AS MAIS
LIDAS!

Praticando o elogio

04/04/2011  •  Por Thereza  •  Moda, Pense

Brasileiro tem fama de alegre, despachado, desinibido, mas tudo até um certo ponto. Por exemplo: O que você faz quando vê uma mulher na rua com um colar incrível-lindo-maravilhoso? Admiração silenciosa.

Explico. Quantas vezes você andou por aí e viu uma fulana com um vestido lindo ou uma bolsa incrível? Óbvio que isso acontece toda hora, mas nem sempre temos a habilidade de identificar a origem da tal peça admirável, e você, como consumidora curiosa que é, fica a ver navios.

Infelizmente, por questões culturais, parece que nossa timidez, inibição, ou hábito mesmo, falam mais alto que a coragem de abordar a vítima pessoa e perguntar a fonte. Tem coisa mais enobrecedora do que receber um elogio desses? Se alguém chega ao ponto de te parar na rua pra perguntar , porque é certamente um atestado de bom gosto!

Acredito que essa falta de costume (seria preguiça?) é coisa Nossa. Lá fora, se você andar com uma camisa mais ajeitadinha, um brinco mais brilhosinho, até a moça-do-Starbucks já tá te parando, elogiando e querendo saber a procedência da tal peça. Daí, impossível não ganhar o dia. Aliás, essa foto da Carrie, sintetiza toda essa reflexão.

E por aqui, o que falta? No meu caso, confesso que rola uma certa timidez na hora da abordagem, já “perdi” várias peças bacanas com o medo da dona me dar um fora, sei lá, imagina só?! Mas não tem jeito, é elogio, um approach assim será sempre bem-vindo, e vai da gente trazer esse hábito ao nosso dia-a-dia fashion.

Sabendo chegar, no momento certo, na ocasião adequada, não tem UMA mulher nesse mundo que não se sinta prestigiada com tamanho questionamento/elogio. Com isso, a gente aproveita a informação ao vivo, em tempo real, e no final das contas, faz bem pros dois lados. É um hábito bobo, deveria ser corriqueiro, mas é super eficiente, e vai da gente praticar!

E você, tem esse hábito? Acha bacana esse tipo de interação? Imagina se essa moda pega?!

 


AMARO Beachwear

Deixe seu comentário!
*Preenchimento obrigatório (seu email não será divulgado).
Quer que a sua foto apareça no comentário? Clique aqui e cadastre-se!

138 Comentários
  1. Fernanda - 04/04/11 - 15h22

    Olá! Eu não fico tímida, não. Costumo elogiar quando acho algo bonito e já perguntei várias vezes de onde era a tal peça da qual eu tinha gostado; geralmente sou bem recebida, só se a pessoa agradece e não diz de onde é a peça que eu não insisto. Sei lá, tem gente que curte esse tipo de exclusividade, né?

    Responder
  2. Jaque Sgaraboto - 04/04/11 - 15h32

    Morro de vergonha de perguntar assim como você, já perdi várias ‘peças’ por causa disso.
    Você tem toda a razão, não há melhor coisa no mundo quando alguem te para e te elogia, mesmo alguem que te conheça que sem vc perguntar fala que gostou da sua roupa/cabelo, etc…
    Acho que isso tem uma grande influencia na vida das pessoas, porque as veses você está com uma roupa normal e alguem elogia, vc vai sempre querer usar aquela roupa, agora pode ser uma roupa linda e se ninguem elogiar você até usa ,mais não com tanta emoção quanto a outra. Pelo menos EU sou assim.
    hahaha otimo post !

    Beeijos

    Responder
  3. Natalie - 04/04/11 - 15h33

    Eu estou acostumada com isso. Talvez por ter morado fora e ter visto como estes elogios são ótimos para ambos os lados. Inclusive tentei algumas vezes fazer isso no Rio, e não fui muito bem recebida pelas pessoas que elogiei e perguntei a marca de determinada roupa ou acessório. Então, fora do Brasil continuo com os elogios, porque adoro saber sobre o que gosto nas pessoas e amo receber elogios, mas no Rio eu me mantenho a distância.

    Responder
  4. Fernanda - 04/04/11 - 15h36

    tem muita mulher que não responde daonde é a roupa qnd tu pergunta, ou simplesmente mente a procedêcia da peça, pelo simples fato do egoísmo fashion! maldade de mulher brasileira! daí nem rola de perguntar mesmo…

    Responder
  5. Sissi - 04/04/11 - 15h37

    Ai, Thereza, que seu post seja mto lido pela mulherada! Rs…
    Uma vez em Paris eu saí com um colar que TRÊS mulheres diferentes me pararam pra perguntar. Fiquei tão emocionada! Hahaha… Como vc disse, melhor elogio do que esse não existe (ainda mais por parisienses chics, me achei! Rs).
    Admito que eu morro de vergonha de parar total desconhecida, mas se estiver em algum ambiente mais “friendly” eu pergunto mesmo! E as amigas já sabem: quero ficha completa, com preço e tudo (parte da etiqueta que esqueço ocasionalmente). Rs…
    Bjos!!!

    Responder
  6. Hanna - 04/04/11 - 15h37

    Não tenho muito costume de fazer isso, mas quando me interesso muito por determinada coisa não me controlo e pergunto logo. Acho que mais mulheres deveriam fazer isso, a troca de informações pode ser importante para achar o que você vem procurando. E receber um elogio nunca é ruim…

    Responder
  7. Carolina Lima - 04/04/11 - 15h39

    Eu costumo elogiar; o problema é quando se pergunta a procedência…
    Muitas vezes a abordada se recusa a dizer a marca ou fala que não se lembra (receio de que muitas mulheres comecem a copiá-la).

    Responder
  8. carol - 04/04/11 - 15h40

    penso como vc, já perdi algumas boas oportunidades, maaaas em contrapartida já tive coragem para abordar a vítima, umas 3 vezes ao longo da vida! rs. eu sou carioca mas moro em SP e acho que aqui é ainda mais complicado, com perdão dos paulstanos, mas é. as pessoas são mto sérias e fazem cara feia… desse jeito fica complicado neam?

    Responder
  9. Martha - 04/04/11 - 15h40

    Eu super tenho o hábito de elogiar a roupa, sapato, acessório das pessoas… Amo que elogiem o que eu uso, então penso que as outras pessoas também devem gostar. Pergunto meeeeeeeesmo! hahaha adorei muito o post!
    Beeeeeijos

    Responder
  10. Ilana Medeiros - 04/04/11 - 15h40

    eu pergunto mesmo!!! Hehe.. Inúmeras vezes já perguntei de onde era a peça que amei em pessoas que vejo na rua. Como também se acho um cabelo bonito pergunto toda a ficha técnica: do shampoo de cada dia ao salão de beleza rotineiro.. Não temos que ter vergonha não! Até porque é como a The falou: a pergunta faz um beeeeem pro ego da pessoa que é abordada!!!!

    Responder
  11. bel - 04/04/11 - 15h41

    o pior q eu já elogiei pessoas q eu vi na rua q estavam bonitas!! as vezes elas recebem bem, mas as vezes não!! um dia fui na boate e tinha uma menina do meu lado com os cilios mais lindos e compridos q eu já vi, e a menina em si era mto linda, qndo eu falei: q lindo os seus cilios!!! ela simplesmente me olhou da cabeça aos pés e saiu sem falar nada pra mim!! :O
    fiquei mto sentida :/

    Responder
  12. paola scott - 04/04/11 - 15h44

    Eu costumo elogiar gente próxima. Nunca parei ninguém na rua pra saber de onde é alguma coisa, assim como fazem em NY.

    Responder
  13. Ana - 04/04/11 - 15h46

    Não gosto muito não…
    Só pergunto quando é alguém, mesmo que não seja amiga minha, que já esteja falando diretamente comigo. Mas abordar, chegar do nada e ir elogiando e perguntando acho feio =\

    Responder
  14. Flávia T. F. - 04/04/11 - 15h47

    Várias vezes senti vontade de elogiar, ou perguntar e morro de vergonha…
    Não só roupas, acessórios como já vi cabelos lindos e etc..
    Mas penso duas vezes e acabo ficando quieta..

    Responder
  15. Eu ia amar se isso realmente pegasse.. todas nós seriamos mais felizes!

