Inverno 2018: Dicas pra harmonizar massa e vinho!

28/06/2018  •  Por Rodrigo  •  Vinho

Enfim, o inverno, e com ele vem aquela vontade de caprichar num almoço ou jantar com comidas mais elaboradas e cheias de sabor. É super comum, para essa época do ano, escolhermos pratos mais ricos e de sabores marcantes e acolhedores e, é claro, com um bom vinho para harmonizar e fazer da refeição algo especial!

Se esse tipo de harmonização parece fácil, saiba que é preciso ficar de olho em alguns detalhes importantes para que a comida e o vinho se completem e que não deixem o sabor de um atrapalhar ou anular o do outro.

Sendo assim, decidi começar uma série de posts com dicas de harmonização de vinhos com comidas clássicas de inverno. Então, para começar, vamos de massa, que além de ser algo que a maioria das pessoas gosta, ainda tem a questão da praticidade, afinal, quem não curte uma massinha, seja ela qual for, numa noite mais fria?

E que vinho combina com massa? Isso depende, pois o que realmente vai determinar o sucesso da harmonização são os molhos ou recheios. Molhos mais encorpados, untuosos e fortes vão precisar de um estilo de vinho mais intenso, ao passo que molhos mais simples e leves, certamente se beneficiarão com vinhos um pouco mais delicados.

Sem mais delongas, vamos às dicas de vinhos que vão cair bem com as massas mais conhecidas. Lembrando que a Grand Cru, nossa parceira de eventos, está com 15% off em todo site para quem usar o cupom FASHIONISMO10GC.

 

MOLHO DE TOMATE

Certamente o tipo mais conhecido e super simples de fazer. Do spaghetti ao ravioli, quando o assunto é molho de tomate, temos que levar em conta a acidez natural que ele tem. Portanto, o melhor é optar por tintos frutados, de sabor delicado e corpo mais leve para não “atropelar” o gosto da massa. Os Chiantis são sempre uma excelente opção, assim como Merlots mais leves. Agora que tal um italiano feito com a uva clássica dos Chiantis, mas com um toque de Merlot?

Poderi Dal Nespoli Fico Grande Romagna 2016: Feito com a uva Sangiovese, esse delicado tinto leva 5% de Merlot, responsável por dar mais maciez ao vinho. Fresco, floral, com aromas de cerejas e frutas secas, corpo leve, poucos taninos e acidez gastronômica. Italiano perfeito para massas, melhor que ele, só o preço! Tem dele aqui.

Bolonhesa

Massas com molhos à base de carne também são muito tradicionais e vão bem em diferentes tipo de massa. Tanto o bolonhesa, presente na gostosa macarronada de domingo, quanto o suculento e reconfortante ragú, ambos precisam de um tinto com um pouco mais de corpo e taninos para oficializar um casamento perfeito com a carne. A América do Sul produz ótimos vinhos para essa harmonização com uvas como a Cabernet, Malbec e até Shiraz.

La Flor de Pulenta Cabernet Sauvignon 2017: Ótimo Cabernet argentino para qualquer molho de carne! Cassis, ameixa, baunilha e ervas são fáceis de perceber no nariz, já na boca tem um traço mineral bem interessante, madeira e um final levemente mentolado. Muito gostoso e fácil de harmonizar! Aqui você acha ele.

MOLHO DE QUEIJOS

Esse tipo de molho vai bem com massas mais densas, como as recheadas e gnocchi. Como tem mais gordura por causa do queijo, uma boa alternativa é procurar por um vinho branco de bom corpo e acidez para cortar o peso do queijo e limpar o paladar. Geralmente os Chardonnays envelhecidos em madeira cumprem bem esse papel.

Escorihuela Familia Gascon Chardonnay 2017: Delicioso Chardonnay argentino, perfumado e cheio de frutas tropicais, abacaxi em calda e maça verde no nariz. Na boca tem médio corpo, boa acidez e um sabor levemente doce e amanteigado. Vai muito bem também com massas ao molho carbonara. Tem dele aqui!

