10 restaurantes pra você conhecer em Nova York – Edição 2017

06/02/2017  •  Por Thereza  •  New York, Viagem, Vinho

Vamos começar o ano atualizando nossa lista de restaurantes em Nova York e torcendo para que o dólar volte à casa dos R$2 pra gente agendar a próxima visita à cidade com uma certa dignidade financeira gastronômica?

Pois bem, vocês sabem que Nova York é um assunto recorrente aqui no Fashionismo desde o início e se o tema é comida, tem restaurantes que são clássicos, outros adoráveis clichês e até finados (Saudades, Pastis!), daí aproveitando minha última viagem à cidade, fiz uma listinha rápida de 10 restaurantes badalados que você precisa conhecer na na sua próxima visita!

nova-york-restaurantes-dicas

Impero Caffe [NoMad]: Fica dentro do Innside New York, hotel que fui conhecer na minha última ida à cidade (vale reler o post aqui, ótima dica de hospedagem!) e é uma delícia. Ambiente aconchegante, moderninho e com comida italiana contemporânea, perfeito pra um almoço entre as muitas compras na região (postei sobre shop em NoMad aqui) ou um jantar descolado.

Milos [Midtown]: Já fui na filial de Vegas e ele é incrível! Ele é um grego super descolado, mas ao mesmo tempo típico, com peixes expostos e um ambiente que faz você se sentir na Grécia, só que em pleno Midtown. K-family já gravou uns episódios lá.

Vandal [Lower East Side]: Por falar na família, foi num jantar da Kourtney que eu conheci esse super descolado e modernete restaurante no LES, que depois ainda vira uma espécie de baladinha. Ele tem uma pegada super streetart, com grafites e esculturas pelos ambientes. Boa sugestão pra jantar saturday night com as migas.

King [West Village]: O restaurante badalado da vez em NY. Se quiser ver gente bonita, suas bloggers gringas favoritas (Emilly Weiss e Leandra Medine amam) e comer comida da estação com referência do sul da França e Italia, o King é o lugar.

Pietro Nolita: Como o próprio nome já diz, esse restaurante fica no bairro italiano de Nolita e eu conheci através do Instagram e ele é todo trabalhado no rosa. Da decoração aos ingredientes, ele é todo descolado, hipster e vai te render boas fotos!

Egg Shop [SoHo]: Os restaurantes com ingredientes específicos se tornaram hit na cidade e o Egg Shop (adivinha, tudo leva ovo nos pratos!) é sucesso. O local ainda não é muito turistão – e isso pode ser bom – tem comida boa e os pratos garantem aquele bom clique pras suas redes sociais.

Umami Burger [Chelsea]: O meu hamburger favorito, agora em NY! Já tinha comido em LA e agora o Umami tem em pleno Chelsea e é imperdível, sério! Não deixem de perdir o hamburger de trufas e batata frita igualmente trufada e de nada.

Le Coucou [Soho]: Se você sente falta de um restaurante francês à la Pastis, o Le Coucou se tornou um dos queridinhos da cidade! Com ambiente contemporâneo e comida inspirada na cozinha tradicional francesa, vá ao restaurante se procura um local badalado.

Benoit [Midtow]: Comer num restaurante do chef estrelado francês Alain Ducasse sem abrir um crediário? Essa é a “proposta” do Benoit, bistrô francês contemporâneo aberto em pleno burburinho do Midtown. Obviamente não é um restaurante barato (no site tem todos os preços e menus), mas vale cada centavo pra quem gosta de comer bem e na pegada grifada. Para os amantes de vinho ainda tem um Wine Bar.

Blue Hill [Village]: “Farm to table”, ou seja, da fazenda, direto pro seu prato, é uma corrente cada vez mais forte nos restaurantes da cidade e muitos deles fazem questão de destacar em seus letreiros. E um dos percusores nessa pegada mais sustentável é o Blue Hill, que tem um cardápio autoral, criativo e vale a experiência quando for à cidade. Aliás, asistam ao Chef’s Table (tem na Netflix) que mostra todo o processo e você ficará com vontade de marcar as passagens e reservar a mesa!

nova-york-restaurantes-dicas

Esse é um apanhado bem atual de restaurantes que valem a refeição! Se você tiver outros nomes, compartilha com a gente para enriquecermos esse post!

