Pela não banalização dos blogs

19/03/2010  •  Por Thereza  •  Moda, Pense

Andei refletindo sobre blogs, o ato de postar e compartilhar informações. Mas desde já preciso informar que não estou pensando em cometer o blogcídio, adoro isso aqui e é minha terapia ocupacional favorita, mas não quero me tornar refém dela, porque quando a gente vira profissão-blogueira, rola uma obrigação, a gente pode perde a naturalidade, aí ferrou! O blog precisa de frescor, não somente posts aleatórios.

O que eu andei pensando é o seguinte, muitos blogs surgem a cada dia, uma proliferação desenfreada, MUITOS são ótimos, mas outros podem ser  mais do mesmo.  Normal. Não estamos pedindo pra ninguém (re)inventar a roda, mas sim que tenha um certo cuidado ao postar, sim, um pouco de zêlo não faz mal a ninguém. Um post mal escrito, palavras mal ditas, uma “reputação-virtual” pode ir por água abaixo.

Mas mais dos que neo-blogs, muitos blogs antigos, mais ou menos famosos, parece que perderam a espontaneidade na hora de postar. Sei lá, o “tal do frescor” de falar sobre moda, tendências e amenidades se esvaiu nesse mundinho virtualmente glamurizado que é (parece) ser blogueira.
Pois bem, esse texto, talvez sem pé nem cabeça começou de um tuíte meu falando do meu desamor pela saudável leitura do MEU Google reader, e que foi altamente apoiado-e-endossado. Antes, ia sedenta por novidades, curiosidades ou deliciosas frivolidades, hoje em dia alguns blogs que leio (não a maioria) parece que ou se perdeu, ou desanimou, ou se afetou, ou talvez vive da natural – e super permitidaentresafra criativa e coletiva.

No meu caso, preciso assumir, na minha humilde (in)significância, que no início do blog postava qualquer coisa sem medo de ser feliz, hoje em dia penso bem antes de apertar o botão “publicar”. Perdi a naturalidade? Acho que não, parece que a responsabilidade de escrever algo interessante e não me esconder em firulas, montagens extraordinárias e porque não, eventuais Chuck Basses, falou mais alto. É uma postura que tomei, muito pela minha consciência, mas principalmente em respeito à quem me acompanha.”

Outro assunto delicado é o relacionamento blogueira+leitora. Preciso fazer a mea culpa e admitir que muitos comentários e perguntas por aqui ou twitter podem passar despercebido por mim. Sou humana, né! Mas comparado ao que vejo na vizinhança, posso afirmar que meu relacionamente com vocês é algo muito fraterno, pois sempre me esforço em estar presente. Agora, nós blogueiras, precisamos admitir que dependemos de vocês sim pra ter ânimo de postar e tentar agradar. E quanto a vocês, e essa é uma sugestão pessoal (e blog é isso), não corram pra fazer um blog por fazer, pois muitos comentários que leio são mais importantes e pertinentes que um post aleatório num outro blog qualquer. E acho que é isso que importa, ser ouvida (ou lida), não importa o meio (post ou comentário), mas sim o fim e o efeito.

blogs
Mesmo a Luciana tendo popularizando esse mundinho, as pesquisas comprovam que o ibope dos blogs caiu e que Anna Wintour já  não curte muito. O que nos resta, blogueiras, é não banalizar o sublime ato de postar, ter algum criatividade e muito cuidado. Pelo bem da nação blogueira, aí inclui-se leitoras e agregados.

Nostalgia Barrados no Baile

07/04/2009  •  Por Thereza  •  Estilo, Moda

Hoje é a vez de falar de outro formador de tendência fashionista: Barrados no Baile. Mais do que qualquer outro, o seriado  me acompanhou por toda adolescência, e o figurino era o Gossip Girl de Los Angeles, recheado de tendências. Outro dia a Kelly e a Donna estavam a bordo de sua Chanel 2.55 bááásica.

Tudo que aparecia na TV, virava hit. Meu primeiro teen-crush (depois do Axl) era o Dylan, meu sonho era ter o cabelo e o guarda roupa modernete da Kelly, e quando fizesse 18, já tinha planos de ter um confortável ap na praia pra dividir com minhas amigas.

kelly-taylor-90210
Que Cher, que nada! Kelly Taylor foi a maior patricinha de Beverly Hills. Seus modelitos sempre fashionista e seus vários cortes e penteados, serviram de inspiração para uma legião de fãs. Repare que nas fotos acima, Kelly tá super na moda (de hoje!), usando Boyfriend jeans,  blazer, camisa social, saia acinturada, jaqueta jeans e obviamente um tubinho básico! Adorava!

Nostalgia Patricinhas de Beverly Hills

06/04/2009  •  Por Thereza  •  Estilo, Gossip Girl, Moda

Nós já estamos careca de saber, que hoje (talvez mais do que nunca), a moda anos 80 (e um pouqinho dos anos 90) tá aí, firme e forte. No início a gente torce o nariz, mas no fundo sei que todas vocês (oi, eu tb) estão loooucas por uma jaqueta com ombros pontiagudos (Balmain style), porque no fundo estão! Obviamente que a moda da calça cenoura (sorry, coelhinho da páscoa) a gente dispensa!

Nesse meu momento de extrema nostalgia, venho por meio deste blog lembrar de um filme, que foi hit na minha época pré juvenil (tenho 26): As Patricinhas de Beverly Hills.

O filme, foi marco na minha fase-pré-juvenil, e até hoje, quando ele passa na sessão da tarde, rola uma gripe (in)voluntária e vou pra casa mais cedo. E  não é exagero falar, que depois desse filme fiquei mais vaidosa e ligada nessas adoráveis meninices.

O filme foi exibido em 1995, então com 12/13 anos a menina está no auge da incoerência fashionística, e “Clueless” esteve lá pra ajudar a admirar o belo, porque lembre-se que naquela época, além de eventuais viagens pra Disney, a única proximidade que se tinha com a referência de moda (americana) era comprar a Seventeen na Letras & Expressões por 20 reais. Ainda bem que hoje, já existem sites e blogs especializados em formar opinião e caracterizar o gosto por x ou y.

clueless-patricinhas-beverly-hills
E olhando as fotos , os modelitos da Alicia Silverstone, não perdiam em nada pra moda de hoje em dia, que remente ao tal anos 80. O figurino era repleto de estampas xadrezes, argyle e risca de giz. Além disso, Cher adorava os boyfriend jacktes, camisas brancas,  transparências, sobreposições, saia lápis e até rolava um Queen B. style, com uma discreta headband (tiara ou arco, pros íntimos). Os modelitos acima caem perfeitamente bem pros nossos dias atuais.

Agora um ps básico, pesquisando no IMDB pro post, descobri uma coincidência bem fashionista! O professor que a Cher ajuda,  é o mesmo ator que interpreta o padrasto da Blair, e mais, é o mesmo que a Carrie apresentou pra Enid, diretor da Vogue, na última temporada de Sex and the city. Um baixinho bem simpático, chamado Wallace Shawn.

clueless-gossip-girl

Acho que daqui a alguns anos dá pra fazer um “remake” de As Patricinhas de Beverly Hills! Quem seria a nova Cher?

Alguém viveu essa fase fashionista do filme?

Amanhã um relembrar é viver com Barrados no Baile

Alguém lembra de mais alguma série ou filme que fez sucesso nesse estilo?

Página 43 de 43« Primeira3940414243