O futuro da beleza e a liberdade de ser plural

26/07/2019  •  Por Thereza  •  Pense, Podcast

Falamos tanto aqui no Fashionismo sobre comportamento do consumo, insights do mercado e previsões – ou seria desejo? – de um futuro cada vez mais consciente. Ando cada vez mais encantada com o tema e pesquisando muito sobre futurismo, especialmente no mercado de moda e beleza.

Em maio fiz um podcast com insights do mercado de moda, hoje foi a vez de publicar um #FashionismoParaOuvir com previsões do mundo de beleza. De tecnologia a patches, cannabis a big data, se curte o tema, vale ouvir nosso podcast nas principais plataformas. Agora impossível falar do consumo do futuro e não pensar na Geração Z! Eles são a geração da vez, cada vez mais presente, antenada e consciente.

Dito tudo isso, aproveitei a pauta e bati um papo com uma leitora que faz 100% parte desse mundo, é GenZ e também curte – e entende muito – esse mundo de beleza e consumo e perguntei pra ela: o que você espera do mercado de beleza de amanhã? A resposta foi tão legal… que virou post!

Hoje o Fashionismo Convida é especial com a Luísa Moura, que refletiu e compartilhou com a gente suas previsões e expectativas com o futuro da beleza. Com vocês, Luísa!

Pensando no futuro do consumo de beleza, o sentimento que vem à tona é um só: liberdade. A gente cansou de tantos e tantos padrões impostos ao longo dos ultimos tempos e também de que outras pessoas definissem o que é belo. Por que eu deveria supostamente esconder minhas olheiras? E por que não posso usar batom vermelho durante o dia? Aliás, uma pele sem nada acompanhada de batom vermelho é praticamente meu signature look, mas isso não quer dizer que sou “menos Luísa” se resolvi sair sem batom algum.

E amplio aqui essa conversa a tantas outras instâncias: é a liberdade para assumir as suas linhas de expressão e também para corrigir aquela manchinha antiga no queixo, se quiser. Usar um delineador rosa neon, se quiser.

E essa liberdade anda de mãos dadas com o cuidado: não é porque ”tudo é permitido” que não vou fazer nada com a minha pele e “acabou”, pelo contrário. A beleza passa a ser mais leve e natural, é o filtro solar para proteger do sol e o hidratante para não rachar no frio, mas sem a necessidade de se impor uma dezena de passos diariamente.

Pra mim é um movimento de ressignificação da maquiagem e mesmo do skincare que só tende a aumentar: a gente não tem tanta paciência pra seguir passo-a-passos e muitas etapas, de maneira que ambos se tornam mais valiosos quanto mais divertidos são. Afinal, basta passar um demaquilantezinho que sai, sem dramas. Dá pra experimentar milhares de opções de visuais sem que nada precise me definir de fato, apenas representa aquele meu instante e tá tudo bem, seguimos a vida depois, não preciso me prender a um padrão.

E essa é a liberdade a que eu me refiro: não só de ser eu mesma, mas de ser plural em mim.

Incrementando sua necessaire, 10 produtos pra deixar sua maquiagem mais poderosa!

28/11/2016  •  Por Thereza  •  Beleza, Compras, Maquiagem

Uma das coisas mais legais da Comunidade do Fashionismo no Facebook são as tags fixas, mas do que se trata? São posts fixos sobre assuntos específicos e que o bate-papo rola solto e tipo uma rede social por si só. Tem pauta exclusiva para cabelos, unhas, estética, livros, futebol, crushes, astrologia e, o mais antigo – e famoso: maquiagem! Por lá, as meninas postam suas selfies de batom, compartilham lançamentos, achados, enfim, um universo particular com mais de 200.000 mil comentários (você não leu errado) em menos de 2 anos.