 

Reveillon no Hotel Grand Hyatt Rio!

11/12/2016  •  Por Thereza  •  Publicidade, Rio de Janeiro, Viagem

Que 2016 foi um ano basicamente difícil pra todo mundo, isso a gente já sabe, agora o que nos resta é torcer para esses dias finais do ano passem logo, certo? Eu que sempre fui muito tranquila em reveillon tô até me animando pro fervo e pra 2017 chegar voando e com energia boa!

E vocês sabem que o nosso evento da comunidade do Fashionismo foi no Grand Hyatt, hotel que amo, pois, apesar de ser perto da minha casa, parece que estou viajando e essa é uma sensação boa! Ele é um resort urbano super aconchegante, charmoso, com arquitetura contemporânea e gastronomia de salivar (já falei do seu japonês Shiso aqui)E como o hotel inaugurou em abril desse ano, ele está prestes a fazer sua primeira e super bombada festa de reveillon!

cq5dam-thumbnail-744-415-5

A festa será no Grand Ballroom e na hora da virada teremos muitos fogos com a vista maravilhosa – e fora do óbvio – da Lagoa de Marapendi. E como festa boa tem que ter música boa, a do Grand Hyatt vai ter som com Dj Pachu e show do Monobloco!

Sobre comes & bebes, pra brindar a noite toda, bebidas premium, entre elas, espumante Luiz Argenta 48 meses, simplesmente eleito o melhor espumante nacional (Rodrigo mandou avisar que é mara). Já no quesito culinária, buffet recheado de delícias, como, ravioli de gorgonzola, risotto de açafrão com lagostim, sem contar as diversas opções de queijos, frios e pães artesanais produzidos no hotel, banquete caprichado!

cq5dam-thumbnail-744-415

cq5dam-thumbnail-744-415-3

Enfim, noite completa com comida boa, bebida maravilhosa, música e confraternização! Acho que quem busca uma sugestão especial de festa de fim de ano, sem dúvida a do Hyatt é uma opção nova, fresh, super descolada e com tudo que a gente precisa pra começar 2017 bem!

cq5dam-thumbnail-744-415-2

Aqui no hotsite do Grand Hyatt tem todas as infos e preços da festa e também da hospedagem, ceia, brunch do dia seguinte, resumindo, fim de semana completo de celebrações!

10 Coisas pra fazer em NoMad, Nova York!

28/11/2016  •  Por Thereza  •  Moda, New York, Viagem

Eu simplesmente amo a forma como os nova-iorquinos chamam seus bairros, com combinações de nomes e iniciais de regiões, o resultado sempre é interessante! Só pra cita uns, SoHo (South of Houston), Tribeca (Triangle Below Canal Street), NoLiTa (North of Little Italy),  SpaHa (Spanish Harlem) e agora, meu favorito, NoMad (North of Madison Square Park).

Nova-York-Dicas

A região é um dos “apelidos” mais novos da ilha e também o fervo recente. Quando fui pra cidade no mês passado a convite do Innside by Meliá (postei aqui!), me hospedei justamente lá e taí lugar que merece muitos dias e passeios pra gente conhecer parte desse trecho badalado da ilha.

Nomad fica localizado bem central, entre a Madison e 6a Avenida e 25th e 29th Street,  e é tipo o miolo da ilha, ou seja, lugar mais que providencial pra se hospedar! Agora se hotel você já tem :) Listei abaixo 10 coisas para você fazer na região e redondezas. Gastronomia, compras, passeios e muito mais, tudo ali pela região e entorno vale a pena!

ny-madison-square

Madison Square Park: A origem do nome, uma das praças/parques mais famosas de NY e uma das minhas favoritas por um motivo: Flatiron Building! Pra mim é um dos prédios mais lindos da cidade e passar uns minutinhos ali admirando o entorno é programa fundamental em Nova York. Ah, se você tiver com fome, tem um Shake Shack bem no coração da praça.

