Eurotrip: Organizando a viagem

07/10/2014  •  Por Thereza  •  Viagem

Hoje é dia do capítulo 002 da minha #Eurotrip! Como muita gente pediu pra começar a falar da viagem pela parte técnica, cá estou! Como tudo começou, como me planejei (e eu sou adoravelmente freak, tipo, é muito bom viajar comigo haha, você só precisa ir e eu resolvo tudo), quem me ajudou, enfim, fiz um TOP4 de dicas úteis que acho que vão até além da ~eurotrip~ em questão e abrangem qualquer viagem e destino!

eurotrip-parte-2

Pesquisa: Como disse, é minha parte favorita! Ficar horas, dias e meses pesquisando uma viagem é tão bom e tão de graça que a gente se sente no Castelo da princesa, mesmo que no final das contas apenas passe na frente dele, e tenho meu local favorito pra pesquisar: o PINTEREST!

Sim, o bom e velho painel de imagens é uma fonte pras minhas viagens e planos, mas como? Coloco o nome da cidade e por lá viajo nas fotos, paisagens e no final penso “preciso ir nesse lugar pra tirar essa foto e colocar no Insta”, quem nunca? :) Mas além desse lado visual forte e ótima curadoria, o Pinterest tem uma ferramenta muito bacana que seleciona essas imagens – e muitas vem com a dica completa – num mapa, o que facilita a organização do roteiro ou simples inspiração.

E também tem uma pessoa que me ajuda com muitas dicas: o Anthony Bourdain! Acho que poucos o conhecem, mas ele é um chef/apresentador que tem os programas de viagem+culinária mais bacanas e peculiares de todos! Ele é uma figura, vai do luxo ao exótico, mas acima de tudo o imperdível de cada cidade que ele viaja (e são milhares). Seus programas passam aqui no TLC e tem temas tipo “em Paris por 48h” ou “achados gastrômicos baratos”, perdi a conta de quantos restaurantes coloquei na minha lista – e fui e amei! – por conta dele.

EUROTRIP-PINTEREST

Organizando a viagem: Eu fiquei meses organizando essa viagem, mas acabei deixando pra última hora os hotéis em si, pois esse é o tema onde sou mais cuidadosa: saber onde vou me hospedar, pois sou fresca. Não sou dessas que gosta de lugar bucólico ou agriturismo (a parte mais difícil foi achar hotel na Toscana), com isso fiquei muito tempo atrás de bons hotéis e obviamente não tem nada melhor que o Booking, mesmo pra quem vai comprar via agência de turismo, ele é uma excelente referência inicial de preços e fotos.

Eu fechei toda a nossa viagem com meu amigo Markson, ele é ótimo, SUPER paciente (porque toda hora eu chegava com um hotel novo haha coitado) e tem excelentes dicas extras. A agência dele fica no Centro, mas ele faz serviço personalizado, por telefone e email ([email protected]), ele sabe meu roteiro de cabo a rabo e super elogiou minha criativdade hehe.

Além disso, o Trip Advisor é aplicativo certeiro pra ver a pontuação, bem como fotos reais de cada hotel, sem contar que o app vai além e você faz uma pasta de favoritos por cidades e temas, que super ajuda no dia-a-dia da viagem. Outro que sempre uso é o Oyster, que tem excelentes fotos.

Mas no final das contas não me prendo assim taaanto, porque depois de fechar tudo fui ver as críticas negativas (tenho essa obsessão) no Trip do meu hotel em Paris e o que aconteceu? Li que um hóspede viu um rato nele, daí pensa o meu medo? No final, o hotel era ótimo e não vi nada hehe

EUROTRIP-EXTRAS

Carro: Parte MAIS complicada da viagem e nesse caso o Markson salvou nossa vida, porque estávamos prestes a ter que mudar todo o roteiro! Explico, tínhamos deixado a parte do transporte pra fazer à parte e sempre quando entrávamos nos sites de locadoras, quando colocávamos Milão-Paris, dava um preço ABSURDO, sério, muito caro! Com isso bateu o desespero porque sabia que não era tão caro assim, daí vimos que o problema é que pegar o carro em um país e devolver em outro, era o grande encarecedor da história (tipo €2000 a mais) e isso em toda e qualquer locadora.

