Clareando o cabelo, mas sem ficar loira!

06/01/2015  •  Por Thereza  •  Beleza, Cabelos, Celebridades

Recebo muitos emails pedindo sugestões de mudanças capilares, mas nada muito, digamos, transformador. Uma coisinha de leve, aquela mudança que parece discreta, mas é life – de beauté – changing!

E se você já aderiu ao corte médio ou não quer nem tentar, qual é a melhor solução? Pintar o cabelo!

Daí vocês já vão achar que eu vou sugerir tudo mundo ficar loira… mas não. Existem formas de mudar o tom do cabelo e uma delas é clarear, mas continuar morena, claro! :)

E sabe quem é a embaixadora da geração morenoira?

cabelo-lily-aldridge

Lily Aldridge, popularmente conhecida como angel da Victoria’s Secret e esposa do Caleb Followill! A contar pela foto acima, são muitas mechas e alguns tons de dourado, mas você consegue chamá-la de loira? Não, né. Lily é morena, mas forte entusiasta das ombrés ou qualquer outro nome de técnica que clareie os fios sutilmente.

E se você não quer ficar loira, mas tem um enorme desejo – aviso logo, é um vício – de mudar ligeiramente o tom dos fios, vai com tudo! UMA mecha que for, pode fazer MUITA, digo MUITÍSSIMA, diferença.

Observem o antes e depois inspirador da Lily:

lily-aldridge-antes-e-depois

Tudo bem que o antes é antigo (2008), a foto não ajuda e a make também, mas observem a diferença! As mechas iluminaram o rosto, realçaram suas belas feições e criaram mais volume ainda ao cabelo. A Lily acima é loira? Moreníssima, mas iluminadíssima, ela é poderosíssima.

E hoje em dia Lily está menos loira ainda, seus fios estão mais pontuais, mas certeiros pra iluminar de leve, ter aquela cara de cabelo cuidado, mas com jeitinho de “peguei sol e só”!

lily-aldridge-hair-inspiration

Fui pesquisar mais e descobri que a colorista da Lily é a badalada Tracey Cunningham (que também cuida dos fios da Jessica Biel, “a cor de cabelo mais bonita do mundo”), dona do MèChe Salon em LA.

Segundo Tracey, a técnica usada na Lily é um mix de balayage (com o pente, que deixa o resultado fininho) e papel, que deixa essas mechas mais largas nas pontas. O foco é na base, levando a cor levemente para a raiz, que não é natural (o tom da raiz serve pra controlar e  difundir a cor).

A ideia é ser aquele tal “banho de sol”, mas quanto em menos fios, melhor. Vai do profissional encontrar poucas mechas, mas que sejam certeiras pra realçar o formato do rosto.

Ahh, é tão fácil, vou tentar em casa.

Jamais! Segundo Tracey, apesar de aparentar fácil, é uma técnica complicada, que exige calcular o tempo certo e até a forma que “pincela” a tinta no fio, afim de obter um degradé bem sutil, da cor natural do cabelo, até o mais claro. Fazendo em casa – ou até mesmo com um profissional não-expert – o resultado são aqueles riscos sólidos e feios que vemos por aí.

Por fim, Lily contou que a ideia dessas mechas pontuais e naturais veio de uma foto de criança da própria! Ela adorou seus fios dourados da infância e resolveu se inspirar nela própria. Tracey inclusive recomenda que suas clientes – e nós também, claro – levem fotos de crianças e jovens para que mostrem as tais nuances naturais e com ajuda do sol, agora nas mãos da colorista!

Minha opinião? Tá na dúvida… pinte! Aproveito o ano novo, o verão e comece bem pouco, é sutil, mas pra quem nunca fez nada, certeza que notará uma diferença, se manterá fiel à nova cor, sem se tornar vítima da tintura!

Feliz Cabelo Novo!

19/01/2012  •  Por Thereza  •  Beleza, Cabelos

Esse ano eu prometo não cortar meu cabelo. Radicalmente.

Pelo menos pelos próximos 3 meses. É que eu tô tão apaixonada pelo corte de cabelo da Brooklyn Decker, que periga os hormônios vigentes me armarem uma cilada efazerem um ataque Wanessa Camargo Style – wedding edition, mas não, eu não posso cortar meu cabelo, muito menos franja. Eu não possa lançar a tendência da franja encaracolada nesse verão em Salvador no Rio de Janeiro.

Mas quer um conselho? Corta sim! Quer pintar? Pinta! Agradeça a Deus pelos salões não funcionarem quando nosso estado etílico está habitualmente mais alterado, se é que me entende. E sempre, sempre vá com a supervisão de um responsável, dado esse cenário, prepare-se para a mudança que o ano novo sempre sugere.

