AS MAIS
LIDAS!

11 Looks da Naomi Campbell por aí

25/05/2020  •  Por Thereza  •  Celebridades, Estilo

Apesar de vivermos o tal “novo normal”, ainda acho difícil relacionar moda com esses novos tempos, pensar numa máscara como item fashion (é de necessidade) e por aí vai. Mas se tem uma pessoa pioneira no sentido proteção e cuidado, o nome dela é Naomi Cmpbell. A uber model sempre se mostrou uma “control freak” no quesito limpeza e antes da pandemia, mostrou até como esteriliza toda uma cabine (1a classe!) de avião.

Dito isso, e também pelo fato do seu aniversário de 50 anos na última semana, selecionei 11 looks da Naomi por aí!

NAOMI CAMPBELL

A foto mais recente, obviamente em tempos de pandemia. Parece exagero? Não sei, só sei que essa é Naomi e quem a acompanha nas redes sociais sabe da obsessão dela por limpeza. E tá errada?

NAOMI CAMPBELL

No dia a dia mescla o hi com o lo muito bem. Amei o mix do verde militar com o preto e muitas camadas.

NAOMI CAMPBELL

Elegante

NAOMI CAMPBELL

Casualzinha

NAOMI CAMPBELL

Misturando estampas

NAOMI CAMPBELL

Thats seventies show

NAOMI CAMPBELL

Muitos tons de azul

NAOMI CAMPBELL

Passarela da vida real

NAOMI CAMPBELL

Essa jaquetinha de oncinha é simplesmente tudo pra mim

NAOMI CAMPBELL

Quando tudo isso passar e a gente puder sair arrastando a capa do nosso look pela calçada

NAOMI CAMPBELL

Pra fechar, um tapete vermelho glorioso, bem como Naomi Campbell, uma das principais modelos de todos-os-tempos!

 

Tô grávida!

18/05/2020  •  Por Thereza  •  maternidade, News

Doze anos e 8400 posts depois, já posso dizer que esse texto é meu post favorito do blog: tô grávida! Sim, grávida! Digito esse texto cheia de lágrimas, mas com o coração transbordando de felicidades por compartilhar com vocês algo tão especial e esperado.

Engravidar pra mim sempre foi algo que encarei com naturalidade e consequência da vida, como algo que queria, mas que por muitos anos não era minha prioridade. Sabia que queria ser mãe, mas não tinha pressa. Com isso, fui deixando a vida me levar, um pouco pelo medo (acredite, eu era apavorada com o parto em si – hoje, muito menos – e esse foi um dos grandes fatores de esperar mais), mas também pra fugir da pressão e responsabilidade.

Ainda bem que os últimos anos foram mais razoáveis no que diz respeito à mulher e a obrigação da gravidez, “vai engravidar quando?”, “já tá na idade de ter filho, hein?!”, com isso consegui desviar desses clichês e ter no meu tempo. Aliás, o tema engravidar após os 35 anos merece um post exclusivo, pois foi algo que por muito tempo me tirou do sério e agora posso falar com tranquilidade e sem pressão, do auge dos meus 37 anos e 364 dias (amanhã completo 38!).

E minha jornada da maternidade passa antes por uma experiência triste que tive em janeiro de 2019. Eu perdi um bebê e foi tão doloroso que demorei exatamente 1 ano para tentar novamente. Só Deus sabe (e o Rodrigo também) quantas vezes sentei nessa cadeira para tentar contar essa história, acolher e me sentir acolhida por tantas outras mulheres que já passaram por essa dor (e depois que a gente passa, a gente descobre: são tantas e muitas invisíveis). Mas eu simplesmente não consegui, meu 2019 foi cinza, triste, refletiu até no conteúdo do meu trabalho, mas tentei ao máximo não me culpabilizar mais. Eis que um ano depois da perda, veio a boa hora, como chamam, meu bebê arco-íris!

A gravidez está tranquila, apesar dos enjoos do 1o trimestre e do sono e prostração generalizada tenho tido calma e força pra encarar essa gestação e, convenhamos, gestar em tempos de pandemia e quarentena tem sido um desafio extra que nenhum livro ou experiência de terceiros tem me ensinado.

Por isso que tenho buscado apenas informação na medida, sem nenhum exagero, uma fase de cada vez e deixando esse período e aprendizado mais intuitivo e menos, digamos, didático. Sei que sou ansiosa, mas também sei que o que está acontecendo comigo é único, especial, desejado e quero viver da melhor maneira, mesmo em tempos tão difíceis. Aliás, esse bebê é justamente quem nos dá força para viver e ter esperança por dias melhores e isso que tem nos movido dia após dia.

Sei que as leitoras mais fiéis do blog notaram meu nada habitual sumiço, tentei explicar um pouco nesse post do “Novo Normal”, mas a realidade é essa: o 1o trimestre me impossibilitou de ser criativa e ativa (e ainda com o bônus da pandemia, foi entressafra criativa total), mas foi por uma boa causa e eu não via a hora de poder contar pra vocês com segurança!

Com certeza pretendo compartilhar meu diário da gravidez não só por aqui, mas também no Podcast (essa semana tem ep novo falando sobre o assunto), então aguardam novidades!

Beijos,

Thereza e Baby :)

Relembrando looks do tapete vermelho #3: Diane Kruger

14/05/2020  •  Por Thereza  •  Red Carpet

Se eu tivesse que escolher um nome para essa década red carpética, eu escolheria DIANE KRUGER! Eu simplesmente amo essa atriz (not so fun fact: nunca vi um filme com ela!), ela tem uma força, uma classe e ousadia no tapete vermelho que me encanta desde os primórdios do Fashionismo.

Escolher um look representativo pra ela foi bem difícil, afinal, foram dezenas, mas escolhi esse – que é até um pouco mais recente que nossa tag permite – por um motivo que explicarei abaixo.

DIANE KRUGER DE REEM ACRA – 2016

Uma escultura boudoir! Diane Kruger é simplesmente impecável! Falei que um dos critérios da RLTV era  não postar looks de grande red carpets, esse em si é da Vanity Fair (pós Oscar) e lembro quando postei no dia seguinte da cobertura, os comentários no post foram uníssonos: MELHOR QUE TODOS OS LOOKS DO OSCAR EM SI!

 

E assim é esse Reem Acra magnífico, sexy, com um quê vintage, mas muito moderno. O trabalho do bordado, franjas, transparência, mistura de materiais é simplesmente perfeita, aliás, gostaria de ver mais Reem Acra pelos red carpets da vida, assim como a também mais sumida, Diane.

O vestido é um espetáculo, a maquiagem na medida e o penteado sempre do jeito que Diane usa, discreto, mas com um belo trabalho.

Diane, conte conosco para rigorosamente tudo!