Esse não é mais um post sobre a Kim Kardashian.

25/11/2014  •  Por Thereza  •  News

Já perdi a conta (mesmo!) de quantos posts fiz sobre a Kim Kardashian. Uns mais úteis, outros adoráveis encheções de linguiça, afinal sou fã mesmo e se fico 2 semanas sem postar sobre a família vocês me pedem, então sou obediente :)

Por aqui já compartilhei suas dicas de beleza (pros cabelos sedosos ou cílios poderosos), seus looks do dia, seus erros, acertos e até seus 2 casamentos. É um assunto que rende e ela ainda colabora estando sempre out-and-about por aí. Mas ao mesmo tempo, às vezes tento ver um outro lado, fazer uma análise quase comportamental da família e eventualmente convencer vocês por a+b+(k³) que o Kardashian Klã não é apenas um rostinho bonito.

E tipo já é 2015 e ainda tem gente que pergunta “o que essa família faz da vida?”.

Agora se tem um tema importante – e talvez o mais relevante – acerca da Kim é sua confiança (e antes que alguém diga, sim, às vezes um pouco exacerbada, outras vezes duvidosa). Kim é confiante, se mostra poderosa, mas também frágil (notamos o quanto ela sofreu durante sua gestação), Kim se mostra uma mulher real, ok, surreal às vezes. E, diferente de uma Beyoncé e sua perfeição quase inatingível, Kim é cheia de nuances, facetas, altos e baixos.

E depois da capa da Paper, uma capa me chamou muito mais atenção.

PRE-ORDER3-Kim-Kardashian-by-Jean-Baptiste-Mondino-January-cover-BLOG_SIZE

A Elle inglesa chamou Kim (em dose tripla) para sua capa de janeiro e nela escrito: Confidence (eu escreveria com K, mas ok :D) e é isso que Kim representa: Confiança. Não só a que ela tem, mas a que ela transmite pra muita gente (muita gente mesmo!).

Kimberly é aquela mulher dos dias de hoje que precisa constantemente provar alguma coisa, que derruba mitos e preconceitos, mas através de um ponto leva a tal confiança à milhares de mulheres: Kim tem bundão, qualdrizão e outros ãos que são um sopro de alívio para muitas mulheres que vivem à margem (ou reféns mesmo) da tal ditadura da magreza, de mulheres lindas e maravilhosas como Caras e Karlies, mas que são apenas modelos distantes, Kim é referência.

Kim quebrou um padrão há muito tempo vigente. E também conseguiu transformar a indústria da moda, e não digo isso pela sua Kardashian Kollection, mas através de estilistas como Balmain a Givenhy e todo e qualquer outro que queira vestí-la e, apesar da cintura fininha, entrar naquele quadril não deve ser num número 02 à venda na arara mais próxima. Aliás, parte desse assunto foi pauta no Ela, d’O Globo desse final de semana e só corrobora pra trazer Kim como referência de uma geração que muito sofre com referências e padrões limitados de beleza.

Já ouvi amiga falar – e que nem vive nesse meio bloguístico – o quanto se sentiu melhor depois de ver uma foto da Kim (ou da Khloe) toda confiante a bordo de um vestido mais justo que Deus. Já vi leitora me escrever a mesma história, o quanto Kim a representa, o quanto é inspiração na hora de montar um look, até mesmo na hora de pirar no fashionismo, sem medo de ser feliz. O fato dela “errar” nas escolhas de roupas, apenas a humaniza mais ainda, e isso é bem legal.

Dentre os outros fatores – entretenimento! – admiro Kim por isso também. Acho válido termos uma mulher muito famosa que mesmo com toda sua dita confiança, às vezes não se leva a sério e não tá nem aí se “pode ou não pode” vestir calça de couro ou vestido de vinil, ela vai lá, veste e fim, doa a quem doer e tá doendo em muita gente.

Vivemos tanto tempo na era das supermodels, na era da super magreza, que hoje em dia a era da super Kim é apenas um respiro essencial pra esse mundo louco que vivemos. E como a própria revista diz, ter 70 milhões de seguidores provavelmente apenas engrossa o coro da sua força. Esse post pode parecer devaneio de uma ~kardashianática~ mas acho que de fato o fator Kim toca em muita gente, mesmo até que de forma involuntária.

Kim gera um debate e Kim gera uma reflexão. Que me desculpe quem não acha, mas eu vejo muito mais por trás da dita ‘superficialidade’. Pra mim (e pra muitas!), Kim inspira, Kim levanta a autoestima de muitas mulheres, mas, principalmente, Kim levanta o tal do debate.

Pra mim ela é mais que uma “personalidade da mídia”, pra mim ela é uma mulher de fato poderosa e com sua voz (e sim, bunda!) atinge muitas mulheres e suas – antes veladas – inseguranças. Kim subverteu esse meio da sociedade à sua maneira, de forma tortuosa diga-se de passagem, mas penso que o resultado pode ser encarado pelo lado positivo, por que não?  Kim, te acho admirável e consigo te ver além!

E se for pra fazer uma limonada desse limão, que seja dessa maneira

Este blog adora comentários (:
*Preenchimento obrigatório (seu email não será divulgado).
Quer que a sua foto apareça no comentário? Clique aqui e cadastre-se!

