DICA DE RESTAURANTE EM LOS ANGELES: THE BLVD, NO BEVERLY WILSHIRE

02/07/2015  •  Por Thereza  •  Gastronomia, Moda, Viagem

VIAGEM-1

HELLO, LA! Depois de passar por São Francisco, Napa Valley, atravessar a Big Sur, chegamos à cidade que passei a amar! Foi minha 3ª vez em Los Angeles e parece que quanto mais a gente vai, mais a gente gosta! Já ouvi muita gente falar que foi pra cidade 1 vez e não gostou, traumatizou, logo não voltará mais. Porém, eu acho que LA requer tempo, é uma cidade de proporções ENORMES e os principais pontos ficam espalhados em raios quilométricos, ou seja, não é aquela cidade fácil de percorrer, onde as atrações turísticas são agrupadas ou de fácil entendimento, você tem que ter paciência com LA! A cada vez que vou, me dedico mais a conhecer, logo, amo mais e mais!

cq5dam.web.1280.720

Nossa primeira programação na cidade foi especial, uma noite no Beverly Wishire, se você não está ligando o nome à pessoa, cantarole comigo: pretty woman, walking down the streeet! Sim, é o hotel do filme ‘Uma Linda Mulher’ e quer lugar mais icônico que esse?

Pois bem, tivemos uma noite muito agradável no hotel que, além da forte movimentação por ser o final de semana do Oscar, estava em festa celebrando os 25 anos do filme, como o tempo passa, hein?!

VIAGEM-BEVERLY

Nossa programação começou com um tour pelas dependendência do hotel. Por lá, obviamente, você encontra SPA, Salão, todas as amenidades de um grande hotel, mas com um charme característico que só ele tem, sério, nunca vi nada tão singular e aconchegante.

A piscina fica elevada e praticamente ilhada entre os prédios, parece um oásis de encantamento, adoraria passar uma semana inteira num dolce fair niente, aliás, a ambientação dessa área tem um toque mediterrâneo muito charmoso e os bangalôs ao redor já receberam rockstars, astros de cinema ou basicamente turistas que gostam de aproveitar!

VIAGEM-PISCINA

Quem pensa passar alguns dias em LA, por lá é possível reservar um dia à la Pretty Woman, pra quem gosta do filme ou de uma viagem glamourosa, deve ser incrível. Agora pra quem não se hospeda, o hotel conta com vários restaurantes que valem muito a pena! Além do CUT, do Wolfgang Puck (pra quem gosta de carnes especiais, é incrível), tem o The Blvd, que foi o local do nosso melhor jantar da viagem toda!

Primeiro porque por lá tinha toda uma ornamentação especial pra comemorar o niver do filme, do lustre original no hall do hotel até um drink especial (que virá com receita no próximo vlog!), mas especialmente pela atmosfera em si, o The Blvd é praticamente debruçado para a Rodeo Drive e não tem nada mais mágico que isso!

cq5dam.web.1280.720-2

Do champagne de boas-vindas até a sobremesa, foi uma noite memorável! Por ser um restaurante de hotel, você vê tudo que é tipo de gente, cultura e estilo, e é muito legal. E, apesar de super sofisticado, você consegue ficar à vontade, sabe? Não tem aquela formalidade que às vezes te deixa travada. No final já estávamos dançando um jazz ao lado do pianista, com uma música ao vivo incrível.

Sobre a comida, é bem eclético, comida internacional e com aquela pegada recorrente de restaurantes californianos: comida orgânica. Mas não pense que isso pode estar associado à comida sem graça (até outro dia eu achava), é comida fresca, você sente absurdamente a diferença. Na California, eles prezam tanto por isso que até colocam a procedência da comida, dizem o nome da fazenda e falam nos mínimos detalhes pra gente sentir o sabor e a valorização do alimento, acho isso o máximo!

LA-BEVERLY-WILSHIRE

Sobre preço, não é baratíssimo, mas também não é dos mais caros. É aquela experiência que você sabe que vai se entregar e o principal, vai valer MUITO a pena cada centavo!

Pra quem está de viagem marcada pra LA (impressionante como tenho recebido comentários de mais e mais pessoas que estão fugindo do roteiro NY – Miami e optando pela Califa), PRECISA agendar um jantar no The Blvd, acho que é comer com estilo e bem LA way of life! E pra quem pretende se hospedar, no Decorismo tem mais fotos – lindas! – do hotel, clica aqui pra ver!

cq5dam.web.1280.720-19

Viram que voltei com tudo nas dicas de viagem, semana que vem volto com o vlog da Big Sur + Los Angeles, e depois: Vegas, baby!

CALITRIP #05 ATRAVESSANDO A BIG SUR

20/06/2015  •  Por Thereza  •  Viagem

Já contei pra vocês que meu amor pela Califórnia vem desde os tempos de Barrados no Baile, logo, sempre soube que a Big Sur era a estrada que permeava os cenários mais lindos, deslumbrantes e de tirar o fôlego. E depois de ver tudo que li e ouvi, engrosso o coro: quem gosta de viajar precisa atravessar a Big Sur uma vez na vida!

CALITRIP-1

A estrada em si, que liga toda a costa da California, se chama Pacific Coast Highway e a nata do trecho é justamente a Big Sur, região que vai de Carmel a San Luis Obispo, numa extrensão de 137km. Essa estrada é um mix de Av. Niemeyer com Grumari, só que isolado e mais impactante. A cada curva era um deslumbre, um clique, um choque, sem exagero algum, quem já foi sabe que o lugar é lindo!

