AS MAIS
LIDAS!

7 dicas pra você inserir definitivamente o protetor solar na sua rotina

29/10/2018  •  Por Thereza  •  Beleza, Publicidade

Passar protetor solar religiosamente é mais do que um desafio ou estilo de vida, é majoritariamente HÁBITO e eu posso garantir! Há algum tempo, temos falado mais sobre o assunto e me sinto orgulhosa em poder colocar em prática esse não tão difícil costume. A minha ligeira obsessão pelo danado fez até com que eu contagiasse minha família, tipo, Rodrigo não passa todo dia, mas quando vamos fazer uma caminhada, ele já sente a necessidade.

E, seja por questões de proteção solar e/ou prevenção de manchas e rugas, vocês sabem que o Anthelios Airlicium da La Roche-Posay foi o responsável por me fazer conseguir tornar esse hábito possível. Sei que existem milhares de entusiastas do produto que não me deixam mentir, pra mim ele é a melhor coisa pra quem tem dificuldades de colocar protetor solar na sua rotina.

Gosto especialmente, pois ele absorve rápido, a pele não fica melequenta, não tem aquele cheiro de protetor solar da infância e, o diferencial, o Airlicium em si. Do que se trata? É uma tecnologia de controle inteligente de oleosidade, que contém micropartículas matificantes e encapsuladas com 99% de ar, que controlam o brilho sempre que a pele produz oleosidade ou umidade. Resumindo, ele não é apenas mais um protetor, pois essa tecnologia, que os outros protetores não tem, faz toda a diferença.  A quem interessar possa, na Drogaria São Paulo tem o Airlicium FPS30 com 20%off. Dito tudo isso, separamos 7 pequenas dicas (entre erros e acertos) sobre o universo da proteção solar e como deixar esse hábito pronto pro verão que vem aí!

1. PROTETOR MULTITAREFA

Uma questão importante que vai fazer você definitivamente inserir um protetor à sua rotina é o aspecto multitarefa dele. Por exemplo, um protetor que seja hidratante ou um protetor com cor que já funciona como maquiagem (tem protetores inclusive que exercem essa função, no caso, tripla!). Portanto, estude bem um protetor que simplifique sua rotina e ainda não aperte no bolso, afinal, essa multifunção não só vai te fazer economizar passos, como outros produtos.

2. O ÚTIL E O AGRADÁVEL

Desde que minha dermatologista me ensinou a misturar numa usado só, protetor e vitamina c, consegui inserir esse último ingrediente definitivamente na minha rotina. Sabia que pra obter o máximo de seu filtro solar, você deve combiná-lo com um antioxidante, como a vitamina C?

Pois bem, “O dano solar é um processo oxidativo. Os raios UV, poluição e fumaça de cigarro, causam a liberação de radicais livres nocivos, que levam a sinais prematuros de envelhecimento, mas a vitamina C os neutraliza e ajuda a proteger a pele contra esses danos, mantendo-a saudável e vibrante. A vitamina C não funciona como barreira aos raios UV, mas uma vez que esses raios entram na pele, é um potente antioxidante que diminui a taxa de danos dos radicais livres, melhora o colágeno e ajuda na reparação da pele.”

Eu tenho aplicado 4 gotinhas do C E Ferulic (tem dele aqui também), a vitamina C da La Roche-Posay, ao meu Anthelios Airlicium e tenho matado dois coelhos com uma cajadada só, pois é duplamente eficaz e até mais fácil de passar, conversem com sua dermato que faz muita diferença.

3. DESMITIFICANDO AS COISAS

“Eu até tento, mas protetor solar me dá espinha”, a maioria das pessoas atribuem à questões como essa, o fato de não conseguirem inserir proteção solar à sua rotina. Mas já perceberam que qualquer coisa pode nos dar espinha? Uma base do momento? Aquela comida delicia? Mas como protetor não é ‘gostoso’, a gente deixa de lado rs. A questão é óbvia, é preciso encontrar um protetor solar pro seu tipo de pele.

Li uma matéria muito legal na Allure falando sobre essa resistência e como é preciso, antes de mais nada conversar com seu dermatologista e depois ir na tentativa x erro. A matéria fala que a questão não é nem em relação ao surgimento das espinhas, mas sim o motivo pelo qual elas surgem, e muito se deve à transpiração, se esse for seu caso, vale ver um protetor resistente à água. Ou, por exemplo, as versões em gel – como é o caso do Anthelios, que tem textura gel-creme , são menos propensos a causar desconforto na pele por conta de sua boa absorção.

4. MAQUIAGEM É MAQUIAGEM, PROTETOR É PROTETOR

Não se iluda com certos produtos de beleza que tenham a letra mágica FPS, eles ajudam num retoque eventual, mas estão longe de serem suficientes. Nessa mesma matéria, um dermatologista diz que, por exemplo, um pó com FPS, precisa ser aplicado 14 vezes na pele pra fazer efeito e uma base com uma pequena quantidade de fator precisa de 7 camadas pra proteger de forma eficiente, já imaginou o reboco?

