LOGO-GO, A MINI BOLSA “BÁSICA” DE VALENTINO

20/08/2015  •  Por Thereza  •  Acessórios, Compras, Moda

Se você, assim como eu, é seduzida pelo marketing, se encanta com uma vitrine bonita, um anúncio caprichado e até um vídeo no you tube te faz encher os olhos pra um novo maravilhoso produto x, assistam comigo esse aqui.

Conheça a Logo-Go do Valentino! Essa bolsa não é novidade, foi apresentada na coleção de inverno 2014, já tinha visto algumas vezes na vitrine do Valentino do Village Mall, mas só vendo esse vídeo que caí de amores 100%.
LOGO-GO-VALENTINO-BAG

Essa bolsa é pop, mas ao mesmo tempo ela é vintage, afinal é uma releitura do logo usado pela maison nos anos 80, o resultado disso é a versão cool dia a dia by Valentino. Ela me lembra um pouco a SoHo da Gucci, seja pelo formato, mas pelo também pelo logo nada discreto. (hoje em dia) Sou um pouco avessa à certas logomanias, mas achei essa super charmosa e na medida do sucesso.

E também ando bem mais apegada às bolsas mais compactas e se ela for com alça comprida, daí já fica configurado o amor!

VALENTINO-CELEBS-LOGO-GO-BAG

Esse modelo tem sido visto nas mãos – e ombros – de diversas celenridades e fashionistas. Anna Hathaway é delas, uma das queridinhas da marca, tem seu modelo preto básico, assim como Kate Mara. Já Nicky Hilton tem a versão mini e igualmente fofa! Ela tem em diversas cores e no Brasil (pelo menos na loja do Rio) está soldout.

VALENTINO-LOG-GO-BAG

Seja pelos streetstyles da vida, pinada pelo instagram o no radar das celebs, acho esse modelo uma boa opção pra quem quer investir numa bolsa de marca. Sem dúvida esse modelo nunca ficará datado e funciona pra diversas ocasiões.

O que vocês acharam da Logo-Go, usariam?

UM ADORÁVEL EDITORIAL SOBRE BOLSAS NA VOGUE US E AINDA A MENSAGEM QUE VOCÊ PRECISA TER UM MODELO QUADRADO

02/08/2015  •  Por Thereza  •  Acessórios, Moda

IMG_6844-630x840

Gente, que título enorme! Mas a mensagem é simples: a Vogue US tá dizendo que a próxima ~it~ bag será quadrada. Ó que bom, não precisa ser de marca, mas se for quadrada… beleza! Não que a gente precise ser refém do que revista dita, mas se for aquela tendência boa, tá valendo!
Tudo isso foi mostrado na edição desse mês com a atriz Nicole Kidman na capa, veja se não é um editorial adorável!

IMG_6843-630x840

IMG_6848-630x840

IMG_6849-630x420 IMG_6847-630x840

IMG_6846-630x840

IMG_6845-630x840

Editorial com crianças! Como não amar? A mensagem é simples e mostra que a influência vem das it bags infantis, nada menos que as lancheiras/merendeiras, aquelas adoráveis bolsas que carregávamos um maçã toddynho e mirabel, agora são referência no mundo da moda com suas bolsas tipo caixa.

Sejam os modelos barrocos by Dolce & Gabbana na 1ª foto do post ou todo e qualquer modelo que venha com esse ideal caixinha de surpresas. Acho até democrático quando uma tendência diz respeito apenas à forma, sem label, etiqueta ou nada, ou seja, viu uma bolsa quadrada por aí… chegou o momento dela!

O que acharam do editorial e da tendência?

GERAÇÃO BALENCIAGA: A DA DÉCADA PASSADA E O MOMENTO ATUAL

26/06/2015  •  Por Thereza  •  Acessórios, Tendência

A década era a passada, o ano era meados e a geração ainda era pré – quaaase entrando – na era dos blogs de moda. E tinha uma bolsa que era desejo, uma grande bolsa… a it bolsa da década ’00.
BALENCIAGA-1

Quem nesse mundo fashionístico nunca desejou uma bolsa Balenciaga? Ok, eu não muito, mas admito sua força, poder, influência de uma geração passada inteira. Das irmãs Olsen, passando por LiLo até qualquer patricinha que se prezasse… tinha uma Balenciaga.

Eu não sei porque não me empolguei (acho que não gosto de bolsa molenga), mas era impressionante a força dos modelos (City, Motorcycle) e provavelmente foi o grande destaque pós era logomania e aquele momento que as Vuittons da vida eram sinal de status, poder & ostentação.

GERACAO-BALENCIAGA

Daí veio a Balenciaga e desconstruiu isso. A bolsa era o modelo favorito das descoladas, daquele modismo mais despretensioso e quase discreto, mas nos últimos anos (no quesito bolsa), a marca perdeu espaço para concorrência como Céline, Proenza e outras labels mais modernas e que prezam mais pelo design e menos pelo logo – ou matelassê – aparente.

Mas parece que de um tempo pra cá, o cenário mudou! Com a saída de Nicolas Ghesquière em 2012, o estilista nova geração Alexander Wang assumiu o cargo de diretor criativo e agora começamos a notar as mudanças e fôlego adquirido. Uma já fez até minhas lombrigas consumistas saltarem de alegria.

BALENCIAGA-BAG-MARBLE

Uau! Essa bolsa é da próxima coleção, ainda tá em pré-venda, mas não duvido nada que se torne hit. A trend do mármore fashionista já rola há umas 2 temporadas, mas essa versão se bobear é mais real e impressioante que a pedra em si :]

Fiquei maravilhada! Essa em destaque é tipo uma tote, super minimalista e com essa estampa PÁÁ. As outras também são lindíssimas, parabéns aos envolvidos da estamparia :)

E além dessa coleção fresquinha, abaixo fiz uma seleção dos últimos modelos da marca e uma alternativa às – ainda atemporais e bestsellers – Motorcycle/City.

BALENCIBAGSS

Dá pra ver muito do Alexander Wang em alguns modelos. O estilista é o rei do fashionismo esportivo descolado e vem traduzindo isso muito bem à essência Balenciaga de ser. Dos modelos acima, amei a dupla pretinha mini e essa rosa também! Sem contar as versões maiores, bem sofisticadas e ainda atuais.

BALE

E nessa temporada de resort, a marca apresentou sua coleção que segue sua pegada esportiva minimal e com mais modelos de bolsa que fogem do tradicional e buscam econtrar um espaço no coração das consumistas!

Vocês curtiam essas bolsas na década passada e o que acham dos novos modelos?!