81 Comentários
  1. Betina - 25/11/14 - 11h43
    Concordo The!!! E bem isso… Nao tenho o corpo padrao de beleza supermodel e me sinto bem sim em ver uma mulher real fazendo sucesso!! Ela realemnte tem poder!!!
    Nao so ela, mas como voce comentou, as irmas kardashiians sao esse padrao de beleza mulher real… sofrem do mesmo efeito sanfona que a gente,e nem por isso perdem a konfianca!!
    Adorei o post…
    Responder
    • Thereza - 26/11/14 - 01h14
      Sim! Kim sofreu a beça na gravidez e após dela (ficou tipo 4 meses su-mi-da), Khloe tb tá no seu estica e puxe e no final das contas mama jenner se mostra uma coroa inteiraça! eta dna bom :)
  2. Driele - 25/11/14 - 11h46
    Olá, sendo sincera com você, eu não gostava da Kim. Achava ela e a família dela superficiais e extravagantes. Até eu perceber que a Kim estava simplesmente dando um tapa na cara da sociedade e na cultura da magreza. Eu acho ela incrível hoje em dia. Ela ajuda muitas mulheres, inclusive eu mesma. Ponto pra Kim e pra nós, mortais.
    Responder
    • Thereza - 26/11/14 - 01h13
      Amo quem não gostava da família e dps percebeu seu poder de influencia na sociedade pop moderna heheh
      bjs!
  3. Iris - 25/11/14 - 11h46
    Amei The!
    Responder
  4. lari - 25/11/14 - 11h47
    Super concordo The e ainda digo que Kim me ajudou na confiança sim!
    Eu sempre tive muito seio, lembro-me que na 6ª série já tinha enquanto nenhuma menina da minha turma tinha e eu era criança (na minha época, existiam crianças na 6ª série :)), me achava gorda – sendo que não era – feia…
    E isso me deixava tímida e com vergonha coisa que de alguma forma, mesmo depois eu crescendo e vendo que ter seios era legal, arrastou para minha personalidade de adulta.
    Nunca fui confortável com meu corpo, pois quem tem seio grande sabe que tem seus lados ruins.
    Quando conheci a Kim, eu me identifiquei em vários aspectos e realizeu:
    OH… TÁ AI…
    Ela tem tanto seio quanto eu, tá arrasando de sucesso e é confiante.
    Comecei a olhar o que ela vestia, como ela se vestia e isso me inspirou e muito!
    Hoje eu tenho orgulho das formas do meu corpo, ainda que eu não tenha um corpo como o dela, mas desencanei do padrão magra nível olivia palito de ser.
    Comecei a enxergar de outra forma e muito disso foi com a imagem da Kim.
    Acho mesmo que ela quebrou o paradigma da magreza é só o que é lindo, por que mesmo quem não admite, todas queremos ser um pouco Kim.
    Seja no estilo de vida, no comportamento ou no #fashionismo dela! ;)
    Adorei o post, me identifiquei absurdo!
    Responder
    • Thereza - 26/11/14 - 01h12
      Que máximo seu depoimento, Lari!
      O seu caso reflete o de muitas meninas e se a forma como enxergamos a kim ajuda um pouco, já é muito!
      Bjs!
  5. Vic - 25/11/14 - 11h50
    Li aqui e não sei o que dizer, apenas sentir <3
    Responder
  6. Carina Caldas - 25/11/14 - 11h54
    momento *fangirl* total aqui! Acho que nunca amei tanto um blog (e sua autora) e uma celeb qnto no dia de hoje. me sinto feliz e konfiante!
    Responder
    • Thereza - 26/11/14 - 01h11
      Obrigada, Ca! Keeping Up with Fashionismo :)
  7. Keila Meliscki - 25/11/14 - 12h05
    Poste sensacional
    Responder
  8. TATIANE RODRIGUES - 25/11/14 - 12h13
    Amei o texto. Concordo com vc, ela é uma referência querendo ou não para quem não segue os padrões de beleza.
    Responder
  9. Haydana - 25/11/14 - 13h14
    Tenho um amigo que diz uma frase tão tão verdadeira e que se enquadra perfeitamente no que Kim e klan representa, bobeira é achar que não existe profundidade em
    Coisas fúteis.

    Tudo nessa vida pode nos servir de inspiração, fonte de estudo e de reflexão. E é por isso que eu tento sempre defender as futilidades da vida com pessoas que querem discutir comigo sobre isso. Cabeça aberta faz da gente pessoas mais interessantes.