5. EU SEI O QUE VOCÊS FIZERAM COM O PROTETOR SOLAR DO VERÃO PASSADO

Típico, vem chegando o verão, aquele calor no coração e bate aquela vontade (ou diria peso na consciência?) de inserir o protetor solar que você não usa desde o verão passado, certo? Pois bem, reflita, a validade de um protetor solar é curta, geralmente de 12 meses, simplesmente pelo fato dos ingredientes ativos do produto perderem sua eficácia, ou seja, você vai se lambuzar toda e nada acontecerá, portanto, a cada 12 meses é preciso renovar seu estoque de protetor (mas se você usar assiduamente não vai correr esse risco do produto ficar inutilizado :D).

6. DÊ UM TEMPO PRO PROTETOR PROCESSAR AS IDEIAS

Tudo ótimo, você está conseguindo inserir o protetor à sua rotina, mas um erro que as pessoas cometem:  passar e sair. Um protetor precisa de 20 a 30 minutos para adentrar definitivamente na sua cútis e fazer efeito, portanto, passe um tempinho antes de sair.

7. INDO ALÉM DO ÓBVIO

Tudo muito bem, você já usa protetor solar diariamente na sua rotina, mas até onde? Sabemos que no rosto é fundamental, mas tem gente que passa como se fosse uma máscara, até a curvinha do queixo e fim. Vamos à fase 2 da proteção e que tal estender por todo o pescoço, colo e aquele restinho no dorso da mão? Essas partes do corpo, inclusive, são onde mais revelam a idade e mostram que protetor solar não tem limite, mas é tudo uma questão de hábito!

protetor solar

E você, como conseguiu introduzir o ritual da proteção solar à sua rotina?




Deixe seu comentário!
*Preenchimento obrigatório (seu email não será divulgado).
Quer que a sua foto apareça no comentário? Clique aqui e cadastre-se!

10 Comentários
  1. Ana Luiza Carvalho - 29/10/18 - 13h35

    Sempre tive muitos problemas com acne na minha adolescência inteira, logo usava muitos ácidos e o protetor solar era uma obrigação diária, então foi “fácil” de certa forma adquirir o hábito de usar, mesmo fazendo certa birra no auge dos meus 12 anos achando que não precisava passar protetor porque “não estava vendo o sol lá fora” hahahaha hoje em dia passo protetor até se eu for ficar em casa.

    Responder
  2. Vitória Gonçalves - 29/10/18 - 17h58

    minha mãe sempre falou a vida toda que é a mão que “mostra” a idade real da pessoa hahaha graças ao Fashio eu inseri oficialmente o protetor na minha rotina e além disso virei a fiscal da proteção da minha família toda! Trouxe o Anthelios do #F10 e virou o favorito da minha mãe e minha irmã, que preferem o aspecto da pele bem sequinho. Antes desse, elas sempre deixavam de usar porq “deixava a pele toda melecada”.

    Responder
  3. Jéssica Semedo - 29/10/18 - 18h01

    Melhor hábito pra se adquirir em cuidado com a pele. Estou há um ano usando religiosamente. Minha dica é deixar o protetor solar perto da pasta de dente. Você escova o dente todo dia ao acordar né, então. Passar o protetor também pode ser assim. Depois que fiz isso é rotina, antes de sair de casa escova-se os dentes e passa protetor. Minha pele melhorou muito.

    Responder
  4. Bruna Farias Gonçalves - 29/10/18 - 20h38

    Só não uso mais por questões de fotoestabilidade/tempo e pq não tenho tempo nem gostaria de reaplicar durante o dia. Uso o Normalize Pore da Ada Tina Maravilhoso FPS50 com foto duração de 12h ❤️❤️❤️❤️❤️

    Responder
  5. Beatriz Araujo - 29/10/18 - 20h44

    Amei as dicas, ainda tô na fase de introduzir o protetor na rotina diária, os que eu uso deixam minha pele melequenta, então isso acaba virando uma barreira. Agora encontrei um boa opção p/ substituir os que tenho, obri pela recomendação, tava precisando :wink:

    Responder
  6. Deborah Pontes - 30/10/18 - 11h12

    É uma coisa que não consigo incluir na minha rotina.. sei que é um erro e, com a proximidade dos 30, não podemos dar mole. Gostei da dica de misturar a vitamina c ao filtro quando for aplicar, assim otimiza o tempo pra sair de casa pela manhã.

    Responder
  7. Angélica Maia - 30/10/18 - 15h40

    Preciso ser mais disciplinada com protetor solar…valeu pelas dicas

    Responder
  8. Ursula - 30/10/18 - 22h54

    Meu protetor é o mesmo do seu, tenho pelo acneica, mesmo ela sendo seca, e amoo o Anthelios. Passo no rosto tem um tempo, uns 10 anos, mas comecei a descer para o pescoço a pouco tempo por dois motivos: um sinal que tirei e era um carcinoma basocelular (meu segundo e não frequento sol) e idade. Acho que a importância vai além da estética rosto/pescoço/mãos.

    Responder
  9. cibele - 31/10/18 - 10h32

    quando comecei a ter melasma fiquei viciada em protetor, nao consigo sair de casa sem que ja sinto as manchas surgindo hahahaha. to começando a criar o habito de passar no pescoço, agora é começar a passar tambem nas maos e colo.

    Responder
  10. SILVIA ELAINE DA SILVA - 12/11/18 - 21h32

    Ainda não consegui incorporar na rotina, porém estou tentando

    Responder