Os restaurantes hotspots em LA!

25/02/2015  •  Por Thereza  •  Gastronomia, Viagem

LOS ANGELES TIPS TRAVEL  | FASHIONISMO

Por falar em Los Angeles, hoje é meu último dia na cidade e se tem uma dica que gosto de dar é de: restaurantes, claro!

Pra mim, uma boa refeição diz muito sobre a cidade, sua cultura e pessoas. Vale um restaurante mega badalado ou um achado típico local. Elaboro roteiros gastronômico tão a fundo como quem elabora roteiros culturais :]]] e aqui em LA é um lugar repleto de restaurantes incríveis. Fiz uma seleção de 7 restaurantes que sempre vou quando estou na cidade.

LOS ANGELES TIPS TRAVEL  | FASHIONISMO

Katsuya: É um dos meus favoritos! O japonês mais badalado de LA e não é só pelo nome, ele faz jus pois tem um cardápio maravilhoso e super variado. A decoração é linda by Philippe Starck e fica localizado na esquina da Hollywood Blvd.

Não é dos restaurantes mais baratos, mas vale muito a pena ir, comer, ver e ser visto. Não deixe de experimentar o king crab delicioso.

LOS ANGELES TIPS TRAVEL  | FASHIONISMO

The Ivy: Outro favorito e igualmente badalado. O restaurante é super bem decorado (esse é um dos quesitos que me faz escolher um hehe), charmoso e fica em plena Robertson Blvd entre Chanel, Kitson e dezenas de outras lojas.

Por lá, a comida é um mix de frutos do mar, massas e uma pegada comfort food. O atendimento é meio lento, mas reserve boas horas e uma mesa na varanda pra sentir o clima Beverly Hills e quem sabe cruzar com Beyoncé ou Kim Kardashian. Em Santa Monica tem um The Ivy na beira da praia e é mais charmoso ainda.

LOS ANGELES TIPS TRAVEL  | FASHIONISMO

The Lobster: Por falar em Santa Monica, o restaurante mais legal de se ir fica justamente na entrada do famoso pier! O The Lobster é um clássico para frutos do mar, a vista é de tirar o fôlego e pra quem é uma Katdashianática _o/ Esse é o restaurante cenário do noivado da Koko com o LamLam.

Fui na minha 1a visita à LA e é um programão imperdível, com preço razoável e muito bem localizado!

LOS ANGELES TIPS TRAVEL  | FASHIONISMO

Cecconi’s: Mais um ótimo restaurante e que merece entrar na lista. Ele é super conhecido e tem um cardápio delicioso, com pratos leves e saborosos. A decor também é mara e foi um dos únicos restaurantes abertos que achei naquela hora de almoço ingrata (15h-16h) na região de WeHo e BH. Dizem que o brunch é ponto alto.

LOS ANGELES TIPS TRAVEL  | FASHIONISMO

In-N-Out: A fast food mais famosa da California é escolha certeira pra que quer comer um bom hamburger com produtos naturais, bem barato e hypado! Por lá o cardápio é simples, não tem muita variação mas, por exemplo, se você não come pão eles o substituem por alface, tem opção veggie e até menu secreto. Se for pra LA, gosta de um fast food, TEM QUE ir no In-N-Out, é tão necessário quanto ir à Hollywood Blvd.

LOS ANGELES TIPS TRAVEL  | FASHIONISMO

Bouchon: Quando estiver por um passeio pela Rodeo Drive e adjacências e quer um lanche rápido ou uma tacinha de vinho, o Bouchon tem versão Bistro, Bakery e Bar pra você fazer um lanche ou um jantar ‘afrancesado’ completo e ainda fica numa varanda deliciosa e super charmosa, ótima sugestão!

Thomas Keller, chef do restaurante, é super famoso e também responsável pelo restaurante mais caro do EUA que fica em Napa (eu não fui hoho), o French Laundry.

LOS ANGELES TIPS TRAVEL  | FASHIONISMO

Chateau Marmont (Bar e Rest): O Chateau Marmont é um dos hotéis mais icônicos da cidade e por lá tem um restaurante igualmente incrível. Da última vez que fui, a inteligente aqui fez reserva errada por bar e não consegui mudar porque era em pleno domingo de Oscar, mas foi uma grande surpresa.