    Responder
    • Thereza - 26/11/14 - 01h10
      GÊNIO!
      Vontade de usar esse comentário pra todas as trivialidades da vida! Vou anotar pra qdo começar o BBB ;)
      BJS!
  10. Marielly Andrade - 25/11/14 - 13h21
    The,
    Konfesso que só comecei a entender melhor as Kardashians por causa do Fashionismo e do #melhorgrupo. Mas concordo plenamente com sua reflexão de hoje.
    A Kim tem o corpo muito similar ao das brasileiras reais! E acho que isso nos faz sentir melhor em relação ao nosso corpo e ao que podemos vestir. Adorei o post!
    Responder
    • Thereza - 26/11/14 - 01h10
      Que bom que te levei pro bom kaminho hahah brinks!
      E o fato de se sentir melhor é um super fator positivo, tks kim!
      bjs!
  11. Luana Ribeiro - 25/11/14 - 13h33
    Os Kardashians/Jenners todos são referencias e digo, sem vergonha alguma, que amo acompanhar a vida deles e que são verdadeiras inspirações de família, fama, padrões quebrados e $uce$$o feito.
    Ps: que bom que um simples post de uma kapa da Kim, que eu postei no grupo, rendeu tanta reflexão a cerca da família mais amada do mundo <3
    Responder
    • Thereza - 26/11/14 - 01h08
      Obrigada, Luana! O post lá foi o empurrão que eu precisava pra falar sobre!
      Amo aquele grupo :))
  12. Juliana Leipnitz - 25/11/14 - 13h40
    Muito bom o post! E posso dizer que sou uma das que respirou aliviada ao ver a Kim em um vestido mega justo, deixando à mostra um quadril 42. Porque não é nada fácil ter que lidar com a Moda em geral e principalmente a moda no Brasil(surreal) tratando as mulheres com curvas como “fora do padrão” e elas (nós) que se virem com a sua autoestima e se adaptem.
    Responder
  13. Vanderleav - 25/11/14 - 13h45
    Eu só não concordo que uma mulher tipo gostosona precisar usar uma roupa mais justa que Deus agora se ela é feliz assim e não faz isso só para ser comentada palmas para ela. Sou a favor de ser feliz como você é não para agradar ninguém.
    Responder
    • Thereza - 26/11/14 - 01h08
      Sim! E acho que isso que é legal nela, usa o que a faz feliz, como se sente bem e sem querer saber se o comprimento ingrato está agradando ou não
      bjs!
  14. Rosangela - 25/11/14 - 14h04
    Eu adorei seu post, exatamente isso, Kim é admirada, Kim é inspiração. O próprio Kenye já disse alguma vez que as pessoas não tem noção do poder, da coragem e da força que ela tem. Admiro muito ela,pq é real, não fake ( nem a bunda ) rs

    beijos.

    Responder
    • Thereza - 26/11/14 - 01h07
      Kanye é muito amor! Apesar da mudança brusca de estilo dela, depois de conhece-lo, acho que muito desse “novo”
      sucesso dela se deve a ele!
  15. Marcela Rossato - 25/11/14 - 14h05
    Thê o post ficou maravilhoso, suspirei enquanto lia, voce me fez ficar fã dela assim como fez com Gossip Girl e com tudo isso só tenho a te agradecer!
    Obs: e tem também o #melhorgrupo que não consigo viver sem!
    Thanks Thereza Chammas
    Responder
    • Thereza - 26/11/14 - 01h06
      Amo #melhorgrupo por aqui! E que bom que só te viciei em coisas boas hehehe
      bjs!
  16. Jakeline - 25/11/14 - 14h25
    Tenho que Konfessar, não sou Kadashianática mas esse foi o post mais lindo que li nos últimos tempos. Você tem um dom muito especial Thê (a íntima rsrsrs): enkantar através da escrita Gosto de tudo que você escreve, dos textos engraçados, dos super sinceros e dos inspiradores como este. Talvez por isso sou tão fá do Fashionismo. Você seduz o leitor! Nunca comento nada mas dessa vez não resisti. O que faz a diferença pra mim no mundo dos blogs é o que você tem de sobra: talento para enkantar através da escrita, kriatividade em conduzir o blog, e bom humor acima de tudo. Você não é apenas mais uma blogueira na multidão, que posta look do dia e peças desejo a cada estação kkkkkkk
    E vou konfessar mais uma coisa: estou virando fã desse klã por sua causa kkkkkkkk (tenho que assistir o reality)
    Muita luz e sucesso pra você kolega!!!!!!
    Responder
    • Thereza - 26/11/14 - 01h06
      Que amor, Jakeline! Obrigada pelo carinho! E fico feliz que, apesar de não ser uma kardashianática, é possível analisar por esse lado que falei no post!
      Como disse, acho muito fácil chamá-la apenas de fútilo e fim, tentar enxergar um outro lado é sempre mais construtivo :)
      Bjs!
  17. Laís B. - 25/11/14 - 15h04
    Adorei o texto. Sou kardashianática assumida e transmitiu tudo que eu penso!
    Responder
  18. Ana - 25/11/14 - 15h08
    The vc é demais! Não sei se é por vc amar tanto as Kardashians que eu amo tanto o blog ou se eu amo as kardashians por causa do blog hehehehe, concordo demais com tudo que vc disse, muita gente nessa blogosfera precisando ler esse post viu !
    Responder
  19. Ana - 25/11/14 - 15h08
    The vc é demais! Não sei se é por vc amar tanto as Kardashians que eu amo tanto o blog ou se eu amo as kardashians por causa do blog hehehehe, concordo demais com tudo que vc disse, muita gente nessa blogosfera precisando ler esse post viu !
    Responder
    • Thereza - 26/11/14 - 01h04
      que bom que gostou, Ana! E é muito amor reunido, adoro :)
  20. Alice - 25/11/14 - 15h18
    Adorei e concordo com o post. Admiro a Kim por nāo ligar para a opinião dos outros e fazer o que ela quer da vida dela. Ela sabe que não se encaixa no padrão de beleza atual e poderia se esconder, disfarçar seus “pontos fracos”, mas não! Ela vai lá e escancara tudo nas roupas que ela gosta de usar e ponto.

