Eurotrip: Visitando Reims, a terra do Champagne!

25/12/2014  •  Por Thereza  •  Viagem

Depois de uma looonga jornada, chegamos à penúltima parada antes do nosso destino final – Paris! –  finalmente é tempo de Reims! Pra quem não conhece, Reims é a capital mundial do Champagne. Apenas lá é produzido Champagne, toda e qualquer outra região produz espumante, mas só lá a bebida pode ser denominada como champagne (não é frescura, é uma classificação oficial).

eurotrip-reims

Pois bem, dado o cenário, não tem outro lugar onde uma nobre entusiasta desse líquido precioso como eu possa querer ir. E essa foi minha 2a vez na cidade, a 1a eu tinha 18 anos e mal bebia uma caipirinha na naite, daí voltar à cidade 14 anos depois era uma meta.

O que fazer em Reims? Visitar suas caves! Quem sai de Paris pode pegar um trem e em menos de 1h está lá (de carro dá pra chegar em 1h40min) e um dia só é mais que suficiente pra conhecer 2 caves e ainda passar em frente à sua catedral, uma das principais – e mais bonitas – igrejas góticas da Europa.

REIMSD

Nós chegamos sábado à tarde e fomos direto à Maison da Veuve Clicquot, sabia que precisava reservar antes (aqui), mas como não o fiz, passei só pra ir à loja e tentar comprar algumas tranqueirinhas com seu laranja indefectível! Cheguei lá e não tinha nada demais pra comprar (queria a almofada!) e só levei uma rolha especial e degustei uma tacinha especial vintage. Pra quem vai planejado, a Veuve Clicquot vale muito, cles são brasileiros-friendly e tem até guia na nossa língua.

Outras caves que valem a visita: MummLansonTaittinger.

REMIS-2

No final desse dia, estávamos cansados da viagem de 3h vindos de Beaune, passamos no hotel e depois fomos bordejar na rua principal. Comemos no Brasserie Flo e era uma delícia, mas tirando esse, a rua é cheia de restaurantes fuleiros cata-turista. Euzinha toda pronta pra degustar belíssimos champagnes… fui pro hotel cedo! Tudo isso porque esqueci de reservar no principal restaurante da cidade, o Les Crayeres,  então se forem à Reims, não deixem de reservá-lo com antecedência!

No dia seguinte tínhamos 2 degustações agendadas, a primeira, que era no Piper-Heidsieck (champagne maravilhoso que foi o do nosso casamento), nos perdermos porque o gps – depois de 20 dias sendo perfeito – parou de funcionar.

Daí ok, partimos para Épernay (cidade a 30 minutos de Reims e que faz parte da região do champagne, claro), onde tínhamos nossa principal meta: ir à cave de Moet & Chandon que fica na rua… DO CHAMPAGNE! Sim essa rua existe e nela dezeeeenas de casas de champagnes, umas famosíssimaa como Moet, Perrier Jouet e e outras de boutique e igualmente incríveis.

THETHE-REIMS2
O bom da Moet é que não precisa de reserva, tem visita a cada hora e todos os dias da semana (tem em portugues também). O Chateau é lindo, super histórico e ainda tem uma estátua dele, DOM PERIGNON, o cara (desculpa, o Dom) que, segundo a leeeenda, inventou o champagne, logo abracei-o como forma de agradecimento como anos de serviços prestados ao meu bem estar!

THETHE

A cave em si é praticamente uma cave como qualquer outra cave (risosss), mas essa é enooorme, tem 30km de caves subterrâneas, que comportam milhões de garrafas de champagne e no meio delas, um “canto” especial pro Dom Perignon, êta champagne bom!  A visita é super didática, eles contam da história, passando pela produção da bebida até curiosidades sobre o líquido dos deuses.

REIMS-3

No final degustamos 1 ou 2 taças (depende do pacote que você pegou, que sai na faixa de €20 por pessoa) e depois chegamos onde? Na lojinha! E a da Moet me impressionou, enooorme e cheia de coisas legais pra comprar, mas devido ao proeminente excesso de bagagem da minha mala, comprei uma taça pink maravilhosa.

Depois disso, partimos pra Paris, isso sem GPS, imagina o drama? Nos perdemos em cidadezinhas fantasmas onde só víamos letreiros de chateaus de champagne, ao mesmo tempo que era incrível, era assustador, parecia que no final da estrada teria uma placa escrito “estrada sem saída”, mas enfim, sabe-se Deus como chegamos em Paris a tempo de entregar o carro e a saga final dessa loooonga viagem ainda conto esse ano :)

PRA ACOMPANHAR TODA A SAGA #EUROTRIP2014 CLIQUE AQUI!