Ronda da Semana: A briga de Sarah Jessica Parker e Kim Cattrall

16/02/2018  •  Por Thereza  •  News

Já pode dizer “Feliz Ano novo”? Ok, vamos aguardar segunda-feira, mas enquanto isso vamos aos lances dos últimos dias que o carnaval te impediu de ver e estamos aqui pra fazer esse trabalho jornalístico. Na realidade essa RDS é de um tema só, porque ficou tão grande, daí foquei nesse assunto bombástico que rolou em pleno sábado de carnaval.

Agora antes de começar, um aviso: nesse domingo voltamos com uma tag tradicional, mas bem esquecida, do Fashionismo, o Links da Semana, então fiquem ligadas!

CRISE EM SEX AND THE CITY

Senta que lá vem história e você pode ter perdido algum lance da triste briga entre Kim Cattrall (aka Samantha) e Sarah Jessica Parker (aka Carrie). Vocês sabem que depois do SATC2, houve mil especulações em torno da continuação da saga, enquanto Sarah sempre dava entrevistas disposta a seguir com o filme, já Kim parecia não muito interessada e sempre surgiam boatos de que ela negociava demais valores e roteiros.

Eis que em setembro do ano passado, SJP deu uma entrevista falando que definitivamente não haveria uma sequência e isso era muito triste, pois ela achava que os personagens mereciam um desfecho especial, o que seria até uma forma de gratidão aos fãs leais. No mesmo dia, saiu uma matéria no Dailymail falando que a responsável pela não continuidade era Kim Cattrall, que ela não só queria renegociar valores, como também exigiu que o estúdio realizasse outros projetos seus.

Eis que a atriz veio a público falar que a única exigência dela era simplesmente NÃO ter uma continuação e ainda acrescentou que nunca pediu reajustes de valores e nem deu uma de “diva”, como muitos falam, e finaliza “Sarah Jessica Parker poderia ter sido mais legal”.

Eis que a polêmica reacende nesse mês! SJP está na divulgação pesada da nova temporada de seu seriado (Divorce), mas as pautas que repercutem mais? SATC! Seja em tom de brincadeira ou alfinetando, Sarah agora busca uma substituta para a insubstituível Samanta Jones. Só que pra mim ela já começa a usar essa pauta pra promover seu outro seriado, o que acaba sendo injusto e até cruel com uma personagem tão marcante quanto Samanta Jones.

E na última semana, Kim passou por um drama ao ver seu irmão desaparecido por alguns dias e depois ter sido encontrado morto, eis que SJP foi prestar suas condolências no Instagram e dias depois Kim posta isso:

“Eu não preciso do seu amor ou apoio nesse momento trágico. Minha mãe me perguntou quando que Sarah Jessica Parker, esse hipócrita, me deixará em paz?  Seu contato contínuo é um doloroso lembrete de quão cruel você realmente era antes e agora também. Deixe-me ser bem clara, você não é minha família e nem minha amiga, então eu estou escrevendo para te dizer pela última vez: deixe de explorar a nossa tragédia para restaurar a sua personalidade  de “legal”!

Chocada! Se por muitos anos foi uma guerra fria e nos últimos tempos algumas alfinetadas, essa semana foi reveladora e comprovou toda a teoria de que as duas estrelas da série nunca se bicavam! E na postagem, Kim ainda coloca o link de uma matéria do NY Post que conta detalhes do período do seriado e das desavenças das duas, vale ler aqui.

O texto fala basicamente que a personagem de Kim se tornou uma surpresa e muito popular no seriado, inclusive até muitas vezes chamando mais atenção que a “heroína” Carrie Bradshaw. Com isso, a ciumeira começou a rolar solta e com o passar dos anos, a atriz – a mais famosa antes do seriado começar –  foi sendo excluída de muitas situações, mas ainda na série, pois, a gente sabe, fazia MUITO sucesso e MUITO dinheiro! Segundo Kim, Sarah queria continuar sua fama de boazinha na indústria e nos backstages não era bem assim e praticamente boicotava a atriz, mas nem tanto, já que Samantha era essencial pro seriado durar. Resumo da ópera depois de uma semana polêmica?

Sarah Jessica Parker é capa da People e Kim Cattrall? Bom, Kim, 61 anos, não tem nenhum novo projeto (segundo o Imdb). Eu confesso que sigo amando SJP, mas nunca tinha olhado  por esse lado da fama  forçada de “boazinha”. Acredito também que Kim tenha razão nessa história e não sou capaz de julgar se uma resposta assim via Instagram ou um telegrama seria melhor. Por fim, peço à todas as envolvidas que deixem nosso próprio Sex and the City em paz, foi bom demais, adeus!