    Responder
  16. Analu - 04/04/11 - 15h50

    Concordo MUITO!! Já morei nos EUA e aconteceu várias vezes de pessoas elogiarem meu sapato, meus acessórios e perguntarem aonde eu comprei!! Eu adorava heheheh eu pergunto aqui mas geralmente pra pessoas mais proximas… acho que parar alguem na rua para perguntar eu teria receio..vergonha!! Mas é uma bobagem né? Não tem problema nenhum perguntar…
    Bjsssss Thereza adoro vc e o blog

    Responder
  17. Cecília - 04/04/11 - 16h00

    Hum..As vezes pergunto pra uma pessoa mais íntima,tipo uma amiga,mãe,tia..Mas chegar assim,do nada,não faço isso não!rs

    Responder
  18. Fernanda - 04/04/11 - 16h06

    EU sempre elogio quando acho bonito!!!Tem gente que recebe bem, mas tem umas que vou te contar viu…são antipáticas…mas é a vida, infeliz daquela que não gosta de um elogio!! Mas eu nunca vou deixar de elogiar, porque amo quando elogiam alguma coisa minha!!! Adorei o post!!Beijos
    http://quemconvertenaosediverte.com.br
    @fernandinha_aa

    Responder
  19. Patrícia - 04/04/11 - 16h07

    TODO MUNDO se sente bem sendo elogiado, isso é universal!! Eu não tenho vergonha de perguntar, não, aonde fulana comprou aquele colar ou sapato, eu pergunto! E não me importo que me indaguem sobre da onde são as minhas coisas. É o que você disse, esse tipo de atitude é um atestado de bom gosto, e isso é ótimo! =)
    Adorei o post, Thereza, tomara que essa moda pegue, sim!! haha
    beijones

    Responder
  20. Naama - 04/04/11 - 16h14

    Eu pergunto SEMPRE!! Não aguento não perguntar. Paro a pessoa em kker lugar para elogiar e se bobear ainda pergunto o preço. Mas sou assim desde criança e concordo que aqui no Brasil é difícil as pessoas fazerem isso. Meu namorado super estranhava no começo, mas agora já acostumou.

    Responder
  21. Daniela Passos - 04/04/11 - 16h18

    The, quando encontro uma amiga, conhecida, parente, usando algo legal, minha primeira fala é : “que lindo, onde vc comprou?” Não tenho receios qto a isso, mas confesso que com desconhecidos, Nunca tive coragem de abrir a boca huahau

    Responder
  22. Anônimo - 04/04/11 - 16h19

    Ou quando uma amiga sua elogia alguma peça que você tem né. Hahah. Mas, uma moça ja me parou no shopping perguntando e elogiando o meu brinco, minha cara de felicidade foi mil, mas infelizmente eu não sabia da onde eram os brincos! Mas, mesmo assim, foi muito bom ter levado um elogio. Eu sou muito tímida, além de ter aquela vergonhazinha básica na hora de elogiar ou perguntar sobre algo né. Eu não costumo parar as pessoas na rua, porque ai sim a timidez vai ao nível 10. Mas quando é alguma pessoa conhecida e tal eu sempre elogio e pergunto de onde é.
    Achei bacana o post!!! Beijos beijos

    Responder
  23. Sandra - 04/04/11 - 16h28

    Eu não teria coragem de abordar alguém e perguntar sobre a procedência da roupa mas concordo que é uma coisa muito que deixaria qualquer mulher feliz. Ontem msm alguém me perguntou sobre minha saia longa e eu adorei!
    Bjos
    Adoro vc e o blog!!

    Responder
  24. Anônimo - 04/04/11 - 16h31

    Às vezes é até complicado elogiar alguém conhecido. Tem tanta mulher com psicose de “inveja”, que se você fizer qualquer elogio, já está observando demais, por isso invejando.

    Responder
  25. Marcellaa - 04/04/11 - 16h31

    Eu só elogio e pergunto pra pessoas que conheço. Morroooooo de vergonha de perguntar de onde é algo lindo e alheio…futrica no tio Google que é certo que acha.

    Responder
  26. Juliana Sena - 04/04/11 - 16h49

    Eu não tenho vergonha não,faço elogios direto quando vejo alguém com uma roupa incrível ou um acessório que deu um charme total ao look. Lógico, que observo se é hora e o momento certo.
    Mas, o que percebo na maioria das pessoas é que elas encaram como bisbilhotice que estamos invejando ou não estamos elogiando com verdade, sabe?
    Acho uma bobagem porque faz parte do dia-a-dia a observação e opinião sobre as coisas. Porque imagina, de onde surgem as inspirações, a moda, as tendências?
    Beijos.

    Responder
  27. Maysa Alexandrino - 04/04/11 - 17h03

    Eu tb acho que seja um elogio excelente e adoraria se acontecesse comigo.
    Mas confesso que rola uma certa timidez e um certo medo pois não sabemos como a pessoa irá encarar tal reação.
    Uma vez tive a cara de pau pra perguntar da tatuagem de uma garota. Ela respondeu super bem.
    Quem sabe não começo a tentar praticar pra moda tb… :-)
    Beijos

    Responder
  28. Carol - 04/04/11 - 17h12

    Thereza,
    Quando úder faça algum post sobre os penteados que estão com tudo, please!

    Responder
  29. @Bbiancarivabem - 04/04/11 - 17h22

    Nossa, adoro quando elogiam as roupas, atitude etc. É tão bom ser elogiado, lembro que sempre que eu vou em shopping o pessoal elogia, não é feio né, é uma questão de delicadeza até! Mas tem que ter cuidado com o tom, sem invdir a pessoa “lindo, quanto pagou, onde comprou” tem vezes que é demais!

    Responder
  30. Erika Palmer - 04/04/11 - 17h37

    Eu elogio, e pergunto sim de onde é?
    E tbm já me perguntaram …
    Realmente é um elogio e tanto quando isso acontece….adoro…..fico tão feliz que volto pra casa saltitando,e com o sorriso do “GATO DA ALICE”
    ADOREI ESSE POST…..Bjão

    Responder
  31. Carol Alfinetes de Morango - 04/04/11 - 17h50

    Não tenho o minimo pudor de perguntar.
    Bj
    http://www.alfinetesdemorango.com

    Responder
  32. Maria Eduarda Vitorino - 04/04/11 - 17h53

    Não tenho problemas em elogiar. O bicho de sete cabeças é perguntar a procedencia da peça, isso sim me apavora! Tem pessoas, que simplesmente não curtem dizer e morro de medo de parecer indelicada.
    Outro dia, uma menina passou a noite inteira atrás de mim até eu lembrar a origem do meu vestido. Rs! Não me incomodou, até achei divertido…
    Beijos, Thereza

    Responder
  33. Anônimo - 04/04/11 - 18h02

    não tenho corageem, mas se tivesse.. seria muito bom rss!

    Responder
  34. Carol - 04/04/11 - 18h15

    Thereza, isso me lembrou do dia em que te parei no Fashion Rio e você elogiou minha camiseta do Guns! Hahahahahaha! Eu não tenho o menor problema em fazer isso mas acho que com sete anos como “gringa”, já não posso ser considerada mais carioca nos hábitos…

    Acho que esse tipo de atitude tem que ser incentivada sim. E não acho nada demais dizer a marca, preço, tudo. Acho que fico mais sem graça quando é algo do exterior (infelizmente o caso da maioria do meu armário, mas pô eu MORO aqui e muita gente tira uma de “ih, olha a rica querendo aparecer”, o que não acho nem um pouco legal), mas acho que mesmo assim não deixaria de dizer onde comprei. Tá com nada essa de ficar no “egoísmo fashion”; até porque né, internet tai pra isso e dá pra achar muita coisa.

    Aliás, no dia da camiseta ficamos falando do Axl e eu nem falei de onde era a camiseta: da ASOS! Eles vira e mexe fazem uma tiragem com bandas legais. :)

    beijos,
    Carol

    Responder
  35. Caroll Perez - 04/04/11 - 18h18

    Isso na minha vida é bem normal…muitas pessoas já me pararam pra perguntar sobre algum vestido, bolsa ou sapato…Confesso que tenho vergonha de perguntar…mas tenho uma amiga que não tem…então quando eu gosto de algo, a Nati faz o servicinho sujo e pergunta pra dona do objeto desejado…uehuheuueh Duas histórias que aconteceram comigo…Uma vez estava eu dentro do ônibus em Copacabana com minha linda (e rara pq nunca vi outra igual e a loja disse que foram feitas só 5 no Brasil inteiro) roxa de matelassê roxa com laços gigantes…a mulher do lado não tirava o olho de mim…daí ela fez sinal…ia descer no ponto dela, começou a descer a escada, parou, olhou pra mim e voltou pra perguntar de onde era a bolsa e ficou uns 15 minutos elogiando…e a coitada perdeu o ponto e deve ter andado muito….auheuhuehuhe Outro dia estava eu…fazendo comprinhas de carnaval no centro da cidade me abanando com o lequinho fofo que ganhei de brinde no evento da Farm qnd 3 garotas me cercaram pra perguntar de onde era meu leque…enfim..acho super normal…sempre respondo com mta educação e simpatia e me sinto muito lisonjeada (metida) dps q recebo elogio..

