10 restaurantes pra você conhecer em Nova York – Edição 2017

06/02/2017  •  Por Thereza  •  New York, Viagem, Vinho

Vamos começar o ano atualizando nossa lista de restaurantes em Nova York e torcendo para que o dólar volte à casa dos R$2 pra gente agendar a próxima visita à cidade com uma certa dignidade financeira gastronômica?

Pois bem, vocês sabem que Nova York é um assunto recorrente aqui no Fashionismo desde o início e se o tema é comida, tem restaurantes que são clássicos, outros adoráveis clichês e até finados (Saudades, Pastis!), daí aproveitando minha última viagem à cidade, fiz uma listinha rápida de 10 restaurantes badalados que você precisa conhecer na na sua próxima visita!

nova-york-restaurantes-dicas

Impero Caffe [NoMad]: Fica dentro do Innside New York, hotel que fui conhecer na minha última ida à cidade (vale reler o post aqui, ótima dica de hospedagem!) e é uma delícia. Ambiente aconchegante, moderninho e com comida italiana contemporânea, perfeito pra um almoço entre as muitas compras na região (postei sobre shop em NoMad aqui) ou um jantar descolado.

Milos [Midtown]: Já fui na filial de Vegas e ele é incrível! Ele é um grego super descolado, mas ao mesmo tempo típico, com peixes expostos e um ambiente que faz você se sentir na Grécia, só que em pleno Midtown. K-family já gravou uns episódios lá.

Vandal [Lower East Side]: Por falar na família, foi num jantar da Kourtney que eu conheci esse super descolado e modernete restaurante no LES, que depois ainda vira uma espécie de baladinha. Ele tem uma pegada super streetart, com grafites e esculturas pelos ambientes. Boa sugestão pra jantar saturday night com as migas.

King [West Village]: O restaurante badalado da vez em NY. Se quiser ver gente bonita, suas bloggers gringas favoritas (Emilly Weiss e Leandra Medine amam) e comer comida da estação com referência do sul da França e Italia, o King é o lugar.

Pietro Nolita: Como o próprio nome já diz, esse restaurante fica no bairro italiano de Nolita e eu conheci através do Instagram e ele é todo trabalhado no rosa. Da decoração aos ingredientes, ele é todo descolado, hipster e vai te render boas fotos!

Egg Shop [SoHo]: Os restaurantes com ingredientes específicos se tornaram hit na cidade e o Egg Shop (adivinha, tudo leva ovo nos pratos!) é sucesso. O local ainda não é muito turistão – e isso pode ser bom – tem comida boa e os pratos garantem aquele bom clique pras suas redes sociais.

Umami Burger [Chelsea]: O meu hamburger favorito, agora em NY! Já tinha comido em LA e agora o Umami tem em pleno Chelsea e é imperdível, sério! Não deixem de perdir o hamburger de trufas e batata frita igualmente trufada e de nada.

Le Coucou [Soho]: Se você sente falta de um restaurante francês à la Pastis, o Le Coucou se tornou um dos queridinhos da cidade! Com ambiente contemporâneo e comida inspirada na cozinha tradicional francesa, vá ao restaurante se procura um local badalado.

Benoit [Midtow]: Comer num restaurante do chef estrelado francês Alain Ducasse sem abrir um crediário? Essa é a “proposta” do Benoit, bistrô francês contemporâneo aberto em pleno burburinho do Midtown. Obviamente não é um restaurante barato (no site tem todos os preços e menus), mas vale cada centavo pra quem gosta de comer bem e na pegada grifada. Para os amantes de vinho ainda tem um Wine Bar.

Blue Hill [Village]: “Farm to table”, ou seja, da fazenda, direto pro seu prato, é uma corrente cada vez mais forte nos restaurantes da cidade e muitos deles fazem questão de destacar em seus letreiros. E um dos percusores nessa pegada mais sustentável é o Blue Hill, que tem um cardápio autoral, criativo e vale a experiência quando for à cidade. Aliás, asistam ao Chef’s Table (tem na Netflix) que mostra todo o processo e você ficará com vontade de marcar as passagens e reservar a mesa!

nova-york-restaurantes-dicas

Esse é um apanhado bem atual de restaurantes que valem a refeição! Se você tiver outros nomes, compartilha com a gente para enriquecermos esse post!

 

Dica de restaurante especial: Cipriani, no Copacabana Palace

07/04/2016  •  Por Rodrigo  •  Gastronomia, Rio de Janeiro, Viagem, Vinho

A Thereza já contou nesse post aqui, que outro dia celebramos nossos 4 anos de casamento no Copacabana Palace e por lá tivemos um jantar incrível no Cipriani e, como o meu assunto é comida e vinhos, falarei hoje sobre esse jantar especial!

