AS MAIS
LIDAS!

A decepção veste Prada

17/03/2014  •  Por Thereza  •  Moda, News

Na realidade ela veste mais pra uma Zara mesmo, pois essa sou eu, depois de ler “A Vingança veste Prada”. O livro é a sequência do “Diabo”, a memorável história de Andy Sachs e Miranda Priestly que tanto lemos e também vemos e revemos sempre que podemos!

PRADA1

Antes de qualquer spoiler, o livro narra da história de Andy, 10 anos depois, bem sucedida, noiva de um dos caras mais cobiçados de NY, melhor amiga de até então sua desafeta Emily, que juntas lançaram uma revista sobre casamentos, a The Plunge, que se tornou revelação no meio editorial.

Até aí essas informações são oficiais e tudo parece promissor, certo? Que reviravolta! Meu Deus, será que Anne Hathaway, Meryl Streep e Emily Blunt aceitarão fazer a continuação? Quem será o tal bofe de ouro que interpretará o noivo da Andy? Quando o filme começará a ser gravado? Partiu cinema?

Comecei a ler o livro, agora vamos falar com spoilers.

Que decepção. Primeiro eu achei o livro arrastado. Diferente do primeiro, os fatos são narrados tão lentamente que em certos momentos se você pular umas folhas, você não perde nada. Enquanto isso, partes interessantes ficavam espremidas entre trechos desnecessários. Agora o que mais me deixou abismada foi quem abduziu Lauren Weisberger, a autora? Pois o que mais me choca no livro é que a Andy parece que mudou de personalidade, andou pra trás, ficou chata e zero decidida.

REVENGE PRADA

Ok que a personagem era um pouco insegura, não se habituou ao tal glamour, mas ao longo do 1o livro ela tinha crescido e amadurecido. Parece que no 2o, depois de construir uma revista de sucesso, ela de repente fica insegura. Sua única determinação no livro era não marcar a tal reunião com a Miranda e fugir da, ainda diaba, pelas longas 400 página.

E o mote do livro é a proposta que a Elias-Clark faz para que elas vendam a revista, porém elas teriam que conviver por um ano com a Miranda, que supervisionaria essa transição. E esse era o x da questão da Andy, ao invés de encarar como desafio, ela via pela ótica do medo do passado.

Daí quando surge essa tal convite, pensei, das duas uma: ou elas topariam e a história giraria em torno desse convívio com a Miranda, porém agora Andy e Emily numa versão mais poderosa, o que seria legal pois seriam embates interessantes e no final todas viveriam felizes para sempre. Ou outra: elas não venderiam, competiriam diretamente e se tornariam rivais, daí a tal vingança de Andrea.

Acho que pensando num filme, a primeira opção seria mais interessante e poderia ter um desenvolvimento legal, já a segunda seria também provável e que faria jus ao título, mas nada disso aconteceu. Quando fiquei sabendo do livro, achei que seria a vingança da Andy, mas não, a própria Miranda se vinga mais uma vez e that’s all, queridinhas.

565

Agora confesso que mesmo me decepcionando, recomendo a leitura pois ainda tem trechos legais, especialmente da amizade da Emily e Andy e como tudo se desenvolveu, agora pra quem não quer ler, um resumo final bem rápido: Andy ficou o livro todo enrolando pra tomar a tal deci$ão, enquanto todos (Emily e os maridos das duas) queriam vender, afinal era uma experiência multimilionária.

Mas lááá no final do livro, na hora que Andy decide não vender, os 3 vão lá e assinam o contrato (os maridos também eram sócios e fizeram uma jogada sacaninha) e a pegam de surpresa. Daí ela se separa dele (aliás, eles tinham uma filha juntos, a doce Clementine), acaba a amizade com a Emily e ela vende a parte dela (ok, ela fica rica), tudo isso assim em questão de uma página, num desfecho mal elaborado.

