AS MAIS
LIDAS!

Estilista do Dia: Christopher John Rogers

05/05/2021  •  Por Thereza  •  Estilo, Moda

Estilista do Dia é uma das tags mais antigas daqui do Fashionismo e, particularmente, uma das minhas favoritas! Nela, a ideia é compartilhar nomes em ascendência no mundo da moda e/ou que estão dando o que falar por alguma razão fashion específica.

Por aqui, já percorremos a história de nomes como Jason Wu (o primeiro da tag num post lá de 2010), Jacquemus, Virgil Abloh, Carly Cushnie, Christian Siriano, Brandon Maxwell, entre tantos outros. E o nome do estilista do dia de hoje vocês nem precisam anotar, pois o céu será o limite para Christopher John Rogers.

Imagina cair nas graças de Rihanna, Michelle Obama, Cardi B. – e isso só pra citar algumas – num curto período de tempo? Pois bem, o feito pertence a Christopher John Rogers, estilista de 27 anos, nascido na Louisianna e que construiu sua carreira no Brooklyn. Ele começou a criar roupas ainda criança, inspirado nas histórias em quadrinhos que lia. Seu senso estético começou a evoluir graças a muitos experimentos, que iam de tecidos baratos e aleatórios até mesmo à modelagens com saco de lixo.

O turning point da carreira de CJR? A premiação do CFDA (Council of Fashion Designers of America). Em 2019, o estilista foi agraciado com o “FASHION FUND” um prêmio que não é uma estatueta, mas sim uma boa grana para alavancar e estruturar a marca, importantíssimo, especialmente em tempos tão difíceis da moda (e do mundo, né).

E Christopher foi escolhido justamente por se destacar no meio, logo, faturou U$400.000 e 1 ano de mentoria do Conselho – o que é muito importante, visto que muitos jovens estilistas em ascensão não conseguem lidar com o Business da moda e se perdem no meio do caminho! Esse prêmio já foi dado a estilistas em início de carreira, como, Joseph Altuzarra e Proenza Schouler, hoje nomes estabilizados da moda.

Agora o que é que CJR tem? Uma moda viva, autoral, cores e mais cores. Segundo ele, sua moda serve pra “basicamente encorajar as pessoas a ocupar espaço, a se assumirem”. E o que chama a atenção são os shapes fora do comum, ousadia, cores saturadas, “A cor é a forma como vejo o mundo, mais do que qualquer referência específica, qualquer década, ou tipo de roupa, ou silhueta.”

Pra ele, cor é o método que o faz feliz e a forma que ele deseja fazer as pessoas felizes. Resumindo, ele cria roupas com ousadia, alegria e o uso de cores está no dna da marca. O sucesso é tanto que ele virou hit recente no tapete vermelho e até com coleção para a fast fashion Target, popularizando mais ainda a sua marca. Mas o ponto alto de sua carreira veio num ato político: Kamala Harris usando um trench coat de sua marca na posse de Joe Biden, em janeiro.

Como um estilista negro, CJR se torna mais ainda representativo e sua moda – e voz – se destacam especialmente no tapete vermelho, onde cada vez mais, se tornou um espaço não apenas para vermos lindos vestidos, mas também pra elas usarem uma roupa com mensagem e simbologia.

Nessa geração de estilistas, Christopher John Rogers se destaca, é o ar fresco que a moda precisa respirar e a exuberância que os admiradores gostam de contemplar. E mostra que tem um longo caminho pela frente e desde já aclamado por nomes como Tracee Ellis Ross, Lady Gaga, Zendaya e grande elenco. É pra ficar de olho!

Conheciam o estilista? Gostam dessa tag?

Os looks do Oscar 2021

26/04/2021  •  Por Thereza  •  Moda

Um Oscar assim deixa transparecer que a vida anda voltando à normalidade né… SQN, bom, só que não aqui no Brasil, mas nada nos impede de voar um pouco, admirar os looks, se encantar com a beleza e tudo que envolve o fantástico mundo do tapete vermelho!

Ontem rolou o Oscar e hoje temos nossa tradicional votação dos melhores looks! Como essa nova vida materna anda me limitando digitalmente, não consegui trazer pra cá as previsões dos looks, mas postei nos stories e não é que acertei 4 vestidos usados no tapete vermelho!? Mesmo sendo um ano atípico, com menos desfiles pra gente vislumbrar os looks, é sempre divertido fazer as projeções!

Pra completar, como os homens andam cada vez mais fashionistas, fiz um bônus com os looks diferentes que mais me chamaram a atenção! Votem e me contem seus favoritos!

Passado o calor do momento, decidi: esse Armani Privé foi meu favorito da noite. Amanda Seyfried segura com muita graciosidade, mesmo sendo um vestido visualmente denso. O conjunto pra mim é a epítome de um tapete vermelho, daqueles que a gente vai lembrar num futuro um pouco mais distante.