O bar tem uma pegada sombria e bodoir, parece que tá no porão do castelo, tem um quê de pub (californiano), mas a frequência é muito boa (a Mel B. tava lá!), bebidas idem e comidinha perfeita! É super badalado e hotspot da cidade, vale ir no Bar e restaurante!

Essas são as dicas primordiais de restaurantes em LA pra quem gosta do clássico, badalado e ainda fast food, claro! Depois volto com mais dicas gastronômicas específicas da cidade. Se você tiver mais um rest pra acrescentar, me conta!

 

 

Eurotrip: Restaurante em Firenze

23/10/2014  •  Por Thereza  •  Viagem

No episódio de hoje da minha Eurotrip :) Momento DE-LÍ-CIA! Fiz uma seleção dos meus 5 restaurantes favoritos em Firenze e que foram, provavelmente, os melhores de toda a viagem, sério, e olha quer tudo isso sem comer um pedaço de pizza (nada contra hein pizzinha) e indo aos restaurantes mais ecléticos, do número 1 baratex do Trip Advisor até um dos mais chiques – e que valeu cada centavo de euro – da cidade.

Eu já tinha ido duas vezes à Firenze e sempre de passagem, mas agora dedicamos 4 noites na cidade e 2 só andando – e se perdendo por ela. Como não farei um post sobre hotel, compartilho aqui que fiquei no Grand Cavour e AMEI! Foi um dos hotéis mais simpáticos da viagem, super bem localizado (quase no quarteirão da Duomo), quartos charmosos (compactos, mas bonitos!), um rooftop lindo (com visual incri da cidade) e café da manhã gostoso, ah… o preço! Hospedagem em Firenze não é cara e esse, apesar de um 4 estrelas básico, teve um bom preço! Agora vamos falar de comida…

eurotrip-firenze

Buca Mario: Acho que foi minha comida favorita da viagem e pelo pacote completo! O ambiente aconchegante típico italiano, garçons falantes e simpáticos e tipo uma torre de babel (só que de Pisa, só que perto hehe), gente de tudo quanto é lugar e estilo. Por lá, pedimos o clássico: Bisteca Fiorentina: meu Deus! Eu sou tipo carnivoríssima e essa era de salivar.

Pra acompanhar zucchinis e as batatas fritas caseiras mais deliciosas de todas, não é aquela de saquinho, ela é tipo batata frita que mãe faz, muito amor. O atendimento é maravilhoso e depois da conta fechar, eles te ‘obrigam’ a tomar uma saideirinha de limoncello, aliás, em toda a Itália acho que tem essa prática, se não aceitar é ofensa.

No final, ainda ganhamos um avental de presente – sabe-se lá porque – e a memória de um jantar perfeito. Agora é fundamental: faça reserva. Eu tentei ir na Buca dell’Oraffo e Buca Lapi e não consegui reservar no dia. Aliás, essas 3 Bucas são as mais faladas e comentadas da cidade., sem alguém tiver alguma parecer sobre qual é a melhor, identifique-se :p

restaurante-buca-mario-florenca

Se-Sto: Reservamos o saturday night pra um jantar chiquezinho, subir no salto e tal. Descobri pelo blog da Consuelo (peguei muitas dicas lá) sobre esse rest que fica na cobertura hotel WestIn, logo tem uma vista do Rio Arno, da cidade toda e até do Forte Belvedere (nota da editora: onde Kim kasou). O local é sofisticado, mas não é intimidador, tem decor contemporânea, tem um quê de romântico, porém bem atual, ou seja, um charme completo

A cozinha é bem internacional, nada muito italianona, mas nos fartamos, pedimos menu especial e foi tudo delicioso. Não foi dos mais baratos (para 2 com vinho e 6 pratos, acho que ficou em torno de €250), mas foi daquele tipo de jantar memorável e que a gente faz de vez ou outra. É preciso reservar e, se o tempo permitir, opte pela varanda de tirar o fôlego!