Depois disso, e sem ter muito o que fazer, o Markson nos deu uma ideia, que foi a mais eficiente pro momento: devolver o carro na última parada na Itália e pegar um outro carro em Nice. E nesse meio de caminho? Trem! Pois bem, a solução foi essa e deu tudo certo.

Devolvemos o carro em Gênova, que é a cidade grande mais perto da França (pois antes eu queria passar de carro em Portofino), de lá pegamos um trem da Trenitalia até Ventimiglia, que é beeem fronteira com a França e de lá pegamos um outro trem, da SNCF, pra Nice.

Foi perrenguinho? Foi. O Rodrigo carregou 4 malas no ombro? Carregou. Mas foi a solução mais eficiente e que o povo de lá mais faz pra cruzar os países. Os trens da SNCF são incríveis, em contrapartida os da Trenitalia velhíssimos, o que sugiro é comprar com antecedência uma 1a classe que é só um pouquinho mais caro (o total por pessoa por esses trechos foi de +- $40). No final das contas fizemos tudo isso em 3 horas e foi até divertido ter essa outra visão de transporte.

No dia seguinte alugamos um outro carro em Nice e, voilá, devolvemos tranquilamente em Paris! E como não queríamos nada muito luxuoso, algumamos um Fiat 500 I (atentem pro I) que é uma graça, espaçoso e coube todas nossas malas.

Fizemos o trecho italiano com a Hertz e o francês com a Avis (que teve um atendimento complicado, cobrou a mais no cartão e ainda trocou o modelo do carro que escolhi na hora e eu achei uó, então recomendo a Hertz hehe).

EUROTRIP-CARRO

Chip: Na Itália compramos um Chip da Tré (€12) logo no aero e ele durou todos os 10 dias no país 100% bem, inclusive não alugamos carro com GPS e o Google Maps foi mais que eficiente (nunca mais esquecerei a mulher repetindo ad nauseum “vire a rotarória”, eta país pra ter rotatória).

Agora na França, o terror, compramos um chip na Orange, foi carinho (acho que €40) e ele não durou 48horas, sério! E olha que eu desligava, usava wifi, mas é muito caro e toda hora tinha que recarregar.

Mas uma solução incrível que agora vou levar pra vida é comprar chip DO BRASIL! Antes de ir pra NY recebi um chip de uma empresa que faz esse serviço, achei a ideia ótima e SUPER eficiente, ele começa a funcionar já do avião, ótimo pra quem quer tirar aquela foto imperdível da asa. No site da Travel Mobile tem todos os planos e opções, achei a ideia gênia porque economiza uma horinha da sua viagem com atendente mal humorado de telefonia e o plano envolve não só internet, como ligação e mensagem.

banfiii

Bom, capítulo 2 foi enorme, mas acho que deu pra situar toda a parte técnica da viagem, acho que no próximo já vou focar na parte etílica e contar todos os locais de degustação que fui, o que acham? Quem tiver alguma dúvida, pode perguntar e quem tiver alguma dica, só falar!

Deixe seu comentário!
*Preenchimento obrigatório (seu email não será divulgado).
Quer que a sua foto apareça no comentário? Clique aqui e cadastre-se!

28 Comentários
  1. Jamile - 07/10/14 - 22h48

    Oi The,
    Nossa amando de um tanto esse posts da sua viagem.
    Seguinte, eu estou indo para Paris no comercinho de novembro e depois do seu comentário sobre a telefonia e custo fiquei em mini pânico, hehehehe.
    Me ajuda aí, o Travel Mobile é somente para os Estados Unidos ?

    Beijinhos,
    Jamile

    Responder
  2. Graziella - 07/10/14 - 23h07

    The, adorei tuas dicas! Mas nunca mais viajo de trem com malas… nossa, foi horrível! Isso que só fizemos o trecho Florença-Roma. Mas o trem chegou em cima da hora e tivemos que correr com aquelas malas pesadas. Ainda bem que pegamos uma classe executiva que proibia barulho (não sei o nome ao certo) e servia até vinho (oba!). Agora viajar de carro é muito bom, o problema é entrar e sair das cidades. Levamos mais de uma hora pra sair de Florença, porque uma rua que era a saída estava com mão contrária do que o GPS indicava… foi um sufoco! E pra entrar na cidade também! Fiquei traumatizada! hehehe Mas são coisas que aprendemos e levamos para a próxima viagem! Fico aguardando mais dicas!!! Até meu marido está lendo teus post’s!!beijos