    http://www.amorreal.pe.hu

    Responder
  21. Daiana - 25/11/14 - 15h43
    The, adorei o post. Gosto que a Kim assume que é necessária a atenção da mídia para os seus negócios e de sua família, o sucesso destes está diretamente relacionado com a repercussão dos fatos da sua vida… São business. Não sei se você viu duas fotos que ela postou recentemente com a North. Em uma as duas davam boas gargalhadas, ela menciona que é na vida privada. Na outra as duas só no carão, ela menciona que é a pose para os paparazzi. Uma crítica bem humorada. Mudando de assunto: Cheguei da Toscana não faz uma semana, saudades eternas dos Chiantis, Brunellos, massas, bistecas e afins. Beijo para você que deve estar com saudades também.
    Responder
    • Thereza - 26/11/14 - 01h04
      Vi a foto e achei fofura e super concordo com o lado business super calculado da coisa e admiro viu, não é qq uma que conseguiu transformar um sextape em muito dindin e reconhecimento.
      Sobre a Toscana, que delica!! Ja to com saudades já, ano que vem volto se Deus quiser!
  22. Thamy - 25/11/14 - 16h07
    Concordo muito Thê!
    Tudo bem que o corpo da Kim é surreal né ? Kim amiga passa as dicas aí colega!!
    Mas é uma mudança no padrão! Nunca fui aquelas meninas mais magrinhas do jeito da Taylor Swift sabe ? Thigh gap que ??
    Então ver a kim com um pouco mais de curva arrsando da aquela coisa do ”eu também posso ué”
    Responder
    • Thereza - 26/11/14 - 01h03
      Sim, certeza! Apesar das plásticas e tals, o corpo dela é surreal! Mas admiro justamente por isso, por ser uma “opção” a exemplos como taylors e cia. É bom variar tb ne
      bjs!
  23. Mylena - 25/11/14 - 16h12
    Estou aqui batendo palma de pé para esse post, estou aqui com meu bundão tamanho 42 de mais de 100 cm,concordando muito com esse seu post. Beijo The, obrigada.
    Responder
    • Thereza - 26/11/14 - 01h02
      ai que amor, My! E somos duas aqui no ão hahaha
      bjus
  24. Nayara - 25/11/14 - 17h22
    nossa Thereza, vc resumiu o que eu penso em relação a elas! Eu sigo Kim e Khloe no instagram justamente por isso, tenho quadril ,peito ,coxao tudo ão tb ! e vi nelas uma fonte deinspiraçao , uma chance de dar um voto de confiança pro meu corpo igual elas se deram! Eu sou uma menina negra, e também faço isso em relaçoes às mulheres negras que de alguma forma me chamam atençao , pra me inspirar e me valorizar msm!! pode parece bobo, doentio,futil , mas como vc falou, com este bombardeio da midia com a ditadura e padrao de beleza, se jovens como nós nao tivermos em quem inspirar e se enxergar em outras mulheres também ,muitas vezes nossa auto-estima é atinginda de uma forma nada legal! Adorei o texto!! Parebens! bjoss
    Responder
    • Thereza - 26/11/14 - 01h01
      Que bom que você é mais uma engrossando o coro!
  25. Daiane - 25/11/14 - 17h25
    Thê, muito bom texto! Concordo com vc q a Kim e as Kardashian como um todo representam essa necessidade das pessoas normais de se verem representadas e verem pessoas imperfeitas e q fazem coisas absurdas o tempo todo. Não sei se o objetivo delas eram ser esse tipo de referências, mas aconteceu.
    Apesar de tudo isso não há como negar q a futilidade q muita gente condena é sim absurda às vezes. já cheguei a mudar de canal por não aguentar tanta futilidade em alguns momentos.
    Mas, enfim, é outra realidade. Acredito que muitas de nós com todo esse dinheiro perderíamos a cabeça uma vez ou outra.
    Não vou dizer q super admiro a vida delas, mas são gênias do marketing.
    Responder
    • Thereza - 26/11/14 - 01h01
      Certeza, Daiane! Acho que nem elas planejaram essa tal referencia.
      Quanto ao programa, olho sob a ótica da novela, então curto hehe
      bjs!
  26. Renata. R - 25/11/14 - 18h40
    “Às vezes um charuto é apenas um charuto”
    Não me preocupo em analisar profudamente a Kim Kardashian pq pra mim ela é tão profunda quanto uma poça d’aguá.
    Ela é o que é, uma mulher fútil,artificial,vazia…uma fame whore com a gringa fala.
    Não me vejo nem fisicamente nem em nada representada por ela.
    Tudo nela me enoja.
    Responder
    • Thereza - 26/11/14 - 01h00
      Re, nao consigo imaginar ng nesse mundo tão profunda qto uma poça d’água, acho que todo mundo tem uma historia pra contar, uma outra faceta pra mostrar e a da Kim é bem exposta e tem seu lado bom. eu acho né
      bjs!
    • Renata. R - 26/11/14 - 09h10
      Mas quando uma pessoa se preocupa tanto em mostrar só o seu lado mais vazio, mais superficial pouco sobra pra dizer algo de bom.
      Esse apego exagerado a imagem, a causar o tempo todo pra mim denota mais insegurança do que o contrário. Auto afirmação nunca me pareceu coisa de gente segura.
      Um pessoa que necessita da super exposição pra tentar validar a sua existência pra mim precisa é de ajuda e não de elogios.
      Mas como dizem, né, opinião é igual a…
      E bem, a base que eu tenho pra achar a Kim Kardashian um criatura forçada, egolatra e extremamente fútil, é a mesma base que os fãs têm pra amá-la, então no final de contas é só uma questão de visão.
      Enquanto ela não ir além da mulherzinha da sex tape que gosta de fazer carão o tempo todo, da miss “selfiesh”, da mulher boneca do doente do Kanye West entre outras porcarias, ela continuará sendo apenas um charuto pra mim.
  27. Anne - 25/11/14 - 18h55
    Thé!! AMEI o post. Também acho que ela seja referência.. ela é mulher normal como a gente, quadril grande, celulite, engordou na gravidez.. acho que deveria ser um tema a ser mais explorado!! #stopthebeautymadness
    Responder
  28. BITCHH PLEASE! - 25/11/14 - 20h10
    aewwww!!! kimmmmm <3
    paaalmas para o post!!!!! até que enfim alguém escreveu isso!! me lembro de discutir isso numa mesad e bar cazamigasss! que a kim nao se rendeu (pelo menos ainda e espero que nuncaa) a esses padrões ridículos aos quais todasss as menininhas de hollywood se renderam, e isso faz dela uma musa e inspiração simmmm!!! e isso me passa a imagem de uma mulher que se ama de verdade, confiante de verdade, e que nao precisa dar o cooo pra fazer sucesso, ou seja, nao precisa passar fome.
    a propria jenifer lawrence (que eu amo tá) criticou tantooo tudo isso, mas lá tá ela, magérrima, emagreceu mto mtoo. kim nao. khloe tb continua grandona, dyva, gostosaaa!