restaurante-se-sto-florenca

Vincanto: Restaurante charmosinho e muito frequentado por locais, ele fica na praça da Igreja Santa Maria Novella, com isso uma bela vista. Por lá rola ficar nos drinks, mas também tem finger food, comidinhas e prato principal. Bom preço e ótimo pra ficar na varanda e ver a vida passar.

restaurante-vincanto-dica-firenze

La Prosciutteria: Esse é popular e MUITO falado, várias pessoas me deram a dica, logo fui! Ele, junto com o All’Antico Vinaio,  se revezam na lista do TOP1 recomendados na cidade e numa cidade como Firenze, REPLETA de rests incríveis, isso já é mega um elogio. O restaurante é um bar bem apertado, então não espere por conforto, mas a comida, MARA!

Na realidade por lá é só sobre antipasti, e isso é minha comida favorita da vida, presuntos, salames, pastas e pães, tudo de mais delicioso e com muita fartura, sem contar que é barato. É um ótimo lugar pra um pit stop pra matar fome ou passar a noite curtindo um lance e vendo o povo passar (essa rua fica agitadinha à noite).

restaurante-la-prosciutteria-firenze

Mercato Centrale Firenze: Eu adoro frequentar mercados municipais das cidade, acho uma pena aqui o Rio não ter um assim (adoro o de SP), então não pude deixar de passar no de Firenze.

Fomos num domingo, mas recomendo ir num dia onde o mercado de peixes/flores e etc esteja funcionando, mas fomos no segundo andar do galpão enorme e é tudo bem moderninho, clean e tem de tudo quanto é tipo de restaurantes e quiosques, de pizzas, massas, frutos do mar, cerveja e até um Eataly (com lojinha fofa). Adoro esse tipo de passeio, você tem uma outra visão da cidade e pessoas e ainda come BEM e BARATO!

mercado-centrale-florenca

Estão gostando do meu reality trip? Acho que o próximo post já aprto pra França. E amo essa parte gastronômica, quem quiser contribuir com mais dicas fiorentinas só falar <3 quem tiver dúvidas também :)

Dicas gastronômicas de Paris!

06/03/2013  •  Por Thereza  •  Gastronomia, Viagem

Em tempos de Instagram, qualquer foto de prato já é dica completa, mas como sou uma blogueira à moda antiga, informação é aqui. E também tem muitas leitoras que não tem/curtem o app, daí chegou a hora de falar das minhas dicas de restaurantes pra comer bem de Paris! E como meu marido ama (e trabalha com isso), a viagem foi super gastronômica, aproveitamos cada refeição, tirei foto de quase tudo e tô aqui pra contar!

paris anja

Hotspot favorito absoluto!  O L’Avenue é realmente tudo que falam: boa comida e super badalado! Antes de tudo lembrando que é apenas a minha opinião, só que nesse caso multiplicada por muitos elogios, praticamente unanimidade!

O restaurante fica na badalada Av. Montaigne, tem decoração estilo luxo parisiense e faz parte da Grupo Costes que domina a cena gastronomica da cidade, é praticamente um selo de qualidade! Foi lá que experimentei e AMEI o champagne Billecart-Salmon, rosé sensancionei que importei algumas garrafas (#ripjá) e postei no Insta. Além disso o cardápio é bem variado, recomendo a salada de king crab, o Spicy Thai (melhor prato que comi na viagem!) e  de sobremesa o cheesecake, melhor do mundo

É um restaurante caro? É, mas pra mim vale cada centavo! No final da viagem já tinhamos ido 3 vezes (inclusive no dia dos namorados) e o atendimento foi sempre impecável. Um prato está na faixa de €40 e a carta de vinhos é boa e em conta, além disso, eles ficam abertos até tarde, diferente de muitos na cidade. Se você gosta daquele tipo de restaurante para ver, ser visto e de quebra comer, vá nele (mas sente na varanda ou janela, senão não tem graça).

Paris lavenue 1

Outro que amei e recomendo, o Chez Andre fica ali perto e no mesmo quarteirão do Maison de la Truffe e Le Relais de l’Entrecote e entre os 3, pra mim, é disparado o melhor. Pensa numa comida caseira típica parisiense, tipo sua mãe francesa fazendo. O ambiente é barulhento, sua mesa é colada na do vizinho, mas é bem um climinha típico e atmosfera legal, sem contar a comida verdadeiramente saborosa.

