O futuro da beleza e a liberdade de ser plural

26/07/2019  •  Por Thereza  •  Pense, Podcast

Falamos tanto aqui no Fashionismo sobre comportamento do consumo, insights do mercado e previsões – ou seria desejo? – de um futuro cada vez mais consciente. Ando cada vez mais encantada com o tema e pesquisando muito sobre futurismo, especialmente no mercado de moda e beleza.

Em maio fiz um podcast com insights do mercado de moda, hoje foi a vez de publicar um #FashionismoParaOuvir com previsões do mundo de beleza. De tecnologia a patches, cannabis a big data, se curte o tema, vale ouvir nosso podcast nas principais plataformas. Agora impossível falar do consumo do futuro e não pensar na Geração Z! Eles são a geração da vez, cada vez mais presente, antenada e consciente.

Dito tudo isso, aproveitei a pauta e bati um papo com uma leitora que faz 100% parte desse mundo, é GenZ e também curte – e entende muito – esse mundo de beleza e consumo e perguntei pra ela: o que você espera do mercado de beleza de amanhã? A resposta foi tão legal… que virou post!

Hoje o Fashionismo Convida é especial com a Luísa Moura, que refletiu e compartilhou com a gente suas previsões e expectativas com o futuro da beleza. Com vocês, Luísa!

Pensando no futuro do consumo de beleza, o sentimento que vem à tona é um só: liberdade. A gente cansou de tantos e tantos padrões impostos ao longo dos ultimos tempos e também de que outras pessoas definissem o que é belo. Por que eu deveria supostamente esconder minhas olheiras? E por que não posso usar batom vermelho durante o dia? Aliás, uma pele sem nada acompanhada de batom vermelho é praticamente meu signature look, mas isso não quer dizer que sou “menos Luísa” se resolvi sair sem batom algum.

E amplio aqui essa conversa a tantas outras instâncias: é a liberdade para assumir as suas linhas de expressão e também para corrigir aquela manchinha antiga no queixo, se quiser. Usar um delineador rosa neon, se quiser.

E essa liberdade anda de mãos dadas com o cuidado: não é porque ”tudo é permitido” que não vou fazer nada com a minha pele e “acabou”, pelo contrário. A beleza passa a ser mais leve e natural, é o filtro solar para proteger do sol e o hidratante para não rachar no frio, mas sem a necessidade de se impor uma dezena de passos diariamente.

Pra mim é um movimento de ressignificação da maquiagem e mesmo do skincare que só tende a aumentar: a gente não tem tanta paciência pra seguir passo-a-passos e muitas etapas, de maneira que ambos se tornam mais valiosos quanto mais divertidos são. Afinal, basta passar um demaquilantezinho que sai, sem dramas. Dá pra experimentar milhares de opções de visuais sem que nada precise me definir de fato, apenas representa aquele meu instante e tá tudo bem, seguimos a vida depois, não preciso me prender a um padrão.

E essa é a liberdade a que eu me refiro: não só de ser eu mesma, mas de ser plural em mim.

Comparando o FOREO Real x FOREO Fake

19/07/2019  •  Por Thereza  •  Beleza, Publicidade

Vocês sabem que meu amor pela FOREO não é de hoje e eu adoro toda essas inovações no universo de beleza. No início do mês, compartilhei aqui o novo FOREO LUNA fofo e sua skincare personalizada, mas agora chegou a hora de falar da essência da FOREO: sua tecnologia pioneira, única e patenteada. Uso o FOREO há mais de 1 ano e afirmo com tranquilidade que depois que ele entra na rotina de cuidado com a pele, não sai mais, é basicamente um lifestyle de beauté.

Com a nossa geração skincariana, dúzias de produtos e milhares de novidades, logo a escova de limpeza facial ganhou destaque e comoção pelas entusiastas de beleza. A marca existe há 6 anos, mas foi provavelmente nos últimos 2 que houve um boom e o que acontece quando algo faz um sucesso estrondoso? Cópias, réplicas, fakes e inspireds.

Tem marcas que acham que imitação é forma de elogio e termômetro de sucesso, mas a FOREO não pensa assim por um simples motivo: com pele não se brinca.

Foreo luna mini 2

O mercado de pirataria tem crescido a passos largos e o Brasil perde milhões por ano, causando um grande impacto negativo na economia. E quando o assunto é FOREO, a marca é recorrentemente vítima de produtos falsos e, obviamente, de má qualidade.

É sabido que o FOREO não é um produto barato – e muito por conta da tecnologia citada acima – e na vida real é preciso analisar, ponderar e saber a hora certa de comprar o seu. Poderia nesse post citar o custo x benefício que existe nem seus produtos e que sempre vai ter um pro seu bolso & necessidades, mas o foco nesse post é mais conscientização. Vale a pena ~brincar com um fake, podendo ter um relacionamento sério com o original? Dito tudo isso, adquiri um FOREO Fake pra fazer o test drive e entender suas diferenças.

