Por dentro do design

12/07/2012  •  Por Thereza  •  Moda, Viagem

Quando fui convidada pela TAMvia F*Hits – para vir à Seattle conhecer a fábrica da Boeing, o objetivo final era compartilhar minha experiência e traçar um paralelo entre ModaxDesignxTecnologia. Mostrar as soluções encontradas pelos alunos vencedores do Projeto D e como é tudo é desenvolvido e feito na prática. E depois de 2 dias imersos nesse novo mundo, pudemos perceber que o desenvolvimento de uma aeronave tem muito mais a ver com moda e design do que imaginávamos.

Na arquitetura é assim, na moda e design também, quando começamos um projeto, seja ele pra qual finalidade for, o primeiro ato é reunir idéias e inspirações, certo? Com isso, criamos um moodboard, que nada mais é que um mural cheio de colagens com imagens que nos inspiram e criam o norte do projeto.

E pra desenvolver o interior de um avião o processo inicial é o mesmo! Baseado na cultura de cada país (na China é uma coisa, no Brasil é outra e assim por diante), as aeronaves são montadas da maneira a melhor servir o cliente e seu perfil. E depois da parte externa do avião pronto, a TAM faz a escolha final de cada item, e pra quem acha que é apenas um detalhe, a escolha desses materiais fazem toda a diferença!

No escritório de design da Boeing conhecemos outros aspectos complementares que mal percebemos, mas que já estão organicamente incorporados ao nosso ato de viajar. Seja diariamente ou anualmente, a idéia é que a viagem seja uma boa experiência, um momento único e inesquecível, e se no design de interiores a idéia é essa, criar um local acolhedor, com os aviões o caminho é o mesmo!

Da escolha do tapete, passando pelo papel de parede até a textura perfeita da parede. A parte luminotécnica  também é tema imprescindível, fornecendo uma sensação de amplitude, que no final tudo vira conforto e prazer em viajar. Tem inúmeros detalhes que nunca percebemos, mas estão lá tão naturalmente, que já incorporamos com o ato de viajar.

E seja na tecnologia, moda ou arquitetura, essas são áreas que sempre precisam observar o comportamento do consumidor, pois não basta fazer livremente e pronto, é necessário atentar para esses tais mínimos detalhes, onde por exemplo, a estampa de uma poltrona pode fazer toda a diferença.

E se na moda as coleções duram um ciclo de 6 meses, com os aviões a “moda” dura 20 anos, daí a atenção redobrada em sempre criar um design a frente do seu tempo e de acordo com cada cultura. Depois de conversar com o pessoal da Boeing, da TAM e os próprios alunos e professores que estão aqui, já estou com uma visão totalmente diferente sobre o tema!

E pra quem achava que a atuação no ramo de moda e design poderia ser limitada, taí tanto a Boeing quanto a TAM provando que esse mercado vai muito além. Espero que vocês tenham gostado de saber um pouco mais de um tema que parecia distante do nosso meio, mas não é, e além disso sei que tenho várias leitoras que trabalham nessa área!

No Facebook do Fashionismo adicionei várias outras fotos da visita à fábrica! Amanhã ainda tem mais posts sobre Seattle, TAM e Projeto D e logo depois rumo a Nova York!

Um dia na fábrica da Boeing

11/07/2012  •  Por Thereza  •  Viagem

Quem me conhece um pouco já sabe que tenho um certo pavor de barata avião. Então quando recebi o convite da TAMpatrocinadora oficial do F*Hits – para acompanhar os alunos vencedores do Projeto D para conhecer a fábrica da Boeing eu achei que fosse pegadinha, depois encarei como um desafio, afinal, Washington é o estado mais a noroeste dos EUA (onde fica Forks, terra de Crepúsculo ;D) e colado com o Canadá. Ou seja, além das 10 horas para NY, ainda foram mais 6 horas até aqui, e cá estou com menos medo de avião!

E ontem passamos um dia inteiro na fábrica da Boeing, daí o medo virou respeito, porque é tipo in-crí-vel! Sabe quando você nunca cogitou conhecer algo na vida? Pois bem, nunca imaginei ver de perto a construção de aeronaves enooormes, é impressionante!

E se construir um avião não é fácil, imagina centenas deles por mês, com isso a fábrica da Boeing é o maior prédio do mundo em volume. Eles falam – com orgulho – que dentro das dezenas de prédios e galpões cabe uma Disney inteira! Inclusive, coincidentemente, durante a visita vimos uma aeronave 777 novinha em folha da TAM recebendo os retoques finais!

Pra vocês terem idéia, só a “casca” do avião – um básico – custa apenas (!) U$174mi, além disso, são mais de 3 milhões de peças e muitas delas (tipo a asa) vem de avião de países asiáticos. Um avião demora em média 3 a 15 dias pra ficar pronto e já partem do aeroporto próprio da Boeing, obviamente! E todo esse passeio super exclusivo foi feito graças ao bom relacionamento da TAM com a Boeing, que disponibilizou uma equipe super simpática e eficiente pra acompanhar a gente por aqui.

Infelizmente, por questões de segurança, não foi possível tirar fotos dentro desse setor de montagem, mas a equipe do TAM Nas Nuvens fez várias imagens bem bacanas e que em breve virará conteúdo exclusivo da TV e Revista TAM Nas Nuvens.

Depois da visita à fábrica propriamente dita, fomos à Dream Liner que é o local onde as partes internas são expostas para as cias. aéreas escolherem cada uma à sua necessidade. São inúmeras novidades, mas separei algumas que estaremos vendo – e viajando – em breve, já que a TAM receberá logo logo esses modelos fresquinhos!

Sabe aquele voo super longo onde chega uma hora que você precisa levantar pra circular (literalmente)? Pois bem, para estimular os passageiros a se movimentarem, a Boeing desenvolveu esses “bar units“, que são cabines com bebidas (vinhos!), para que a gente levante, relaxe e tome bons drinks e ainda evitar tromboses e afins! Além disso, adorei esse banheiro decorado, com cara de casa, pastilha no chão e um arranjo de flores, senti um toque de Decorismo nele ;D.

Agora a inovação mais relevante serão nas janelas. Primeiro de tudo elas aumentaram de tamanho e se você reparar, não tem mais aquele abre-e-fecha. A partir de agora, os aviões 787 produzidos pela Boeing terão um sensor de luminosidade que funciona automaticamente de acordo com o tempo lá fora, tudo isso pra gente não fechar a janela e perder todo o senso de controle do tempo, o que é fundamental para um bom voo.

Além disso, com a janela maior e mais bem posicionada, temos uma visão da linha do horizonte, outro fator fundamental para um voo mais confortável, inclusive pra quem está na fila do meio e que não precisará mais fazer contorcionismo pra dar aquela olhadinha básica!

 

Isso tudo foi só na parte da manhã! Depois ainda fomos num restaurante com essa vista linda e também como não somos de ferro, passamos na lojinha do museu e compramos souvenirs! Pra finalizar, o Cássio Reis que é o apresentador do TAM Nas Nuvens, está aqui com a gente e mandou um beijo pra vocês, leitoras desse blog. Beijo dado ;D

O próximo post da viagem será todo sobre design, arquitetura e como a concepção do interior de uma aeronave tem muito a ver com a criação de uma decor e até mesmo de uma roupa! É bem bacana e espero que vocês estejam curtindo essa semana temática!