AS MAIS
LIDAS!

Restaurante Pipo, do chef Felipe Bronze

02/03/2017  •  Por Rodrigo  •  Rio de Janeiro

Como eu gosto de compartilhar dicas e informações não só de vinhos, mas também de gastronomia, nessa série #DicasdoRio, falarei de um restaurante recém (re)inaugurado aqui no Rio. É muito legal ver a cena gastronômica carioca crescendo dessa forma e com diferentes estilos de restaurantes aparecendo. Quem ganha com isso? Todos nós, cariocas e turistas que vem apreciar nossa cozinha cada vez mais criativa.

restaurante-pipo-felipe-bronze

O Restaurante Pipo, que acabou de reinaugurar, agora no Fashion Mall, tem a cara do seu propritário, o mago das panelas, Felipe Bronze. O chef, já conhecido pelo seu estrelado Oro (já postamos aqui), criou para o Pipo, uma proposta interessante de cozinha contemporânea com uma pegada bem brasileira.

Muitos clássicos da nossa culinária ganham formatos e leituras criativas com elementos, preparos e apresentações fora do usual. Contudo, o principal é que o foco é total no sabor, pois apesar de toda inventividade natural do chef, o gosto em si é o protagonista. Outra coisa legal, é que tudo pode ser compartilhado, e os pratos principais são para duas pessoas comerem bem, super democrático. Das duas vezes que fomos, pedimos entradinhas + prato principal + sobremesa e o preço foi sempre na faixa de R$190-200.

restaurante-pipo-felipe-bronze

As entradas são bem variadas, da Carne de sol a uma maravilhosa releitura de Pão com ovo caipira defumado. Dessa vez, nós fomos de Aipim frito com espuma de queijo coalho (R$21), super sequinho, crocante e com a espuma dando uma cremosidade deliciosa. Depois pedimos Steak Tartare (R$37) com emulsão de abacate e tapioca crocante, mistura criativa e saborosa.

restaurante-pipo-felipe-bronze

Para o prato principal, tenho dois preferidos, a Costela de Boi, que se tornou a melhor costela que já comi, e olha que já provei muitas! Cozida por nada menos que 18 horas pelo método sous vide (técnica de cocção à vácuo), e finalizada na churrasqueira a carvão, a costela dispensou a faca de tão macia que estava. Sério, suculenta ao extremo e com aquele sabor defumado de churrasco. Ainda acompanhava uma farofa de ovo caipira com couve e um tartare fresquíssimo de banana da terra.

Numa outra ocasião, dividimos a famosa Barriga de Porco XO (R$58) com kimchee (acelga em conserva sul coreana), alface, arroz, moyashi e ervas. A barriga, que por muito tempo foi rejeitada e tratada como carne de segunda, tem ganhado status na alta gastronomia pelo seu sabor marcante. Nessa versão do Pipo, ela tem uma crocância maravilhosa, que envolve uma carne macia e desmancha na boca. De comer rezando, recomendo!

restaurante-pipo-felipe-bronze

De sobremesa fomos de Ipê Amarelo (R$23), tufos de algodão doce no formato de árvore com um creme brûlee de baunilha e maracujá. Só a foto já vale! Da outra vez, optamos pela “(quase) Tudo de Chocolate” (R$23) e o nome é bem explicativo, tem bolo, mousse, brigadeiro, calda e sorvete. Enfim, alta indulgência gastronômica.

restaurante-pipo-felipe-bronze

O Pipo é aquele tipo de restaurante pra surpreender da melhor forma, desde a decoração com cozinha aberta, que pra mim é tipo cinema, aos sabores especiais, tudo por um preço honesto. Sem dúvida vale a visita!




Deixe seu comentário!
*Preenchimento obrigatório (seu email não será divulgado).
Quer que a sua foto apareça no comentário? Clique aqui e cadastre-se!

7 Comentários
  1. Camila Valeriano - 02/03/17 - 16h36

    Cada vez que a The postava no Stories os pratos a vontade de experimentar tudo só aumentava. Esse cabinho de algodão doce é a coisa mais linda para alguém viciada em flor de algodão como eu, acho que não teria coragem de comer porque ficaria olhando pra ele por horas HAHAHA

    Responder
    • Rodrigo - 02/03/17 - 19h44

      Oi, Camila.
      Só de olhar já vale mesmo, mas o sabor também é ótimo!
      Abs!

  2. Jéssica Diane - 03/03/17 - 10h28

    Fiquei muito surpresa com a qualidade e os preços…. não sei se tá mesmo muito barato, ou em São Paulo os restaurantes desse nível são simplesmente inacessíveis!

    Responder
    • Rodrigo - 03/03/17 - 12h46

      Oi, Jéssica.
      A proposta do restaurante é realmente essa, os preços são bons em relação ao Rio também.
      Abs!

  3. Aline Moura - 07/03/17 - 08h17

    AMEIIII THEREZA!! Traga mais dicas democráticas e baratchenhas pra gente!! rs :ok_hand: :heartpulse:

    Responder
  4. Ana patrícia - 13/04/17 - 12h06

    Onde ele compra as panelas de cerâmica??? E a churrasqueira de perto do fogo ???

    Responder
  5. Francoise - 06/09/17 - 10h08

    Amo o Pipo e o Filipe…a costela e uma delicia….mais o steak tartare e uma piada…tem que mudar de nome…como steak tartare no mundo inteiro…nao vem 4 pedacos de tapioca com um sopro de carne em cima …gostoso…mais nao pode ser chamado de steak tartare !

    Responder