Frutos do Mar

Pra quem não abre mão de frutos do mar em qualquer época do ano, pode ficar tranquilo que um bom espumante eu até um rosé geladinho são tudo que você precisa pra se deleitar com massas com camarões, mexilhões, lagostins e por aí vai…

Victoria Geisse Vintage Rosé: Já que espumante e vinho rosé vão bem com frutos do mar, imagina um espumante rosé mais que top! Elaborado através do método champenoise por uma das melhores vinícolas do Brasil, o Victoria já encante no visual. Sua bela cor de salmão e seu perlage finíssimo abem espaço para aromas de framboesas e romã maduro, além de uma textura cremosa com suas borbulhas que explodem e fazem carinho na boca. Excelente! Tem dele aqui.

Espero que tenham gostado das dicas. Semana que vai tem mais sugestões de harmonização com pratos de inverno. Qualquer dúvida ou sugestão de prato, é só deixar um comentário. E quem quiser aproveitar nosso código FASHIONISMO10GC, é até dia 30, às 23:59h.

 

 

 

 

 

 

16 sugestões de vinhos para fim de ano (e o ano todo também)!

08/12/2013  •  Por Thereza  •  Gastronomia, Vinho

e1cf8701f486925efc5de6907c8220d5

Acho que vocês me conhecem bem: gosto de peônias, Chuck Bass, batom rosa e… vinho! Quem me acompanha no Insta sempre me vê pelos bordejos etílicos e já fiz alguns posts sobre o tema e até contando como essa entrada no mundo de Baco me fez bem e mudou até meu relacionamento (já falei que meu marido deixou de tomar chopp no boteco pra degustar vinho comigo hehe) e ainda é mais saudável que bebedeira de vodka, whisky e afins.

Já fiz post com dicas pra iniciar nesse meio aqui, pra experimentar champagnes aqui e agora, atendendo a pedidos, dicas de 16 vinhos pra você tomar e dar de presente nessa época de fim de ano! Sempre recebo pedidos pra falar mais sobre o tema e tá na hora de compartilhar meus favoritos e dizer o que vale a pena pra todos os paladares e bolsos. Tentei ser sucinta na descrição e também não especificar muito sobre as safras pra não complicar, mas certeza que são rótulos consistentes ano após ano. Obrigada Rodrigo por ajudar na escolha e comentários sobre os vinhos (viu, agradeci :P).

VINHOS 1

Cava Cristalino Bru: Espumante espanhol (Cava!) perfeito para festas. Tem ótimo custoxbenefício e bem mais a oferecer do que a maioria dos espumantes de renome e muitas vezes com o dobro do preço. Fresco e super frutado, não é muito seco, mas também zero enjoativo, agrada a qualquer paladar, pra beber a noite toda!

Alta Vista Premium Chardonnay: Branco argentino típico! Vinho muito tropical, com excelentes aromas de maracujá, banana e abacaxi. Ótima opção pra quem quer começar no mundo dos brancos. Simples, mas muito bem feito.

Muga Branco: Espanhol de Rioja. Possui notas de baunilha, mel e ervas, super fresco e ótimo para bebericar no verão. Harmoniza muito bem com canapés e frutos do mar. Bom ter sempre por perto para qualquer ocasião, aliás, gosto tudo que venha de Rioja.

Biot Rosé: Espumente brasileiro da Serra Gaúcua. Ótimo custoxbenefício, boa surpresa e rótulo fofo! Cremoso, frutado, super saboroso e com muitas borbulhas (aka perlagio). Ótimo para festas de fim de ano e perfeito aperitivo!

Lua Cheia Branco: Português bem interessante e uma ótima sugestão de presente, pois impressiona conhecedores e agrada novatos. Muito frutado, cremoso e floral, vinho branco sem erro!

