AS MAIS
LIDAS!

O futuro do perfume será artesanal

04/01/2021  •  Por Thereza  •  Moda

Se tem um assunto que amo e, para meu trabalho enquanto criadora de conteúdo ajuda muito, é futurologia! Pensar no futuro, mais precisamente nas tendências de mercado, hábitos de consumidores, movimentos da sociedade, tudo no universo que me cabe: moda, beleza, decor e universo feminino em geral.

Quem acompanha os podcasts do Fashionismo sabe que esse é um assunto recorrente e agora na minha viagem para Paris, percebi um “novo” movimento, logo, resolvi transformar em post escrito! Nós nunca mais encararemos os perfumes como antes! Como? Explico!

Nossa relação com perfumes tem 2 vertentes, um quê de herança, aquele perfume que a gente sentia da mãe ou da amiga e herdava essa “influência” pra gente. Mas também tem aquele lado “assinatura”, um perfume que a gente usou uma vez muito tempo atrás, adotamos e incluímos à nossa personalidade!

Quem não tem um perfume que usa há pelo menos mais de uma década e vai recomprando? Ou aquele perfume que alguém te deu ou você sentiu um cheiro numa ocasião especial e adotou de vez? Resumindo, perfume é memória e história, mas isso tudo vem mudando.

perfume

Lembro que em 2012 conheci a Le Labo, uma marca nova iorquina super descolada, pioneira e que fazia perfumes “sob medida”, com foco em 1 ingrediente (o meu é o Jasmin 17, AMO!) e com tudo preparado na hora, do seu jeito e até com o seu nome. Achei aquilo o máximo, mas não fazia ideia que no futuro (hoje) esse formato de perfumaria seria mais e mais comum.

Nesse viagem de férias, um tipo de loja me chamou a atenção: as lojas de perfumes customizados, fragrâncias artesanais, perfume sem um rótulo pop, mas com um cheiro que bastasse! E se o país do perfume já difundiu esse movimento (só no Marais vi uma dúzia de lojas assim), vale ficar de olho e, acima de tudo, refletir!

Perfume é personalidade, é o que conta a sua história e estilo com uma sprayzada. Perfume é conforto, aquece a alma, levanta a autoestima. Perfume é um ~cosmético que muda um dia, incremente uma noite… LOGO, ele não pode ser qualquer um.

Lembra que uma vez entrevistei a Thaila Ayala aqui pro blog e, ao perguntar sobre seu perfume, ela disse, “segredo!”… e não mentiu. Muita gente inclusive não revela sua “fonte” e trata perfume como caso sério, ou seja, as fragrâncias cada vez mais serão únicas, personalizáveis e instransferíveis.

Seja os populares mundo afora, Chanel No5, La Vie est Belle da Lancôme ou todo e qualquer da Carolina Herrera, ícones que atravessam geração e estão sempre no topo dos mais vendidos do mundo, mas cada vez mais veremos que essas estatísticas mudaram e não necessariamente teremos novos nomes fortes, mas pequenos grandes nomes! Marcas locais, propostas diferentes, fragrâncias únicas e sob medida.

Lá fora a perfumaria já vem se renovando, a própria Le Labo afirma em seu site que “O futuro do luxo da perfumaria reside no artesanato”, ou seja, nos perfumes mais personalizados, íntimos e pessoais. Acredito que aqui no Brasil vejamos mais e mais desse formato em breve e, quem sabe numa viagem mais próxima, ao invés da gente fazer o check na lista e recomprar o perfume x, podemos descobrir novas marcas, fragrâncias e se encantar por um perfume y!

LOOK DA DÉCADA!

14/12/2020  •  Por Thereza  •  Red Carpet

LEIA ESSE TÍTULO COM MUITO IMPACTO!

Sim, look da década! Não teve quase tapete vermelho em 2020? Tudo bem, a gente dá nosso jeito e, aproveitando, nosso sempre tradicional período de retrospectivas, resolvi fazer dos últimos 10 anos de RETRO FASHIONISMO! Deixei de lado curtos, macacões e foquei nos últimos 10 longos campeões democraticamente pela sociedade fashionismiana!

Vocês sabem que estou no meio de uma ~espécie de licença maternidade – que nunca é 100% quando você tem seu próprio negócio e quando esse negócio é bem independente, mas deixei agendados muitos posts pelos últimos meses (acredita que agendei esse em 21/07?!), mas em janeiro nossa programação volta normal na medida do possível!

Enquanto isso, votem na sua favorita e me contem o motivo!

 

Rachel McAdams de Elie Saab – 2010

Olivia Wilde de Marchesa – 2011

Blake Lively de Zuhair Murad – 2012

Rihanna de Alaia – 2013

Lupita Nyong’o de Prada – 2014

Lily James de Elie Saab – 2015

Diane Kruger de Reem Acra – 2016

Jennifer Lawrence de Versace – 2017 

Blake Lively de Versace – 2018

Zendaya de Vera Wang – 2019

 

LOOK DA DÉCADA

Ver Resultados

Relembrando looks do tapete vermelho #8: Nicole Kidman

09/12/2020  •  Por Thereza  •  Red Carpet

Pra encerrar o ano na nossa tag RLTV, pensei num look um pouco mais antigo, numa era pré-blog e um não me saia da cabeça, pois pra mim essa atriz é a epítome do tapete vermelho: Nicole Kidman – de Balenciaga no Oscar 2007.

Faça minimalista, mas faça com um meeeega laço! A atriz é mais discreta, gosta de vestidos tipo coluna e esse look caiu como uma luva pra ela. Tem impacto, é certeiro, mas sem recorrer a nenhuma firula rs.

Amo que ela não se faz rogada nos penteados, quase nunca faz nada especial, manda fazer uma escova, chapinha e fui!

Agora uma info: Como mal tivemos tapete vermelho em 2020, não quero deixar essa nossa época de final de ano, tradicionalmente de restropectivas, sem um desfecho e memória! Por isso, semana que vem, o último post do ano e antes de voltar da minha licença maternidade, separei todos os últimos 10 looks longos que venceram nossas enquete de look do ano pra gente voltar e escolher o LOOK DA DÉCADA! Então voltem aqui semana que vem pra escolher o seu look :)