    Responder
    • Thereza - 08/10/14 - 16h59

      Péssimo né? Nosso mini trecho tb teve sobe e desce de escada e nossas malas com uma dúzia de vinhos e etc, tipo, rodrigo sofreu!
      Essa questão de zlt (acho q é essa a sigla) que tem cidades q de fato vc nao pode transitar no centrinho, mas por exemplo em firenze, nosso hotel era no quarteirao da duomo, mas descobrimos que nosso hotel dava um “certificado” pra gente poder transitar, usamos e até agora deu tudo certo, ainda n chegou multa!
      bjs pra vc e oi pro seu marido kk! ;)

  3. Mila - 07/10/14 - 23h13

    The, que delícia ler sobre sua viagem!!! Ansiosa pela parte 3 e já quero fazer uma igual! Adorando as dicas!

    Responder
  4. Viviane Moreira - 07/10/14 - 23h25

    Não acredito! Pinterest e Anthony Bourdain? Quem diria! Amei!!!! haha
    “pois sou fresca” haha ♥
    The do céu que fantástico esse post! Quero viajar, vc deixou tudo simples e pratico. Fantástico!
    Só uma pergunta, tem mesmo a necessidade de alugar carro? Isso por conta das bagagens, né? Pois o transporte das cidades, tipo ônibus, metro e até mesmo bicicleta é bom e funciona?
    Aguardando o próximo post!
    Bjss
    Vi

    Responder
    • Thereza - 08/10/14 - 16h57

      Vivi, total necessidade! Isso se vc quiser se perder por cidades, sem hora marcada, mudar roteiro, sabe? Acho que quando vc faz essas viagens de trem se limita em 1 cidade/dia pelo menos e acho que o legal do carro é vc entrar numa cidade que te dê na telha. Mas por exemplo, nos dias que ficamos em firenze mesmo, foi só a pé/taxi!
      E sobre as bagagens, tudo na mala do carro mesmo, só no trem q foi justamente o perrengue, mas foi rápido!

  5. Monique B - 08/10/14 - 00h02

    Poxa, que pena que o travel mobile só funciona no EUA :( mas adorei as dicas, to indo viajar com a família inteira e apesar de ser por lugares q já visitei, estou apreensiva com os detalhes :)

    Responder
  6. Ale Garattoni - 08/10/14 - 04h07

    AMEI! E, sério, quero viajar com você! Também sou a “concierge” da família, meu sonho ir numa viagem com alguém organizando a logística assim – nunca me aventurei em road trip por isso!!
    bjobjo

    Responder
    • Thereza - 08/10/14 - 16h55

      Ale, melhor definição, concierge haha!
      eu penso como será a vez q eu viajar com alguem resolvendo tb pra mim, não sei se amaria ou ficaria desesperada haha
      bjs!

  7. Tamires Ito - 08/10/14 - 11h33

    Gostei muito da sua viagem e do post!
    Para quem tiver curiosidade ou quiser saber mais, ofereço um serviço de roteiros personalizados de viagens! Eu monto o roteiro de acordo com os gostos da pessoa, de maneira totalmente flexível. E também dou suporte online enquanto você está fora do país. Minha especialidade é EUA e Europa.
    Para aqueles que tem dificuldade de planejar a viagem, são marinheiros de primeira viagem ou gostariam de dicas quentíssimas de alguém que conhece cada cantinho de Paris ou Londres, por exemplo.

    Para saber mais sobre o que eu faço, acesse meu blog!

    http://www.maseuprefiroassim.wordpress.com

    Responder
  8. Fabiana - 08/10/14 - 11h44

    The, bom saber dessa empresa do chip, qdo fui pra NY comprei o chip nessa empresa: http://www.celtravel.com/ e deu tudo certo tb!!Podiam vender pra Europa né!!:(

    Responder
    • Thereza - 08/10/14 - 16h54

      Puxa, eu nem me toquei q nao tinha pra europa, mas agora toda viagem minha pros eua será com chip comprado aqui, MELHOR coisa, pq aguentar atendente mal humorado é uó

