Wine and Talk: Vinhos do Novo Mundo

01/02/2019  •  Por Rodrigo  •  Vinho

Quem acompanha o Fashionismo há alguns anos, sabe que, além de moda, beleza, lifestyle e comportamento, aqui também se fala sobre vinho! Há 5 anos comecei a coluna Vinho de Quinta com intuito de levar informações para o público do blog de forma leve e didática e sem aquele excesso de sofisticação, pra não dizer complicação, muito atribuído a esse universo.

Com posts sobre regiões, estilos de vinho, uvas, dicas de harmonização, curiosidades e principalmente, sugestões de rótulos, a coluna foi crescendo, assim como o interesse dos leitores sobre o tema. Assim, após muitos pedidos, resolvi fazer essa migração do online para o offline com um evento no qual o conteúdo gerado aqui no Fashionismo, pudesse ser passado de forma presencial!

ª

E qual a melhor maneira de promover essa tangibilização? Com uma degustação temática, workshop e bate papo, obviamente regado a muito vinho (muito mesmo!) e foi assim nosso 1º #WineandTalk, realizando em dezembro! Com 20 participantes que esgotaram as vagas bem rápido, o evento foi um sucesso, super animado, cheio de informações e que durou bem mais que as duas horas previstas, já disse que teve muito vinho?

O tema do evento foi vinhos da América do Sul, pois acredito que para quem está começando nesse universo tão fascinante e cheio de opções, os vinhos sulamericanos, ou do novo mundo em geral, tem um estilo mais frutado, macio e fácil de agradar. Escolhi todos os cinco rótulos na Fine Wines, loja estilo boutique com excelente curadoria de vinhos, e que, além de e-commece, tem também uma ótima loja física no shopping Downtown aqui na Barra da Tijuca. A seleção dos vinhos foi garimpada para encantar iniciantes e surpreender os mais experientes com rótulos que expressam as diferentes nuances do nosso continente.

O evento foi na loja Spicy do Casa Shopping, que tem absolutamente tudo de utensílios para casa e acessórios para vinhos, desde taças, decanters, climatizadores e mais um monte de produtos para facilitar nossa relação e dia-a-dia com a bebida de Baco. O ambiente foi incrível e no final, a degustação acabou se transformando numa grande confraternização. E como não só de vinhos vive o homem, ainda pudemos contar com queijos artesanais, grissinis e pizzas brancas da nossa parceira Deli Delícia.

wine talk

Vamos aos vinhos degustados?

Pra começar, tivemos um welcome drink com o espumante Nero da Serra Gaúcha, pra mostrar como o Brasil está se destacando no cenário mundial dos espumantes. Super floral, com aromas de maçã verde e lichia e uma acidez refrescante que é a cara do verão. Perfeito para a praia ou um fim de tarde na piscina.

Logo em seguida, com todo mundo acomodado, foi a vez do delicioso branco chileno, Trofeo Chardonnay 2017. Fresco, com aromas de frutas tropicais é ideal para peixes brancos, ceviches e até um camarão na brasa, mas a muçarela de búfala que servimos caiu como uma luva.

Quando chegou a hora dos tintos, veio uma surpresa. Um Tempranillo argentino, o Las Moras Reserva Tempranillo 2013 envelhecido por 12 meses em barricas de carvalho. A Tempranillo é a uva emblemática da Espanha e não é todo mundo que sabe que no país dos hermanos ela tem brilhado também. Foi um dos preferidos da noite, principalmente de quem estava iniciando no mundo dos vinhos. Muito frutado, com aromas de cereja, geleia de morango, baunilha e até um toque de cocada. Surpreendeu pela textura sedosa e pelos taninos doces, já amaciados pelos seus quase 6 anos de vida. Pra quem não curte vinhos muito secos, esse não tem desculpa pra não se apaixonar. Como ele tem um estilo um pouco mais doce, fez uma boa harmonização com o queijo Gouda.

Depois foi a vez do Santa Ema Gran Reserva Merlot 2016. Chileno robusto, de perfil amadeirado e intenso. Repleto de aromas de frutas vermelhas maduras, chocolate e mentolado. Com bom corpo e um final de boca que lembra caramelo. Pra que é fã de tintos um pouco mais encorpados, ta aí uma ótima alternativa. Casou muito bem com o queijo da Serra da Canastra.