    britney já deu entrevistas falando quee la só perde peso quando precisa sair pra turne, fazer show etc etc, pq nao liga (alguem duvida?? eu nao! pra mim é outra que nao tá nem aí pra essa porcaria td)

    kim é um looosho!! futilidade por futilidade, dane-se, amo mesmo, e ela ta aí, quebrando um padrão que tá MUITO difícil de ser quebrado, e as outras intelectos? comem livros, mas só falam de dieta e acham feio ser gostosa! nao me parece muito inteligente isso

    que venham mais kins, mais gostosas, bundudas, gordinhas, nanicas, gigantas, cabelos cacheados, crespos, narigudas, mulheres confiantes o bastante pra quebrar padrões, e nao se encaixar neles sempre!!!

    Responder
    • Thereza - 26/11/14 - 00h58
      não sabia essa da britney e amei!
      e por falar nela, mesmo com todo seu destaque musical, lembro muito bem que o 2007-da-britney serve de exemplo até hj haha
      “se britney passou por 2007″ a gente passa por qq coisa :)
  29. Clarissa - 25/11/14 - 20h36
    Arrasou The! É por essas e outras que não deixo nunca de vir aqui todos os dias!
    Responder
    • Thereza - 26/11/14 - 00h57
      nao deixe jamais!!1
      bjuss
  30. Barbara - 25/11/14 - 21h51
    Eu resolvi morar com meu namorado muito novinha. Não sabia direito o que queria, e depois de 3 meses nos separamos. Minha família e amigos nem tinham se acostumado com a minha vida de casada e eu me separei… Eu fiquei tentando achar palavras pra explicar para as pessoas que eu gosto, que tinha errado em ser precipitada, mas feliz por ter aprendido uma lição… Ai li um texto da Kim de quando se separou do Kris. Eu me vi naquelas palavras. Era aquilo que eu queria que as pessoas entendessem. Desde então sou fa.
    Responder
    • Thereza - 26/11/14 - 00h56
      Muito bacana ver essa sua outra “relação” com a família, Bárbara! Acho que até nesses pequenos gestos reconfortantes que mostram a tal função da familia hehe
      bjs!
  31. Diário #03 | Desancorando - 26/11/14 - 09h01
    […] pensado muito sobre confiança ultimamente. Vi ontem um post muito bacana no Fashionismo explicando que a Kim Kardashian, apesar de ser quem é e de ninguém saber exatamente (ainda!) o que […]
    Responder
  32. Paula - 26/11/14 - 11h14
    Eu até concordo que ela realmente não liga para o que vai vestir e tal, mas essa coisa da confiança é muito surreal. Ela mudou o rosto dela quase que completamente: Mudou o nariz inúmeras vezes, aumentou o bumbum inúmeras vezes também e se jogou com força no botox… e nem tem 35 anos!!

    Eu acho que Kim é uma ótima mulher de negócio. Ela vende areia no deserto, isso é fato. Porque eu não entendo como alguém que vive para mudar de rosto e de corpo o tempo inteiro pode ser associada à confiança.

    E as roupas dela são mega apertadas porque o motivo da fama dela é o bumbum. Se ele não aparecer, ela é mais uma americana baixinha do rosto bonito.

    Fora isso, Kim é a típica mulher que muda de acordo com quem ela se relaciona. Agora que ela está com Kanye, ela só anda de cara fechada. E isso só demonstra o quão influenciável ela é.