    Responder
  36. Fluê - 04/04/11 - 18h20

    Olá Thereza, tudo jóia? Que lindo seu blog. Adorei!
    Sou do tipo de pessoa que se gosto de algum look ou algum acessório, elogio na mesma hora para quem estiver usando. Todo mundo gosta de saber que tem bom gosto.
    Bem, já que falamos em moda, quero lhe apresentar a fluê. Somos uma marca mineira de BH e acabamos de lançar a nossa coleção Out/Inv 2011. Acesse nosso site http://www.flue.com.br para conhecer. Quando tiver a oportunidade, venha até o nosso showroom conhecer a coleção pessoalmente e ter um atendimento exclusivo. Também atendemos em outras cidades e estados via sedex.
    Aguardamos por você!
    Abraço,
    Equipe Fluê.
    Showroom
    Rua Santa Rita Durão, 321, sala 107
    Funcionários Belo-Horizonte/MG.
    (31) 3789-1039

    Responder
  37. Jessica Alves - 04/04/11 - 18h29

    Ha Thereza, hoje mesmo aconteceu isso comigo!
    Eu e minha amigas da faculdade, não perdemos tempo!Vemos as coisas lindas que as outras compraram e perguntamos logo! Não necessariamente a pessoa vai comprar o mesmo item, mas fica sempre a dica das coisas legais da coleção! Sempre vamos ao shopping ver as novidades! É muito bom ter uma turma unida!
    Logico que com quem voce conhece fica muito mais facil!
    Comigo já aconteceu de perguntar a uma moça na fila do MC Donalds de onde era o relogio incrivel dela, não deu outra arrematei logo! Mas prefiro manter a descrição!
    Uma coisa que nunca deixo de perguntar até para desconhecidas é a procedencia de um cabelo e sobrancelhas bonitas! Que mulher não fica lisonjeada e conta tudoooo?

    Responder
    • Jessica Alves - 04/04/11 - 18h34

      O bom é quando pergunta e voce fala foi tipo na C&A super baratinho, e a outra pessoa fica super feliz né!

  38. Yasmin - 04/04/11 - 18h30

    Sou suiça e moro no Rio desde 2009 e nunca me aconteceu aqui no Brasil de ser elogiada.. (ok amigas sim e vendedoras de lojas tb heheh). na minha ultima viagem nos EUA, quase diaramente (serio!) tinha alguem que falava dos meus sapatos “cute”, da minha bolsa “fantastic”, do meu casaco “nice” :-) faz tão bem!

    Thê, parabens pelo post!

    beijos

    Yasmin
    http://myinspiration.com.br/ >> Lauren Conrad’s Style

    Responder
  39. Nat caps - 04/04/11 - 18h31

    putz eu faço isso sempre mas as x a pessoa faz cara de bunda…

    Responder
  40. fashionista - 04/04/11 - 18h48

    Sério, The.. Essa mulher me mata de vergonha.. que combinação hein?! O que vc acha?
    http://ego.globo.com/Gente/foto/0,,47882987-EXH,00.jpg

    beeijos

    Responder
  41. Lissa - 04/04/11 - 18h51

    Então vou aproveitar para praticar: coloca a “fonte” dos vestidos nas montagens aqui do blog! Sempre fico babando e morta de curiosidade..

    Responder
  42. Helen Miranda - 04/04/11 - 19h02

    Incrivel que na montagem lá cheia de famosas na primeira fila, a Jessica se destacou imensamente.

    Responder
  43. Marina - 04/04/11 - 19h18

    Eu sempre pergunto, não tenho vergonha não!! Mas tem que saber chegar né, ser simpática sem puxar sardinha demais e nem exagerar na timidez..

    Responder
  44. Elisa Gomes - 04/04/11 - 19h39

    Concordo em um certo ponto: gosto muito de elogiar minhas amigas, aliás, acho fundamental! É mesmo algo que precisamos desenvolver, faz tão bem pra auto estima, né? Também não me importo de dizer onde comprei isto ou aquilo.

    Mas quanto a abordar pessoas desconhecidas no meio da rua, acho péssimo! Não pergunto de jeito nenhum e detesto quando me abordam também.

    Responder
  45. Sibele - 04/04/11 - 20h06

    Ai The, tenho pavor de incoveniência.. as vezes morro de vontade de elogiar mas o “curitibanismo” fala mais alto rsrs.. acho que não precisa de mais explicaçoes, né?!
    Beijo

    Responder
  46. carolina - 04/04/11 - 20h11

    sou bem cara de pau gente, sério, na maioria das vezes eu pergunto (ou só elogio) mesmo. e todas as donas das peças elogiadas ficam super felizes e adoram responder, tentem. e ah, já fui elogiada/perguntada tbm.

    Responder
  47. Ana Carla - 04/04/11 - 20h15

    Ah, eu costumava elogiar mais: cabelo, esmalte, maquiagem, sapato, vestido… Percebi que algumas pessoas acham estranho ou simplesmente não gostam, daí comecei a me controlar mais haha – mas eu confesso que gosto, tanto de elogiar quanto ser elogiada, mas lógico, sem passar por aquela puxação de saco! ;**

    Responder
  48. Danielle S. D. - 04/04/11 - 20h25

    Eu tinha, mas não tenho mais, agora sou mais tímida e muitasdas vezes as pessoas são sem educação, com exceção, claro.

    http://sempresentimentos.blogspot.com/

    Responder
  49. paulinha - 04/04/11 - 20h36

    bah super verdade isso! deveria ser um habito de todas sim! mas tem tanta gente antipatica nesse brasil que as vezes temos medo mesmo de levar um fora, uma cara feia, ou ate uma resposta fria..

    Responder
  50. Patrícia - 04/04/11 - 20h59

    Nossa, eu quase sempre pergunto aonde a pessoa comprou. Penso como você, vejo isso como um elogio, e não me sinto mal de perguntar, assim como não me sinto mal de responder. Beijinhos

    Responder
  51. Fabiana Grosso - 04/04/11 - 21h19

    Concordo plenamente The! E isso não é só com as desconhecidas, conheço muitas amigas que não elogiam a as outras, parece que elas vão estar se diminuindo, ou algo parecido. Não sei o que se passa na cabeça dessas pessoas. Todo mundo gosta de ser elogiado, mas elogiar que é bom, nada!
    Vamos fazer uma campanha: Por um mundo com mais elogios! rs

    Beijos, Fabi!
    http://fabi-inlovewith.blogspot.com/

    Responder
  52. Cecilia - 04/04/11 - 21h24

    Vai dizer q isso n acontece direto com vc THe?linda e estilosa

    Responder
  53. Bruna Mello - 04/04/11 - 21h29

    Tou sempre por aqui, admiro seu blog, sou futura arquiteta (hehe!), mas nunca tinha comentado. Adorei a reflexão. Eu sou assim, se for amiga, ou alguém conhecido, eu realmente elogio sempre que acho algo legal. Nem paro pra pensar, já saio falando. Porém, na rua, acho que nunca teria coragem de parar pra perguntar. Já fizeram algumas vezes comigo, e não achei um incomodo, mas de qualquer forma, não teria coragem. Só me senti meio invadida uma vez que uma mulher me abordou no shopping pra perguntar onde tinha comprado minha bolsa e, logo em seguida, perguntou o preço. Assim é demais. Se eu já disse onde foi, vai lá e pergunta, né? hahaha. Beijo!

