AS MAIS
LIDAS!

5 Vinhos argentinos pra aquecer seu inverno!

16/06/2016  •  Por Rodrigo  •  Vinho

E aí, pessoal, hoje vou continuar com as indicações de vinhos para o inverno, pois acho que não há nada melhor (ou quase nada) para esquentar o corpo nesses dias mais frios. Como no último post eu falei sobre vinhos nacionais, para o post de hoje, farei uma pequena seleção argentinos que encontramos com certa facilidade no mercado, tanto em lojas físicas como em e-commerces.

Mas por que argentinos? Simples, além de haver muitas opções disponíveis, afinal, eles são líderes absolutos, junto aos chilenos em exportações para o Brasil, tem muita oferta e excelentes relações qualidade X preço.

vinho de quinta

Outra coisa, vinhos da América do Sul geralmente apresentam características bem fáceis de agradar, como os aromas frutados, paladar redondo e acidez controlada. Pra quem está começando ou pra quem prefere sabores mais simples de se assimilar, sem abrir mão da qualidade, são boas pedidas.

Claro que as sugestões serão de tintos para combinar com o friozinho e quem sabe, com aqueles pratos mais fortes. Entretanto, não vou indicar vinhos muito pesados, tânicos ou difíceis de tomar. O foco será em tintos macios, com boa estrutura, mas sem excessos, que certamente agradarão o público feminino, mas que não decepcionarão de forma alguma os rapazes, muito pelo contrário. Resumindo, vão harmonizar com a clima, a comida e o casal!

Argentina, não dá pra falar em vinhos argentinos sem prestar homenagem à uva Malbec. Originária da França, a casta foi tratada como filha pelos Hermanos, que se especializaram na sua produção e fizeram dela patrimônio nacional. Pode-se dizer que a Malbec colocou a Argentina no mapa da vinicultura mundial, tanto que seus vinhos são exportados e apreciados por vários países, Brasil e EUA são dois bons exemplos, existe até o Malbec World Day. Esse sucesso se deve ao fato dos vinhos da casta terem um aspecto maduro, robusto e frutado, mas com preços moderados o que apetece vários gostos e bolsos.

vinhos

Saurus Malbec 2014: Degustei esse vinho há pouco tempo numa casa de carnes, e no primeiro gole já tinha decidido que entraria no post. O fato de ser produzido na Patagônia já é um diferencial, mas o que mais me cativou foi sua maciez. O vinho é muito redondo, cheio de aromas de cerejas e morangos maduros, pouquíssimos sinais de madeira e na boca, tem corpo médio, poucos taninos e um sabor adocicado. Belo Malbec para as mulheres. Encontrei em promoção por R$55 na Decanter Londrina.

Tilia Malbec 2014: Pra quem tem medo de errar, esse tinto de Mendonza, representa muito bem a uva. No nariz é possível perceber notas de ameixa preta e flores e na boca, tem bom volume e frescor com uma pontinha de baunilha. Malbec clássico pra harmonizar com carnes vermelhas e até uma massa recheada. Está por R$60 na Vinci.

Amado Sur 2014: Outro queridinho das mulheres, corte de Malbec com pequenas parcelas de Bonarda e Syrah, o Amado Sur encanta com suas frutas vermelhas, um leve mentolado (característica da uva Bonarda) e um final de boca que lembra chocolate. Tem bom corpo e cai muito bem com churrasco, mas o mais importante, é gostoso. R$53 na Imigrantes Bebidas.

Cobos Felino Malbec 2014:  Explosivo, denso, gordo e suculento são os adjetivos perfeitos para esse vinho para ocasiões especiais. Muito concentrado com aromas de geleia de amora, compota de frutas negras e caramelo.

Na boca chega a ser doce de tão frutado, quase licoroso o que o torna perfeito não só pra carnes, como também para sobremesas ou aquela tradicional tábua de queijos. Não pense que o vinho é pesado por causa da descrição, muito pelo contrário, o Cobos Felino é bem equilibrado e não tem aquele gosto amadeirado de muitos Malbecs. Tem na Viavini por R$107.

