AS MAIS
LIDAS!

O VINHO E A TAÇA

30/07/2015  •  Por Rodrigo  •  Gastronomia, Vinho

w-wine-bottle-glass23876

Muita gente tem dúvidas sobre taças de vinho, qual o tipo para cada estilo de vinho, qual o material, qual marca, onde comprar, como servir e etc… Na verdade não é complicado pra se acertar com elas, apenas algumas regrinhas básicas e pronto, sem mistério.

Se você for na literatura especializada pra tentar entender um pouco sobre o tema, vai acabar se assustando, pois existe uma infinidade de modelos de taças de todos os tamanhos e formatos que você possa imaginar. E se você pensa que elas são divididas entre estilos: tinto, branco, espumante, rosé, saiba que no meio profissional, eles dispõem de taças específicas para diversas uvas.

Essa quantidade pode se tornar um tanto quanto complicada e difícil de se adotar no dia-a-dia, a não ser que você disponha de dinheiro, espaço e paciência para contar com a singela variedade que segue abaixo.

Picture-1

Precisa disso tudo? Claro que não! Isso serve mais para que se tenha noção da quantidade de estilos que existem, mas não é necessário que se siga na prática. É importante, contudo, que possamos dispor de boas taças para brancos, tintos e espumantes. Geralmente uma taça correta de vinho tinto, servirá para a maioria dos estilos, uvas ou cortes de tinto como: franceses, italianos, argentinos, cabernet, malbec, syrah e por aí vai, o mesmo se aplica para os brancos e espumantes. Não temos que ser tão específicos, apenas investir em boas opções.

Vidro X Cristal, o que é melhor?
Na verdade, cristal é um tipo de vidro com maior quantidade de chumbo na composição, ou seja, todo cristal é vidro, mas nem todo vidro é cristal. Na prática, taças de cristal são mais finas, delicadas e possuem porosidade que ao entrar em contato com o líquido, ajudam a desprender os aromas, realmente são melhores opções, inclusive visualmente.

The wine glass was broken on our 30th anniversary South Africa trip. It is placed on a black acrylic tabletop with a light shining from behing through white acrylic.

O que Comprar?

Até aí tudo bem, mas o que vale a pena para se comprar? Como ter boas taças sem ter que pedir empréstimo? Eu particularmente gosto das opções de taças que tenham titânio na composição, mas por que? Parece até coisa de X-Men, mas é bem simples, muitas marcas utilizam titânio para tornar o material mais resistente. Já aconteceu comigo de derrubar uma taça no chão, a bendita quicar e não quebrar, o negócio funciona.
Taças 100% cristal quebram com muita facilidade, até na hora de lavar. As marcas que eu mais gosto são Spiegelau e Schott pela facilidade de serem encontradas e por terem valores um pouco mais acessíveis, apesar de não serem baratas, afinal estamos falando de cristal.

O Vinho muda de acordo com a taça?
Na verdade a taça correta pode beneficiar o vinho. Óbvio que você não vai transformar um Sangue de Boi num Chateau Latour apenas por usar uma boa taça, mas certamente ela fará com que o vinho apresente seus aromas de forma mais ampla. O formato da taça é desenvolvido para isso. Como mencionei acima, geralmente, as taças de tintos, brancos e espumantes vendidas, servem como curinga, ou seja, funcionam bem para a maioria dos vinhos. Claro que há algumas ressalvas como por exemplo, os grandes Borgonha que por serem especialmente delicados e complexos, merecem taças mais bojudas para liberar seus aromas com mais intensidade, mas no geral não há muito com que se preocupar. Opte por um conjunto de taças de cristal contemplando tintos, brancos e espumantes.