    Responder
  54. Luiza Carvalho - 04/04/11 - 21h33

    Uma vez comprei uma galocha em NY e quando estava em Orlando umas 3 pessoas me perguntaram da tal galocha no msm dia! me senti ótima! essa moda tem q pegar aqui!
    bjs

    Responder
  55. Le - 04/04/11 - 21h46

    Por posts como esse que eu amo o Fashionismo! :D

    Minha mae tem o habito de parar e perguntar, nao tem vergonha nenhuma, entao eu creci achando natural! E na maioria das vezes as mulheres sao super simpaticas pra responder! So uma vez nao fui muito bem recebida, perguntei a procedencia de um relogio de uma canadense, mas ela disse que tinha sido “presente” e fechou a cara! Eu hein? rs rs Pior que o relogio era lindo de morrer e nem sou tao fa de relogios assim, mas enfim…

    Beijosss!!!

    Responder
  56. Mari Rodrigues - 04/04/11 - 22h01

    Olha muitas vezes eu morro de vontade de perguntar,mais eu tenho um medinho de levar um fora,rs. Mais ultimamente minha cara de pau tá tanta que não sei mais,rsrs. Eu acho que esse tipo de comunicação tão importante, os dois lados saem ganhando a bem vestida e a que fez o elogio e quer saber da “tal” coisa,acho que essa forma de comunicação deveria ser bem mais frequente aqui no nosso país,vamos aproveitar que somos conhecidas por serem (caras de pau) desinibida e perguntar,acho que ninguém sai perdendo não é?

    Responder
  57. Patricia - 04/04/11 - 22h09

    Uma vez no onibus, voltando da faculdade, um menino de uniforme de escola pública (no Rio de Janeiro) me perguntou aonde eu tinha comprado meu tenis all star. Gente, a coisa tá tão feia que eu fiquei com medo do menino me assaltar!! Sério, eu pensei que ele fosse querer levar meu tenis!! Mas não foi nada não, ele só queria saber mesmo. Pena que eu tinha ganho e não soube dizer para ele, depois eu fiquei até com pena de ter pensado essa maldade do menino.

    Responder
    • Thereza - 04/04/11 - 22h35

      hahaha tadinho!
      o menino era fashion!!

  58. anonima - 04/04/11 - 22h14

    Oi, nao costumo fazer isso, mas por vergonha msmo, as vezes quase tenho um torcicolo tentando enxergar a marca, rs… mas uma vez tive a coragem de perguntar, e foi muito engracado.. tava em Buzios, e de dentro de um carro muito velho, saiu um kra e uma loira com uma saida de praia incrivel, estavamos eu, meu marido 2 amigos e suas respectivas namoradas, nos mulheres ficamos acompanhando a tal loira com sua saida e comentando q era mara…,rs nao aguentei, entrei na frente dela e perguntei se podia perguntar uma coisa, ela me olhou meio assustada.. qndo perguntei de onde era a saida, deu um suspiro de alivio e respondeu.. depois q ela saiu meu marido disse: “Vcs sao muito lerdas mesmo. Viu quem era o kra q estava c ela?. o Aecio Neves” kkkk .. Isso e p provar o quantos nos mulheres olhamos as outras e nem ligamos muito p eles, rs… bjos

    Responder
    • Thereza - 04/04/11 - 22h35

      hahaha adorei a história!!

      semepre acontece tb da gente ver uma calça linda e querer olhar a etiqueta e ficar olhando pra bunda da mulher!!

      e se essa estava com o aecio, bom gosto viu huhuhu

  59. ana cristina - 04/04/11 - 22h34

    Passo quase que diariamente por isso,mas é no sentido contrário,sinto q as mulheres tem vontade de me perguntar sobre minha roupa,mas se “freiam” rsrs.Agora eu só sinto esse desejo de saber (e pergunto )é quando sinto um perfume maravilhoso!E geralmente as pessoas não se importam de informar o própio “cheiro” rsrs.

    Responder
  60. Andrea Cravo - 04/04/11 - 22h42

    acho super bacana ver a cara de orgulho da pessoa quando a gente faz um elogio, e melhor ainda é receber!!! quando gosto muito da peça elogio sim, mas também depende muito da ocasião e da pessoa

    Responder
  61. Amara - 04/04/11 - 23h17

    Aqui no Piauí acontece, pelo menos comigo. Eu pergunto se percebo q a pessoa não é antipática. Tbm me perguntam. Uma menina falou comigo na balada de sábado perguntando onde comprei minha legging de oncinha. kkk

    Responder
  62. Helena M. - 04/04/11 - 23h22

    Otimo post! Eu estava ainda ontem falando sobre isso. Aqui eh muito comum mesmo isso. As pessoas elogiam mesmo. E nem sempre elogiam pq querem saber a marca. Mas pq gostaram esmo. Eu ainda hoje elogiei uma moca que estava usando um guarda chuva super estiloso. Ela claro retribuiu com um super sorriso e obrigada!

    Responder
  63. amanda - 04/04/11 - 23h56

    Olá!!
    Fiz questão de comentar hoje pra te elogiar!!
    Dá pra ver de longe que vc é super dedicada ao blog, fazendo posts completos e sempre com novidades…esse último post tá DEMAIS.

    Eu sou addicted em blogs e o sempre que entro no seu sei que vai ter alguma coisa legal..
    Eh péssimo ver que um blog que a gente amava virou num “look do dia” e “apareci nessa revista”..

    PARABÉNS =)

    Responder
  64. Tassia - 05/04/11 - 00h00

    Eu acho isso de elogiar e perguntar sobre muito bacana. É uma troca de informações ali, na hora, que é mais ou menos o que fazemos nos blogs, né?
    Já fui parada na rua inúmeras vezes por conta de uma tatuagem que tenho na panturrilha, e meu tatuador inclusive me disse que houveram pessoas que foram mesmo até ele por terem gostado tanto da minha tatuagem. E quando vejo uma peça, ou um esmalte que gosto eu pergunto mesmo! Essa interação foi se perdendo nos anos, e realmente algumas pessoas reagem de forma estranha se vc tentar falar com elas, mas a maioria obviamente fica lisonjeada pelo elogio e de uma conversa dessa pode sair uma dica de ouro!

    Responder
  65. Tita Barberino - 05/04/11 - 00h01

    Menina, semana passada eu tava no shopping com uma amiga e do nada passou uma menina com um cinto MARAVILHOSO. Era tão lindo que as duas repararam logo que ela passou, imagine? Mas a maldita vergonha não me deixou perguntar de onde era =/
    Depois desse post fiquei até arrependida, kkk

    Bjs ;*

    http://www.profissaoperua.blogspot.com

    Responder
  66. Joana - 05/04/11 - 00h25

    Meu caso é timidez também! Se estou em um bar, com um ambiente mais dscontraído, posso até pensar em fazer um elogio, mas se vejo alguém passando na rua ou no shopping fico com vergonha de falar.
    Aqui em NY é diferente! Já recebi elogios na rua. Várias pessoas me elogiram por c ausa de um vestido que comprei na H&M e algumas meninas me elogiaram uma vez por causa de uma saia tipo Kilt que estava usando…

    Responder
  67. Mila - 05/04/11 - 00h29

    eu tenho esse hábito, mas porque aprendi lá fora! sempre reparei nas bffs gringas parando alguem nas lojas e nas ruas pra perguntar alguma coisa fashionistica. me acostumei e sempre q to curiosa pergunto! principalmente com esmaltes! hehe
    no inicio do ano tava em ny e tinha uma vendedora na loja da mac com um esmalte incrivel! perguntei logo e ela me contou sua misturinha de o.p.i.
    é sempre bom perguntar!
    bjo =*

    Responder
  68. luiza monteiro feldman - 05/04/11 - 00h48

    Nossa, thereza, é super isso que acontece!! as vezes em que estive lá, em especial NY, gente no metro e até mesmo uma atendente do McDonald´s elogiaram o que eu estava usando e perguntaram de onde eram, assim é muito bacana, porque elas pergutam de boa e te elogiando! aqui as pessoas ficam encarando e vc fica tipo: “meus deus o que essa pessoa está fazendo? não tira os olhas daqui!” hahaha Acho até que é mais elegante perguntar do que ficar secando a pessoa, porque ai esta acha que é alguma coisa ruim com ela, pelo menos eu fico achando! hahaha Adorei o post, aliás, eu adoro o blog! Muito bom! beijos, Lulu

    Responder
  69. Onnara - 05/04/11 - 00h48

    nossaaaaa, é tão verdade isso, tão verdade…..como tive a oportunidade de morar fora acho que adquiri esse hábito (ainda bem!) e recebia realmente vários elogios, assim como elogiava tb! e sempre perguntava a fonte (o mais importante haha)!!!! adorei o post! Tomara que isso vá abrindo os corações e as bocas das brazucas aqui…..bjos