Nossa ideia inicial era sair de Napa e dormir em Carmel, que fica no começo da rota, só que demorei pra reservar hotel e os que eu queria estavam todos esgotados (por lá são poucos). Com isso, nossa rota ficou Napa – Paso Robles, que fica no outro lado da Big Sur e faz parte de uma outra região de vinhos incríveis e destino clássico – e fora do óbvio – entre os californianos.

BIG-SUR-ESTRADA

Por uma estrada normal, esse percurso demoraria 3 horas, mas a Big Sur é cheia de curvas, a paisagem precisa ser admirada, são dezenas de paradas e velocidade reduzida, portanto saímos 9am de Napa e só chegamos no destino final às 18h, na hora certa de ver um lindo pôr-do-sol no Pacífico (spoiler, é igual ao do Atlântico hehe #brinks!). Pena que minhas fotos não fazem jus à beleza do local!

Na parte da manhã fizemos Napa-Monterey, cidade ao lado de Carmel e bem charmosa, tem um aquário muito famoso, mas como o tempo era curto, paramos pra comer em um local qualquer e logo entramos na Big Sur por Carmel. Aliás, os poucos minutos que ficamos na cidade, nos fizeram querer voltar o quanto antes: ela é muito linda!

BIG-SUR-CARMEL

Já a Big Sur em si é de tirar o fôlego, se prepare pra parar em todo e qualquer mirante, sério, são muitos, paramos em uns 15! E o visual é diferente, parece que cada ângulo é surpreendente. Nesse trajeto existem mil paradas interessantes, mas como tivemos mudança de planos e apenas uma tarde pra atravessar a Big Sur em si, resolvemos focar apenas na estrada e seu visual.

O que eu sugiro é que, por exemplo, nunca faça São Francisco – LA direito via Big Sur, você vai correr e não vai aproveitar! Pra quem sai de SF sugiro parar em Carmel ou numa cidadezinha que fica bem no meio da estrada e tem um dos hotéis mais chiques da California, o Post Ranch Inn, o local é maravilhoso e debruçado sobre o Pacífico, agora $e não rolar de ficar lá, vale reservar pra um almoço, mas reserve! Eu não reservei e mal pude entrar no Hotel hehe #ooops.

BIG-SUR-VISITA

Depois disso, seguimos a estrada contemplando a vista, a paisagem, o verde (tem uma hora que nos afastamos da costa e atravessamos uma floresta) até chegar no meu ponto favorito e bem no final da Big Sur, o point Piedras Blancas, por lá são milhares de espécies marinhas, é tudo muito incrível, nunca vi nada igual, foi o final perfeito do percurso!

Por fim, seguimos mais 30 minutos até Paso Robles, região vinícola e de restaurantes incríveis, a cidade é uma ótima sugestão pra quem quer pernoitar no caminho entre SF e LA, pois fica bem no meio – e a 3h – de cada cidade. No próximo vlog focarei na Big Sur, Paso Robles (jantamos num dos melhores restaurantes da vida!) e chegando em LA (mais precisamente na casa do Axl Rose!!).

BIG-SUR-ELEFANTES-MARINHOS

Se você perdeu algum post da minha Calitrip, clique aqui e se não viu o Vlog #01, clique aqui!

Sabe aquelas viagens que você quer fazer de novo o quanto antes? Pois bem, sinto que poderia ter aproveitado a Big Sur com muito mais calma, mas sem dúvidas já descobri que é um lugar incrível e precisa estar na lista de qualquer viajante!

Sei que muitas leitoras estão de viagem marcada, quem quiser mais dicas do que fazer (ou Não), só perguntar! E quem já foi e tiver algo a acrescentar, pode falar!

CALITRIP #04 – VLOG DE SÃO FRANCISCO E NAPA VALLEY

07/06/2015  •  Por Thereza  •  Viagem

Vocês sabem que não sou dessas, que gosto de postar tudo rápido e rasteiro, mas começo esse post com um mea culpa ;]] Estou mega atrasada com os posts sobre California/Vegas, mas prometo recuperar esse tempo perdido à partir de agora!

CALITRIP4

Confesso que não sou muito íntima do imovie (ele lembra meus terríveis tempos de relacionamento com o autocad), daí a demora na produção do vlog implicou na continuação dos posts da viagem, mas agora vai! E vai porque eu venci o imovie e tô tipo safa na produção de vídeos #sqn.

Então eu espero que vocês gostem, que curtam, que deem joinha, porque aí já me empolgo com os próximos capítulos dos vlogs que serão Big Sur + La e o 3º será LA + Vegas! E no meio disso soltarei os posts com dicas de locais que fomos na viagem, é tudo bem casual e sem pretensões hollywoodianas como vocês bem verão, ok?! Foi nossa 1ª viagem que nos comprometemos a filmar algo pro blog  e pra quem viajarár pela região acho que tem boas dicas!

(Obs.: Não sei se subi o vídeo numa versão de qualidade baixa, mas dá pra ajustar pra melhorar)

Nesse vlog passamos por San Francisco e Napa Valley, onde passamos um dia inteiro na base das degustações, aliás, acho que esse roteiro tá muito bom (não repare que nesse dia tava bem gripada e o detalhe é que eu nunca fico gripada, mas fiquei)! Se você perdeu algum post da viagem, segue pra você relembrar :)

Calitrip #01: Meu Roteiro e inspiração de viagem

Calitrip #02: Um dia em São Francisco

Calitrip #03: Roteiro de um dia em 3 vinícolas no Napa Valley

Espero que vocês tenham gostado e na próxima semana volto com post sobre Big Sur e LA e depois mais um capítulo da nossa Calitrip!

Página 1 de 3123