A maioria dos modelos de taças para tintos são no formato Bordeaux, a largura do bojo e da “boca” são perfeitos para oxigenação. Para os brancos o formato mais tradicional é o Chablis ou Chardonnay. Já para os espumantes, você pode optar pelo formato flute, mais fininho e comprido ou vintage, mais arredondada, perfeita para Champagnes. Para os vinhos de sobremesa e Portos, existem taças apropriadas de tamanho menor, mas sinceramente, eu acabo usando as mesmas dos brancos, dá certo do mesmo jeito.

content_conjunto-de-tacas-de-vinho

Erros que podem atrapalhar a degustação:

Mesmo escolhendo as taças corretas, algumas coisas podem dar errado fazendo com que o vinho não se apresente da melhor forma. Encher a taça até a boca. Por incrível que pareça tem gente que faz isso. Além de esteticamente não ser a imagem mais agradável, há outros fatores que podem estragar suas sensações. Com a taça muito cheia, primeiramente a superfície de contato do líquido com o ar diminui, impossibilitando que os aromas se “libertem” com facilidade. Você também não conseguirá colocar o nariz dentro da taça pra “puxar” os aromas mais intensamente, pelo menos não sem se afogar. Com a taça muito cheia será impossível girar o vinho dentro dela para oxigená-lo e intensificar os aromas. Ou seja, o vinho fica mais “tímido”. O ideal é encher 1/3 da taça.

Segurar a taça pelo bojo. Isso é até motivo de briga minha com a Thereza, ela simplesmente não segura a taça pela haste e quando eu falo alguma coisa ela diz que se sente mais confortável segurando desse modo (diz ela que não tem coordenação motora para tal). E qual o malefício? Nossa mão é quente e quando seguramos o corpo de taça, o vinho tende a esquentar mais rápido, simples assim, não é frescura.

Lavar com detergente

Como as taças de cristal são porosas, o cheiro do sabão pode impregnar no interior delas. Utilize detergente neutro e enxague bastante, ou faça como eu e lave apenas com água morna. Deixe secar naturalmente ou use um pano macio pra não arranhar.

the-best-fun-wine-images-starbucks-wine-trenta-cup

Pois bem, espero que tenham entendido a importância de ter taças corretas para apreciar o vinho de forma completa, mas sem excessos e frescuras. A maioria das taças são vendidas em lojas especializadas, mas é fácil de encontrar na internet, principalmente em lojas virtuais de vinhos.

Abraços e não deixem de comentar.




Deixe seu comentário!
*Preenchimento obrigatório (seu email não será divulgado).
Quer que a sua foto apareça no comentário? Clique aqui e cadastre-se!

45 Comentários
  1. Kátia Morais - 30/07/15 - 20h57

    Tô adorando esse espaço, e adorando principalmente conhecer todos esses detalhes sobre vinho que nunca imaginei que fossem tão importantes.
    Meu namorado ama um bom vinho e eu nunca tive muito a acrescentar. Até agora, hehe.
    Abraços!

    Responder
    • Rodrigo - 31/07/15 - 20h23

      Q ótimo,
      pode até surpreender!!
      Abs.

  2. Amara - 30/07/15 - 21h34

    Adorei o post. Uma das minhas tags favoritas. ☺

    Responder
    • Rodrigo - 31/07/15 - 20h22

      Valeu, Amara.
      Abs.

  3. Fabi Marsaro - 30/07/15 - 21h48

    Rodrigo, muito legal o post! Adoro a tag e sempre compartilho com o meu namorado. Estamos aprendendo muito! Achei super fofo você citar a Thereza! :) :) :)

    Responder
    • Rodrigo - 31/07/15 - 20h21

      Olá,
      quando o assunto é vinho, sempre tenho uma história com ela.
      Abs.

  4. Isabela Coutinho - 30/07/15 - 22h05

    Adoro taças de cristal, não sabia dessas com titânio, vou procurar desse tipo agora. Obrigada pelas dicas!

    Responder
    • Rodrigo - 30/07/15 - 23h59

      Pode procurar, os preços são até melhores do que os das 100% cristal.

  5. Isabela Coutinho - 30/07/15 - 22h11

    Uma dúvida: qual o nome daquela taça de champagne que era usada antigamente? Que aparece em Gatsby? Elas são boas para champagne? Não vejo mais para vender. Herdei um conjunto da minha mãe e acho lindas.

    Responder
    • Rodrigo - 30/07/15 - 23h56

      Olá Isabel.

      Essas taças que parecem de martini são chamadas de vintage. Bem difíceis de encontrar hoje em dia. Funcionam mais para efeito estético e pra fazer um estilo. Para degustar são um pouco complicadas, pois vc acaba derrubando o champagne. O sonho da The é comprar essas taças, hehe.
      Abs.

