Qual é o seu estilo?

24/08/2010  •  Por Thereza  •  Estilo, Moda, Tendência

Quem diria que falta de estilo poderia ser um elogio?! Poisé, no post da Rachel Bilson foi comentado (daí a sugestão de tema pra esse post) sobre como ela não tinha um estilo definido, mas sim vários. E qual é o problema disso? Nenhum!

estilo-bilson-de-ser

Rachel Bilson mostrou que estilo é sentimento. Você pode acordar uma Moss e dormir  uma Kardashian. Não seguir um estilo único é sinal de muita personalidade, e também estilo. Profusões de estilos em uma pessoa só, não faz de ninguém uma fashion victim, pelo contrário, é a moda que se torna vítima das suas ousadias e tentativas, e isso é super permitido!

seu-estilo-qual

Porque se prender, ser refêm, de uma referência só se temos tantas por aí? Porque se definir como HiLo, BoHo, se o alfabeto inteiro está aí pra usarmos a cada dia, todo dia? Inspiração (oi, os blogs) não nos faltam!

oioi

Lógico que alguns fatores são soberanos, como adequação e o uso do tal do bom senso. Esses requisitos são fundamentais pra criarmos segurança, conforto e seguirmos em frente, seja com qual estilo for.

A diversidade nos permite conhecimento, ser eclética é um dom. E não é à tóa que o ecletismo é um dos movimentos artísticos mais respeitados e valorizados do mundo das artes (e arquitetura!).

estilonas
Resumindo, não vejo problema algum ter essa liberdade e tentativa de ensaiar um estilo a cada dia. Isso tudo faz parte do amadurecimento, da evolução fashion. Ser pautada pelo humor, pelo clima ou até mesmo pela diversidade (ou falta dela) do seu armário são fatores que fazem com que o ato de se vestir seja divertido e libertador. Não ficamos presas a um ciganismo, patricismo, minimalismo ou qualquer outro ismo.

Vocês sabem que adoro a opinião de vocês quando o assunto é “comportamento fashion”! Afinal, qual  é o seu estilo? Como você se define? Participem!

Investimento de ouro!

19/07/2010  •  Por Thereza  •  Compras

Já reparou que quando queremos fazer uma compra mais elaborada (mai$ cara), sempre falamos que vamos fazer um investimento, que é uma roupa de qualidade e…blábláblá. Honestamente, uma bolsa acho até compreensível, mas até as roupas mais grifadas (e de 4 dígitos) não são necessariamente um investimento, pelo contrário.

joia-moda

Então o que seria um investimento “fashion” de verdade? Jóias. O puro e simples metal precioso em estado puro, inshalá! Ouro, brilhantes e diamantes,  isso que é investimento de verdade! Se durante um mês você deixar de gastar com roupas e maquiagens tudo que você costuma “investir”, certamente uma jóia você consegue comprar.

joia-vogue

Mas não pense que a blogueira aqui pirou e  sucumbiu à riqueza e ostentação, que nada! Se você parar e reparar, as jóias de hoje em dia estão no nível ($) de qualquer roupa x ou sapato y. E nós, na mais doce inocência, esquecemos que as jóias sim, são verdadeiros investimentos, passados de mãe pra filha e que na hora de aperto recorre-se até ao prego (muahaha).

joias-h-stern

A H.Stern é minha favorita e a mais tradicional (quem fez festa de 15 com toda pompa e circunstância, sabe)! São inúmeras coleções, das clássicas às moderninhas, até mesmo parcerias com Oscar Niemeyer e Diane von Furstenberg. Eles são tão antenados, que até um blog super bacana tem!

A marca tem uma coleção simpática chamada “My Collection” (acima), são peças mais moderninas, com desenhos atuais e o preço mais amigo, para jovens investidoras (e fashionistas!).

Continue lendo…

Hierarquia da moda

05/07/2010  •  Por Thereza  •  Moda, Pense

No último Fashion Rio, junto com outras blogueiras cariocas, visitamos o lounge da Elle e fomos apresentadas à querida  Susana Barbosa que é a editora de moda da revista. Conversa vai, conversa vem e ela perguntou nossa opinião sobre o futuro-dos-blogs. Como éramos dezenas de mulheres movidas pela emoção, não chegamos a uma resposta final (e oficial, pois talvez ela nem exista).

Sei que falar sobre blogs, seu futuro, presente ou passado, pode ser um caminho tortuoso e polêmico. É meio que inadmissível você falar sobre o assunto, quanto mais traçar seu destino. Nou vou entrar nesses mérito, pois eu não faço a mínima idéia se em 10 anos blogs serão blogs ou se algum nerd visionário inventará alguma outra potente – e democrática – ferramenta de informação.

moda

Mas pensando de moda pra moda, busquei referência na própria engrenagem fashion pra relacionar os tais meios de comunicação: as revistas de moda, os sites de moda e os blogs de moda.

Tudo começa lá na alta-costura, forma mais antiga de se criar moda, comparado a isso temos as revistas impressas. Não que elas sejam feitas quase que artesanalmente, mas dado o preço, se tornaram artigo de luxo, assim como a alta-costura. Mas quem vive sem elas? Por mais que você não compre sempre as revistas, elas estão aí pra nos inspirar, nos dar referência e eternizar a moda, assim como a alta costura. Imprescindíveis!

alta-costura

Depois disso vem o prét-à-pórter (ready-to-wear; pronta pra usar). É mais recente, adaptada às atuais necessidades e adequada a cada tipo de consumidor, assim como os sites/portais de moda. É universal, criado para um público mais amplo, presta serviço, assim como o prét-à-pórter, que preenche a função de nos prover roupa pra usar, ou notícia pronta pra ler. Indispensáveis!

Algumas marcas de alta-costura também surgiram em versões ready to wear, pra se encaixar ao mercado e suprir as necessidades. E nesse mundo virtual é a mesma coisa, as revistas criaram sites pra estender o campo de atuação. E mais recentemente, o que tem nesses sites?

pretaporter1

Os blogs são a “nova” coqueluche virtual. Surgiram com o intuito de ser uma voz mais opinativa e democrática na internet, comparando-se com eles, o que temos? As fast fashions! Os blogs são ferramentas rápidas, eficientes e agradam à todos, assim como as redes de moda-rápida. Ok que muitos blogs se inspiram em sites e revistas, assim como na moda, Forever’s e H&M’s se inspiram em Jacobs’s e Dior’s! Mas os blogs vão além disso, são praticamente uma libertação fashion, onde a informação é rápida e  autoral. A identificação é rápida e o desejo (pela leitura) é imediato, assim como as fast fashions. Necessários!

fastfashion
Essa analogia toda foi pra mostrar que assim como todas essas referências conhecidas e afirmadas, os blogs permanecerão, encontrarão seu caminho, se moldarão de alguma forma. Alguns deles podem virar sites, outros podem adaptar seu conteúdo. Mas o maior chamariz dessa ferramenta é a opinião. E opinião existe desde antes de Coco dar suas primeiras costuradas e existirá sempre que houver vida. E neurônios!

Página 38 de 40« Primeira3637383940