AS MAIS
LIDAS!

Clube de Vinhos, edição portuguesa com certeza!

28/09/2017  •  Por Rodrigo  •  Publicidade, Vinho

Mês passado, falei aqui sobre Clube de Vinhos, assunto que desperta interesse e curiosidade em muita gente que entra nesse mundo. Pra mim, é a melhor forma de conhecer diferentes rótulos e de se aprimorar degustando vinhos super selecionados dos quatro cantos do planeta.

E qual Clube eu recomendo? Sem dúvida, o ClubeW da Wine.com.br, que além de ter uma seleção criteriosa com vinhos das principais regiões do mundo, ainda oferece diversos planos de Clubes para todos os gostos e bolsos. De brancos frescos para o verão, até tintos ultra premium, o ClubeW é recheado de opções. E não é só isso, além da diversidade de planos e da excelente curadoria, o ClubeW ainda oferece uma série de benefícios para os sócios, como brindes, material informativo, condições especiais de frete e o mais importante, um super desconto em todo o site.

São 6 modalidades de Clube para você escolher a que mais se identificar. Como no mês passado falei sobre o ClubeW One, que tem seleções de vinhos fáceis e descomplicados para iniciantes, hoje falarei sobre o ClubeW Classic e seus deliciosos vinhos de grandes produtores, indicados para surpreender diversos paladares.

A seleção desse mês do ClubeW Classic traz vinhos portugueses da região do Tejo. São dois tintos elaborados pela melhor vinícola da região, a Pinhal da Torre. Perfeitos para quem é fã do estilo classico e tradicional de Portugal. Vamos à resenha:

Quinta do Alqueve D.O.C Tejo Colheita 2015 – Esse belo tinto é elaborado com as castas mais tradicionais de Portugal: Touriga Franca, Tinta Roriz e Touriga Nacional. Com um longo amadurecimento em carvalho francês, o vinho tem aromas de cerejas e ameixa seca, pimenta do reino e um toque refrescante de alecrim. Na boca, tem corpo médio, sabor frutado e amadeirado e taninos de ótima qualidade, além de um leve dulçor que lembra uva passa. Vinho redondo e gastronômico, ideal para pratos da cozinha portuguesa e pasmem, vai bem com chocolate também! O vinho te deixa um docinho na boca que harmoniza maravilhosamente com sobremesa.

Quinta de São João D.O.C Trjo Reserva 2015 – Outro tinto encantador feito com as mesmas castas do vinho acima, porém com a adição da uva Syrah para dar uma maciez a mais. E funcionou! No nariz você percebe aromas complexos de frutas negras, madeira de cedro, defumado e até um frescor que lembra grama cortada. Na boca, o vinho é macio, tem taninos equilibrados e uma bela acidez pra acompanhar um churrasco, carne de porco e risotos.

Ótima seleção do ClubeW Classic, perfeita para quem gosta ou quer conhecer vinhos portugueses com grande tipicidade. R$124/mês a seleção com duas garrafas + revista Wine + Condições especiais de frete + 15% de desconto em todo site. Se você optar pelo plano anual, ainda ganha um belo jogo de taças de cristal.

Espero que tenham gostado, a seleção desse mês está ótima! Se tiverem alguma dúvida, é só deixar um comentário.




Deixe seu comentário!
*Preenchimento obrigatório (seu email não será divulgado).
Quer que a sua foto apareça no comentário? Clique aqui e cadastre-se!

5 Comentários
  1. Avatar
    SILVIA ELAINE DA SILVA - 28/09/17 - 19h56

    Amo vinhos portugueses! Pena que Pedro só gosta se for vinho verde…

    Responder
  2. Avatar
    Sónia - 28/09/17 - 21h03

    Que bom, vinhos portugueses! Fico contente por promover os vinhos fantásticos do meu país. São realmente maravilhosos. Gostei do detalhe da combinação com comida! Um brinde!

    Responder
  3. Avatar
    CLAUDIA - 28/09/17 - 22h26

    Adoro vinhos, os portugueses faz um tempinho que não provo. Sempre é bom ter uma sugestão, para errar menos! ^.~

    Responder
  4. Avatar
    Wedja Tainelly - 29/09/17 - 09h30

    Nss fiquei tentada a experimentar esse Quinta do São João. Comprei um chileno dessa uva syrah que gostei muito, to querendo explorar outros rótulos com a mesma uva agora.

    Responder
  5. Avatar
    Beatriz Santiago - 10/10/17 - 19h42

    quando eu for adulta, eu vou provar todos os vinhos que Rodrigo já postou no vinho de quinta, se deus quiser

    Responder