Estava lendo uma revista Glamour antiga e tinha uma matéria bem bacana de “Do & Dont’s” na hora do extreme makeover de beauté (quanto estrangeirismo em um parágrafo só), que achei super compartilhável. São mantras básicos e atemporais que nos guiam pra decisão certa, olha só!

No dia do corte radical (ou ao menos transformador): seja você mesma. Segundo os hairstylists isso diz muito! Além dele ver o que de fato funciona pra você, ele vai ousar na tesoura se você for ousada ou vice-versa, portanto, seja quem você é na vida real!

Não chegue de cabelo preso. Fique com o cabelo arrumado de sempre, no “caimento” habitual e da maneira que você usa todo dia, pra ele ver a textura e forma. E preferencialmente marque sempre no início do dia, onde os cabeleireiros estão ávidos e bem dispostos. E por fim, segundos os profissionais envolvidos na entrevista, fotos e sugestões são sempre bem-vindas sim! Quanto mais informação, melhor, mas nunca queira um cabelo 100% igual ao da foto, isso é praticamente impossível.

Quer um corte duradouro?

Vai gastar bons $$$ no salão e quer que o corte seja eterno enquanto dure? Evite o corte com navalha. O resultado é bonito, mas é o tipo de corte que menos dura. Outra coisa, não lave o cabelo todo dia! Isso serve pra química, mas no corte também sugere-se lavar o cabelo apenas a cada 2 dias (na matéria sugeriu-se 5 dias, but somos limpinhas). E o serum é o melhor amigo do cabelo bem cuidado, invista num bom!

Está pensando em fazer algo diferente? Se ainda não conhece ao cabeleireiro, vá ao salão com a cara mais lavada possível, pra eles, é fundamental saber o seu tom de pele certo, que provavelmente não é o Terracota 2000 vigente. Além disso, conte todo o passado químico dos seus fios e por fim, leve fotos da cor almejada, melhor do que dizer que você quer um loiro baby beach sunny platinum plus (Biaggi feelings).

Partindo do princípio que você tem a cor ideal, vai chegar uma hora que a raiz vai gritar, dica? Ignore-a! Se até as famosas tem o dia (ou semana) de raiz aparecendo, por que nós não? Se ela ainda te incomoda, evite cabelos super lisos que marcam mais ainda.

E por fim, menos é mais! Meu coléuga Mies van der Rohe também tem todo um significado capilar, nunca chegue achando que vai mudar da água pro vinho, do asa de graúna pro rabo do periquito, vá devagar! Se quer ficar loira, comece com uma balaiagem bem suave, tente se adaptar aos poucos pra depois tomar gosto, e isso serve pra qualquer cor, afinal, radicalismos são arriscados, vá com calma para ir sempre #filosofias!

E você, tem algum mantra capilar? Dicas boas são sempre compartilháveis e servem pra impedir qualquer impulso de beauté!

 

 

 

Onda amarela!

17/07/2011  •  Por Thereza  •  Celebridades, Estilo, Gossip Girl, Tendência

Na onda das celebrities nacionais que invadiu o blog essa semana, essa se destaca pela simpatia, bom gosto e, de quebra, ainda lê o blog (#bestamodeOFF). Fê Paes Leme esteve no Jô ontem com um look cativante, pra não dizer hipnotizante, é sério:

Sabe aquela cor que te impressiona? Que prende seus olhos, pois bem, foi o caso. A tal cor que é uma mistura de amarelo cítrico com limão siciliano e foi um escolha acertadíssima pro vídeo, pra vida! Fica bem em loira, morena, qualquer tipo de pele, é daquelas cores que não precisa de mais nada! As fotos abaixo são cortesia do printscreen do meu computador, não reparem, valorizem-me!

 

E @fepaesleme contou que o vestido em questão era um Marc by Marc Jacobs da última temporada, com um comprimento mais que atual e por mais difícil que seja usar, ela ficou ótima nele. Pra completar o momento color blocking, essa sandália LINDA da Santa Lolla fechou o look!

Daí como uma coisa leva a outra e eu tenho essa mania (in)voluntária de associação, logo lembrei de umas cenas de minhas meninas favoritas de Gossip Girl.

Semana passada Blair Waldor desfilou pelo Central Park com um Stellinha McCartney legítimo, e provavelmente foi a estilista que trouxe essa onda CITRUS (gosto de chamar essa cor assim). E na temporada passada lembra das duas passeando pelo mesmo CP na onda amarela? E mês passado, Blake Lively, no mesmo estilo da Fê Paes, porém num Chloé igualmente incrível!

Sejam nos blogs ou nas revistas (necessariamente nessa ordem), a onda amarela vem sido bem anunciada e aos poucos colocada em prática. Vai da gente escolher o tom certo pra nossa pela, a cor que pode ser bem ingrata, mas quando escolhida na medida certo, fica mais que perfeito, fica iluminado!