captura-de-tela-2016-11-28-as-02-53-30

E elas são expert no assunto, apaixonadas por maquiagem e também de certos produtos nada mainstream e de marcas não conhecidas do grande público. Enfim, elas sabem de tudo em primeira mão e até mesmo antes de virar ~a trend da vez. Por conta disso, chamei a ‘síndica’ do post pra compartilhar seus favoritos, os produtos tem-que-ter e que fogem do óbvio das listinhas tradicionais de viagem! Com vocês, Ludmilla Assumpção, blogueira, youtuber e uma makepédia ambulante.

necessaire-maquiagem

1. Base – Hourglass Vanish Seamless Stick (U$45): As bases em bastão e toda sua versatilidade que já era tendência no backstage dos desfiles invadiram o mercado. A da Hourglass é a queridinha do momento entre as revistas e as beauty gurus americanas. A base tem uma excelente cobertura apesar de deixar um acabamento mais natural/fresh na pele e possui ótima duração. O bastão angulado promove aplicação nos lugares mais delicados do rosto.

2. Corretivo – Kat Von D. Lock it Concealer Creme (U$26): Pra quem tem olheiras significativas, esse corretivo pode ser “lifechanger”. A marca já é famosa pela sua base, aquela que cobre até tatuagem [Tem na Sephora Br], e agora reformulou o corretivo que acompanha essa cobertura mais potente. O diferencial está na cartela de cores bem vasta, que além dos tons de pele tradicionais, dispõe de um corretivo na cor branca, isso mesmo! Ele vai atender a pessoa mais clara das claras, além de ser aquela cor que você pode usar para misturar com outros corretivos e bases mais escuras que você tenha. Pra quem ama aquele efeito iluminado, pode ser um achado!

3. Corretivo – Tarte Shape Tape and Contour (U$24): Depois que recebeu o selo de qualidade da maioria das youtubers americanas, difícil mesmo é encontrá-lo nas lojas! Unanimidade pra quem possui muitas olheiras devido sua altíssima cobertura, um aplicador bem denso e acolchoado que permite a aplicação in loco, esse corretivo é sucesso! Ele também pode ser usado nas versões mais claras para iluminar ou nos tons mais escuros para esculpir o contorno.

4. Paleta de Contorno – Tarte Tarteist Pro Glow Highlight and Contour (U$ 45): Se você procura praticidade, essa paleta pode ser sua grande aliada. Além de conter iluminadores belíssimos que vão proporcionar aquele glow J-Lo from the block, na dúvida entre contorno cremoso ou em pó, por que não ambas as possibilidades ao seu dispor?

5. Paleta de Sombras – Anastasia Beverly Hills Master Palette by Mario (U$ 45): A paleta de sombras assinada por nada mais nada menos que o maquiador da Kim Kardashian é um sonho que se tornou realidade. Além de uma das sombras da paleta homenagear a musa, a seleção de cores tem tudo a ver com os looks incríveis que a gente costuma ver na própria Kim. Infelizmente é edição limitada e os tons escolhidos pelo Mario e a qualidade das sombras se destacaram tanto, que certamente já virou o item mais ‘hype’ do ano.

6. Paleta de Sombras – Huda Beauty Rose Gold Edition Eyeshadow Palette (U$65): A Huda é considerada quase uma Kardashian, só que de Dubai. Além dos traços parecidos, ela é mundialmente famosa pelo seu canal no Youtube em que ela compartilha dicas e técnicas de makeup. Esse ano ela lançou sua própria marca, que começou com os cílios postiços, produtos labiais (os batons líquidos são incríveis) e recentemente foi a vez da paleta que além de neutra e totalmente fora do óbvio, possui sombras texturizadas que dão aquele efeito “foil” super intenso e metalizado na pálpebra.

7. Sombras unitárias – Butter London Glazen Eye Gloss (U$ 24): Uma tendência que vem de alguns backstages de desfiles, é aquele efeito vidrificado de gloss na pálpebra. A marca lançou recentemente sombras cremosas que conferem esse efeito mas com uma textura inusitada que lembra uma geléia. O efeito é bem marcante e as sombras foram premiadas naquela eleição anual da Allure.