    Responder
  70. rosa - 05/04/11 - 00h56

    Acho que eu fui meio reprimida nesse quesito, hahaha. Mamãe ensinou sabe? Me seguro e só pergunto pra pessoas bem próximas, acho meio falta de educação, sei lá. Mas qdo me pergunto eu não acho nada disso, acho ótimo! hahaha

    Responder
  71. rosa - 05/04/11 - 01h03

    Nossa, to lembrando de várias ocasiões que me perguntaram, e sempre lá fora! Principalmente quem trabalha com moda, nas lojas, eles querem saber tudo mesmo e são muuuuito simpáticos sempre que querem saber algo. Teve uma vendedora da sacks de NY que veio atras de mim no elevador pra perguntar da onde era minha bota! Hello!! O paraíso dos sapatos era logo ali e ela veio querer saber do meu =/ AMEI hahahaha

    Responder
  72. Daphne - 05/04/11 - 01h42

    Olha, eu até pergunto as vezes. Na verdade, cada vez tenho feito mais. Acho que ainda estou vencendo minha timidez, mas semana passada perguntei até qual era o esmalte… Ou seja, já tô perdendo a vergonha totalmente! Antes morria de vergonha, mas foi no mesmo raciocínio desse post que mudei minha atitude. Passei a pensar que se eu me sentia elogiada qndo acontecia, pq do outro lado seria diferente? E vou te falar, já fiz até amizade na balada perguntando sobre onde a menina tinha comprado a bota que estava usando! Concordo muito com o que vc escreveu e acho que ajuda todo mundo. A pessoa e sente elogiada e ganah o dia e vc sabe onde encontrar aquela peça incrível que fez seu coração bater mais forte. Achei o post super fofo. =**

    Responder
  73. Laura - 05/04/11 - 02h05

    Olha Thereza, tem os dois lados da coisa do elogio. Sou tímida, mas várias vezes dei a cara a tapa e cheguei na pessoa pra elogiar o cabelo, roupa e até o filho, sempre esperando uma resposta entusiasmada. E sempre, sempre mesmo, a pessoa responde e fica com uma cara de: ” ãhn? O_o ”
    E não fui forçada na abordagem, sempre falei delicadamente. Fiquei com raiva da atitude dessas pessoas, e por isso nunca mais elogiei ninguém…

    Responder
  74. mari - 05/04/11 - 02h40

    esse post de diz exatamente a situacao q passei por aqui (San Francisco, CA), esse final de semana,dps q vim morar aqui ha quase 2 anos, eu percebi isso tb, por aqui, as meninas, ate as mais bonitas, te elogiam no restaurante, no barzinho, comentarios do tipo: nossa q vestido bonito,por exemplo, no incio ate estranhei sabe, nao estava acosttumada a receber tanto elogio de mulher, ainda mais, q nunca tinha visto na vida e assim, no meio da rua, mas voltando sobre sab, enquanto eu estava andando, a mulher parou e ficou me olhando dos pes a cabeca (por um minuto, tipo aquela sensacao, ‘to cagada?!?’) e isso aconteceu com umas 3 mulheres. Nao tem sensacao, melhor, pode ter certeza

    Responder
  75. Samira - 05/04/11 - 03h16

    É verdade, não temos esse hábito mesmo por aqui, mas eu sou super curiosa e pergunto mesmo, ainda mais que trabalho com vendas na area de moda… e as vezes é até legal pq acaba virando uma conversa descontraída com o cliente!!!
    Ano passado viajei e fui para NY e lá comprei um cachecol da GAP pq estava sentindo muito frio, e os que levei aqui do Brasil não me aqueceram o suficiente.
    Enfim, de lá fui para Washington D.C e estava no museu Aeroespacial descendo de um avião super entretida, qd me deparei com uma americana descendo atrás de mim dizendo (e pegando no cachecol): Oh, fabulous your scarfs, I Love it!!! Fiquei meio perdida na hora sem saber o que dizer e vi que foi uma coisa super natural e espontânia!!! Foi engraçado mesmo.

    Responder
  76. Thereza,
    No dia Internacional das Mulheres fiz um post exatamente falando sobre isto, exercitar o elogio, como uma “corrente do bem” feminina e sobre o quanto nós, mulheres, somos críticas demais em relação a outras mulheres.
    Posso mandar o link pra vc por e-mail, se vc quiser.
    beijos,

    Responder
  77. Carol Gonçalves - 05/04/11 - 03h39

    Deus me livre!!! Tenho vergonha de ficar olhando demais pra pessoa, para-la? Nem pensar, cairia dura de vergonha.
    Se alguem me parece, claro, ficaria feliz, mas em seguida ia rir um pouco da cara da pessoa. A acharia muito sem noção!

    Mas isso é cultural.

    Responder
  78. stela alves - 05/04/11 - 09h07

    Nao tenho problema algum como isso
    Street Style by Stela

    Responder
  79. barbara - 05/04/11 - 09h50

    Um outro aspecto do nosso comportamento é que quando alguem pergunta sobre um item ou elogia, os brasileiros costumam responder: “ah, isso aqui é velho,…”.
    Uma vez vi um comentário que mudou minha vida: se tu elogias o cocar de um índio ele logo vai dizer, bem orgulhoso “bonito né? eu que cacei as aves, peguei as penas e fiz o cocar”, bem orgulhosão. A gente tem o costume de desdenha a peça, e com isso desdenhar a pessoa que elogiou. Acho pésssimo isso!! puro esnobismo, pois se realmente nao gostasse da peça nao estaria usando.
    Mudei meu comportamento, hoje agradeço e ainda concordo “tambem adoro esta peça”, por exemplo.

    Responder
  80. giovanna l. - 05/04/11 - 10h15

    Eu quando amoooo alguma coisa que alguem ta usando, esqueço a timidez, a vergonha e pergunto mesmo:: Q lindo! Aonde vc comprou???
    Tem gente q fica com a cara feia, não sei se pq foi meio ‘inesperado’ ou se pegou a pessoa de surpresa..outras mulheres, abrem aquele sorriso e respondem com a maior satisfação! E tão bom fazer as outras pessoas se sentirem bem, pq é tao bom quando acontece com a gente!!rs
    otimo post!
    bjsss

    Responder
  81. Glauce - 05/04/11 - 10h29

    Também sou muito tímida, mas às vezes eu elogio. Acho que além da vergonha também tenho receio de parecer invejosa querend saber a procedência de alguma coisa pra ter um igual. Perdi vários perfumes por isso! rsrs

    Responder
  82. Glauce - 05/04/11 - 10h51

    Complementando, sou tão tímida que às vezes tenho vergonha de responder sobre a procedência de algo que estou usando, principalmente se for de alguma grife – mesmo que eu não tenha pago caro, ou comprado fora. Outro dia eu estava usando um batom da Lancôme e uma colega perguntou de onde era pq ela tinha amado o batom e eu respondi timidamente, com medo de ser reprimida.
    No meu convívio são poucas as que têm acesso a essas grifes. Talvez por isso eu também sinta vergonha de perguntar a outras pessoas.

    Responder
  83. Daia - 05/04/11 - 10h54

    Eu sou uma pessoa desprovida de timidez!A maior parte das pessoas fica feliz, algumas dão “trela” outras não,mas percebo que a maioria se sente “intimidada”, acho que é tão difícil disso acontecer que a pessoa fica sem ação, daí também não forço a barra. Acho válido fazer isso sim!!!