    Maaaaaaas….é minha opinião. Eu prefiro Khloé porque ela realmente se aceita do jeito que é. Ela busca melhorar de uma forma saudável e tal. E também não faz a vida dela girar em torno de uma ‘paleta de cores nude’ kkkkkkkkkkk Ela disse isso: Disse que só ia usar roupas dessas cores porque as outras cores são bregas.

    E sim, sou viciada nas Kardashians tb! kkkkkkkkkkk

    Ah! Eu achava ela muito mais bonita antes de todas essas mudanças. Ela era linda mesmo.

    Responder
    • Dani - 29/04/15 - 14h53
      Concordo totalmente contigo! E também adoro assistir o programa. Para mim, é impossível falar em confiança e associar à Kim, que vive se remodelando pra ser melhor vista, melhor aceita, ou sabe lá o que. E me dói um pouco (pq sim, eu gosto dela) essa necessidade exagerada, visto que era linda e é (como todos da família) inteligente pra caramba pra negócios e não precisaria provar incessantemente algo pela imagem. Me parece totalmente inseguro. Além disso, não vejo sentido em falar nela como inspiração à brasileira comum, que muito provavelmente nunca na vida terá acesso a procedimentos e intervenções no nariz, no rosto, nos seios ou bumbum, ou modelitos feitos à vácuo com suas medidas. Convenhamos que louvável mesmo é a brasileira que consegue viver bem com o próprio corpo ao natural, com bundão ou sem bundão nenhum, e sem se espelhar em pessoas famosas e milionárias, que vivem num mundo surreal de glamour, e não precisam parcelar aquela corrigidinha no nariz, ou aquele silicone no peito, ou seja lá aquela corrigidinha sutil que quase todo mundo pensa ou pensou em fazer. Enfim, acho um parâmetro equivocado para representar mulheres cheias de curvas, aceitação, confiança e afins.
  33. Raíssa - 26/11/14 - 12h48
    The!! Ameii!!!!! Sou sua fã há muito tempo e fã da Kim desde que ela tinha cabelo na testa hahahaha… Você disse tudo o que eu penso e um pouco mais! Eu sou corpuda e adoro me arriscar nos looks como ela! Quando ouço as pessoas dizerem que ela é gorda só confirma o quão é preconceituoso esse meio e como vivemos a ditadura da beleza. Parabéns pela matéria! Pra mim o melhor blog de moda e atualidades! Beijooosss
    Responder
  34. Bruna Tilhe - 26/11/14 - 12h54
    Com erros e acertos, Kim é o máximo!!!! Linda
    Responder
  35. Ana - 26/11/14 - 13h33
    Como uma menina de proporção cintura-quadril (bunda tbm) parecida com a da Kim, tbm fico muito feliz de que assim como ela, eu, vc The, e muitas fofas do #melhorgrupo e que aqui comentaram, estamos aos poucos nos livrando dessa “ditadura da magreza”. No dia em que saiu a foto da Paper no melhor grupo rolou uma super discussão, e alguém lá postou um post ótimo falando sobre quão visionária a Kim é, talvez vc tenha lido (link: http://info.abril.com.br/noticias/blogs/info/barra-info/kim-kardashian-nao-quebrou-a-internet-apenas-a-entendeu-melhor-do-que-voce/ ) tanto esse post do blog da info, quanto esse seu, traduzem EXATAMENTE o que eu penso das Kardashians!! É por isso que meu amor por elas é tão grande (lógico que vc The, tem uma parcela de culpa imensa, pq depois do fashionismo passei a gostar mais ainda delas). Não dá pra negar que a Kim é uma puta estrategista, sabe o que tá fazendo e no fim das contas tá em casa bebendo champa e dando risada da cara de quem fala mal dela, pois é assim que ela ta enchendo os bolsos de din din! Afinal, falem bem ou falem mal, mas falem de mim, acho que tá mais que claro que essa é a estratégia da VIDA dela(s).
    Responder
  36. dai - 26/11/14 - 17h52
    A Kim é uma mulher tão independente e bonita não sei o que passa na cabeça dela em fazer plasticas e aplicações no rosto ela não precisa disso e ainda foi se casar com um cara tão narcisista, megalomaníaco e mala sem alça como o o Senhor West, acho a Kendall uma fofa e merece ser uma grande modelo ela tem potencial pra isso, também não precisamos avacalhar as garotas Kardashian mas Kim jamais vai ser uma admiração ou mulher que me inspira, NEVER, mas cada um tem seu gosto e gosto é melhor nem descutir.
    Responder
  37. Christiane - 26/11/14 - 22h28
    Thereza, gosto muito do seu blog. Parabéns! É um dos poucos que eu não abandonei. No último ano, os blogs de moda ficaram chatos, blogueiras celebrities com pouco conteúdo e 535 mil fotos ostentação.

    Kim Kardashian é notável pela persistência em se tornar celebridade, pela capacidade de gerar notícia e de ganhar dinheiro. Agora ser exemplo para outras mulheres ou mesmo inspiração, achei exagerado!