Considero o Cipriani o lugar ideal para ocasiões especiais, pois consegue juntar um estilo sofisticado a um ambiente intimista e aconchegante. Desde o piano bar, onde você pode experimentar os mais variados e deliciosos drinks (experimentem o Belini), até o serviço impecável e atencioso.

Cipriani_ambiente-1050x700

A decoração é um caso à parte, salões amplos no estilo clássico proporcionam uma atmosfera especial, isso sem falar na vista da piscina mais charmosa do Rio.

Fizemos o menu degustação harmonizado, que é uma excelente opção. A cozinha do Cipriani traz o melhor da gastronomia italiana, com pratos cuidadosamente desenvolvidos por um chefe vindo diretamente da Itália. O mais interessante é que, mesmo com a sofisticação e criatividade empregados nos pratos, o sabor é que vem em primeiro lugar. O foco é encantar as papilas gustativas.

cipriani copacabana palace

No menu degustação, você tem a oportunidade de viajar pelos melhores sabores do país da bota e os vinhos, ahh os vinhos! A seleção não poderia ser melhor, unindo dos tradicionais aos mais inusitados e difíceis de encontrar.

O serviço começou com pães artesanais variados, acompanhados de azeite, manteiga e tudo o que tem direito. É bom não se empolgar muito, pois os pães são tão bons, que é capaz de você se satisfazer antes da hora (isso é a cara da Thereza). Logo depois, recebemos uma entrada de boas-vindas com uma fina fatia de robalo super delicada que fez a expectativa só aumentar.

cipriani 2

A segunda entrada foi algo surpreendente, mozzarella de Búfala com tomate cereja e manjericão, mas o que surpreenderia numa caprese? A cremosidade do queijo, os tomates reconstruídos numa espécie de gelatina e o manjericão em forma de sorbet. Que combinação de texturas!

O primeiro prato teve uma combinação de sabores espetacular. Scialatielli, que é uma massa fresca e leve da região da Campana, com alcachofras, linguiça caseira e queijo pecorino. A leveza da massa com a intensidade da linguiça e a picância do queijo não sairão da minha memória. O vinho foi um branco da raríssima denominação ‘Est! Est!! Est!!!’, com a mineralidade e frescor necessários para combinar com tantos sabores diferentes.

cipriani 3

O segundo prato faria qualquer um salivar, risotto crocante com lagostins e açafrão. Impressionante a textura do risotto. O vinho não poderia ser mais inusitado e gostoso, um autêntico vinho laranja, sim, esse é um estilo de vinho comum no leste europeu, no qual as uvas brancas são vinificadas com as cascas e amadurecidas em ânforas.

O que degustamos foi da região da Sardenha e seus aromas de tangerina e damasco amaciavam o paladar para os suculentos lagostins.

cipriani 4

Quando pensava que não tinha como ficar melhor, eis que me surge meu prato favorito na vida, Ossobuco com salsa de limão siciliano que ainda veio acompanhado de cogumelos porcini e risotto de parmesão. A carne, que desmanchava na boca, era tão rica em sabor, que só mesmo um espetacular vinho Ripasso, do Vêneto com seus aromas maduros de uvas passas e chocolate harmonizaria com tamanha perfeição.

Olha que ainda tem a sobremesa! Esfera de chocolate e frutas vermelhas com calda de caramelo e especiarias, tão boa que a Thereza nem fotografou (mas fez Snap). Um detalhe, a calda não vem no prato, ela é despejada na bola de chocolate que derrete se misturando às frutas no melhor estilo food porn.

Pois bem, o Cipriani é um daqueles restaurantes que melhor pode acolher seu momento especial. Você não precisa estar hospedado no Copacabana Palace pra poder aproveitar essa incrível gastronomia e viver uma experiência que vai ficar na memória. Seja um aniversário de casamento, comemoração entre amigos, enfim, vez ou outra nos permitimos ocasiões assim e vale muito a pena!