Ano passado foram encontradas na China, 5.000 unidades de LUNA mini 2 fakes, esse é o modelo mais falsificado, logo o que eu comparei. E sabe teste cego de vinho? Pois bem, tampa meus olhos e me entrega o FOREO original e o fake e eu digo na cara o certo: é incrível como os filamentos tem texturas MUITO diferentes, não é pouco não, é muito.

SOBRE O TOQUE

Com o original, você desliza o dedo sobre os filamentos e logo eles se movem, como se você tivesse alisando a raiz de um cabelo sabe? Você encosta de leve e parece que ele se encaixa, se molda no seu dedo e é tipo um carinho macio. Já a versão fake é dura, rígida, parece que os filamentos não tem profundidade e são curtinhos, logo, não deslizam e se “ajustam” à sua pele pra limpar de maneira implacável.

E, enquanto o mini 2 tem duas espessuras de filamentos bem definidos e uniformes na frente e outra na parte de trás, a versão fake tem cerdas bagunçadas, irregulares e meio que amassadas. E essa parte você já consegue identificar a falsificação de cara.

FOREO FAKE E ORIGINAL

PULSAÇÃO X VIBRAÇÃO

A FOREO é conhecida por suas 8.000 pulsações T-Sonic™ por minuto e elas justamente oferecem uma limpeza ainda mais profunda, mas e o fake? Parece um celular vibrando na sua delicada cútis. E quando eu testei, me pareceu até mais agressivo e descoordenado, sabe? Dá tipo um tremelique na pele que não é nada agradável, pelo contrário, é incômodo.

As pulsações da FOREO são mais delicadas e precisas. Outro ponto que o fake não tem: o timer de 1 minuto (apesar de “simples”, pra mim é o mais legal, pois eu uso durante o banho), os 8 níveis de pulsação e a marcação de 20 segundos por área.

E pra pesquisar pro post, vi resenhas gringas falando que existem versões fakes que causaram curto circuito, afinal, pelos fakes não serem completamente à prova d’água, a sua estrutura elétrica – que não possui as certificações dos órgãos reguladores – pode ser perigosa ao usuário. Eu tenho medo de ligar qualquer coisa na tomada, quem dirá passar um fake assim no rosto.

QUALIDADE DOS FILAMENTOS

Agora talvez o mais importante, com o surgimento da FOREO, depois de outras escovas de limpeza que logo ficaram obsoletas, fala-se muito de higiene. Enquanto seu silicone é macio, 100% à prova d’água, resistente a bactérias, a versão fake… é um silicone bem simplinho e quase descartável.

Sei que vocês podem estar achando, “ahh Thereza, você está puxando sardinha pra Foreo”, mas não, porque eu poderia até brincar com outra coisa fake qualquer, mas se o assunto é pele e eu vou comprar um gadget pra me pulsar & limpar toda… eu tomarei o mínimo cuidado, entende? No final das contas, talvez literalmente falando, as versões fakes não tem nada de parecido, muito pelo contrário, podem ser placebos que vem com uma bula cheia de contra-indicações.

FOREO

Assim como falamos no post da fast fashion e o barato sai caro, isso também pode se aplicar na hora de um gadget de limpeza facial falsificado. Você pode se machucar, ter uma alergia e ter que parar num médico e toda a economia se tornar um novo gasto.

Por fim, esse post não é pra julgar quem compra fake ou não, mas sim fazer uma análise com conhecimento de causa. Tenho a consciência que a FOREO não é um produto barato e que desperta curiosidade e desejo, mas às vezes é preciso uma pequena reflexão de beleza – e, por que não, de consumo – e não pensar em qual fake comprar, mas saber quando é possível ter um original.

FOREO

Certifique-se que você está comprando FOREO em e-commerces certificados pela marca, como Sephora, The Beauty Box,  Época Cosméticos e +! 

 

Seu creme para os olhos não está funcionando? Saiba os motivos!

10/07/2019  •  Por Thereza  •  Beleza

História da minha vida de beauté: olheiras escuras e fundas. Já falei aqui recentemente (através de post & podcast) que tenho usado menos base, pois tenho sentido minha pele melhor, mas se tem algo que não abandono de jeito nenhum… são os corretivos!

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Moda • Beleza • Maquiagem (@fashionismo) em

Essa semana postei os 5 que mais uso no Instagram, mas eles são ~placebo diante da real necessidade de um creme para os olhos. Use de um tudo, dos baratinhos aos super caros, dos mais criativos às novidades vigentes, e às vezes sinto que a culpa não é nem deles, mas minha mesmo rs nervosos! Daí li uma matéria super legal falando sobre nossas super expectativas com creme para os olhos, logo, resolvi compartilhar.

