CALITRIP: ROTEIRO DE UM DIA EM 3 VINÍCOLAS NO NAPA VALLEY

31/03/2015  •  Por Thereza  •  Viagem

Depois de São Francisco, chegamos ao momento ápice da nossa viagem, um lugar para o qual nunca havíamos ido, mas do qual sempre ouvimos falar – e beber: Napa Valley, a terra dos vinhos americanos!

CALIFORNIA-MAPA-POST-3

Pra quem não sabe, o EUA é o 4º maior produtor de vinhos do mundo, tendo em vista que a California é responsável por mais de 90% dessa produção, vocês podem imaginar a quantidade de vinho feita por lá! Existem dezenas de regiões vinícolas no estado, porém, Napa é a mais emblemática, pois foi quem colocou os EUA no roteiro de vinhos do mundo, com isso, a região se tornou extremamente turística e, diferente de países como Itália e França, os americanos sabem fazer de uma simples degustação, um verdadeiro show. Sendo assim, esperem uma visita com experiência completa e inesquecível!

Nós dedicamos um dia inteiro a visitar vinícolas pelo Napa e foi suficiente pra conhecer a região, degustar bons vinhos e comer em bons restaurantes, aliás, por lá dá pra encontrar os melhores – e mais premiados – restaurantes do país!

NAPA-APRESENTACAO

Quem organizou nosso dia foi a World Wine, importadora dos vinhos das 3 vinícolas que visitamos (além de e-commerce, eles tem uma super loja no Fashion Mall, que sempre vamos), porém, todas as 3 contam com reserva via site ou email. Certeza que em um dia inteiro você vai degustar uma boa variedade de vinhos, sem contar o visual do passeio. Passamos por pontos históricos, construções incríveis e uma paisagem com um quê europeu em plena Califórina!

ETUDE

O legal da seleção de vinícolas que fizemos é que cada uma tem um estilo diferente! Começamos de manhã pela Etude, uma vinícola pequena e aconchegante, perfeita pra iniciar o dia. Uma casa graciosa no meio de vinhedos e dentro um ambiente charmoso e que completa o pacote. Por lá, são exibidos de detalhes dos solos, mapas da região e o local também tem espaço reservado pra você degustar com seu grupo.

A Etude produz vinhos de forma artesanal e é reconhecida pela qualidade de sua Pinot Noir. Seu clima mediterrâneo, aliado às características únicas de solo, resultam em vinhos no estilo da Borgonha, muito elegantes, complexos e delicados. Além de conhecer os vinhedos, degustamos boas variedades, que foram desde o seco e mineral riesling, passando pelo amanteigado chardonnay até a rainha Pinot Noir, foi uma experiência completa e bem especial.

No site da Etude, eles mostram as opções de visitas e preços que ficam na faixa de U$25, o diferencial é que os sommeliers ficam por lá e são super solícitos, falando de forma apaixonada (tem lugares que parece que estão lendo um release) e pessoal sobre cada vinho e a região como um todo.

ETUDE-WINES-VINICOLA

STAGS’ LEAP

Nossa 2ª parada foi na famosissíma Stags’ Leap. Se você é minimamente antenado em rótulos californianos, sabe que seus vinhos figuram entre os mais famosos e premiados da região, com uma propriedade num dos locais mais bonitos – e reservados – do Napa.

A mansão é histórica, pertenceu a uma das famílias mais ricas do EUA (do Chase Bank). Recentemente, ela sofreu com um forte terremoto que destruiu parte da região, mas a casa segue firme e cheia de referências históricas, seja do período indígena americano até seus jardins memoráveis e preservados.

Nessa parte da visita, atravessamos de carro os vinhedos até chegar à sede, por lá, nos deparamos com uma casa impressionante, como nunca antes vimos! O local da degustação era inspirador, com decoração única, atmosfera propícia e que certamente transformou o simples gesto de experimentar vinhos, numa degustação perfeita e à altura dos excelentes vinhos da Stags’ Leap. Seu tipo de solo é muito similar ao de Bordeaux, e como a estrela da casa é a uva Cabernet Sauvignon, espere vinhos com ótima complexidade, elegância, porém com aquele toque “bombástico” americano.