  9. Gabriela - 08/10/14 - 12h21

    The dando de 10 a 0 nos blogs de viagem, vc explicou bem melhor!! E realmente trem de mala é hard né? kkkk eu digo que vou aprender a viajar com malas pequenas e leves mas isso é um desafio tão grande =/

    Responder
    • Thereza - 08/10/14 - 16h53

      Meu sonho ter blog de viagem!
      e trem de mala foi uó, pq tivemos que trocar de estação, subir-descer escada, coitado do rodrigo haha

  10. Marielly Andrade - 08/10/14 - 12h32

    The, adorei o post. Estou super ansiosa pelos próximos porque vou fazer a Toscana no mês que vem. Estava pesquisando sobre locação de carros mas como você e a Lu (Chata de Galocha) indicaram a Hertz. Vou por esse caminho tbm!
    Beijos

    Responder
    • Thereza - 08/10/14 - 16h53

      Que delícia, Marielly! Meu marido e eu já estamos pensando na próxima pra lá!
      E Hertz foi ótima mesmo, menos burocracia e melhor preço!

  11. Marielly Andrade - 08/10/14 - 13h19

    The,
    Uma pergunta: Você precisou da Permissão Internacional para Dirigir?
    Beijos

    Responder
    • Thereza - 08/10/14 - 16h52

      não precisei! mas vale checar, pq se não me engano quem tem menos de 5 anos de carteira precisa de uma permissão, eu acho!

  12. Andressa Cunha - 08/10/14 - 13h35

    Thee! Sempre elogiei e admirei sua forma de escrever…. mas essa parte de viagem, vc tá se superando!!!!
    Dá vontade de ler, ler, ler… e qdo acaba o post me sinto orfã!! kkkkk
    Muito boa suas idéias!!
    Beijos

    Responder
    • Thereza - 08/10/14 - 16h52

      Que alegria, Andressa! Tô super animada com minha novelinha eurotrip haha
      Feliz que vc tá curtindo ;)

  13. Milena - 08/10/14 - 13h53

    The, top demais!! Quando vc falou no outro post que teve problema com o carro, fiquei mto curiosa!!! Achei super ótima a solução, é ótimo economizar com algumas coisas pra gastar em outras ~ hotel ~ (“pois sou fresca”), te entendo, eu tb sou!! kkkkkkkkk

    Queremos muitos posts!!! \o/ \o/ \o/

    Beijos

    Responder
    • Thereza - 08/10/14 - 16h51

      eu prefiro um carro popular e um hotel caprichado haha #prioridades ;)

  14. Aline Mota - 08/10/14 - 17h09

    Adorei as explicações também The, e acompanhei tudo pelo Instagram, um lugar mais lindo que o outro! :)
    E esse carrinho fofooo, está em todas as revistas femininas né? No meio de editoriais… vai que te contratam pra falar sobre ele *_* heheheh

    Responder
  15. Cláudia - 09/10/14 - 09h10

    Oi The, tô adorando os posts da viagem, e ja estou salvando tudo. Estava muito preocupada com a questão aluguel de carro e viagem de trem, o post esclareceu muito bem. Beijos

    Responder
  16. Tamara - 09/10/14 - 18h41

    Acho que nunca li algo tão útil sobre viagem! maravilhoso!

    Responder
  17. Tati - 10/10/14 - 14h03

    Amei as dicas The!

    Tenho um blog de viagens que também falo muito sobre roteiros na Europa. Dá uma olhadinha!

    http://destinofeliz.wordpress.com/

    Responder
  18. Juliana Pedroso - 11/10/14 - 01h01

    Cara, ameeei as dicas!

    Ainda bem que tem mais loucas da organização de viagens tipo eu, me sinto menos maluca agora auhaiuhiauhiuahuihauihiuahi…
    Já salvei o post na minha pastinha “viagens” pra incrementar a organização da próxima.
    Valeu Thereza!

    Bjbj.

    Responder
  19. Isabella Mazzer - 13/10/14 - 10h11

    Oi Thereza muito bom seu diário de viagem estou amando principalmente porque fiz um roteiro com a minha família a 4 anos atrás muito parecido.
    Tivemos esse mesmo problema com o carro alugado na troca de países mas ao contrário de você que foi de trêm nós passamos a fronteira até a França, pegamos o carro, voltamos para a Itália e devolvemos o outro (não me lembro os nomes das cidades rs).
    Beijos

    Responder