Agora pra culminar a decepção, Andy volta a fazer freela pra uma revista, usa um escritório compartilhado e, pasmem, vota praquele namorado chef que tinha terminado com ela logo depois e que era contra todo o “momento fashion” dela. Antes ela tivesse voltado pro Mentalista!

Enfim, Andy cresce, erra, joga o celular no chafariz, aprende, recomeça, toma o rumo, cre$ce, forma família, fica insegura e volta tudo lá onde começou. Ok que as pessoas tem direito a recomeçar, mas quem leu os dois livros se choca com a transformação negativa da Andy e torcia por um relacionamento maior direto com a Miranda, o que pouco teve.

ELENCO

Eu confesso que fiquei decepcionada com a história mais pelo fato de não consigo imaginar nada disso no cinema. A história contada em tela grande provavelmente ficaria pior ainda que no livro, o que é uma pena. Alguém aqui já leu, o que achou? Será que foi só minha essa sensação de decepção?!




Deixe seu comentário!
*Preenchimento obrigatório (seu email não será divulgado).
Quer que a sua foto apareça no comentário? Clique aqui e cadastre-se!

21 Comentários
  1. Avatar
    Pamella - 17/03/14 - 17h53

    Meu filme preferido da vidaaaaaa, amoooo demais.

    Responder
  2. Avatar
    Maria Augusta Kuba - 17/03/14 - 17h59

    Eu fiquei super eufórica quando por acaso encontrei o livro enquanto passeava por uma livraria. Adorei o primeiro livro e sempre tive curiosidade de saber como Andy lidaria com a nova vida depois do desfecho em Paris. Infelizmente me decepcionei. Pra mim não teve nem um pouco da “magia” do primeiro livro, com diálogos interessantes e a narrativa envolvente. Confesso que tive que me esforçar pra não parar a leitura pela metade. Uma pena .

    Responder
  3. Avatar
    Paula Ribeiro - 17/03/14 - 18h01

    Talvez a intenção da autora tenha sido dar um quê de realidade pro livro. Afinal tem tanta gente por aí que toma decisões erradas depois de ter feito tanta coisa boa!

    Responder
  4. Avatar
    Viviane - 17/03/14 - 18h03

    Também fiquei bastante decepcionada. Foi o pior livro que li no ano passado…uma pena!

    Responder
  5. Avatar
    Dri Pinar - 17/03/14 - 18h16

    Nossa, The, eu também odiei!!!! Maior decepção da vida! E quando finalmente acontece algo interessante, só que ela não narra?! Ela pula a história uns meses para frente e fica por isso, muito sem graça!

    Há um tempo atrás eu li um outro livro da autora, o “À Caça de Harry Winston”e também é muito ruim! História sem graça que fica se arrastando, não tem ápice, não tem emoção, nada. Então, para mim parece que, na verdade, a autora é fraca mesmo e “O Diabo Veste Prada” acabou sendo uma exceção, pq é incrivelmente bom, ao contrário dos outros.

    Uma pena né, porque poderia ter sido uma história tão legal! Até prefiro que Anne Hathaway, Meryl Streep e Emily Blunt nem façam o filme para não manchar a carreira delas.

    Beijos!

    Responder
  6. Avatar
    Priscilla - 17/03/14 - 19h33

    Não li e pelo visto: ainda bem! O diabo veste Prada foi algo tão épico, tão marcante pra quem gosta de moda e de repente voltamos à estaca zero? Triste :(
    http://www.papocomamigas.wordpress.com