Pra finalizar com chave de ouro, o uruguiao Garzon Reserva Tannat 2016, foi a cereja do bolo. Se você é daqueles que acha os vinhos da uva Tannat muito duros, precisa experimentar esse. De perfil mais macio, ele encanta pelo frescor e aroma mineral. Na boca, tem um sabor levemente tostado, apimentado, com notas de especiarias, cassis e ameixa. Seus taninos harmonizaram perfeitamento com o potente grana padano. Ideal pra quem aprecia vinhos mais complexos e de perfil gastronômico.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Depois de 4 anos escrevendo sobre vinhos no Fashionismo, ontem o @rdreux realizou a 1a edição do seu #Wineandtalk! Foi um bate-papo super animado com a degustação de 5 rótulos, workshop e até teste cego! Gostaria de agradecer a presença dessa turma super animada e disposta a aprender e beber (muito!), obrigada à @spicy_lojas por nos receber, à @sephorabrasil pela gift bag e à @deli.delicia pela seleção dos queijos mais deliciosos! Semana que vem vai ter post e mais infos sobre a 2a edição, só com espumante, vinho branco e rosé, bem verão @finewines_brasil. E muito orgulhosa pelo @rdreux, nunca vi ninguém amar tanto esse mundo dos vinhos e falar com tanta propriedade, conteúdo e facilidade, que seja o primeiro de muitos! #vinhodequinta #vinhonismo #spicylojas

Uma publicação compartilhada por Thereza Chammas (@fashionismo) em 7 de Dez, 2018 às 3:02 PST

Ao final do evento, os convidados puderam degustar livremente os vinhos que mais gostaram e ainda fizemos uma brincadeira de teste cego com os rótulos degustados. O mais legal é a maioria das pessoas acertou o rótulo sem saber qual era. Todo mundo estava quase profissional!

Enfim, esse foi o primeiro de muitos, e espero poder contar com vocês para as próximas edições. É só ficar ligado aqui no blog, no Grupo do Fashionismo ou no meu Instagram, que muito em breve teremos uma outra edição que será a cara do verão!

O mistério do tanino!

04/10/2018  •  Por Rodrigo  •  Vinho

Se fizerem uma pesquisa perguntando sobre qual característica no vinho tinto mais desagrada quem está provando a bebida pela primeira vez, acredito que 90% dos entrevistados responderiam: tanino (com margem de erro de 2 pontos percentuais para + ou para -)!

Tá certo que a maioria das pessoas que começam a tomar vinhos, nem sabem o que é o tal do tanino, mas com certeza o sentem ao degustar e, em muitos casos, sentem até um certo desconforto, por isso muita gente ainda prefere os tintos suaves!

Tanino, nada mais é do que um polifenol, substância encontrada na casca e nas sementes das uvas e de algumas outras frutas, que dá aquela sensação de secura na boca, como se estivesse comendo uma banana verde, tipo uma cica mesmo. Afinal, quem nunca experimentou um vinho e achou um tanto quanto seco? Aqui tem um post bem descritivo que eu fiz ano passado sobre o tema.

vinho uva tanino

De qualquer forma, o que nos interessa é encontrar vinhos com características e sabores que nos agradam independente de preço, região ou estilo. E como a maioria dos iniciantes pode ter uma resistência mais que natural ao tanino, o legal é procurar por vinhos um pouco mais suaves e doces, não estou falando dos famigerados vinhos de garrafão, e sim dos vinhos secos ou semi-secos, mas que possuem taninos mais brandos e aromas frutados. Essa é a transição perfeita, ou como gosto de dizer, o elo perdido entre os vinhos suaves e os secos. Eu mesmo, no início da minha jornada enófila, tinha preferência por esse estilo de vinho, e com o passar dos anos e das taças, meu paladar mudou para os tintos mais secos, mas confesso que ainda tenho uma queda pelos vinhos com mais dulçor.

Então, aqui vão umas dicas básicas para iniciar no mundo dos taninos sem ficar com aquele sabor rascante na boca:

PEDINDO NO RESTAURANTE

Tá aí a verdadeira hora do pesadelo pra quem não está acostumado com vinho. Ao olhar para uma carta de restaurante com uma lista quase infinita de uvas, países, regiões e sub-regiões, dá um certo desespero de errar na escolha e jogar dinheiro fora. Nesse caso, não tenha vergonha nenhuma de pedir ajuda para o sommèlier.