Viola Davis é Viola Davis. Dito isso, acredito que a gente esperava um pouco mais das cores bold que ela costuma usar, mas achei esse branco simbólico para a condição de indicada. É um McQueen bonito, o detalhe da parte de cima é interessante e o contraste com a pele fez a diferença e casou bem com a saia simples. Não é nada UAU, mas Viola já é UAU por si só, então tudo bem.

Carey Mulligan usou esse lindo Valentino couture que estava na minha lista de previsões (a ser usado pela Zendaya, mas tudo bem). Esse é um vestido que MERECE ser usado num tapete vermelho desse porte. Porém, acho que o vestido vestiu a Carey e não vice-versa, ele pareceu pesado, não sei se a cor foi a ideal pra ela e junto com a maquiagem também, mas é um lindo vestido e parabéns à atriz pela escolha, isso que importa rs!

Angela Basset trouxe o glamour que a gente gosta de ver: tem fenda, tem laço, tem tule, tem estrutura e, o mais importante… tem vermelho! A maquiagem com sombra azul fez a diferença e fugiu do óbvio.

Como esperado, Zendaya foi de Valentino, já que é garota propaganda da marca. Dito isso, esperava um modelo diferente. Esse tomara que caia – com recorte estomacal!! – é bonito, mas me parece simples pra ocasião. O tecido parece chapado, sem camadas ou volume, sabe? Sei que a ideia é essa, mas mesmo minimalista, ele poderia ser mais estruturado e sem que a gente note a costura lateral ou a bainha ondulada. Pela cor ser mais verão e “divertida”, o vestido poderia compensar um pouco. Mas por falar em compensar… as joias Bvlgari fizeram o papel, 183 quilates e mais de 35 milhões de reais em joias.

H.E.R. na sua condição de cantora – e vencedora – veio numa versão mais “cool” e menos formal. O macacão Dundas é belíssimo, performático e mostra que é Oscar, mas não precisa ser careta.

Renée Zellweger pulou o tapete vermelho, mas chegou discretamente pra premiação a bordo de um Armani Privé feito exclusivamente pra ela e isso é a cara dela, simples, bem estruturado, com uma cor charmosa e nada mais.

Maria Bakalova foi a sensação – e surpresa – da temporada. Seu vestido Vuitton à la noivinha foi bonito, clássico e sem muitas inovações. Segundo ela, a ideia era remeter um dia de princesa e ponto alto da sua jornada na Award season. Por mim tudo bem!

Regina King também foi de Vuitton, só que bem mais performático e poderoso! O modelo levou 62.000 paetês, 3.900 cristais e levou 140h pra ser feito.

Eu amo plumas no tapete vermelho e Laura Dern forneceu o pacote completo. Esse Oscar de la Renta é belíssimo e ainda tem uma fenda proeminente pra contrastar com a blusa mais fechada. Eu queria ser amiga da Laura e tomar com ela um Merlot num happy hour.

Já Vanessa Kirby apostou num Gucci minimalista e também com a “moda” da vez, estômago recortado. O vestido de costas é lindíssimo, porém, ele seria mais perfeito pra mim se tivesse outra cor menos apagada.

LOOK DO OSCAR 2021 - ELAS

Ver Resultados

LaKeith Stanfield

Tyler Perry

Colman Domingo

Daniel Kaluuya

Leslie Odom Jr.

Sacha Baron Cohen

Riz Ahmed

LOOK DO OSCAR - ELES

Ver Resultados

 

Jaqueta Jeans 2.0

15/03/2021  •  Por Thereza  •  Publicidade

Jaqueta jeans é um clássico inegável, desde o colégio, naqueles dias mais frios a gente lançava uma jaquetinha imprescindível, passando pela fase adulta e versões básicas e necessárias, todo mundo tem ao menos uma no armário, certo?

Pois bem, nessa temporada ela vem diferente e acima são 4 modelos fresquinhos das passarelas e quem acompanha nossa Ronda nos Stories já viu! Elas vem mais modernas, mas também mais vintage, uma releitura mais eighties, ombros largos, modelagem mais solta, plissada, com pregas, patchwork, lavagem diferente, oversizesd, qual é o seu estilo? A AMARO tem todas rs!

Postei no Instagram um look que fiz com a Amaro pra compartilhar que o e-commerce da AMARO está REPLETO de promoções por conta da semana do consumidor e, como forte entusiasta de uma bela jaqueta jeans, percebi que eles tem modelos super diferentes e também com um ótimo preço, olha só!

CLICK TO SHOP >> R$154,90 | R$249,90 | R$119,90 | R$179,90 | R$169,90 | R$129,90 | R$189,90 | R$179,90

Pra quem gosta de fugir do básico, vários modelos lindos! Eu escolhi essa bicolor pois acho uma pegada super nineties, década que amo, mas também amo essas com pegada mais estruturada, com lavagem diferente, enfim, o céu é o limite e pra jaqueta não tem nenhum empecilho pra ousar, curtem?!

O site da AMARO tem frete grátis para compras acima de R$99 e vale lembrar que está com a grade cada vez melhor, ao menos 6 tamanhos! Clica aqui pra acompanhar os descontos da semana do consumidor e também todas as novidades da marca!