Eataly: Disse fome? Impossível de falar de NoMad e não citar o Eataly. Não foi à toa que o polo gastronômico mais badalado da cidade se instalou ali. Super bem localizado, é uma opção de comida boa (amo a parte de antipasti!) e ainda comprinhas gastronômicas.

Nova-York-Dicas

Harmon Face Values: Essa dica merecia um post completo! Conheci a Harmon através desse post da Laura (expert em NYC) e o lugar de fato é um ACHADÃO pra quem quer comprar todo e qualquer tipo de produto de beleza encontrado em farmácia.

Pra mim, aliás, eu dispensaria todas as Duanes e Wallgreens da vida e só iria lá, ou seja, se você tiver pouco tempo e não quer ficar pulando de farmácia em farmácia (tem umas que são fracas), foca na Harmon. E o diferencial deles é que tem um mundo de produtos versão mini/travel size, ótima opção pra você conhecer o produto em questão e ter versão pocket. Guarde esse endereço com carinho!

Nova-York-Dicas

Museu da Fit: O Innside Hotel fica bem pertinho do Fashion Institute of Technology e confesso que bateu um saudosismo dos meus tempos de estudante da FIT. Pra quem está na mesma vibe e quer respirar esse lado fashion, vale uma passada na faculdade e especialmente no seu museu, sempre com boas exposições sobre nosso tema favorito.

Museu of Sex: Por falar em museu, NY tem cultura para todos os estilos, portanto se você quer se aprofundar mais sobre… sexo, NoMad tem seu museu temático e ainda com uma lojinha específica no final. Excelente dica e passeio fora do óbvio, mas providencial.

Nova-York-Dicas

230th Fifth: E em frente ao museu tem um dos rooftops mais populares da cidade, o 230th Fifith (já postei dele aqui).  Talvez não seja o maior hotspot no quesito, mas ele tem um agito legal e a vista é de tirar-o-fôlego. Ele fica de cara pro Empire State Building e vale a vista só pra encher seu feed de fotos lindas.

Flying Tiger: Pensa numa loja de R$1,99 dinamarquesa? Bom, a Flying Tiger é quase isso! A loja é a Disney pra quem gosta de comprar tranqueiras e miudezas, não necessariamente nesse preço, mas nada raramente passa dos U$10 e lá tem de um tu-do! Coisas para casa, papelaria, escritório, acessórios engraçadinhos e lembrancinhas fofas. Achadão pra quem gosta de adoráveis besteirinhas.

Papyrus: Eu AMO uma papelaria e a Papyrus é uma das minhas favoritas da vida! Por lá tem um mundão de coisas pra incrementar seu escritório, sua mesa, enfim, sua vida. Sempre compro meus itens de papelaria lá e me controlo pra não gastar uns 3 dígitos de dólares. Destaque para a papelaria da Kate Spade, uma das mais bonitas e com preço razoável (U$20-60).

Nova-York-Dicas

Quarteirão das flores: Se você é uma louca por flores, NoMad é o seu point. Vá na 28th st entre a 6th e 7th ave especialmente pela manhã e verá profusão (sem exagero) de flores, para todos os estilos, gostos e ocasiões. Você verá os arranjos mais bonitos serem preparados e elas chegam a invadir a rua, nem parece que você está em NY. Vale ir especialmente de manhã, dessa vez cheguei até a encontrar peônias, mesmo ainda não sendo a temporada delas. Mais um lugar pra bons registros fotográficos!

Bed, Bath & Beyond, The Container Store, Marshalls: Momento Decorismo? O NoMad é o lugar! Se você quer um dia inteiro de compras para casa, tem inúmeras lojas reunidas na 6th ave! Roupa de cama, acessórios para casa, outlet e até mesmo móveis, nessa região tem de tudo. Se você tiver num momento enxoval, vale passar por essas lojas e até outras desse trecho do fim de NoMad quase Chelsea.

Espero que tenham gostado do meu apanhado de dicas de Nova York! Depois volto com um post só de gastronomia!