8. Iluminador/Bronzer – Cover FX Custom Enhancer Drops (U$44): Um produto com alta concentração de pigmentos em que suas gotas podem conferir brilho, radiância ou efeito bronzeador, dependendo da cor que você escolher, em qualquer outro produto de maquiagem ou de cuidados com a pele que você tenha!

Você pode misturar com a base, no primer, hidratante, e até no protetor solar. Ou ainda, usar as gotas sozinhas para um efeito total, seja para obter um glow incrível “padrão globeleza” ou para contornar e dar um toque bronzeado. A embalagem de conta-gotas permite a a customização da intensidade.

9. Batons – Jouer Cosmetics Long-wear Lip Creme (U$ 18): Aquele efeito super matte que a gente tanto desejou aos poucos estão dando lugar a um efeito mais metalizado certo? Essa marca oferece tons mattes, matissímos que ficam aquele veludo nos lábios na sua linha de batons líquidos, mas ela ficou famosa mesmo pelos seus tons metálicos (Papaye, Snapdragon, Dhalia) e pelos lip toppers (Skinny Dip e Tan Lines), que são como se fosse uma cobertura com brilhos para o seu batom. O efeito não é tão glossificado, são brilhos que dão um destaque lindíssimo aos lábios!

10. Bônus! Farsáli Rose Gold Elixir (U$34-54): As “beauty gurus” mais famosas andam misturando esse óleo natural que contém partículas de ouro 24k em vários itens de maquiagem, na base, nas sombras, delineadores e até aplicando antes dos batons líquidos. Tem vídeos muito legais pela internet, principalmente no Insta. Ele tem propriedades anti-idade e deixa uma radiância na pele. Por ser um óleo, deixa qualquer produto cremoso, como base, delineador, sombra, mais emoliente na hora de ser aplicado. Vive esgotado no site tamanho sucesso!

lud-post

Obrigada Lud por compartilhar seus segredos de maquiagem! E espero que vocês tenham gostado dessa lista de insider, eu já estour evendo toda a existência da minha necessaire!

DICA DE VIAGEM: A LONDRES DE GABRIELA GANEM

29/07/2015  •  Por Thereza  •  Viagem

Mais um post colaborativo de viagem! Depois de descobrir a Nova York de Alê Garattoni, chegou a hora de conhecer a Londres da Gabriela Ganem do blog Starving. A Gabi morou em Londres por um bom tempo e conhece a cidade como ninguém, então se você quer ler dicas de insider e que fuja do óbvio, vamos lá!

LONDRES-GABI-GANEM

Primeira lembrança de Londres? Batata frita! Na primeira vez que fui, ainda era criança. Minhas irmãs e eu comemos tanta batata frita que fiquei anos sem tocar em uma, rs. Enjoei mesmo. Até hoje não sou muito apegada. Me lembro dos museus também. Menos mal.

Restaurantes que você vai todas as vezes que está na cidade: Londres pode ser o melhor ou pior lugar do mundo para comer, rs. Dá para se alimentar bem por 10 Libras se você souber onde ir. Do contrário, mesmo com pequenas fortunas, você pode se dar mal. Um bom exemplo de comida boa e barata é o Busaba Eathai, um tailandês maravilhoso e muito acessível. Sento numa das mesas compartilhadas, peço um pad thai maravilhoso com água da bica (lá é limpa) e pago uns 10,00 pounds.

Neste mesmo esquema tem o Rossopomodoro, pizzaria napolitana. Pizza de Nápoles é sempre perfeita. Esqueça Jamie’s Italian. Sério. Se eu quiser inve$tir num bom jantar, vou no Zuma, um asiático com foco em frutos do mar que tem a melhor lagosta. É com Green Chilli. Britânicos amam chilli demais, mas nessa até eu tive que ceder. Lá tem também o melhor Edamame. Nunca peçam sobremesa. Em lugar nenhum. Saiam do restaurante e procurem um Ben’s Cookies. De nada.

