Decifrando os taninos no vinho

16/11/2017  •  Por Rodrigo  •  Vinho

É mais que comum, e provavelmente já aconteceu com muitos de vocês, achar que não tem paladar para vinho, ou simplesmente pensar que a bebida não é pra vocês. Conheço um monte de gente que nunca deu uma chance para o vinho por causa de uma experiência pouco saborosa que teve quando começou a tomar. A maioria das reclamações é sobre o bendito tanino, mas, afinal, o que é isso?

Tanino é um polifenol, substância encontrada na casca das uvas, e que dá aquela sensação de secura na boca, como se você estivesse comendo uma banana verde, tipo cica mesmo. Quem nunca ouviu dos pais que vinho tinto é rascante? O mais curiosos é que o tanino é um dos principais responsáveis pelos efeitos benéficos do vinho para o coração, mas isso é tema pra outro post.

O que nós devemos saber, é que para tomarmos gosto para determinados tipos de vinhos, é preciso deixar o paladar amadurecer com o tempo. Começar a tomar vinhos muito tânicos logo de cara, certamente fará com que você ache a bebida um tanto agressiva. Eu mesmo, no início, relutei um pouco em função disso, mas com o passar do tempo e de muitos rótulos diferentes, minha percepção e gosto mudaram. Como existe uma infinidade de estilos de vinho, não será difícil encontrar algum que te agrade, ao passo que você vai evoluindo e domesticando o seu paladar. Começar nesse mundo com vinhos muito complexos, secos e cheios de acidez, pode traumatizar um pouco, principalmente pelo fato desses tipos de vinhos precisarem de comida pra harmonizar e amansar os famigerados taninos.

Então, resolvi fazer uma seleção de vinhos perfeitos pra encantar quem está iniciando, mas que não tenho dúvida de que agradarão quem já tem mais tempo de estrada. Mas, afinal, qual estilo é o mais indicado? Não tenho dúvida de que o melhor estilo para os iniciantes é dos vinhos mais frutados com sabores de geleia de frutas, pouco tânicos ou com taninos macios, daquele tipo que não causa adstringência e que deixa uma leve sensação adocicada na boca. Outra coisa legal é optar por vinhos com uma leve passagem por madeira, pois esse envelhecimento resulta num sabor de baunilha e chocolate, quem não gosta? Como alguns rótulos tem a descrição básica das características do vinho, é bom ter essas informações em mente.

Dica importante: Sempre que estiver escrito na garrafa, ou alguém te apresentar  um “vinho de estilo moderno”, tem grande chance de agradar os iniciantes. Países como Chile, Argentina, EUA, Austrália e Espanha produzem muitos vinhos com essa filosofia, do tipo blockbuster.

Apothic Winemaker’s Blend 2015 – Esse delicioso tinto da Califórnia tem tudo pra deixar você apaixonado no primeiro gole. Pode ser considerado meio seco, pois tem um dulçor residual muito em função de possuir a Zinfandel como uma das uvas do blend. Essa uva, por sinal, é ótima pra quem gosta de vinhos um pouco mais doces. Super aromático, tem sabores que lembram baunilha, caramelo e até café com leite, sério! Tem corpo médio, poucos taninos e uma textura que parece um veludo, frutado e suculento. Quando menos perceber, a garrafa já foi. E o melhor? O preço, de R$82 por R$45. Pechincha para um californiano desse nível.

Família Gascón 2016 – Quer um Malbec argentino pra chamar de seu? Super elegante e de taninos suaves, com aroma floral e de frutas silvestres como blueberry, esse vinho é encantador e fará com que qualquer iniciante transforme o vinho na sua bebida favorita. Muito frutado e com ótima concentração de sabor. R$64.

Maycas del Limari reserva Especial Syrah 2012 – Belo chileno feito com outra uva que os iniciantes amam, a Syrah. Repleto de aromas de ameixa madura, pimenta preta e um frescor que lembra alecrim. Tem taninos macios e um sabor de compota de frutas negras que deixa o vinho bem redondo. Boa opção pra quem curte vinhos amadeirados, de bom corpo, mas ao mesmo tempo suaves. Se tiver rolando um churrasco então… R$91.