Se, no seu caso, tintos secos não são a melhor opção, você pode dizer que gostaria de um vinho pouco tânico ou com taninos bem leves, mais frutado ou com um pouco mais de dulçor residual. Além de acertar no vinho, ainda vai bancar a fina!

ESCOLHENDO NO MERCADO

Outro momento conflitante! Como escolher um vinho não muito seco no meio de tantos rótulos na prateleira e sem ninguém para ajudar? Minha sugestão é procurar por vinhos de regiões mais modernas, como Austrália que faz ótimos vinhos com a uva Shiraz, EUA que produz vinhos mais adocicados com a uva Zinfandel, alguns Malbecs argentinos e Pinot Noirs chilenos.

No caso de rótulos europeus, pode ir sem medo nos vinhos do sul da Itália, principalmente os da Puglia com uva Primitivo que além de macios e cheios de fruta madura, ainda tem um belo dulçor.

Aproveitando o tema, essa é uma boa dica que compartilhei com amigos que tem certa resistência ao famigerado tanino e todos aprovaram! O Apothic Red 2016 é da Califórnia, região conhecida pela maciez dos seus vinhos, que agradará aos iniciantes, mas que não decepcionará com os mais avançados, de quebra, tem um bom custo x benefício.

Esse é um ótimo rótulo pra quem não curte tintos secos! Ele é produzido à partir de um blend de uvas clássicas da região. Aromático, frutado e que vai te deixar impressionado com seus aromas de baunilha, caramelo, cereja madura, amora e até de capuccino! Na boca, você não vai se incomodar em nada com seus taninos doces e sedosos, seu corpo médio e final de boca fresco. Perfeito para harmonizar desde carnes, pizzas e até sobremesa. Tá custando R$74,40, ótimo preço para um tinto da California.

vinho uva tanino

E aí, gostaram? Espero que possam se aventurar pelo mundo dos tintos, ainda mais agora, que vocês sabem que dá pra provar ótimos vinhos não tão secos. Não tem mais desculpa! E aceito sugestões de novas pautas pro nosso #VinhodeQuinta!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Achados: O vinho espanhol mais barato dos últimos tempos!

16/09/2018  •  Por Rodrigo  •  Vinho

Como muitos aqui devem saber, comecei uma série de posts com achados e promoções de vinhos, com indicação de rótulos com ótimo custo x benefício que garimpei pela net. O legal é que cada vez mais, as lojas (físicas ou virtuais) estão apostando em promoções agressivas para conquistar novos clientes, o que é ótimo, pois essa iniciativa, além de preservar o nosso bolso, ainda democratiza e torna o vinho mais acessível.

E semana passada me deparei com um vinho que me chamou a atenção pela procedência, estilo de produção, idade e claro, preço! Não tive dúvida em experimentar para compartilhar aqui com vocês. Trata-se de um espanhol Reserva, da safra 2010, de uma região que eu gosto muito, Valdepeñas.  Primeiro, é importante mencionar que o título Reserva tem muito peso na Espanha, uma vez que para atingir esse status, o vinho deve passar por um rigoroso processo de produção e amadurecimento. Outra coisa que me deixou curioso, foi a idade do vinho, no auge dos seus 8 anos e ele se mostrou perfeito e em plena evolução, característica que só os bons vinhos de guarda possuem. Então, sem mais delongas, vamos ao vinho!

Anciano Tempranillo Reserva 5 years 2010 – Produzido com 100% Tempranillo, casta emblemática espanhola, esse vinho não ostenta o título Reserva à toa. Como o nome já diz, ele passa 5 anos na vinícola antes de ser lançado, sendo que 12 meses envelhecendo em carvalho francês e americano. Só pela cor, já dá pra notar a evolução, com um tom mais atijolado e opaco. No nariz, aromas clássicos da Tempranillo, como framboesas, cerejas, alcaçuz e especiarias, além das notas amadeiradas e de envelhecimento, como baunilha, tostado e até um toque de couro.

Na boca, é bem macio, frutado, com taninos sedosos e um final persistente que lembra coco queimado. Perfeito para pratos elaborados, queijos fortes e para harmonizar com aquela tábua repleta de frios espanhóis. Grande chance para degustar um vinho evoluído. E o melhor, o preço, está com 70% off e sai por R$39,90.

Espero que tenham aproveitado a dica! É muito legal poder experimentar vinhos de diferentes propostas e por preços justos! Qualquer dúvida, é só deixar um comentário e voltamos a qualquer momento!

 

 

Página 3 de 3212345Última »