AS MAIS
LIDAS!

Malbec, a uva preferida dos brasileiros

17/04/2018  •  Por Rodrigo  •  Vinho

Se me perguntarem qual é a uva preferida dos brasileiros, acho que a resposta sairia de bate pronto, Malbec. Sucesso absoluto por aqui, a cepa ganhou o mundo na última década e consolidou a Argentina no mercado internacional. Oriunda da região de Cahors, no sul da França, a Malbec encontrou nos solos hermanos, o terroir perfeito para a sua máxima expressão. Não é à toa que muita gente acredita que a uva seja argentina.

Mais do que isso, a Malbec foi a responsável por dar identidade ao estilo de vinho do país. Não existe no mundo uma relação tão próxima entre país e casta, como há entre a Argentina e a Malbec, que se tornou símbolo nacional a ponto de criarem o Dia Internacional da Malbec, que por acaso é hoje!

A aceitação dos Malbecs argentinos (principalmente nos EUA) foi tão grande que outras regiões produtoras começaram a investir na uva. Além do Brasil e do Chile, que já é conhecido pela qualidade do seu Malbec; a Califórnia acertou a mão com ela; e até a Austrália tem se aventurado com sucesso.

Mas por que tanta gente gosta da uva? Claro que cada país tem um estilo próprio de Malbec, mas quando se trata da Argentina, não tem como não se apaixonar. Dos suculentos Malbecs de Luján de Cuyo, passando pelos frescos e elegantes do Vale do Uco, os potentes vinhos de Salta, até os perfumados rótulos da Patagônia, a Argentina produz Malbecs de características distintas em todas as suas regiões.

É o tipo de vinho que eu indico tranquilamente até para quem tem uma certa resistência em gostar da bebida. Mas o que esses vinhos têm de tão especial para encantar dos iniciantes aos mais experientes? Certamente o seu estilo moderno, frutado e fácil de gostar, autênticos exemplares do novo mundo.

Quem está começando vai se identificar de cara com os aromas de frutas maduras, sabor de compota e a maciez dos taninos, que diferentemente de outras castas, como a Cabernet, não dão aquela secura na boca. Já os mais entendidos adoram a complexidade, concentração e estilo gastronômico que os bons Malbecs apresentam. E por falar em gastronômico, a harmonização é bem fácil, pois a uva se dá muito bem com vários tipos de comida. Desde churrasco, como uma bela parrilla argentina, alta gastronomia e até uma pizza descontraída.

VINHO MALBEC

Então, aproveitando a data de hoje, fiz uma seleção de Malbecs argentinos perfeitos para você não viver mais sem! E se você ainda acha que vinho não é a sua praia, pode dar uma chance para essa uva!

La Flor de Pulenta Malbec 2017 – Super floral, com aromas de violeta, especiarias, morango e um toque de baunilha. Na boca tem muito frescor, taninos bem suaves, corpo macio e um final frutado. Ótimo para carnes vermelhas. De R$79,90 por R$67,91.

Cobos Felino Malbec 2016 – Mais autêntico ao estilo, impossível! Se quiser degustar um pedaço da Argentina, vai nele. Lembro que na primeira vez que a Thereza provou, já sacou de cara que se tratava de um Malbec sem nem olhar o rótulo. Super frutado, aromático, no nariz parece uma geléia de amoras, cerejas maduras, cravo da Índia e leve caramelo. Na boca tem médio corpo, taninos doces e sabor de compota de frutas negras, chocolate e figo seco. Vinho suculento! Mesmo tendo toda essa concentração de frutas, ainda conta com boa mineralidade para manter o frescor no final de cada gole. Perfeito para churrasco, carnes nobres, queijos fortes, e até sozinho. Não tem que não goste. De R$99,90 por R$84,91

Escorihuela Gascón Malbec 2016 – Outro grande representante do estilo! Perfumado e aromático já surpreende com suas notas florais, de ameixa madura, blueberry, leve mentolado e pimenta do reino. Super elegante, com boa concentração e ótima acidez para harmonizar com pratos bem estruturados, massas com molhos fortes e carnes vermelhas. De R$99,90 por R$84,91

MALBEC-VINHO

Espero que tenham gostado das dicas. Sem dúvida Malbec é o tipo de vinho muito fácil de agradar. Qualquer dúvida, é só deixar um comentário.

 

 

 




Deixe seu comentário!
*Preenchimento obrigatório (seu email não será divulgado).
Quer que a sua foto apareça no comentário? Clique aqui e cadastre-se!

9 Comentários
  1. Avatar
    Karine Fetti - 17/04/18 - 21h05

    Sou dessas que ama Malbec. O que eu achei, na primeira vez que tomei – e me apaixonei, é que pro paladar que tava acostumado a escolher vinho tinto suave vs. seco, a uva Malbec é aquela que faz a gente entender que não precisa ter medo dos vinhos “secos”.

    Responder
    • Avatar
      Rodrigo - 20/04/18 - 10h16

      Oi, Karine. Isso mesmo, a Malbec é perfeita para a transição dos vinhos suaves para os secos.

  2. Avatar
    Ludmila Assumpção - 18/04/18 - 13h03

    Eu amo o Catena Malbec, acho classicão sem erro!
    Curto o Nieto Malbec DOC para o dia a dia..

    Responder
    • Avatar
      Rodrigo - 20/04/18 - 10h17

      Esse também não tem erro!

  3. Avatar
    Clara Damasceno - 19/04/18 - 10h44

    eu amo MUITO! só tomo malbec praticamente. mas tinha a impressão de que o cabernet sauvignon era mais bem aceito, talvez por ser mais popular!

    Responder
    • Avatar
      Rodrigo - 20/04/18 - 10h20

      É isso mesmo.
      A Cabernet é muito popular no mundo todo, mas muita gente que está começando pode achar a uva um pouco “dura” até se acostumar, enquanto a Malbec agrada a maioria das pessoas de cara.

  4. Avatar
    Gabrielle Maués - 19/04/18 - 13h49

    Eras, não sabia que Malbec era tão apreciada aqui, não é dos vinhos que mais gosto…

    Responder
  5. Avatar
    Mariana Bastos - 19/04/18 - 22h36

    AMO Malbec, justamente porque aprendi a tomar vinho na Argentina! Já que quando viajei pra lá com meu namorado era mais barato tomar 1 garrafa de vinho do que dois sucos. Até hoje é nossa primeira opção para vinhos ♥️

    Responder
    • Avatar
      Rodrigo - 20/04/18 - 10h21

      É por aí mesmo!