Tarima Orgânico 2015 – Eu adoro esse espanhol da região de Alicante. Feito com a uva Monastrel, é perfumado e tem um nariz que lembra cerejas, framboesas frescas e um leve tostado. Corpo delicado, macio na boca e com uma acidez equilibrada deixando um gostinho final de baunilha. Ótimo preço para um vinho orgânico, R$79.

Espero que tenham gostado das dicas. Escolhi vinhos de estilos diferentes, mas que tem a maciez e o frutado em comum, de estilo franco e fácil de beber. Agora ninguém tem mais desculpa para achar vinho tinto seco demais! Se tiverem alguma dúvida, é só deixar um comentário.

 

18 Posts imperdíveis da coluna Vinho de Quinta!

27/10/2017  •  Por Rodrigo  •  Vinho

Atendendo à uma sugestão de leitora, hoje resolvi fazer um resumão da nossa coluna Vinho de Quinta, que em dezembro completa 3 anos no ar aqui no Fashionismo! Selecionei alguns posts que valem a leitura e que acredito que sejam úteis para quem está começando – ou quer se aprofundar – nesse universo.

Já falei muito sobre países, regiões produtoras, uvas, sugestões de vinhos por estação, pechinchas e por aí vai, mas os posts que indicarei hoje são sobre temas mais relacionados ao comportamento das pessoas em relação ao vinho, com dicas variadas para melhorar o seu relacionamento com a bebida. Podem ficar tranquilos, pois não tem nada no estilo Enciclopédia do Vinho, e sim posts com informações práticas pra vocês aplicarem no dia a dia ou noite a noite. Afinal, quem é que gosta de enochato?

Como identificar se o vinho está estragado – Talvez alguns de vocês não saibam, mas vinho pode estragar sim, seja por problemas de produção, armazenamento ou até mesmo pelo tempo. O importante é saber como descobrir se o vinho “passou do ponto” e assim pedir na loja para que seja trocado. Sim, você não só pode como deve pedir para trocar!

Qual o seu estilo de vinho? – Muita gente que começa a se interessar por vinhos ainda não conhece bem seu paladar para os diferentes estilos. Então se você é daqueles que não sabe se prefere um tinto “pancadão”, mais frutado, um branco mineral ou mais encorpado, vai gostar.

Clube do Vinho – Tenho falado ultimamente sobre esse tema, que pra mim, é a melhor forma de se aprender bebendo, ou melhor, degustando. Muita gente ainda tem dúvidas sobre como funciona, sendo assim vale conhecer.

Recebendo em casa – Receber é uma arte e nesse post você vai poder entender como encantar seus convidados com boas escolhas de vinho e harmonizações.

O ritual – Dicas para você aproveitar o vinho em toda sua plenitude, com os olhos, nariz e boca. Um post quase espiritual, mas coloque em prática agora e me agradeça depois rsrs.

Girl Power no mundo dos vinhos – Precisa falar mais? Post aprovado pela própria Thereza!

 

10 séries e filmes da Netflix – Que a Netflix é uma mão na roda ninguém duvida, mas o que algumas pessoas não sabem é que ela está recheada de filmes e séries sobre vinhos, gastronomia e viagens.

Livros, filmes e apps – Como não se aprende apenas degustando, esse post tem ótimas dicas para você ficar sentado na poltrona assistindo um bom filme, lendo ou usando um aplicativo.

O vinho e a taça – Bem legal para entender como uma simples taça pode fazer toda diferença e influenciar no sabor.

Espumantes e Champagne – Qual a diferença? Quando posso chamar de Champagne? Tudo o que você precisa saber sobre a bebida dos deuses!

Começando pelo começo – É muito comum as pessoas que começam a apreciar vinhos já quererem degustar rótulos super complexos, mas é importante respeitar o paladar e deixa-lo amadurecer com o tempo.

Regras que você pode quebrar – Nesse mundo de Baco, o que não falta são regras e mais regras, mas como é bom transgredir de vez em quando…

 

Como harmonizar vinhos e queijos – Talvez a harmonização mais cliché, mas é importantíssimo saber que tipo de queijo vai com cada estilo de vinho.

Erros comuns na hora de degustar – Bom para acertar em detalhes simples e que fazem a diferença entre uma degustação prazeirosa e um trauma.

Resoluções para você entrar de cabeça no mundo dos vinhos – Dicas simples para você dar uma chance ao vinho.