O preço é melhor que do L’Avenue, pratos na faixa de €27, champagne e vinho com bom preço e de quebra senhorinhas garçonetes que te dão vários chorinhos e shots de fritas hehe, recomendo! Esqueci de tirar foto nesse dia, mas achei essa da Lady Gaga lá e fiquei imaginando a cena #frequencias. Se você curte comida local de verdade, vai nele!

paris chez andre

Agora uma dica que não nunca vi ninguém falando por aí, conheci por acaso e já é um dos meus locais favoritos da cidade. O Publicis Drugstore fica no final da Champs-Élysées, bem colado ao Arco do Triunfo e é uma mega loja que tem farmácia, cave, delicatessen, Pierre Hermé, loja com coisas de decor e acessórios, além de livraria e revistaria, tudo aberto até 2 da manhã, o que é maravilhoso e raro na cidade! Praquela comprinha da insônia, lá é o local!

Gastronomicamente falando, também tem 3 ótimos restaurantes! O Steakhouse, o que fui e adorei, pra quem curte uma carne é ótimo, preço razoável e vista linda do Arco. Do lado tem o Brasserie, que é um pouco mais casual e das vezes que passei rolava um happy hour badalado entre os locais. E no subsolo tem o L’Atelier Joel Robuchon, restaurante super chique e com 2 estrelas no guia Michelin.

No final das contas, a Publicis Drugstore é um point cheio de boas opções de compras e comida e ainda tem essa fachada toda modernete em meio a clássica avenida. Recomendo muito!

paris publicis drugstore

Bônus: Agora dois extras meio controversos, o primeiro é o tal Relais de l’Entrecote. Lia todo mundo falar bem e recomendar o restaurante que tem apenas carne (você escolhe o ponto) e fritas, daí fui toda empolgada num almoço, cheguei 14:20h (fecha 14:30h) e não deixaram entrar, ok, já que não sou francesa, não desisto nunca. Fui no dia seguinte, entrei, esperei (muita fila, eles não reservam), sentei praticamente numa mesa comunitária e a garçonete meio que atende em grupos.

A carne é boa sim, o molho secreto é apenas gostoso e a famosa batata é apenas batata (e olha que de batata moi entende). Olha, não sei se criei muita expectativa, não achei nada mirabolante a ponto de ficar 1 hora na fila e sentar amontoada, já comi em melhores. Não sei se é porque pago não só pelo prato, mas pela experiência, daí a deles é bem razoável. Vá apenas a título de curiosidade, não espere nada demais, apenas na fila.

paris relais

Cafe de Flore, o restaurante do Sartre e de Gossip Girl (!). Fomos numa noite de domingo, agradabilíssimo, a gente de fato sentia um clima meio literário, uma atmosfera instigante. Adoramos a seleção de vinhos e a Enomatic (aquela máquina que separa os vinhos pra tomar em taça), daí estávamos sentados na varanda coberta que tem aqueles fornos pra aquecer, eis que meu digníssimo, num momento de candura, fala “dá uma olha ali!” e quando eu olho: dois pequenos ratos se escondendo num buraco do sofá.

Eu, com todo meu garbo et elegância, gritei baixíssimo e fui pra parte de dentro, daí o nosso garçom (adorável e de origem portuguesa, o que me fez entender tudo que ele falou), perguntou se eu tinha assistido aquele filme Ratatouille, porque segundo ele, isso é mais que normal em Paris! Ou seja, não foi um fato isolado, é hábito e pra eles um charme ;P

Sendo que esse acontecimento (que eu achei até graça no final) aconteceu na 2a noite de viagem e depois disso, nas 10 noites seguintes não vi nenhum sinal pelos outros que fui. É um restaurante charmoso, histórico, mas esteja preparada para experiências antropológicas animalescas. Você pode se divertir e ter história pra contar, mas você pode se assustar.

paris cafe de flore

Semana que vem posto sobre dicas pós-restaurantes, tipo, comeu, mas agora quer tomar uns bons drinks, ver e ser vista? Me aguarde! E se você tiver alguma boa (ou péssima!) dica, compartilha com a gente!