DICA DE RESTAURANTE EM FIRENZE: IL PALAGIO, NO FOUR SEASONS

23/09/2015  •  Por Thereza  •  Gastronomia, Viagem

Finalmente vamos começar a falar da minha Eurotrip 2015! Depois da temporada 2014 (você pode acompanhar os 11 posts aqui), tenho vários outros temas pra compartilhar dessa última viagem que foi incrível, sério, quero voltar #abaixaeuro!

cq5dam.web.1280.1280

Nosso roteiro começou por Firenze (cidade que amo e já fui 4 vezes) e logo no 1º dia fomos convidados para um jantar mais que especial no Four Seasons Firenze. Já contei que minhas viagens tem sempre um perfil gastronômico, gosto de experimentar a culinária local e momentos assim são aqueles que de fato nos fazem lembrar da viagem futuramente, concordam? Um bom papo à mesa, comida saborosa, um excelente vinho e um cenário que ficará na memória por muito tempo, foi exatamente assim nossa noite Four Seasons.

fs-firenze-1

E pra quem gosta de arte e cultura (qualquer um que vai à Firenze, certamente), o local do hotel é um prato cheio.  Ele fica no antigo Palazzo della Gherardesca, construído em 1473 e pertencente à família Medici. Seus jardins são considerados os mais belos e antigos de Firenze, ou seja, imagina um encontro de arte e natureza? Pois bem, foi lá o cenário do nosso jantar, entre afrescos, verde, esculturas e comida italiana, também conhecida como a melhor culinária do mundo (segundo euzinha!).

Jantamos no Il Palagio, que é um dos restaurantes com estrela Michelin da cidade, e ele tem um diferencial muito especial. Quando a gente pensa da pompa e “peso” da famosa estrela, ele vai além, pois mais do que um ambiente incrível e histórico, ele ainda tem uma varanda super agradável, que deixa o local aconchegante e com aquele clima especial que só Firenze tem (e com trilha sonora de um piano ao vivo).

fs-il-palagio-restaurante

No cardápio, uma autêntica cozinha italiana, com uma pegada sofisticada e, obviamente, muito deliciosa. Nota-se a valorização dos ingredientes locais super frescos e tudo em pratos clássicos italianos, mas com um toque final moderno e surpreendente.

Há a possibilidade do menu harmonizado fixo, mas optamos por escolher cada prato, afinal, eram muitas e tentadoras opções. De entrada, escolhi um aipo recheado de bacalhau com cebola caramelizada, já o Rodrigo, foi de carpaccio de vieiras. No prato principal, comi um cordeiro com creme de pecorino e toque de camomila (melhor cordeiro que comi na vida e olha que sou expert no tema :D) e Rodrigo foi numa opção que nunca havia comido na vida: pombo.

Explico! A carne dessa ave é super tradicional na Europa e ele nunca tinha se aventurado (e olha que Rodrigo é bem ousado nas escolhas gastronômicas). Segundo ele, é uma carne com sabor muito rico, que lembra um pouco perdiz e codorna. EssA foi cozida de forma toda especial e ainda era acompanhada de Vinsanto e tomilho, pra ele foi uma experiência única e eu, só observei hehe!

fs-furenze-il-palagio

De sobremesa, fomos na nossa favorita: queijos! Eu AMO experimentar qualquer tipo de queijo e quando se trata de italiano, é um deleite pro paladar e ainda acompanhado de um bom Brunello, mas se você gosta de doces, o cardápio é cheio de opções tentadoras.

Falando em bebidas, experimentei o drink mais gostoso e bonito dessa vida! Na realidade ele é do Bar do Four Seasons, mas tomei no restaurante, fica a dica pra quem quiser ao menos um drink maravilhoso e fotogênico assim. Por fim, a carta de vinhos do Il Palagio é enorme e com diversas opções em taças pra quem gosta de experimentar muitos rótulos.

unnamed-2

Uma coisa que eu acho importante falar – e sempre me perguntam – é que jantar em restaurantes dentro de hotéis são as melhores experiências. Porque além de ter uma gastronomia de qualidade impecável, você ainda pode conhecer as dependências do hotel, lobby, varanda e todas as áreas incríveis e, lógico, o restaurante é aberto a quem não se hospeda (mas é importante reservar).

Além disso tudo, o Four Seasons Firenze tem um jardim deslumbrante! Ele é repleto de obras de arte e num local super pacífico e tranquilo, dá vontade de ficar uma tarde inteira só por lá contemplando o visual. Então pra quem quiser uma noite – muito! – especial em Firenze, vale reservar um jantar no Il Palagio, mas chegue antes (de preferência ao pôr-do-sol) pra passear pelos jardins e tomar O drink no bar do Hotel.

fs-jardim

E pra quem quer o pacote completo com hospedagem, no Decorismo tem muito mais fotos dos quartos e outras áreas do Four Seasons. E quem gostou do restaurante, no site tem o menu, fotos e infos.

Semana que vem tem mais Eurotrip!