AS MAIS
LIDAS!

Dica de série: Love is blind na Netflix

04/03/2020  •  Por Thereza  •  tv

Eu gosto de seriados toscos, realities fakes e toda e qualquer programação televisiva que me entretenha e não me faça pensar muito. Eu sou entusiasta de Big Brother desde 2002 e acho que programas assim são tão interessantes, que uns beiram uma profunda reflexão antropológica sim.

Dito tudo isso, mês passado assisti a um reality adoravelmente tosco na Netflix (que semana que vem lança a versão brasileira): o The Circle é uma competição online, na qual participantes usam diferentes estratégias para flertar, criar alianças e até perfis falsos em busca do prêmio de 100 mil dólares. Eu achei que era a coisa mais bizarra que tinha visto na tv em 2020, mas em questão de dias fui surpreendida: Love is Blind (Casamento às cegas) é mais tosco, é surreal, absurdo… é viciante.

 

Se no The Circle a pessoa  fica 1 semana confinada num apartamento com decoração questionável, mas com boas chances de ganhar 100k, no Love is Blind você pode sair casada com um perfeito estranho. É o famoso “eles que lutem”, e é entretenimento puro!

O reality é tão bizarro que eles não chamam de reality, mas de EXPERIMENTO. E essa “experiência social” consiste basicamente em homens e mulheres se relacionando por dias através de uma parede até encontrar um crush. Eis que em questão de 2 ou 3 encontros um diz eu te amo, outro pede em casamento e só então se veem ao vivo!

Depois disso rola uma pré lua-de-mel num destino paradisíaco com direito a romance, tretas, convívio entre os casais e mais tretas. Nas 3 semanas que antecedem o grande dia, eles ficam confinados em um apê pra viver uma vida mais real, os percalços, boletos e família. Até o dia do matrimônio, lá no altar, diante de meia dúzia de familiares assustados ou figurantes constrangidos, eles dizem sim ou NÃO!

LOVE IS BLIND

E aí que mora a graça, ok, bizarrice do programa. Acompanhamos esses 40 dias em 10 episódios e a season finale consiste no sim ou no não do grande dia da vida desses elementos. E isso é FASCINANTE.

O programa todo é muito interessante, surreal, um quê de fake – mas quem se importa, afinal, vivemos na cultura da novela, e VICIANTE! A parte do flerte, as férias, a vida “real” e o ápice que é o tal do sim ou tal do não e garanto sem o mínimo de spoilers: surpreende! Pro bem e pro mal, lógico que tem umas obviedades e surrealidades, mas é aquele tipo de reality que você assiste tudo em questão de dias (eu assisti tudo no sábado e domingo e isso com bbb ao lado bombando).

O legal é que, diferente de uma novela ou seriado, depois do FIM, você sai correndo pra saber da vida dos participantes, se seguem casados, separados, amigos ou inimigos! E amanhã ainda tem um episódio especial com a eunião de todos os participantes, contando como estão 1 anos e 4 meses depois do fim do programa (ele foi gravado em out/2018 e, dado o belo contrato, está tudo mantido em segredo apesar de usarem suas redes sociais e já serem a sensação da América).

love is blind netflix

Se você gosta de bizarrices cativantes, vale ver Love is Blind, mas já adianto que o amor tá longe de ser cego rs!

 




Deixe seu comentário!
*Preenchimento obrigatório (seu email não será divulgado).
Quer que a sua foto apareça no comentário? Clique aqui e cadastre-se!

5 Comentários
  1. Avatar
    Patricia - 04/03/20 - 15h16

    Esse não tenho coragem de aventurar não… capaz de eu gostar

    Responder
  2. Avatar
    NICOLE CRISTINE EICHENBERG BORCHARDT - 05/03/20 - 10h17

    Eu AMO esse reallity e o defenderei até o fim!!!!!! <3<3<3<3

    Responder
  3. Avatar
    Julia - 05/03/20 - 11h12

    Amo realities e bizarrices mas esse nao me pegou. To no segundo episodio e por enquanto só ta naquela parte chata das salinhas separadas.
    Não sei, vou insistir.
    Eu AMEI cheer e made in mexico (sou a unica pessoa que conheco que viu esse últimokkk)

    Responder
  4. Avatar
    Mabel - 06/03/20 - 12h27

    Adoro suas dicas de seriados, amei Instant Hotel também :-)

    Responder
  5. Avatar
    Karen - 17/03/20 - 16h54

    Quando eu comecei a assistir esse reality eu dava risada porque achava as pessoas loucas, mas depois comecei a torcer de fato pelos casais mesmo não acreditando muito nessa ideia e fiquei com raiva de pessoas como a Jessica – desumana total. Enfim, eu também indico e em tempos de quarentena é uma boa série para se distrair.

    Responder