    Responder
  38. Ana Cláudia - 26/11/14 - 22h32
    The, sou leitora fiel do fashionismo, e konkordo~ com o que vc disse. Kim realmente mostra que mulheres reais podem vestir haute coutoure independente do que os outros digam, e merece reconhecimento por isso. Mas ela também tem seus momentos de corroborar a cultura do inatingível, esteticamente falando. Tipo, dá pra ver que ela tá cada vez mais amiga do botox, tá totalmente diferente do que era. Sem contar as outras intervenções. E o photoshop nessas fotos da Elle? E na Paper? Antes que briguem comigo, repito: ela tem sua importância, sim, na autoaceitação de muitas mulheres. Só achei válido lembrar desse porém. ;)
    Responder
  39. Amanda Kock - 26/11/14 - 22h37
    Thereza traduzindo de uma maneira linda o que pensamos quando ouvimos ‘mas a Kim não faz nada da vida’. Faz queridos, e faz muito! Parabéns pelo post :)
    Responder
  40. Jéssica S. - 27/11/14 - 13h59
    AMO O SEU BLOG! Mas gente, se o exemplo de mulher a ser seguido é Kim, pare o mundo que eu quero descer! Tenho uma lista de mulheres mais inteligentes e interessantes a serem admiradas, com ou sem curvas!
    Repito a frase brlhante de alguém aí por cima: “Auto afirmação nunca me pareceu coisa de gente segura”
    Responder
    • Thereza - 27/11/14 - 15h46
      Jessica, eu super entendo que a Kim não seja exemplo pra muita gente! Até no post tb falo que muito que ela conquistou foi de forma tortuosa, mas ela não pode deixar de ter seu mérito.
      Mas em tempos de padrão de beleza cada vez mais “rígido” e a tal ditadura da magreza, a Kim acaba se tornando referencia sim, tipo uma mulher muito famosa que tá aí por seus atributos voluptuosos e se veste da maneira que quer, tem altos e baixos, enfim, é mais uma referência. Já ouvi MUITOS relatos de meninas aqui e principalmente lá foram que veem a kim por esse aspecto e se tá ajudando a autoestima de muita gente, que bom né
      Eu por exemplo, admiro inúmeras mulheres e ela tá entre elas, tipo no big deal, mas faz parte desse novo meio que vivemos. Alguns amam, outros odeiam, mas se for pra ‘engolir’, acho que essa pode ser uma boa visão!

      Espero que continue amando o blog hehe e que veja que um post como esse tb ajuda pra gerar um debate e ir alem do trivial
      bjs!

  41. Gabriela - 28/11/14 - 11h56
    Amei o post!!! Também sou super fã da Kim e de todos os Kardashians. Eles conseguem fazer a gente se sentir da família, né hahaha?
    Sem contar que são grandes empresários e empreendedores.
    Tiro o chapéu para eles… e amooo o reality é pura diversão.
    Parabéns pelo post The, ficou sensacional :)
    Responder
  42. […] Esse não é mais um post sobre a Kim Kardashian (Fashionismo): o Fashionismo foi um dos primeiros blogs que comecei a ler, em 2009. Acho a Thereza espirituosa, criativa e é uma das poucas blogueiras “de moda” que não precisa utilizar sua imagem pra fazer sucesso. Nesse texto, ela fala sobre a relação de insegurança das mulheres que não seguem “o” padrão de beleza atual e como Kim Kardashian as representa. Achei interessante e reflexivo, vale a leitura. […]
    Responder
  43. […] 8. Kim Kardashian e o segredo do sucesso: auto-confiança […]
    Responder
  44. Claudia - 30/11/14 - 19h20
    Nunca comento nada, só leio, mas hj me vi obrigada a comentar. Eu sou magrinha, baixinha, tenho cintura fina, pouco seio e…quadrilzao, coxão. Sempre tive. Menstruei muito cedo, minha mãe tem essa estrutura corporal, enfim, pouco tenho a fazer além de lipo ou aceitação (pq exercícios, dietas e tratamentos estéticos atingem o seu limite). E eu escolhi a aceitação, e não tenho vergonha de dizer q isso foi só recentemente, com quase 35 anos, e depois que comecei a prestar atenção na Kim. E a razão da minha identificação com a imagem dela (prestem bem a atenção: imagem – aqui não to falando de caráter, se ela é fútil ou não etc) é simples: o meu corpo se assemelha muito mais ao dela do que ao de qq outra celebridade. O corpo dela está mais próximo da realidade da maioria de nós. Por isso muito me espanta qdo eu leio MULHERES escrevendo que ela é “gorda” (como se isso fosse defeito) ou que ela tem uma “bunda nojenta”. Óbvio q eu queria ser mais magra, ter menos culote, enfim, queria o corpo da Grazi Massafera, kkk! Mas graças à Kim e outras mulheres lindas e igualmente voluptuosas, a gente se sente um pouquinho melhor e aprende a tirar proveito do que tem de melhor no corpo.
    Responder
  45. Sofia - 02/12/14 - 13h31
    Thereza, o seu post me fez refletir sobre o porquê de eu gostar de acompanhar o que a Kim faz, o que a Kim veste. Concluiu que além de ela mobilizar a mulherada reprimida em torno dessa questão da magreza, do corpo ideal, ela quebrou padrões étnicos e raciais. Claro, já tínhamos referências fortíssimas na moda (Naomi) e tal, até Beyoncé (mas a diva tem aquela aura de inatingível como vc mesmo disse), mas ela é a maior referência atual de poder, não só na moda, mas em diversas outras áreas no entretenimento, negócios, etc. Nós crescemos massacradas pelo esteriótipo Barbie, branca, loira, Californian Girl, Gisele Bundchen (principalmente pra mim que sou do sul do país), e aí veio a Kim, de ascendência armênia, num redcarpet ao lado de Paris Hilton e monopolizou os holofotes e abalou LA. Lembro de um documentário sobre ela que os jornalistas comentavam “Who’s that brunette?” Tenho cabelo preto, pele parda, lábios volumosos (sofria bullying na escola hahaha) e pra mim acho que foi isso que a Kim atingiu na minha autoestima, o orgulho de ser “brunette” e morena poderosa!
    Responder
  46. Sarah Gomes da Silva - 07/12/14 - 12h35
    Vc ARRASOU!!!!
    Responder
  47. […] da revista Elle inglesa justamente com a palavra Confidence escrita bem grande. Leiam esse post aqui feito pela The do blog Fashionismo falando sobre Kim e sua […]
    Responder
  48. […] mais polêmicos o mundo: ‘Keeping Up With Kardashian’s’, e no Fashionismo tem um post MUITO legal sobre confiança. Mudando da água pro vinho: porque não falar sobre cabelos? O CBB deu a dica pra quem quer animar […]
    Responder
  49. […] 6. Do Fashionismo: não é de 2015, mas como o Giro estava em hiatus, segurei até hoje para compartilhar este post incrível da The sobre a Kim Kardashian e como ela pode, sim, ser um modelo de auto-confiança e ajudar a quebrar alguns padrões impostos com seu corpo curvilineo, bem distante do padrão-passarela. […]
    Responder
  50. […] reproduzir aqui um trecho de um post do blog Fashionismo, porque resume exatamente o que penso a respeito […]
    Responder
  51. […] você esconder um defeito ali, realçar um predicado acolá. Kim é exemplo conforme nesse post aqui, mas acho que nessa temporada foi exemplo de como não se vestir (ou como não deixar ser […]
    Responder
  52. - 27/04/15 - 09h52
    The!