    • Juliana - 02/08/15 - 11h58

      Também achei umas dessas numa garagem sale, no estilo art deco! :heart_eyes: Chamam-se taças coupés.

  6. Ana Luísa - 31/07/15 - 08h14

    Oi Rodrigo!
    Queria sugerir que vc fizesse um post que envolvesse apps de vinho, principalmente algum que fosse fácil para “catalogar” os vinhos que tomamos e mais gostamos, assim podemos criar uma enoteca virtual hehe…
    PS: adoro qd vc fala da The, a bixa tem personalidade forte mesmo hein?? hahaha

    Responder
    • Daniele - 31/07/15 - 11h26

      Ana Luisa, tem o app Vivino que dá pra catalogar os vinhos. É bem legal!!

    • Ana Luísa - 31/07/15 - 13h48

      Obrigada Daniele, vou procurar! :wine_glass: :kissing_heart:

    • Rodrigo - 31/07/15 - 20h31

      Olá,
      eu conheço o vivino que funciona como uma rede social de pessoas interessadas por vinho. Vc pode avaliar o que tomou e ver a avaliação de outras pessoas para ter como referência. Vale a pena.
      Abs.

  7. Heloisa Carvalho - 31/07/15 - 09h00

    Como já falei aqui, eu não bebo (aliás, Rodrigo, a sua sugestão de vinho com menos % já está anotada, só não tive oportunidade de experimentar), mas uma coisa que eu amo – e herdei isso da minha mãe – são taças! É um item que pretendo investir, nem que fique só na decoração da cristaleira, rsrsr. Adorei saber dessas que tem titânio.

    Responder
    • Rodrigo - 31/07/15 - 20h30

      Como decoração, taças de vinho e acessórios funcionam muito bem.
      Valeu por compartilhar.
      Abs.

  8. Alexia - 31/07/15 - 09h07

    Para o Rose eu uso a mesma taça do vinho branco, já que ainda não tenho a específica para ele. Estou fazendo certo?

    Responder
    • Rodrigo - 31/07/15 - 20h09

      Corretíssimo.
      Abs.

  9. Alice - 31/07/15 - 09h14

    Como sempre, muito bom o post, Rodrigo. Adorei saber as taças certas para cada tipo de vinho e vc conseguiu passar as informações de maneira muito clara, prática e útil.

    Responder
    • Rodrigo - 31/07/15 - 20h29

      Valeu Alice.

      Fico feliz de poder contribuir um pouquinho.
      Abs.

  10. Flávia - 31/07/15 - 09h57

    Bom dia Rodrigo. E Thê! E quanto ao Lambrusco? O que teria a dizer sobre ele?

    Responder
    • Rodrigo - 31/07/15 - 20h13

      Olá
      Lambrusco é um vinho frisante com adição de CO2, Opte sempre pelos frisantes naturais, com o CO2 adquirido naturalmente através da fermentação. Sua cabeça no dia seguinte vai agradecer.
      Abs.

  11. juliane martinello - 31/07/15 - 10h41

    Minh tag preferida (desculpa Thê!!).
    Eu indiquei um vinho pelo instagram da Thê, espero que vocês já tenham experimentado (Raízes da Casa Valduga).
    Ontem eu abri um espumante que a Thê indicou a mto tempo e eu AMEI! É Pongrácz Rosè, que maravilhoso!
    E agora uma duvida, vou me casar ano que vem e preciso de um espumante mais em conta (até uns 25 reais) será que consigo? Muito obrigada!! :punch:

    Responder
    • Letícia - 31/07/15 - 12h21

      Consegue sim.
      Brasileiros: Salton e Casa Valduga. Mas tem que pesquisar bastante e negociar já que vai comprar quantidade.
      Se você for do Rio, vai na Lidador, eles têm outras opções bacanas, como italianos e franceses, mas depende da época. Como é casamento, dá para negociar e se for com alguma antecedência, melhor ainda.

