MOMENTO ECONOMIA: 10 PRODUTOS QUE ESTÃO MAIS BARATOS COMPRAR NO BRASIL QUE NOS EUA!

30/03/2015  •  Por Thereza  •  Compras, New York

O dólar, ah o dólar! Lembram daquela linda época que ele custava tipo R$1,89? Lembra aquela bela fase que a gente viajava, via um preço e apenas multiplicava por dois pra fazer a conversão? Era tão simples e natural, a matemática nunca viveu tanto seu esplendor.

Pois bem, esse tempo não existe mais.

Você acha que um mísero dólar está valendo 3 reais?

NEM ISSO, o dólar já está fechando no patamar de 3 reais e QUARENTA CENTAVOS, isso tudo até o fechamento dessa edição, dia 30 de março às 16:44h.

6c46a35a26e8f95a7460bd8fb8f42bd8

Dado todo esse cenário de economia periclitante e recessão iminente, vamos voltar à nossa famosa tag, quer pagar como? Pois bem, se antigamente os posts serviam pra mostrar o cenário Euro x Dólar x Real, vamos agitar nossa economia, pois atualmente tem inúmeros itens fashion que estão mais em conta comprar aqui do que lá!

Fiz um top10 de produtos clássicos, modelos de luxo que sempre entram na nossa wishlist – mais ou menos  – imaginária! Se comprar lá já era uma questão a se pensar, na hora de comprar aqui ainda temos o benefício de um bom percalemanto e de não cruzar as barreiras da imigração.

preco-bolsa-brasil

Louboutin Pigalle, modelos mais clássico da marca, já tá mais barato comprar aqui! A diferença é pouca, mas pra quem tem dúvida, não tenha, se for pra ter o seu scarpin da sola vermelha, compre aqui. Uma observação óbvia, de todas as 10 lojas que liguei, a vendedora da Louboutin foi a única que disse “corre miga, que esse preço vai mudar a qualquer momento”, ou seja, é claro que reajustes serão feitos, então vale ficar ligada!

Na Valentino, o famoso Rockstud também tem preço um pouco mais vantajoso aqui e lembrando que esse sapato tem inúmero modelos, ou seja, essa margem pode ser maior ou menor. Se tiver viagem em vista, veja o que é melhor.

E os óculos? Os modelos clássicos do Ray-Ban estão com uma diferença bem razoável. Até os óculos, que são sensação, da Dior estão valendo mais a pena aqui do que acolá, aliás, esse Reflected é lindo!

Pra quem busca uma bolsa maior pra trabalho ou viagem, a Goyard segue nessa boa margem pro-Brasil, a icônica Saint Louis já está R$1.000 mais barata aqui, fiquei com vontade #aquelas Já a Saffiano clássica da Prada (existem inúmero modelos, essa que cotei é a grande com 2 zipers) tem uma boa diferença do que pelas bandas do Obama.

Vai uma mini bolsa aí? Tanto Miu Miu quanto Gucci sempre tiveram uma margem de 10-15% mais cara que nos EUA, o que era bem razoável, mas agora estamos mais baratos e com uma boa vantagem, especialmente a versão hit da Gucci!

E se a gente pensa numa “it” bolsa, sempre vem os dois modelos clássicos da Louis Vuitton, a Speedy e a Neverfull! Se você cogita um investimento na próxima viagem, reflita, tá valendo mais comprar aqui mesmo, sem contar que a história do parcelamento já é um bom incentivo e regalia exclusiva concedida a nós, brasileiros!

De todas as lojas que liguei, a única que segue valendo comprar nos EUA é a Chanel. Por exemplo, a Grand Shopping Tote (aka GST!) está custando R$12.820 na loja daqui e na conversão, comprando nos EUA, ela sai a R$10.700, ouch.

dfc65ebfccd06ff9f3b20a3a6fca52e0

Lógico que comprar na Europa segue mais barato comparado ao Brasil e EUA, mas é interessante ter consciência da situação vigente, analisar o mercado e o impacto do dólar por aqui. Nesse caso, vale refletir as prioriodades numa próxima viagem e o que é interessante comprar aqui mesmo.

Vocês já tinham reparado esse (des)equilíbrio? Já cogitam comprar algo por aqui ao invés de gastar lá?

Investindo na bolsa: 15 modelos por até U$1.000 (vai que!)