M de Minuty: Rosé francês de Provence super clássico! Leve, com boa acidez (o que significa zero doce e enjoativo) e ótimo para degustar em dias quentes. Aquele tipo de rosé clássico e sem erro, um dos meus favoritos (achei na Premium Drinks).

Champagne Lanson Brut e Rosé: Um dos meus champagnes favoritos. Bom preço que super justifica e ainda superior a muitas marcas mais conhecidas. O branco tem aromas de pêra, amêndoas e frutas cítricas. O rosé lembra frutas vermelhas frescas e é bem seco (ou seja, zero enjoativo), amo! Champagne com bom corpo e fácil de agradar aos mais diversos paladares, vale muito experimentar (sempre compro no Mundial)!

VINHOS2

Antano Crianza: Espanhol de Rioja, saboroso, frutado, com toques de madeira e defumado, vinho com ótimo custoxbenefício. Bem coringa, harmoniza bem com carnes vermelhas e molhos fortes.

Milcampos Tempranillo: Espanhol de Ribera del Duero, encorpado e com deliciosas notas tostadas. Também é um ótimo custoxbenefício e harmoniza muito bem para churrasco. Daqueles pra ter sempre em casa.

Stellenzicht Pinotage: Nome complicado, mas vinho muito fácil de gostar! Sul africano que representa bem a uva mais conhecida da região. Frutado, levemente doce, com muitas ameixas maduras e toques de café. Harmoniza bem com carne e agrada diversos tipos de paladares, especialmente o feminino (por ser levemente doce, é fácil de tomar).

Trivento Golden Reserve Malbec: Vinho denso, suculento e bem encorpado! Com muitos aromas de geléias, frutas negras e chocolate, vai agradar quem gosta de um “pancadão”, pra dar onda rápido (brinks)! Um malbec clássico, com tudo que tem direito e que todos precisam experimentar!

Erasmo Reserva: Chileno com corte de bordeaux. Muito complexo, com ótimos aromas de couro, especiarias e tabaco. Para os entendidos, é um vinho com excelente pontuação pela crítica e com uma forte pegada européia. Bom presente para surpreender entendidos e ótimo para novatos que querem avançar no conhecimento. Por ser muito fechado/intenso, vale usar decanter ou abrir horas antes de beber.

Chatau Caronne: Bordeaux clássico para quem quer ingressar na região mais prestigiada e famosa do mundo! Vinho intenso, elegante e com aroma frutas negras. Ótimo presente que representa bem a elegância de Medoc, uma das minhas regiões favoritas!

Blog por Tiago Cabaço: Português moderno e um dos meus vinhos favoritos (e não é porque se chama blog hehe mas, confesso, o nome me seduziu!). Bem encorpado, com explosão de frutas maduras, mentolado e um frescor maravilhoso. Ótimo potencial gastronômico e harmoniza bem com pratos de sabor mais acentuado.

Rocca delle Macie Chianti Clássico Riserva:  Esse italiano é uma jóia da Toscana, tipo de vinho que encanta os mais exigentes, ótimo para surpreender um entendendor! Elegante, complexo e bem estruturado, um vinhaço, vale cada centavo, excelente presente!

c1c55fabf51b2b56a9248c86b6dd9e9e

Agora pra finalizar, vocês sabem que sempre indico lojas especializadas de vinho como a melhor opção, pois tem bom armazenamento, o que garante a qualidade do vinho (sério, já comprei vinho em mercado que não deu pra beber um gole justamente por essas questões de conservação). Sempre compro na Cavist, que tem na Barra, Ipanema e Leblon, lá é ótimo que é loja+Restaurante.

Também compro sempre na World Wine do Fashion Mall e Grand Cru, essas duas tem no Brasil todo! Também compro na Lidador, Candy e Cadeg. Em mercados, encontro boas promoções no Mundial e Pão de Açucar, mas vale ver a tal questão da conservação nessas grandes redes.

Gostaram das minhas dicas! Se alguém tiver uma boa sugestão ou achado etílico, compartilha por aqui!