    Responder
  7. Avatar
    Ludmila - 17/03/14 - 19h35

    The vocês descreveu exatamente o que eu senti no decorrer da leitura! Confesso que no início fiquei bem empolgada com a Andy nos Hamptons e todo aquele glamour de casamento com um cara rico e com sobrenome, mas depois, a única coisa que me deixava realmente beeem empolgada eram as cenas em que a Emily aparecia e quando ocorriam aquelas reuniões no grupo das mães! Eram bem engraçadas! Andy ficou bem em 2º plano, tamanha insegurança e indecisão!
    Também acho que mais coisas poderiam ter se desenrolado nas mais de 400 páginas! Ficou só naquela bobeirinha de “vende, não vende”! Fiquei com a impressão de que a autora desejou passar a ideia de que glamour, roupas, homens lindos e ricos e todo esse universo maravilhoso chamado moda que nós vimos no 1º livro não são realmente importantes! SÓ SE FOR PRA ELA PORQUE PRA MIM É DEMAIS!
    hahahahahhaha
    Beijos e sigo esperando um filme com um releitura beeeem diferente da que o livro apresentou!

    Responder
  8. Avatar
    Helo Inoue - 17/03/14 - 19h45

    O que leva alguém a escrever uma continuação taaaaaao ruim!!!
    Não vi ninguém que tenha gostado!!!

    Responder
  9. Avatar
    Luiza - 17/03/14 - 20h17

    Aaaaaai, obrigada! Achei que era só eu que tinha me decepcionado!
    Como não li o primeiro livro cheguei a pensar que o filme seria uma versão melhorada da história… Peguei pra ler nas férias achando que fosse devorar mas fiz uma bela forcinha pra terminar!

    Responder
  10. Avatar
    Clara Luiza - 17/03/14 - 20h20

    Chorei no final do livro de decepção.Andy tem O namorado/marido, O emprego e se tornou rica e poderosa. No final, a menina joga tudo pro alto, principalmente o marido que era pai da filha ainda bebê (achei bem draminha essa parte), e vai trabalhar de free lancer (imaginei o lugar sujo, feio, pobre) e ainda volta com a aquele ex chato dela que também, pela descrição, não estava nada bonito. aaaaai que agonia q me deu no final, preferia nao ter lido o ultimo capítulo.

    Responder
  11. Avatar
    may - 17/03/14 - 22h08

    Nossa, The! Eu comecei a ler o livro e não consegui continuar… parei antes da metade! Ainda bem, porque odiei esse final que você contou :(

    Responder
  12. Avatar
    Raphaela Alcantara - 17/03/14 - 22h08

    Ai Thereza não sou de comentar mas como viciada (assumida) do diabo veste prada não pude deixar de expor minha opinião. O pior de tudo em saber que o desenrolar do livro é assim se fizerem filme será ainda pior destruirá o filminho preferido de um mundo inteiro fashion. Cá entre nós para se fazer o “2” de um filme ele tem que ser tão bom quanto ou melhor que o primeiro, e nós sabemos que os livros as vezes narra a historia bem melhor, se no livro a narração ja esta lenta e meio chata imagine na tela de um cinema?
    Ah bjs sou sua fã viu

    Responder
  13. Avatar
    Ana - 17/03/14 - 22h48

    The! Eu não poderia ter escrito melhor!!! Fiquei o livro todo esperando a tal vingança (mas que realmente achei que seria da Miranda), mas no fim das contas não aconteceu nada demais (ok, tirando o fato do desfecho nada a ver de todo mundo apunhalar ela pelas costas, mas que como vc disse, ficou mal escrito pq faltou a riqueza de detalhes!)
    Acho que se fizessem um filme, teriam que mudar completamente o roteiro, pq o inicio é mara, o casamento rico, até a parte que conta como elas ficam amigas e tal, quando ela tem a nenem, mas quando começa no “vende, não vende” fica BOOOOOOOOOOOORING!!!! no cinema não vai funcionar!!
    Beijossssss :***

    Responder
  14. Avatar
    Tatá - 17/03/14 - 23h28

    Ai The te amo por falar de tudo que eu também amo(kardashians etc)e por me poupar de ler esse livro! Fiquei triste pois amoooooooo esse filme e gostaria de ver o segundo tão glamuroso quanto o primeiro…que pena essa história ruim. Mas eles podem adaptar não é? Mesmo com expectativa ruim quero ver!! bjss

    Responder
  15. Avatar
    Camila - 18/03/14 - 08h21

    Estou pra ver uma continuação de livro que seja tão boa quanto o primeiro…. E esse seguiu a regra… Só que eles exageraram no quesito “piorar” o livro. Não parece a Andy. Aquela ali é outra mulher, só pode ser. Cadê a mulher que joga tudo pro alto quando finalmente cai em si de que está vivendo em um mundo podre e que não é pra ela? Ela abre uma revista de moda???? Nunca!!!! Decepcionada, e como todo mundo aqui comentou, terminar de ler o livro foi uma dificuldade extrema!