Na Stags’ Leap são produzidos vinhos de qualidade impressionante, por ter um preço um pouco mais elevado, esse é um tipo de visita que vale a pena para experimentar diversos rótulos especiais antes de eleger o seu favorito (quem sabe todos!)No site da vinícola tem as opções de visitas com degustação que giram na faixa de U$55.

Lembrando que essas visitas vão além da simples degustação, pois também aprendemos o contexto histórico e sempre conduzido por profissionais legitimamente apaixonados e isso faz uma grande diferença comparado a outras onde eles fazem tudo na correria esperando o próximo da fila.

STAGS-LEAP-WINERY-VINICOLA

BERINGER

Nossa última parada foi na Beringer, uma das maiores vinícolas da região e que tem uma infinidade de rótulos, ou seja, daquele tipo de visita que é o pacote completo e que sem dúvida agradará a todos os estilos. Ela fica em Santa Helena, norte do Napa, e tem uma estrutura bem maior que as outras.

Por lá encontramos uma casa igualmente histórica e junto a isso uma exposição que funciona como museu do vinho, sem contar uma SUPER loja que vende os vinhos da casa, claro, até itens de decoração e outros produtos! Há diversos ambientes, desde cômodos datados do início do século XX até salas com fotos de celebridades que já passaram por lá.

Os vinhos da Beringer representam bem o estilo californiano: potentes, encorpados e suculentos. Nossa degustação ocorreu na cave dentro de uma montanha, num clima todo especial, onde pudemos experimentar – a título e curiosidade – desde um vinho direto do barril, até uma degustação completa de 10 rótulos que foi brilhantemente conduzida pelo nosso agora amigo, Jerry Comfort!

Por ser uma vinícola enorme, existem vários tipos de visitas e degustações, não deixem de fazer essa opção dentro da cave, pois sem dúvida fechou nosso dia com chave de ouro. Aqui no site tem maiores infos dos vinhos e visitas, não se esqueçam de reservar, especialmente se for no verão, pois a cidade fica lotada.

BERINGER-WINERY-VISITA

Pra quem quer fazer um dia inteiro no Napa, pra mim esse é o roteiro perfeito e que alia 3 tipo de vinícola: intimista, histórica e clássica americana. Acredito que essas 3 puderam sintetizar muito bem o espírito da região e passamos um dia muito agradável, repleto de vinhos  e histórias! Não vejo a hora de compartilhar o vlog desse dia (e da viagem toda!), que vai mostrar em movimento tudo que vimos!

BÔNUS!

Pra quem busca dica de hotel, nos hospedamos no Napa River Inn, hotel bem charmoso o localizado no coração do Centro Histórico do Napa, aliás, o centro da cidade é uma graça, parece cidade de filme! Jantamos no Bistro Jeanty, que fica em Yountville e foi um dos melhores jantares da viagem, restaurante clássico francês, com 1 estrela Michelin e ambiente incrível.

Gostaram do meu dia etílico? Lembrando que quem estiver até por São Francisco pode reservar um dia pra fazer todo esse roteiro! A distância entre as duas cidade é de 1h15 e em um dia dá pra fazer um bate voltar, mas, sem dúvidas que Napa merece muito mais dias!

No próximo capítulo volto com minha aventura pelas curvas da estrada Big Sur :)

CALITRIP #02: UM DIA EM SÃO FRANCISCO

23/03/2015  •  Por Thereza  •  Viagem

Passada as apresentações do meu diário da viagem da temporada, vamos à primeira parada: São Francisco! Eu queria muito ter dedicado mais dias à cidade, mas com a agenda apertada, nos restou apenas 24h, mas sem dúvidas voltarei mais vezes, pois taí uma cidade encantadora!