12/11/2014  •  Por Thereza  •  Acessórios, Compras

bag-lover-omg

Acho que todas nós, mulheres trabalhadeiras e bem resolvidas, temos nossos desatinos consumistas e eles são mais que bem-vindos,  são até essenciais vez ou outra! Umas investem gastam com sapatos, outras com joias, ainda tem aquelas que guardam tudo pra viajar. Eu sou do time que gasta com bolsa (ok, e de vez em quando viagem), desde adolescente sempre admirei esse fantástico mundo das bolsas.

Gosto da bolsa x pela história que ela conta, seja pela costura do matelassê (lembram desse post aqui?), pelo formato que ela tem ou simplesmente pelo momento especial que comprei (afinal, tem certos investimentos que o dia do gasto merece se tornar um momento memorável).

Aqui no Fashionismo já falei diversas vezes sobre o tema investindo-na-bolsa, seja comparando preços Brasil x lá fora, trazendo modelos interessantes e um bem antiguinho que foi meio onde tudo “começou”: Bolsas grifadas por até U$1.000. Engraçado que hoje em dia tenho um certo ranço com essa palavra grifada hehe, mas a ideia era fazer uma seleção de bolsas gringas por até U$1.000 e lembro bem que várias meninas curtiraram e entraram nesse fantástico mundo consumístico bolsístico ;)

Volto com o tema, pois recebi um email pedindo uma nova fornada de bolsas por até U$1.000 e me empolguei fazendo uma espécie de wishlist imaginária com vários modelos BEM legais e de todos os preços! Ok, que naquele post o dólar valia R$1,70 e a Speedy custava U$690. Hoje o dólar tá R$2,55  e a Speedy U$950, mas também atualmente somos mais bem sucedidas #aquelas e o Natal taí e uma próxima viagem também, então por que não uma bolsinha nova pra gente colocar nosso dinheiro dentro hehe, vejamos meu TOP15!

BOLSA-PREÇO-MARCA

Fendi: Achei BEM gracinha esse modelo Pouchette, inclusive vi várias opções de cores, mas eu super ficaria com essa roxa. E hoje em dia é inegável que as bolsas pequenas são mais que úteis, afinal, fazemos uma curadoria mais precisa do que de fato necessitamos hehe. Diane von Furstenberg: Também adorei esse modelo, apesar de ser “ousado”, pode ser uma boa bolsa pro dia a dia, achei o preço bem bom!

Givenchy: Tenho amor verdadeiro, amor eterno por essa marca e olha a super famosa Antigona, versão clucth, acho bem chique e super cool. Alexander Wang: Por falar em cool, taí Alexander Wang e seu modelo Lia clássico, adoro que a maioria das bolsas dele tem essas tachas embaixo.

Louboutin: Agora pras ousadas (ou pra quem tem muita variedade!), achei divertida essa clutch em referência ao famoso Pigalle do Loubie. Miu Miu: Taí marca FOFA e cheia de opções legais e com preços, digamos, aceitáveis. Acho tão bonito o matelassê deles e essa Little é daquele tipo de bolsa que funciona bem pra balada ou viagem, e quem for compacta, pra vida real também.

1comprar-bolsa-preço

Gucci: A Soho bag se tornou um clássico recente e é daquelas bolsas com cara de compacta, mas que cabe a mãe dentro, acho um dos melhores investimentos nesse estilo. E seja a versão couro, nobuck e até com corrente, sempre gira na faixa U$800-950.

Tory Burch: Eu sou encantanda pela história e lifestyle da marca, em setembro fui à flagship da Madison ave. pra fazer um tour e ganhei <3 essa bolsa franjada azul escuro e não largo mais! Tô numa fase franja e ela é discreta, classicona, mas mais atual impossível. E acho um excelente preço pra uma bolsa de super qualidade.

Phillip Lim: O estilista também tem sua bolsa clássica e esse modelo Trapeze é visto pelos streetstyles mundo afora, acho super charmosa e coringa. Prada: Assim como as da Miu Miu, tô completamente apaixonada por essa de oncinha da Prada, gosto desse formato ‘box’ e se tem oncinha envolvida, mais amor ainda.

Agora outras pouches! O que é isso? São esses modelos tipo clutch, só que mais fininha e algumas vezes mais compridas. Lá fora a mulherada usa direto, sempre vejo editora de moda com a sua embaixo do braço, carregando o essencial, eu acho super chique! Adorei a versão clássica da Vuitton, a animal print de McQueen e a gracinha da Givenchy.