    Responder
  16. Avatar
    Alexandra - 18/03/14 - 09h04

    Li o primeiro livro e também outros da mesma autora. Devil wears Prada é legal, mas quem leu o livro sabe que a Andy do filme é completamente diferente da do livro – que, inclusive, tem um final diferente, histórias diferentes, personagens diferentes (o próprio namorado dela no livro não é chef, é professor.)
    Enfim, achei o livro OK, mas AMEI o filme! Pode ser que façam o mesmo com a continuação e o segundo filme, se realmente existir, seja ótimo, quem sabe?
    Acho que a Lauren Weisberger é uma escritora ruim – se achei que o livro Devil wears Prada foi apenas ok, o que dizer dos outros da mesma autora? Apenas péssimos! Ela deu sorte por criar um burburinho em torno de um livro supostamente sobre a Anna Wintour, o que a tornou famosa. E deu mais sorte ainda de viver num mundo em que livro ruim costuma vender muito!
    Gente, me desculpe pelo comentário gigante, mas queria explicar que digo que os livros são ruins do ponto de vista de quem trabalha com isso. Ela faz sucesso mas escreve mal (fato!) A editora quer ganhar dinheiro, não está preocupada com a qualidade do trabalho. Pra quem gosta do gênero (eu adoro), têm autoras melhores como a Sophie Kinsella e a Helen Fielding

    Responder
  17. Avatar
    Leo - 18/03/14 - 14h01

    A vingança foi a lobotomia q a Andy sofreu no livro, só pode, pq foi uma troca total de personalidade nessa continuação. A personagem virou uma chata, deslumbrada e pateta. Não faz o menor sentido a história, e a tal da vingança, nem é vingança, tu fica o livro inteiro esperando pra alguma interação interessante com a Miranda e nada. Sem contar q é praticamente um livro sobre gravidez né, pq metade é ela e seus dramas de ter a filha e o mommy group. Chatice é pouco.

    Responder
  18. Avatar
    Camila Armindo - 18/03/14 - 19h15

    Também detestei, esperava MUITO mais! :(

    Responder
  19. Avatar
    Talita - 18/03/14 - 19h33

    Péssimo! Odiei muito muito! Queria tacar fogo no livro! Acho que se comprassem a continuação para o filme seria totalmente diferente, que convenhamos, o filme 1 tambem é bem diferente do livro 1!!!!
    Alias, essa escritora é pessima, tenho outro livro dela, que é um saco! Nao gasto mais nem um real!

    Responder
  20. Avatar
    Sara Alberto - 19/03/14 - 16h22

    Definição perfeita da decepção que foi ler esse livro. Como a Talita disse aí em cima, eu queria tacar fogo no livro tb… mas não era meu (ainda bem!). Triste. Ridículo ela voltar pra aquele namorado sem gracinha que largou ela no livro passado. Ridículo o medo absurdo de cruzar com a Miranda. Podre demais. Espero que não vá pro cinema, por a história ficou muito ruim…

    Responder
  21. Avatar
    Luísa - 21/09/14 - 17h49

    The, quando publicaste esse post nem li porque tinha acabado de começar a ler o livro e não queria spoiler hehe. Só terminei de ler agora, e tive exatamente a mesma impressão que tu, o livro se arrasta muito e parece que a Andy não é a mesma pessoa do primeiro livro! Decepção também!

    Responder