    Responder
  84. Camila - 05/04/11 - 10h54

    hahahaha me identifiquei muiiiiito! uma vez cheguei em uma mulher e falei “tava olhando a sua bolsa, MEU DEUS QUE LINDA. será que vc pode me dizer onde comprou?” e ela me deu um super fora e ainda disse que não era lésbica. eu fiquei com a maior cara de vergonha do mundo, imagina só! perguntei sobre a bolsa e ela foi logo pensando isso. será que é algum código secreto das lésbicas? hahaha depois dessa nunca mais perguntei nada, né. mas já vieram me perguntar e eu sou bem simpática, bem secretária de médico bonzinho “oi, tudo bom? aceita um cafezinho?” kkkkkkkkkkkkkkkkk claro que não falo isso, mas o estilo é o mesmo :) seria muito bom se todo mundo (vulgo a gente) tivesse coragem de perguntar, imagina quantas lojas incríveis a gente tá perdendo por aí. amei muito o post, ri demais

    Responder
  85. Adoreiii..como vc escreve bem, The!!!
    Acho que vc expos o sentimento que qualquer mulher existente nesse planeta!!
    rssssssssssss
    Hoje no blog : Meu look no Casamento de uma amiga
    Corre lá pra conferir:
    http://blogtipsandtrends.blogspot.com/
    beijos
    Ma Amorim – Blog Tips and Trends

    Responder
  86. Marcela Rossato - 05/04/11 - 11h10

    Para as pessoas que são próximas tenho costume de perguntar sim e vergonha nenhuma em relação a isso… mais para estranhas na rua ainda sou meio tímida, mais já aconteceu de perguntar sim =D mais vejo que preciso melhorar isso, as vezes vejo modelos incriveis mais rola uma certa timidez, depois fico me corroendo por dentro pensando no modelito hahaha

    Responder
  87. Clara Alves - 05/04/11 - 11h13

    A timidez atrapalha um pouco mesmo.. Mas esses dias percebi como é normal fazer uma simples pergunta: estava com minha mãe no shopping, ela não resistiu quando viu uma moça passar com um sapato lindo e perguntou mesmo, e moça com certeza se sentiu elogiada tbm! Achei bacana ;)

    Responder
  88. Pati C. - 05/04/11 - 11h20

    Eu também costumo elogiar gente próxima…. amigas, colegas…etc! Mas como fazem em NY confesso que tbm teria uma certa timidez…. Mas que seria bacana, seria rs…. Isso seria ótimo para as marcas tbm né….o que uma propaganda boa-a-boca não faz eim!!!!!!!!?? hehehehe
    Beijos

    Responder
  89. laritza - 05/04/11 - 12h22

    concordo em gênero, número e grau, e acho que brasileiro é tudo invejoso mesmo. não comenta porque tá mordendo as costas de inveja. lá fora é tudo mais leve e fluido! depois quando falam que brasil é o povo da alegria e do calor humano, discordo plenamente. a maioria é mal educado e cheio de sentimento negativo!

    Responder
  90. Marcela Souza - 05/04/11 - 12h58

    Tenho vergonha de perguntar, mas se a pessoa der brecha pergunto com delicadeza e educação!
    A única coisa que acho horrível é perguntar o valor da peça. É muito deselegante e desagradável para quem é questionado!
    Beijos The!
    htt´://msfashionfans2.wordpress.com

    Responder
  91. Lyssa M. - 05/04/11 - 13h03

    Eu moro nos Estados Unidos a 5 anos e por aqui pessoas te param na rua para te elogiar e te perguntar mesmo! A primeira vez que aconteceu comigo eu fiquei tao desconcertada que acabei mentindo pois estava usando uma blusa do Target (supermercado). Depois desse episódio me senti suuuuper mal e aprendi minha lição! Muito feio o que eu fiz!! Ano passado recebi um elogio da Lauren Conrad e ela ainda me perguntou onde eu tinha comprado minha blusa! Rs Foi super simpática!! Ainda conversamos um pouquinho por conta disso…Pois naquele mesmo dia no jantar um garcom do Ruth Chris derramou vinho tinto na minha blusa! Resultado: perdi a blusa mas ganhei um cheque pra comprar um vestido novo! Rs Beijos Thereza!

    Responder
  92. viviane - 05/04/11 - 13h11

    É verdade eu por várias vezes deixei de perguntar por timidez.
    Mas no meu aniversário ano passado, fui jantar com uns amigos, e uma menina me parou perguntando de onde era meu sapato(peep toe rosa, que na época era, impossivel de achar..)toda simpática, dizendo que adorou e tal, não vi problema nisso, meus amigos que ficarm comentando e rindo depois né.. hihi
    beeeeijos Thê

    Responder
  93. Laura Braz - 05/04/11 - 13h55

    Acho super bacana!
    Coragem pra falar coisas ruins é que deveria ser medida… coisas boas devem ser sempre ditas!!!
    Bj
    Laura
    http://www.blogdalaurabraz.blogspot.com

    Responder
  94. Nathalia - 05/04/11 - 14h16

    A minha irmã mais velha é do tipo que pergunta mesmo e não ta nem ai se vão achar ruim ou não. Uma vez estavamos na praia e ela gostou tanto da canga de uma mulher perto de nós que foi perguntar a onde ela tinha comprado! Eu já sou o oposto, morro de vergonha.

    Responder
  95. ANA CASTILHO - 05/04/11 - 14h44

    ahahah adorei o post porque sempre tive vontade de abordar alguém quando algo me chama a atenção, mas nunca tive coragem, até mês passado. Estava numa lanchonete e ao ver um cabelo com mechas incríveis, exatamente como queria, pensei duas vezes e na cara e coragem abordei a menina. Para minha surpresa ela foi um amor, deu o lugar em que faz, o número do salão e ainda todas as informações para que hair stylist ligar o nome a pessoa na hora de pedir igual. Fofa, não?

    Responder
  96. Thaíssa - 05/04/11 - 14h54

    Eu sempreeeeeeeeeeeeeeeee faço isso! PEna que o negativo sempre sobressai mais… vamos tentando ne?

    http://adoroequero.blogspot.com

    Responder
  97. Marcellaa - 05/04/11 - 15h02

    The, nada haver com o post mais vc é minha única opção! Fiz uma compra mês passado no site do Morangão e ja passaram mais de 14 dias e ainda não recebi os produtos. :( Demora mesmo pra entregar? Ou sou mega azarada e minhas comprinhas não chegaram nunca?? Por favor, responda vai! Bjs

    Responder
  98. Carol - 05/04/11 - 15h02

    As vezes eu elogio até quem não conheço. Mas nesses casos não pergunto de onde é a roupa. Só um elogio rápido e sincero mesmo.. isso pode fazer o dia de duas pessoas mais feliz! De quem ouviu e de quem elogiou!!!
    Bjs
    Obs: respeito quem não fala de onde é a roupa ou acessório, mas.. ah, né… eu falo sem problema!

    Responder
  99. Letícia - 05/04/11 - 15h22

    Acho que isso é questão de hábito mesmo. Quando fui aos EUA percebi essa interação que não temos, por exemplo estava com uma blusa super simples – nada digno de admiração – e uma mulher, no meio da Macy’s, me parou para perguntar de onde era. E eu tive que dizer, sorry, é do Brasil! Hahaha. Mas realmente, aqui é bem difícil isso acontecer, eu confesso que tenho vergonha. Por mais simples que seja essa ação, acho que temos medo da reação da vítima! Rs

    Responder
  100. Malu Palma - 05/04/11 - 15h44

    Aaaah! acredito que nós mulheres temos um certo medo que levar um fora da dona dessa tal peça incrível, pois, afinal, muita mulher vê as outras como concorrência e pode levar esse elogio como ironia, e até se ofender! eu mesma já fiquei na dúvida quando recebi um elogio e outra mulher.. Se essa bobagem de concorrência acabasse, ai sim! Seria muito mais fácil descobrir de onde vêm os vários looks maravilhosos que vemos por ai e quase morremos para ter um igual!
    Depois dá uma olhadinha no meu novo blog : http://luxurytowaste.blogspot.com/

    Beeijos, Thereza! Adooro o Fashionismo!

    Responder
  101. Larissa Prudente - 05/04/11 - 16h00

    Oi Thereza!