CALITRIP-02

Como a ideia inicial incluia Napa, o local mais perto da cidade é SF. Fizemos um voo RIO-HOU-SFO de United Airlines e foi tudo ok, tô achando a United melhor que a American! Chegando lá, pegamos nosso carro na Avis (fizemos a reserva no site mesmo, sem precisar pagar nada antes), um Impala novo, bem charmosinho e que coube todas nossas malas & vinhos.

Antes disso, ainda do Brasil, encomendei meu chip (Internet + Fone) na Travel Mobile e já disse pra vocês que é a coisa MAIS mão na roda que tem, pois você já chega com internet, com o avião taxiando você já consegue ligar seu cel e descobrir o que aconteceu com o mundo nas últimas 10h que você andou nas nuvens.

O preço é mais em conta, você encomenda online e recebe via Correios, e ainda e não é obrigada a encarar vendendor americano mal humorado de vender chip “pra esse bando de brasileiro”. A novidade é que em breve o chip também funcionará em mais de 150 países (inclusive pra Europa, que antes não tinha!). Pra quem gosta de já chegar  com internet (a gente não usa GPS, mas sim o app de Maps), faz muita diferença!

SAN-FRANCISCO-TIPS-GOLDE-GATE

Como era só uma noite, fizemos uma graça e nos hospedamos no famoso Fairmont Hotel, ele fica localizado na Union Square e é bem central. No hotel, um ponto positivo e um negativo que preciso destacar: Começando pelo lado bom da história, na hora do check-in, sempre que vejo uma abertura, falo pro funcionário que ‘estamos em lua-de-mel’ kkkkk é sério, porque não deixa de ser verdade né, já ganhamos muitos mimos e no Fairmont conseguimos um belo upgrade com vista pra baía. O lado negativo é que pro carro pernoitar foram 65 $#@* dólares, quase o valor de uma diária na locadora.

Assim que deixamos as coisas no hotel, fomos passear no Pier 39, que é super movimentado, daquele local cheeeio de turistas e que te faz sentir parte da cidade, sabe? Tipo você passear no Times Square, é necessário pra sentir que você está em NY!

Por lá, tem uma área destinada aos leões marinhos e eu fiquei: fascinada! Sou apaixonada por esses bichinhos e eles são a alegria do local. Lá também tem um aquário, mas não tivemos tempos de ir.

SAN-FRANCISCO-TIPS-PIER-39

Depois de passear por todo o pier e suas dezenas de shoppings e restaurantes, comemos em um aleatório (a fome era tanta e eu ainda tava gripada uéén, que nem deu tempo de recorrer à minha lista do app do Trip Advisor), logo, não recomendo. Mas assim que saímos deste, demos de cara com um winebar charmosíssimo e sentamos lá pra tomar uns vinhos locais (aka maravilhosos) e ver a movimentação, o Wines of California é uma graça e super recomendo.

Saindo do Pier, passeamos pelo Fisherman’s Wharf e depois rumamos à Lombard st., quem não conhece, ela é uma rua com o maior número de curvas num curto espaço, tipo meia dúzia de curvas sinuosas em apenas 1 quarteirão. A rua é liiinda, diferente e repleta de casas fofas.

SAN-FRANCISCO-TIPS-LOMBARD-ST

Depois disso fomos pro hotel para nos arrumarmos para o jantar no restaurante Farallon. Tinha várias opções na cidade, mas escolhi ele por um fator: a decoração. Toda temática do fundo do mar e pra completar a comida é uma delícia, atendimento ótimo, não é baratíssimo, mas sem dúvidas um jantar especial.

SAN-FRANCISCO-RESTAURANT-TIP

No dia seguinte acordamos e partimos pro principal lugar que queria conhecer em São Francisco, a Alamos Square, cenário de um dos programas mais incríveis de todos: Fullhouse! Quem não lembra da abertura do seriado gravada na praça e ao fundo com as Painted Ladies (casas vitorianas incríveis!)? Pois bem, o cenário é nessa praça rodeada de casas LINDAS! No Decorismo tem post com dezenas de cliques de casas que vi – e me apaixonei – em San Fran!