 

VOCÊ ESTÁ ANSIOSA

À espera de um milagre é nome de filme, portanto, não ache que um creme (para os olhos, corpo & mente) vá funcionar de maneira imediata e, se uma marca promete isso, corre que é cilada, Bina!

Geralmente os cremes para os olhos levam de 4 a 6 semanas para que os ingredientes ativos façam uma diferença notável em sua pele. Então, pense duas vezes antes de abandonar seu creme para os olhos se você não tiver dado tempo suficiente para o trabalho.

 

PROTETOR SOLAR NAS OLHEIRAS?

Quando passamos qualquer tipo de creme no rosto, geralmente evitamos a região das olheiras, afinal, elas são mais delicadas, tem uma textura de pele diferente e precisam de cremes específicos, certo? Pois bem, é aí que não utilizamos o FPS numa área que também precisa dessa proteção.

Protetor solar direto nas olheiras? Depende, eles podem causar irritação e te dar um novo problema. Existem protetores específicos pra região, bem como corretivos com fator de proteção solar suficiente para proteger a área. No mais, um belo par de óculos escuros ajuda a proteger a área de maneira implacável.

 

VOCÊ ESTÁ USANDO O INGREDIENTE CERTO?

Essa matéria que li trazia um dado interessante, “Sete em cada dez pacientes, estão usando produtos para olhos que não possuem ingredientes-chave para suas preocupações específicas”. E essa questão é simples, muitas vezes compramos pelo impulso, por um anúncio, recomendação, #dicaamiga (hehehe) e não falamos com quem temos que falar: nossos dermatologistas. Com isso, em muitos casos gastamos dinheiro à tóa, criamos expectativas e nos frustamos.

Sempre quando faço qualquer post aqui sobre produtos, deixo bem claro: fale com seu dermatologista. Diz que a blogueira indicou, a amiga comaprtilhou, enfim, leva a notícia, a dica, a novidade, mas aguarde o veredito final.

Mas também não podemos ser hipócritas, vez ou outra vai da gente comprar um produto na curiosidade ou novidade, mas se aquela expressão “mal não faz”, mas bem também não tá fazendo, portanto, se quiser experimentar, foque nos ingredientes!

Na matéria, dermatologistas revelaram ativos básicos para cada questão específica para a região dos olhos. Tem olheiras? Procure produtos com niacinamida. Para inchaço, cafeína. Para hidratação, foco em fórmulas com ácido hialurônico. Para linhas finas, pense em fórmula com antioxidantes, peptídeos e retinol.

 

VOCÊ ESTÁ CRIANDO EXPECTATIVAS DEMAIS!

Não sou eu quem estou dizendo, mas profissionais da área, “infelizmente, nenhum produto de cuidados com a pele pode reverter totalmente as mãos do tempo – há limites. Se você não está obtendo os resultados desejados, talvez seja hora de procurar um tratamento profissional. Alguns pensam que o creme para os olhos vai se livrar dos pés de galinha, quando o que eles realmente precisam é do Botox”.

Triste, mas verdade! No meu caso, por exemplo, sei que só terei uma mudança significativa nas minhas olheiras fundas, com preenchimento. Mas cada a coragem e o dindin sobrando pra testar um com segurança? No mais, é criar menos expectativas e pensar em prevenção.

 

VOCÊ ESTÁ USANDO MUITO CREME

Eu todinha, produto de skincare é o segmento que mais recebo aqui em casa (seria uma indireta? rsrs), logo, fico sempre curiosa e ansiosa para testar e, eventualmente, recomendar.  Mas eu sei que a quantidade que eu uso também pode ser um problema. É fácil pensar que usar mais nos levará a melhores resultados, mas isso não é o caso.

Embora não haja problema em aplicar creme para os olhos pela manhã e à noite, “usar mais não significa que você obterá um resultado melhor do creme para os olhos”. Quantidade ideal? Um tamanho de ervilha é tudo que a gente precisa!

 

DICA DE MÃE É MELHOR QUE DICA DE AMIGA

O maior clichê, mas a maior realidade. Pode vir um creme de 4 dígitos e desenvolvido pela Nasa, ele não vai adiantar nada sem você não DORMIR BEM! De todas as soluções para maximizar a eficácia do seu creme para os olhos, este é o que você tem mais gerência. Conseguir uma boa quantidade de sono fará maravilhas para que seus olhos pareçam despertos e brilhantes.

Já que seguimos com dicas clichês: fumar, excesso de bebida e uma dieta pobre de nutrientes, também são fatores que acentuam suas olheiras e olhos cansados. O creme ideal para os olhos  funciona apenas em conjunto com uma boa alimentaçã e ótimo sono!

E vocês, criam muita expectativa com um simples creme?

 

Página 2 de 18312345Última »