    Muito bom esse post. Comecei a refletir sobre o assunto, e lembrei que MUITAS vezes já fui abordada pra perguntar sobre peças que uso, principalmente meus óculos de grau que são super diferentes. Também tenho o hábito de elogiar tudo que acho bonito, mas esses dias isso me rendeu uma “acusação” de puxa saco, por parte de uma conhecida (que deve ser uma pessoa amarga né)! Enfim, não elogio mais nada dela hahahaha

    Beijos

    Responder
  102. Anne - 05/04/11 - 16h20

    Nunca parei pra pensar isso, e é a mais pura verdade…
    MEDO, VERGONHA de que? se não tem uma mulher na face da terra que não se sentirá o maximo com isso!
    Eu ja fui parada algumas vezes e adorei todas, principalmente por na epoca estar trabalhando em uma marca de roupas da minha cidade, aproveitei pra um merchan né? rs Mais nunca parei pra perguntar não, agora eu acho que vou ter mais coragem depois de pensar melhor..

    bjinhos

    Responder
  103. Flávia Cruz - 05/04/11 - 16h45

    Olá Teresa!!! Adorei esse post e não poderia deixar de comentar tb!! Na minha opinião acho que quem recebe o elogio não está preparado pra recebê-lo de estranhos, pois na maioria das vezes acho que o receio da aproximação e abordagem é o que assusta… Uma vez, eu estava indo pra faculdade de trem, e fiquei admirando a roupa que uma moça estava usando, você acredita que ela chegou em mim e disse: “vai ficar encarando até quando, perdeu alguma coisa?!” Na mesma hora eu respondi: “simplesmente não consigo parar de olhar para a sua roupa, pois você está muito bem vestida!!! Parabéns pela elegância e me desculpe se isso te incomodou”… A cara da mulher foi ao chão!!! Daí quem ficou com receio foi EU!!
    Por causa da estupidez e ignorância nunca mais me atrevi a elogiar ninguém!!!
    É relativo isso, não dá pra definir exatamente, mas na minha experiência foi total falta de educação e pura ignorância!!!
    Grande Beijo ~.~
    Flávia Cruz

    Responder
  104. Nadia - 05/04/11 - 17h26

    Engraçado, eu sempre elogio e pergunto de obnde é. Não fico tímida não.
    Beijoss.

    Responder
  105. Paola Lucas - 05/04/11 - 17h52

    Bom… Eu tenho uma amiga que tem essa mania.. Sempre que estou com alguma roupa ou assessório que ela gosta, ela vem e me pergunta onde eu comprei…
    Confesso que no começo eu nao ligava, mas com o passar do tempo comecei a achar bem chato. E eu se gosto de alguma peça de alguém seja de uma amiga ou não eu elogio, mas não pergunto onde comprou, essa informação fica por conta da vontade da pessoa me contar… ;)

    Responder
  106. Bruna Bertozzo - 05/04/11 - 18h14

    eu sou caruda e pergunto mesmo! haha mas odeio quando alguem pergunta de onde é uma peça e vc responde que é de uma loja não grifada a pessoa te olha com uma cara de “sua pobre”…
    nos estados unidos é muito comum mesmo…e por incrivel que parece a peça que mais elogiavam era um coletinho jeans, AKA jaqueta jeans com mangas cortadas e uns studs q eu mesma apliquei! eu ficava toda orgulhosa de falar “eu que fiz”

    Responder
  107. Chris Anelise - 05/04/11 - 18h22

    Só parei uma vez uma garota pra perguntar o esmalte e acabei fazendo uma amizade, ó;Dhuhuhuh
    Mas eu costumo perguntar só que pra pessoas mais próximas mesmo

    Responder
  108. Camila Martins - 05/04/11 - 18h31

    No natal que passou, comprei uma bolsa linda para presentear uma amiga. Semana passada, ela me contou que estava andando pelo campus da faculdade, e um grupo de meninas estava seguindo ela para saber de onde que era a bolsa linda que ela estava usando, e então, ela disse que havia sido presente, mas que ficou feliz em saber que havia agradado. Eu fiquei muuito feliz em saber disso, pois mostra, um pouco, que mais pessoas apreciaram o presente que eu dei à minha amiga.
    Costumo elogiar as pessoas sim, pois gosto que façam isso comigo! Sempre fui bem recebida, e a menina sempre fica feliz com o elogio.
    Quando a menina não fala o local onde achou a peça, não insisto, porque é desagradável, né? :D
    Adoreei o post, Thê! Parabéns pelo blog que tá seempre LINDO!

    Responder
  109. Mariana Belém - 05/04/11 - 18h55

    Nossa The, ótimo post!!
    Realmente devíamos começar a cultivar esse tipo de hábito!! Eu realmente sou muito tímida pra essas coisas tb, tenho medo de ser mal interpretada e levar um fora tb!
    Mas realmente lá fora as pessoas te elogiam mesmo e isso é muito bacana! Passei 1 mês em NY e uma moça virou pra mi dentro do elevador: “I love your shoes”!! Nossa achei o máximo, ganhei o dia mesmo! Achei tão bacana isso… e passei a elogiar as pessoas tb!!
    Espero que as pessoas reajam bem aqui no Brasil né! Afinal, elogio é sempre bom, e de graça nem se fala!! rsrsrs
    Bjos

    Responder
  110. Stephanie Navas - 05/04/11 - 19h52

    Oiii… adorei seu blog, parabens!
    Estou com um blog novo faz apenas 1 mes que tenho, estou com um pouco de dificuldades de divulgacao,meu blog fala de moda, cosmeticos e afins, da uma olhadinha o endereco e http://www.pimentadebaunilha.com
    beijos e sucesso!

    Responder
  111. Juliana Queiroz - 05/04/11 - 19h56

    gente, sofro de uma cara de pau nata a toda criatura filha de baianos e cercada deles… educadamente eu pergunto numa boa. claro que algumas pessoas detestam responder, mas geralmente saio no lucro pois as pessoas geralmente são bem simpáticas!
    bisous, madame

    Responder
  112. Tamiris - 05/04/11 - 20h18

    Qnd eu era pequena meu sonho era ter uma roupitcha dessa igual a da Cher!!! hahaha. e eu tb morro de vergonha de perguntar, mas depende da ocasião. Eu sou vendedora de loja de roupa feminina, e qnd uma cliente entra com alguma bolsa, sapato ou qlq coisa espetacular eu pergunto msm, fica até melhor pra criar uma intimidade com a cliente e fazer um atendimento bom e fico sabendo de onde é a peça!! hehe

    Responder
  113. Alice - 05/04/11 - 20h47

    Acho sensacional! Um dia estava dentro do provador de uma loja e vi uma sapatilha ma-ra-vi-lho-sa nos pés de outra cliente, não me contive, perguntei de onde era, e ela foi super legal ! Falou da loja, e falou que era de uma ou duas coleções passadas, e já devia ter saído de linha. Verdade, mas parece que a sapatilha foi tão amada que acabou de voltar na coleção de inverno 2011! E eu já fui lá e garanti a minha, estou super feliz!!
    Beeijão the

    Responder
  114. Marina Apolinário - 05/04/11 - 21h19

    Eu odeio ser perguntada porque na maioria das vezes estou usando algo de marca estrangeira e as pessoas não conhecem e me acham esnobe ou estou usando algo de lojinhas como C&A ou Renner, pq me recuso a pagar o preço que custa as roupas aqui no Brasi (prefiro economizar e comprar só quando eu viajo nem q seja só 1x por ano) e as pessoas me acham “pobre”. Então eu também não pergunto de ninguém, mas elogiar eu sempre faço quando posso.

    Responder
  115. Adriana - 05/04/11 - 21h40

    Eu acho pergunto mesmo, até corte de cabelo q eu gosto, pergunto qual o cabelereiro, acho chic perguntar ..hehehehe, e adoro quando perguntam pra mim tb e respondo com sorriso de orelha a orelha hehehehehe. E acho q dei sorte, pq tdas as pessoas q eu abordei foram mto simpaticas. Bjos

    Responder
  116. tatiana - 05/04/11 - 21h50

    ADORO SEU LADO ANTROPÓLOGA DA MODA!
    BJO GRANDE

    Responder
  117. Pat Camargo - 05/04/11 - 22h09

    Em Nova York viro cara de pau, lea elas perguntam mesmo e eu adquiri o hábito hahaha.
    Aqui não rola isso, como te disse no twitter brasileira tem suas reservas e se você pergunta ela ja acha que você ta a fim dela, ou pode botar olho, sei la.
    Coisa de gente maluca!
    Alem do mais duvido que aqui alguem pergunte pq isso seria pagar pau pra outra mulher.
    bobeira pura!
    beijos

    Responder
  118. NATÁLIA - 06/04/11 - 08h45

    Acho super chato quando vc tá andando na rua e as pessoas te param pra perguntar onde vc comprou determinada coisa q está usando… As vezes a pessoa te cutuca e vc toma aquele susto! E mais, com a mania de garimpar as coisas nem sempre vc lembra de imediato onde vc comprou… Muitas vezes a gente esquece até qual brinco está usando.. É aquela de a pessoa elogiar e vc botar a mão no brinco pra “sentir” qual é o brinco que está na sua orelha!
    Mas com certeza melhor perguntar logo de cara do que ficar secando a amiga com cara de invejosa… huahuahuahuauh
    Aliás acho que o perfil da brasileira é muito mais esse… o de secar as outras mulheres na rua, pretendendo não ser percebida… tipo stalker… huahuahuhauha É uma questão cultural!