    Não tem como não ler esse post e não se achar mais konfiante!
    Sem amei a Kim e toda a família, confesso que conheci elas por causa do teu blog e não me arrependo nenhum pouco em defender o klã toda vez que alguém me pergunta: ” porque tu é tão vidrada na Kim Kardashian?”
    tenho salvo o link desse post e mando pra poupar tempo, porque tu resumiu tudo nele e, confesso que quando a auto estima dá um baixadinha (pq sim, tenho cintura fina e quadril e peitos grandes) leio e me inspiro!
    O melhor post ever!!!

    Responder
  53. Anne Ceridono - 05/05/15 - 11h32
    Kim nos libertou de um padrão? Para quê? Para substituir por outro de que toda mulher deve ter bundão, cintura fininha e peitão? Ah vááá!!! Me poupe. Achei legal o post sobre ela não ser a pessoa fútil que pensam, mas ela não livrou ninguém de padrão nenhum – e se você insiste em dizer que ela livrou algumas, acredite, ela acorrentou outras para atingir o padrão K que é muito mais difícil de conseguir do que magreza. Até porque ter coxão, bundão, peitão e cintura fininha – tudo isso sem músculos de academia – deve ser muito fácil, né? SQN.
    Responder
  54. […] umas cervejinhas com a Thereza, do Fashionismo (aliás, eu vi a Kim com outros olhos após ler esse post da Thereza, que a relaciona com autoestima e como sua percepção sobre seu corpo contribui para um […]
    Responder
  55. […] ler um post legal com uma opinião distinta, sobre porque a Kim é uma boa influência, recomendo esse aqui, da blogueira Thereza Chammas, que foca no lado positivo do furakão K. E daí eu tenho que […]
    Responder
  56. […] ler um post legal com uma opinião distinta, sobre porque a Kim é uma boa influência, recomendo esse aqui, da blogueira Thereza Chammas, que foca no outro lado da moeda do furakão K. E daí eu tenho que […]
    Responder
    • July Geri - 07/07/15 - 20h34
      Gente, na boa, caiam na real! As Kardashians são mulheres que se não fossem ricas, seriam pessoas de beleza tão comuns como qualquer mulher. Tudo aquilo que se vê, tem muita ajuda de um excelente fotógrafo profissionalissimo e muito photoshop gente! Ninguém é perfeito não! Com dinheiro tudo fica melhor néh… Até eu pobrinha, quando dou um tapa no visu, arraso na escova e faço um belo make no meu face lisinho, fico parecendo a Natalie Portman juro! Ah! Só tem uma coisa q eu admiro nas Kardashians: os cabelos, realmente acho que são lindos de verdade! Mas de resto não tô nem aí pra essa gente… Sai fora, tenho mais o que fazer, do que ficar admirando gente q eu não tenho uma certeza do real valor… Aliás, para aquele pai da Kim K. ter defendido o assassino O.J.Simpson no tribunal, por uma questão de amizade, achei nojento!…Por aí já dá pra se ver a qualidade da família… Ah! Disso tudo que eu falei não inclui o Bruce Jenner ao grupo.