Mapema Malbec Tempranillo 2012: Como não é só de Malbec que vivem os tintos argentinos, este aqui conta com 50% de Tempranillo, uva emblemática da Espanha. Muito gostoso com aromas francos de frutas vermelhas como framboesa, café e pimenta. Na boca, tem taninos bem macios e uma pontinha de madeira de cedro. Encontrei por 49,90 na Emporio Marino.

vinhos

Então, essas foram só mas dicas de vinhos que além de serem boas relações qualidade X preço, saem do perfil muitas vezes pesados e amadeirados de vários vinhos argentinos. Se tiverem alguma dúvida ou sugestão, deixem um comentário que eu respondo!




Deixe seu comentário!
*Preenchimento obrigatório (seu email não será divulgado).
Quer que a sua foto apareça no comentário? Clique aqui e cadastre-se!

11 Comentários
  1. Ingrid B - 17/06/16 - 11h45

    Oba! Abastecendo a adega! Amo esses posts! Agradece o marido aí, Thereza. Bjs.

    Responder
    • Rodrigo - 17/06/16 - 12h19

      Valeu, Ingrid.
      Abs!

  2. Yasminni Tomaz - 17/06/16 - 12h08

    Que sonho, Rodrigo!! mas vou ter que tomar sozinha, o boy não gosta muito de vinho não, só daqueles suaves e quiça aqueles meio secos!! tem alguma dica pra mudar o gosto dele? bom, ainda dá pra dividir com os amigos né. Se eu abro uma garrafa dessas tenho que tomar em quanto tempo? um dia? dois? beijos

    Responder
    • Rodrigo - 17/06/16 - 12h23

      Oi, Yasminni, tudo bom?
      Já que seu namorado gosta de vinhos mais suaves, O Saurus Malbec pode agradar, pois além de leve e macio, ele tem uma certa doçura.
      Agora sobre guardar o vinho depois de aberto, acho que dá pra segurar 1 dia ou 2 na geladeira com a rolha. Há também aquelas bombinhas de vácuo que fazem o vinho durar um pouco mais.
      Abs.

  3. Andreza - 17/06/16 - 15h38

    Opa, esse é pra mim! Amo os malbecs argentinos :ok_woman:
    Outro dia tomei um Malbec da Bodega Salentein, conhece? Achei muito saboroso!

    Responder
    • Rodrigo - 20/06/16 - 20h22

      Oi, Andreza.
      Conheço sim, também gosto.
      Abs!

  4. Alessandra Carolina - 17/06/16 - 15h56

    Amo os posts sobre vinho, espumante e etc! Para o dia dos namorados queria fazer um jantar especial e pesquisei aqui no blog qual vinho combinaria com a refeição! Todo mundo adorou a escolha do vinho. Obrigada Rodrigo e Thereza bjs #melhorgrupismo

    Responder
    • Rodrigo - 20/06/16 - 20h20

      Valeu, Alessandra.
      Se precisar de mais alguma sugestão, é só falar!
      Abs.

  5. erica - 21/06/16 - 07h38

    Olha, que legal!
    Eu moro na Argentina, tomo bastante vinho, mas alguns desses nao conhecia. Nao sao tao comuns aqui.
    Alguns que gosto de tomar e que por ai nao sao tao conhecidos sao da UXMAL (bodega Esmeralda), qualquer gama. E os da Don Davi, principalmente Malbec e Torrontes.

    Vou anotar as dicas.

    Responder
    • Rodrigo - 24/06/16 - 13h20

      Oi, Erica.
      Eu já tomei um corte de Cabernet com Merlot da Uxmal e gostei bastante. Alguns vinhos da Don David são vendidos aqui no Brasil, vou experimentar. Valeu pela dica.
      Abs.

  6. Larissa - 05/05/17 - 17h10

    Adoro vinhos argentinos..em especial o malbec da Terrazas de los Andes.
    Aqui na minha cidade ta fazendo um friozinho mara, pedindo pra tomar vinho!!
    :wine_glass: :heart:
    Adoro acompanhar seus posts sobre vinho Rodrigo! Até meu marido começou a entrar no fashionismo pra ler sobre vinhos tbm!!
    beijos

    Responder