SAN-FRANCISCO-TIPS-ALAMO-SQUARE

Depois disso rumamos para Napa, que é assunto do próximo post, ainda essa semana!

CALITRIP #01: MEU ROTEIRO E INSPIRAÇÃO DE VIAGEM!

10/03/2015  •  Por Thereza  •  Viagem

Eu amo a California. Cresci vendo pela tv e imaginando como seria viver no estado mais charmoso do Estados Unidos. Por questões do destino, acabei me apegando primeiramente à Nova York e indo à cidade uma dúzia de vezes e morando por lá mais alguns tantos outros meses.

Mas desde 2012, quando fui à LA pela primeira vez, caí de amores e desde então preciso ir pra lá pelo menos uma vez ao ano, é um vício! Se Los Angeles é a – enooorme – capital sentimental, o estado é cheio de nuances e cidades repletas de encanto e nossa última viagem foi justamente pra descobrir a California como um todo, praticamente de norte a sul em 14 dias, 1.400km e umas 10 cidades no caminho.

CALITRIP

#FashionismoViaja >> Calitrip (e, ok, NevadaTrip) edition! Depois de mostrar num formato diário minha última viagem pela Europa, chegou a hora de compartilhar meu roteiro, fotos e dicas desse estado que tem um quê de Brasil, a começar pelo clima (mais fresco que a congelada NY) e povo. Sei que quando brasileiro resolve ir pros EUA, Florida e NY estão entre as primeiras opções, mas, reveja esse conceito e pense na California!

Minha viagem foi baseada na minha vida vivida através de seriados e filmes. Adoro o American Way of Life e não nego e assistir seriados como FullHouse, Barrados no Baile e tantos outros, certamente formaram meu ‘caratér turístico’ e me fizeram desejar conhecer o estado a fundo.

VIAGEM-2
E juntando a fome com a vontade de comer – ou seria, beber?! – qual é nosso tema de viagem favorito? O enogastronômico! Nossa viagem começou rapidamente por São Francisco (ficamos só uma noite lá, mas em breve pretendo voltar, pois a cidade, de arquitetura linda, merece mais dias!), depois passamos 2 dias no Napa com uma programação super especial.

Os EUA é o 4º maior produtor de vinhos do mundo e só a Califórnia possui aproximadamente 4.000 vinícolas. Se antes sofria algum preconceito comparado aos rótulos do velho mundo, hoje é considerado um dos melhores locais para produção e degustação e com a aquele padrão americano de fazer disso uma espécie de Disney do vinho.

O Napa é o grande destaque do estado e transformou essa produção em roteiro turístico charmoso e movimentado. Fiz um roteiro muito legal que vai ser logo o próximo post!

VIAGEM-1

Outro ponto alto e sonho da viagem: Big Sur, trecho da Highway 1, beirando o Pacífico e que é no mínimo deslumbrante, te faz perder o fôlego, suspirar e se encher de energia. Foi um dia mágico e, mais uma vez, recomendo para que todos façam esse roteiro.

Depois disso, uns dias em Los Angeles pra sentir a atmosfera Oscariana da cidade, ir nos incríveis restaurantes, fazer umas comprinhas e passeios especiais. Tenho MUITAS dicas da cidade, aguardem!

Pra finalizar, outro sonho: atravessar o deserto e chegar até Las Vegas, que desde a 1a vez que fui, em 2013 (postei aqui sobre), é minha cidade xodó vigente. Confesso que antes tinha um ranço por achar tudo tão fake e frívolo, mas hoje acho instigante, lúdica e MUITO divertida!

CALITRIP2

Pra finalizar todo esse roteiro, vlogs! Dessa vez focamos na gravação e acho que temos muito conteúdo legal que veremos em breve. De dicas exclusivas na versão vídeo, até momentos  mais  pessoais, tô cada vez mais empolgada pra falar de viagem e acho que essa rendeu muita dica legal, espero que gostem e embarquem no meu diário :)

Pretendo fazer 1 post por semana e de acordo com a ordem da viagem, quem tiver alguma sugestão ou quiser ver algum assunto especial, só falar!