    • Rodrigo - 31/07/15 - 20h08

      Olá,
      parabéns pelo casamento.
      Quando se compra em quantidade, é mais fácil de negociar bons descontos. Nesse caso, os supermercados não são a melhor opção em virtude de não aplicarem descontos de acordo com volume. Eu particularmente gosto muito de um espumante nacional chamado Gran Legado, é bem sequinho e não enjoa. Caso queira uma opção de fora, sempre recomendo o Pol Clemant, tanto o Brut quanto o Rosé. São ótimos espumantes franceses, bem frutados e cheios de vida. Dependendo do fornecedor vc chega aos 25 reais facilmente. Qual a sua cidade?
      Abs.

    • Ana Julia - 19/11/15 - 13h33

      Oi Juliane! Eu ia te responder com o nome do meu espumante favorito da vida inteira mas o Rodrigo já falou, farei coro então: Gran Legado. É de Bento Gonçalves e o Brut Champenoise ganhou vários prêmios na Europa como melhor espumante num concurso top por lá (não sei especificar mas a garrafa vem cheia de adesivos dizendo). Quando comecei a comprar era mais em conta, agora a garrafa está por volta de R$45 reais. A versão Brut ou Brut Rosê a gente encontra no mercado aqui de Porto Alegre por R$30 mas o meu namorado costuma pedir caixas da distribuidora e se não me engano cada garrafa sai por R$26 reais e se pedir 3 caixas ou mais o frete pra Porto Alegre é gratuito!! Entra em contato com eles e posso te garantir que tu não vai te arrepender :)
      P.S.: Esse comentário não é patrocinado hahahaha
      Beijão e parabéns pelo casamento

  12. Tha - 31/07/15 - 11h12

    Sempre mando esse post para o meu marido, ele ta adorando! E qual seria a Taça ideal pra Vinho Rosé? Que tal você fazer um post sobre a harmonização do vinho com a comida? As vezes quando escolhemos o acompanhamento errado ficamos com a impressão totalmente errada do vinho né? Enfim, parabéns pelo post e pela tag! :smirk:

    Responder
    • Rodrigo - 31/07/15 - 19h59

      Boa dica de post.
      Harmonização é bem complicado, pode acabar com o vinho ou com a comida.
      Para os Rosés, pode usar as taças de branco mesmo, vai funcionar bem.
      Abs.

  13. Daniele - 31/07/15 - 11h26

    To amando os posts!!!

    Se fosse pra ter apenas dois tipos de taças, uma para vinho tinto e outra para branco, qual você recomendaria?

    Bjs

    Responder
    • Rodrigo - 31/07/15 - 19h57

      Olá,
      eu recomendaria os modelos da Schott ou Spiegelau. Essas marcas tem o modelo padrão das taças Bordeaux, que servem para todos os tintos, e tem tb os modelos das taças chablis que funcionam para os brancos.

      Abs.

  14. Ozzy - 31/07/15 - 11h32

    Olá, Rodrigo! Adorei o post. Estou procurando boas taças para comprar e me interessei pelas de cristal com titânio pela durabilidade. Entretanto tenho dúvida sobre o tamanho. Procurando pela internet achei taças de 380 ml a 755 ml. Acho bonita/elegante as taças grandes. Alguma sugestão de um tamanho que seja padrão das taças maiores, mas que não seja muito exagerado?

    Responder
    • Rodrigo - 31/07/15 - 19h55

      Olá,

      acho que um padrão para taças de bom tamanho sem serem exageradas é o de 638ml.
      abs.

  15. Letícia - 31/07/15 - 12h25

    Esse post me lembrou da minha birra com Scandal. A Olivia Pope é uma conhecedora e apreciadora de vinhos. Conhece as grandes safras dos grandes vinhos, sai em busca de garrafas raras e caras e… Segura a taça pelo bojo!!! Oi????? Quem toma um vinho de milhares de dólares segurando pelo bojo?? Acho um erro grosseiro… Se você chega nesse nível de conhecimento, nem suco de laranja você toma assim…

    Responder
  16. Melina - 31/07/15 - 14h56

    Gente, eu leio e nunca comento mas esses posts do Rodrigo são excelentes! Ótima idéia ter incluído esses posts semanais dele no blog, The. Aliás, o seu blog ainda é um dos poucos que leio no meu dia a dia. Lia muitos e hoje em dia todos parecem iguais, muito “publi” e originalidade zero. O seu ainda é um alento! Parabéns!