Chloé: Outro modelo que não sai de moda e tem sempre um preço razoável, a Marcie! Acho super  charmosinha essa bolsa e daquele tipo que cabe tudo. YSL: Por fim, meu amor vigente, as bolsas da Saint Laurent! Já postei aqui minha Cassandre, agora acho essas Candy Bags uma lindeza, vontade de colecionar hehe. Lógico que é tipo de bolsa que cabe só o celular-batom-cartão, mas são daqueles modelos imprescindíveis e provavelmente eternos :)

Gostaram da minha seleção, alguma favorita? Tem algum modelo <U$1.000 que vocês estão de olho?

O Resort ousado de Valentino

18/06/2014  •  Por Thereza  •  Compras, Moda

Depois de compartilhar alguns destaques da temporada Resort, um outro desfile me chamou a atenção. Os diretores criativos da Valentino,  Maria Grazia Chiuri e Pierpaolo Piccioli, apresentaram sua coleção na última terça-feira com 83 looks (geralmente nessa temporada não passa de 20), algumas novidades e um passeio no passado.

VALENTINO-RESORT-2014=5

Cores! Foi fuxicando pelos Instagrans de editores da vida que fui seduzida pela gama e ousadia de cores que a marca apresentou. A coleção se dividiu em duas partes e essa technicolor feelings foi uma releitura de uma antiga estampa apresentada pela marca, lá de 1973, com cores e combinações psicodélicas e impactantes. Não tenho dúvidas que essa print será a sensação do próximo ano!

Agora se essa fase foi uma homenagem ao próprio passado da marca, a outra parte do foi uma homenagem à uma icônica artista mexicana. Pense, se Frida Kahlo vivesse nos dias de hoje – e quem sabe fosse blogueira, rs – ela usaria alguns desses looks!

VALENTINO-OUTFITS-RESORT-2015

A ideia da dupla não era seguir uma inspiração muito literal – o que no caso de Frida muitas vezes pode seguir pro lado da caricatura – mas sim capturar o estilo audacioso da artista. Eles contaram que são fascinados pela figura forte e feminina de Frida, uma mulher que soube viver com suas próprias regras e sem nenhuma tipo de protocolo. E a coleção destaca justamente a individualidade da mulher e do conceito estético das roupas.

Da primeira leva, amei todos os vestidos, adoro esse detalhe “tipo babador”, que já virou uma assinatura de Valentino. Acho charmoso e super feminino, inclusive, Jaime King ganhou um LDS recente com um look assim.

Na estampa vintage, uma ideia muito atual e que certeza renderão looks impactante e desejo das celebs. Além disso, todo e qualquer vestido segue a nova linha estética da Valentino depois do Garavani, através dessa coleção eles mostraram que podem ser fresh e se reinventarem.

VALENTINO-RESORT-2015-ACESSORIES

E foi lá no Insta que vi esse pump Rockstud que todo mundo amou, desejou, logo compartilhou! Eu que nunca fui muito apaixonada por esse modelo, agora engrosso o coro. Achei essa versão psicodélica super interessante e bem brasileira (colorida né hehe). A coleção só será lançada no final do ano, mas já sentimos a profusão de acessórios desejos, de sandália a bolsas, listradas ou cravejada de brilhos, o Resort 2015 veio poderoso.

E por falar em acessórios e a sandália Rockstud desejo geral, desde que abriu Valentino aqui no Rio, já tinham me pedido pra fazer o #querpagarcomo com ela. Então aproveitando o tema, olha só o comparativo, afinal, é melhor compra ali, lá ou acolá?

PRECO-VALENTINO-ROCKSTUD-BRASIL

Antes de mais nada, existem variações desse modelo. Tem essa versão clássica e também a com 3 tiras (as duas tem o mesmo preço). Sobre as cores , tem com tira nude e também da cor da sandália (essa um pouquinho mais cara). No caso, adotei a da foto mesmo.

Enquanto lá na Europa (já descontado o detaxe, só não deixa de passar no aeroporto pra pegar seu dinheiro heheh – e isso exige tempo hein, vale lembrar!), a Rockstud sai por R$1.997, nos EUA, um pouco mais carinho, por R$2.550. Já aqui no Brasil, o modelo sai por R$3.480, quase 30% mais caro que nos EUA.

Essa média está similar a marcas como Prada e Louis Vuitton e um pouco acima de Gucci e Louboutin. Pra quem pode hehe ou aposta num parcelamento amigo, quem sabe. Pra quem prefere esperar a próxima viagem, acho um modelo a se pensar.

E vocês, o que acharam da coleção resort Frida psicodélica feelings? E a sandália, curtem?