    Responder
  119. Michelli - 06/04/11 - 13h57

    Sempre que vejo qlguém com um look que me causa “aquele olhar”, pergunto, sim!
    E ainda completo dizendo q a pessoa tem mt bom gosto!
    Mas, por vezes, tive expriências desagradáveis! Como certa vez q perguntei e a pessoa falou assim: Por acaso foi vc que pagou?!
    Nossaaaa, desde dia fiquei com medinho de dizer qlqer coisa!
    bjus!

    Responder
  120. Laura Moreira - 06/04/11 - 14h01

    Oi Thereza! Muito bom você abordar esse assunto aqui, pra saber mesmo o que as pessoas acham deste tipo de abordagem.
    Eu, que sempre fui muito tímida, não via problema em perguntar pra alguém sobre alguma peça que eu tivesse gostado até perceber que as pessoas não curtem muito essa abordagem. Eu penso que se você gosta MUITO de uma determinada peça, te dá um comichão, sei lá, você passa por cima de tudo pra saber da onde aquilo veio. Aí você pergunta, a pessoa te enrola ou responde sem vontade, torcendo o nariz.
    Quando me perguntam, eu acho que ganho o dia e não vejo problema nenhum em falar. Mas já tomei alguns foras por isso, viu?
    Beijo

    Responder
  121. Nany - 06/04/11 - 14h31

    ADOREI a idéia. Confesso que tenho muuuuuita ‘vergonha’ nesse caso, foi beem poucas as vezes em que tive coragem de perguntar. Mas, pensando bem, não custa nada e eu adoraria que alguém viesse perguntar isso p mim (já vieram, mas eram amigas, ou colegas de escola).
    Prometo praticar isso. *–*
    Xo ;*

    Responder
  122. Jessica Viégas - 06/04/11 - 15h47

    Seria muito bom se as pessoas praticassem isso aqui no Brasil, mas as vezes dá uma vergonhazinha de perguntar. Hahaha.
    Beijos.

    http://www.deliriosdeconsumista.com.br

    Responder
  123. Julia - 06/04/11 - 17h23

    Eu estou fazendo intercambio nos estados unidos, e as pessoas aqui tem o costume de fazer isso mesmo, elogiar quando gostam, no começo eu estranhei, mas de fato, me deixa tão feliz quando alguém me para pra perguntar da minha roupa, sapato, etc. Se eu vou fazer isso também quando eu voltar pro Brasil, eu já não sei..

    Responder
  124. Anônimo - 06/04/11 - 20h51

    Já aconteceu comigo, fiquei muito feliz. Tava com uma amiga no cinema e uma garota amou minha blusa, mas n perguntou onde comprei. E muito bom isso. Já tive vontade de elogiar varias pessoas na rua, mas n tive coragem e por um lado, apesar de ser interessante é meio falta de educação pq tem gente q não quer falar onde comprou etc. Mas adoro e sinceramente vou passar a fazer isso nas ruas!
    Bjsss

    Responder
  125. Bia - 06/04/11 - 21h15

    mew so eu q nunca fui pra fora que nao sabia que la eh assim???????Pobre é foda. Mas eu pergunto sim se algo me interessar muiiiiiito. Basta ter educação as pessoas nao acham ruim =)

    Responder
  126. bel - 08/04/11 - 00h37

    Thereza, sempre acompanho o blog (adoooooro) mas nunca comentei. Esse post é ótimo…merece mesmo uma reflexão. Eu costumo perguntar quando vejo alguém com uma peça que me interessa…pergunto até onde faz o cabelo se eu achar mt bonito (é que eu amo mechas)…sou mt curiosa e falo demais ,então já viu. Só que comigo aconteceu uma coisa no mínimo inusitada…tinha uma menina que estudava cmg qnd eu fazia o ensino fundamental…era minha colega e tal… ela era legal.ERA! Tempos depois mudei de colégio e ela também…Foi aí que ela começou a se vestir bem. E eu ACHANDO que tinha intimidade, que não tinha problema nenhum, às vezes perguntava onde ela tinha comprado e elogiava lóoooogico. Acontece que já na faculdade, conversando com uma colega em comum, adivinha o que eu fico sabendo?Que a “colega” falava eu eu tinha inveja dela e das roupas e que eu era brega pode? Fiquei passada…eu achando que estava sendo gentil, elogiando, sem maldade, e ela me vem com uma dessas? Eu não me importo qnd alguém me pergunta de onde é uma roupa que eu estou usando…até mesmo faço questão de dizer p minhas amigas qnd encontro um “achado”…dou dicas de cabelo (qnd elas perguntam claro!). Achei bobagem da parte dela mas cada um sabe de si. O resultado é q hj eu continuo perguntando mas penso bem antes…vai que alguém acha que eu tenho inveja kkkkkkk. BJO

    Responder
  127. Fernanda - 08/04/11 - 09h53

    Ah eu sou descarada hahahaha Eu pergunto, sempre elogio, e adoro quando me perguntam. Mas tem sim gente que não quer contar a procedência. Bobeira né, porque hoje em dia exclusividade mesmo só mandando fazer. De resto, tudo se copia, ou melhor, INSPIRA. Adorei o post!

    Responder
  128. Paula Ribeiro - 09/04/11 - 14h16

    Eu não tenho problema nenhum em perguntar as coisas… Desde que a pessoa pareça receptiva a isso! Fora aquelas meninas que não gostam de compartilhar fontes, que como a menina disse aí em cima, que acham que os outros tem inveja… É o fim isso! eu só pergunto coisas pra quem eu conheço ou se eu quiser muito! Detesto gente grosseira… E se alguém vem me perguntar alguma coisa, eu respondo tudo com o maior prazer!

    Responder
  129. Cah - 09/04/11 - 20h14

    Pra roupa sou um pouquinho mais introvertida na hora da abordagem, mas já parei pessoas e perguntei o nome do esmalte muuuitas vezes! haha

    Responder
  130. thepinkthing.wordpress.com - 10/04/11 - 16h53

    Eu sempre pergunto! As vezes, fico com vergonha. Mas na maioria das vezes pergunto! Conhecam meu blog!

    Responder
  131. Alexandra Freitas - 10/04/11 - 21h55

    The!!! Pergunto TUDO mesmo, peço licença e mando ver!!! Zero vergonha!!!
    http://www.redcarpetlovers.com.br, me visita gente!!! bjbj

    Responder
  132. karol cullman - 09/05/11 - 16h42

    se essa moda pegar aqui no brasil mesmo…seria fantastico.
    já aconteceu comigo… isso estava em uma balada e me pararam por causa da minha sandália… que por sinal era bonita mesmo…
    mais espero que isso se torne real,pois já perguntei sim mais as pessoas não são tão receptivas com essa parte de contar pelo menos de que marca ou grife que o acessório magnifico…
    pertence…mais boa dica… vou começar analisar e quando gostar ou quando me perguntar querooo que me respondam…

    Responder
  133. Mila - 21/02/13 - 17h04

    Não tenho muito esse hábito de perguntar da onde é a roupa ou o acessório! Mas o que me deixa pra morrer é sentir um perfume maravilhoso e não saber qual é! As vezes até fico perseguindo a pessoa pra ver se lembro qual é, mas geralmente não consigo! Ahahaha Vou vestir minha cara de pau e começar a praticar!

    Responder
  134. Bruna - 22/02/13 - 09h25

    Acho que no Brasil, quem pergunta fica meio taxada de “invejosa”, ainda mais quando você conhece a pessoa, já fica com aquela gana de “ai vai comprar igual” hahahaha

    Responder
  135. Gi - 23/02/13 - 16h28

    Nunca tinha parado p pensar nessa nossa timidez/vergonha/preguiça/… de perguntar a procedencia de uma peça interessante p alguém, até q uma mulher parou minha mãe no shopping p perguntar de onde era o sobretudo dela. No caso, ela era de algum estado do Nordeste e disse q ficou mt tempo tomando coragem de perguntar p minha mãe, rs. Nós, do Brasil em geral, não temos esse hábito mesmo. Antes disso, eu e minha mãe ficavamos perseguindo as mulheres e olhando p bunda delas p ver a etiqueta, hah. Até q eu percebi o quanto é bom isso! Melhor elogio não há!

    Responder