    Responder
    • Rodrigo - 31/07/15 - 19h53

      Obrigado, Melina.
      Abs.

  17. Aline Lima Louzada - 31/07/15 - 19h13

    Adorando esses posts de vinho…Achei interessante sobre segurar a taça pela haste, sempre segurei assim por me sentir mais confortável por incrível que pareça, mas não sabia que era o jeito correto e nem o porquê.

    Responder
    • Rodrigo - 31/07/15 - 19h52

      Viu,
      acertou pelo instinto!!

  18. Bruna Gonçalves - 01/08/15 - 20h14

    Muito legal aprender mais sobre as taças Rodrigo. Eu realmente não fazia idéia da variedade e que cada vinho fica melhor em um tipo de taça. Enfim, valeu o aprendizado pois adoro um vinho!!

    Responder
  19. Maria Luiza - 02/08/15 - 22h18

    Ótimo post! Parabéns Rodrigo!

    Responder
  20. Emanuelly - 06/08/15 - 17h45

    Oi Rodrigo, achei bem bacana esse teu post, e com isso me senti mais confortável de te fazer duas perguntas que realmente me intrigam. Ambas estão ligadas ao fato de eu ter iniciado a minha busca pelo amor eterno com o vinho.
    Não bebo cerveja e destilados soam muito estranho na minha região, já que o calor aqui mata.
    Enfim… porque existem alguns vinhos que dão dor de cabeça? isso é normal, vai de organismo para organismo ou depende do vinho? Tomei socialmente duas vezes um seco, que me deixaram muita dor de cabeça no dia anterior, mesmo eu tomando bastante água.
    A segunda questão é sobre os vinho secos x suave. Não vou negar que curto mais os suaves, mais fico meio na dúvida, pois escuto muito dizerem que quem toma vinho suave, não toma vinho, toma suco!
    Que tipos, rótulos… de vinho seco você indica para que não tem o hábito de consumi-lo?

    Abraços!

    Responder
    • Rodrigo - 10/08/15 - 00h08

      Olá Manu.
      Alguns vinhos podem dar aquela dor de cabeça, mas geralmente isso ocorre quando o vinho é daquele tipo de mesa, feito com uvas não viníferas, ou seja, aquelas uvas simples que encontramos nos mercados. Seco ou suave, esses vinhos fermentam através da adição de sacarose, pois suas uvas não tem a concentração necessária de açucares para produzir álcool naturalmente. Minha dica é procurar por vinhos chamados de “finos”. Pra quem está começando eu indico rótulos mais baratos, mas que não perdem a qualidade. Tente achar os vinhos Maipe Reserva ou os mais básicos da Bodega Goulart que vendem na wine.com.br.
      Abs.

  21. Monique Fernandes - 08/08/15 - 20h44

    Oi, Rodrigo
    Acompanho a The faz tempo e adorei qdo vc começou a escrever no blog! Ano passado fui no Kenoa e o restaurante do resort serviu champanhe numa taça Open Up, da linha Chef & Sommelier da Arc. Desde então procuro essas taças para comprar e nunca encontrei. Vc conhece? Ela tem um design futurista e se tornou meu objeto de desejo!

    Responder
  22. Ludmila Assumpção - 19/11/15 - 15h18

    Gente, mas que post ÚTIL!!!
    Eu sempre tive curiosidade pra saber identificar os tipo de taça, até porque tem restaurantes que a gente chega e tem várias taças a mesa e depois eles vão tirando conforme o vinho escolhido.
    Na casa da minha sogra tem várias taças que acho que ela comprou pela beleza, mas vou enviar pra ela esse post porque com certeza vai ser de utilidade pública. Seus posts são incríveis Rodrigo! E eu como boa seguidora/talifã da The também não seguro a taça pela haste ~ verdade a parte de seguidora hahahaha e mentira que é pela The, mas seguro por falta de jeito mesmo. kkkkkk

    Responder
  23. Daniell Serrao jr - 22/09/16 - 12h54

    Muito bom esse post, interessante.

    Responder