles conquistaram o mercado da China e a venda da garrafa de vinho mais cara da história. Vale muito a pena assistir todos esses documentários. Todos são apaixonantes de alguma maneira.
    Porém, não encontramos mais nenhum documentário sobre sobre vinhos ou champagnes, ficamos realmente decepcionados.
    Mas tb descobrimos que os documentários “A year…” são uma trilogia, e o terceiro sairá ano que vem e será sobre vinhos da região de Portugal. Vc sabe de mais algum documentário para indicar?

    Responder
    • Rodrigo - 09/11/15 - 23h38

      Olá, Debora.
      Obrigado por compartilhar suas experiências. Quanto ao Duty Free, os vinhos variam muito, mas se quiser uma boa opção de um vinho que sempre tem pelos aeroportos brasileiros, eu indicaria o Valdivieso Single Vineyard Cabernet Franc. É um chileno maravilhosos e fica na faixa de 20 dólares. Sobre os documentários, eu já assisti os que você citou, são ótimos e contém bastante informação útil. Se procurar na internet dá pra encontrar boas matérias também. Tente procurar pelo filme “Sideways”, é um clássico do cinema cult e ganhou até Oscar de roteiro adaptado. É um romance com uma pitada de humor. Acho que vai gostar.
      Abs.

  14. Claudinei - 25/03/16 - 20h45

    Realmente um post bem interessante, dicas e descrições que nos convidam a apreciar os vinhos mencionados. Parabéns!

    Responder
  15. IVANILDO - 11/07/16 - 10h16

    Bom dia. Eu e minha esposa estamos sempre tentando entrar nesse mundo dos vinhos. Além do paladar, são muito saudáveis. Porém ainda não descobrimos um vinho que nos agrade por completo. Esse post talvez nos ajude a encontrá-lo.

    Responder
  16. Ana de Paula - 29/12/16 - 08h12

    Gostei muito do posts, quero saber sugestões para os vinhos seco.

    Responder
  17. Erica - 22/01/17 - 21h37

    Gostaria de algumas sugestões de vinho seco. Tomo muito vinho suave, mas como estou de dieta, me sugeriram mudar de linha. Então queria algumas indicações sobre o seco

    Responder
  18. Edylva Fontes - 12/03/17 - 18h16

    Amei as dicas….vou provar todos…mais um de cada vez

    Responder
  19. Eliane - 27/05/17 - 21h35

    Adorei as dicas

    Responder
  20. Ericka - 29/10/17 - 10h19

    Dá pra saber se o vinho tem o tanino acentuado pelo rótulo? Não sou grande fã de taninos fortes e fico indecisa na hora de comprar sem alguém que me auxilie.

    Responder
  21. Samantha Taylor - 16/12/17 - 20h35

    Beautiful selection of wines!

    Responder
  22. Elmo - 29/01/18 - 07h37

    Rodrigo. Muito bom. Esta postagem e exatamente o que sentimos ao apreciar alguns dos tipos vinhos com as uvas citadas e as vezes não sabemos porque nos sentimos exatamente como explamou. O gosto na boca, os sentidos como paladar e visão, sentem mas não sabemos porque. É esta explicação que responde a essa maravilha que é apreciar vinhos e como eu devem ter várias pessoas que não tem medo de desbravar.estas delicias. Obrigado!

    Responder
  23. Adonias da silva - 24/02/18 - 22h38

    parabens pela materia

    Responder
  24. LUCIANO VIRGINIO DA SILVA - 21/08/18 - 22h32

    estou querendo experimentar vinho, mas queria saber se tem um vinho bem suave, abaixo de 5% de álcool?

    Responder
  25. ERILZA FARIA RIBEIRO - 28/10/18 - 10h40

    Estou começando trilhar pelo caminho do prazer em degustar bons vinhos, porem, não tenho experiência nas minhas escolhas. Suas explicações ajudam bastante. Obrigada.

    Responder