Evolução do vinho – Tem gente, e olha que não é pouca, que acha que para todos vinhos é só abrir e tomar, mas é bom entender que vários vinhos precisam das uma “respirada”. Ficou curioso?

Dicas que vão fazer a diferença na sua relação… com o vinho – Dicas bem pessoais de coisas que você pode fazer pra deixar o vinho entrar na sua vida, de como tomar até como evitar uma ressaca.

Dicas para pedir vinho no restaurante – Aquelas informações e nomeclaturas básicas, mas certeiras pra parecer um entendedor de carteirinha quando for pedir um vinho.

 

Então, muito post né!? Dei uma garimpada pra selecionar um posts com conteúdo bem legal pra vocês que querem conhecer mais sobre os vinhos. Quem não leu ainda vai gostar e quem já leu pode ler de novo. Se tiverem alguma dúvida ou quiserem mais uma edição desse apanhado, é só deixar um comentário nesse post mesmo.

Vinhos espanhóis no ClubeW Advanced

18/10/2017  •  Por Rodrigo  •  Publicidade, Vinho

Nos últimos posts falei sobre o ClubeW, o Clube de vinhos da Wine.com.br, que pra mim é a melhor maneira de ingressar ou de se aprimorar no mundo dos vinhos degustando grandes rótulos. Vale muito conferir os posts (aqui e aqui), pois tem todas as informações sobre as diferentes modalidades de Clube, vantagens para assinantes e o passo a passo para entrar. Tudo bem fácil para que você possa receber todo mês em casa, vinhos exclusivos selecionados por um super time de especialistas.

Já falei sobre o ClubeW One, que tem como foco vinhos para quem está começando nesse universo, assim como sobre o ClubeW Classic com vinhos diferenciados e complexos. Portanto, hoje o tema é o ClubeW Advanced e suas seleções de vinhos premium e raros, das melhores regiões vinícolas do mundo. Vinhos ideais para surpreender os mais exigentes paladares e ainda encantar quem está entrando definitivamente nesse universo.

clube-wine-advanced

A seleção de outubro do ClubeW Advanced veio caprichada com dois maravilhosos vinhos de duas regiões renomadas da Espanha. Quem pareceu ter gostado mais até do que eu, foi a Thereza, que é fã de vinhos espanhóis desde que começou a se interessar pela bebida, memória afetiva né? E olha que ela tava certa, os vinhos são incríveis, um branco suculento da região de Penedes e um tinto exótico cheio de pegada, proveniente da principal região espanhola. Ambos os vinhos são de uma das mais emblemáticas vinícolas do país, a Torres, e recém chegados aqui no Brasil. Degustar esses vinhos é uma verdadeira experiência.

Torres Atrium D.O. Penedes Chardonnay 2015: Branco super macio, carnudo e muito perfumado com aromas de pêssegos maduros, baunilha, coco queimado. Na boca é denso e tem um sabor delicioso de frutas brancas em calda. Tipo de branco com volume e ótimo para harmonizar com peixes fortes como salmão, bacalhau e até uma moqueca regada no dendê.

Torres Altos Ibéricos D.O.Ca. Rioja Parcelas de Graciano 2014: Linda surpresa, esse vinho de Rioja é feito com uma uva não tão comum, a Graciano, e como o vinho é bom! Traz a pegada dos vinhos espanhóis com um frescor que dá aquele gostinho de quero mais. Aromas de ameixas frescas e amoras, especiarias e um toque mentolado que completa a atenua o corpo do vinho. Na boca é redondo, com ótima acidez, taninos bem maduros e sabor de frutas negras maduras, pimenta do reino e final amadeirado. Bom para tomar sozinho, mas se quiser uma bela tábua de queijos e frios espanhóis, que delícia!

clube-wine-advanced

Excelente seleção de outubro pra encantar quem quer dar um passo adiante e aproveitar toda exuberância de vinhos exclusivos. A seleção está a partir de R$180 com as duas garrafas + revista wine + 15% de desconto em todo site com frete diferenciado.

Espero que tenham gostado tanto quanto nós aqui em casa, os vinhos estão realmente muito bons. Se tiverem alguma dúvida, é só deixar um comentário!

Página 1 de 1712345Última »