Programação que te faz sentir como uma londrina: Escutar rock num Pub! A playlist é sempre a mesma, misteriosamente. Pode contar com Sweet Home Alabama, Mr. Brightside, Oasis e Bon Jovi. Muito me agrada esta lista! Para beber num pub, além da clássica cerveja, vale conhecer a jarra de Pimm’s, feita com frutas. Não esqueçam que também dá para comer em Pubs. Sempre vai ter torta ou fish’n’chips.

Passeio turístico favorito: As feiras! Dá para comprar, dá para comer, ouvir música… E ver gente! Em Londres, as pessoas são a maior atração. Tem gente do mundo todo e os próprios londrinos, que merecem uma atenção especial. Adoro ir a Brick Lane aos domingos, à feira gastronômica em Borough Market e a Camden Town.

Programa de índio que não recomenda à ninguém: Westminster Abbey. Nunca fui, mas não recomendo. O ingresso é caro, rs. Não se esqueça que cada Libra vale muito mais do que os 5,00 Reais da conversão. Uma libra pode te render muitas coisas!

Alguma experiência/memória negativa com a cidade: O clima! Londres é fria e cinza. Certeza que “winter is coming” está escrito em algum lugar na bandeira inglesa. No verão é frio. Pode ser que você presencie calor. Talvez quando os planetas se alinharem… Leve sempre um casaco e desconfie.

LONDRES1

Lojas imperdíveis: Tantas! Tenho medo de ser esquecida. Primeiramente, Primark. Mas nada de ir naquela manjadíssima de Marble Arch. Tem que ir na flagship de Tottenham! Para quem não conhece, Primark é quase um supermercado de roupas. É muito barato e dá para garimpar lindamente, se você tiver paciência. Eles vendem malas também… Entenderam a escala? Pena que este câmbio está uma covardia.

Outra que amo: River Island! É um pouco jovem para o meu gosto, mas com um bom olho você encontra peças muito singulares um jeans maravilhoso. All Saints! Esta loja, é algo muito especial. Tem um estilo tão característico que você reconhece sem ver a etiqueta. Lembra da moda das sainhas bordadas? All Saints. Adoro a Reiss também, mas não comprava lá porque o preço não é competitivo, rs.

Um achado/segredo londrino que você só revela pros amigos e, agora, pra gente: Ao final de Brick Lane tem umas lojinhas de couro que vendem jaquetas e afins a preços maravilhosos. Comprei a minha por 55,00 Libras… Acho que ficou mais mainstream desde que morei lá e deve ter subido um pouco. Sempre pechinchem por lá!

Um hotel que te faz sentir em casa: Jamais fico em hotel em Londres… Tenho um bocado de gente lá. O que eu faria é me hospedar em West London, em regiões próximas a High Street Kensington, Notting Hill, South Kensington… Prefiro. Mas Camden é o máximo também.

Época do ano favorita? Verão! São 4 horas de noite no verão… Uma delícia! E qualquer coisa diferente de verão é inverno.

Selfridge’s ou Harrods? Selfridge’s! Visitem a Shoe Gallery!

Como é um dia perfeito pra você em Londres? Com sol, tomando um chá da tarde na Fortnum and Mason com o Benedict Cumberbatch. Mas se ele não aceitar meu convite, acho que daria um pulinho em Richmond, um subúrbio bem gracinha. Diziam que os Beckhams moravam lá.

O que te faz voltar pra Londres sempre? Me sinto em casa! Amo a diversidade cultural… É um mini mundo. Além disso, é uma cidade fácil de circular e bonita. Isso sem contar as compras! Eu sou o tipo de pessoa que passou um mês nos Estados Unidos, foi e voltou com uma mala. Em Londres eu pago sobrepeso, rs. Não é bem o preço (às vezes é) e sim a oferta. Tem seção de mignon, tem seção de altas e os tamanhos são abrangentes. Melhor lugar para compras no planeta.

LONDRES-23

Obrigada Gabi por ter compartilhado suas dicas e principalmente sua visão de Londres! Espero que tenham gostado das dicas e aguardem os próximos convidados, quem quiser sugerir cidade ou pessoa, só falar!

Página 1 de 212