New York Política Fashion Week

21/02/2017  •  Por Thereza  •  Fashion Week, Moda, Pense

Alguém tem alguma dúvida que a moda é uma ferramenta poderosíssima para falar de assuntos que abrangem um universo muito além do look do dia? Pois bem, nessa última New York Fashion Week, dezenas de estilistas mostraram que não estão satisfeitos com algumas questões que tangem nossa sociedade.

E é impossível não falar de Trump! Seu posicionamento contra a imigração foi um dos principais assuntos dos protestos vistos nas passarelas, afinal, muitos dos estilistas são imigrantes, trabalham com imigrantes e tem amigos imigrantes, ou seja, que a roupa seja a voz contra essa intolerância.

Junto a isso, vimos cada vez mais espaço ao movimento feminista. Se em outubro passado, Dior falou “We Should All Be Feminist” (título do livro da escritora nigeriana, Chimamanda Ngozi Adichie), nessa edição várias marcas endossaram o movimento, seja através de t-shirts, looks inteiros, detalhes, músicas, enfim, desde quando a moda é fútil? Não só movimenta uma indústria riquíssima, como nos abre espaço pra debater. Vamos aos destaques!

moda-feminista

TOMMY HILFIGER O estilista inaugurou a temporada, lá em Los Angeles, com um desfile repleeeto de insta-top-models e uma mensagem, mesmo que discreta, importante. O “Tied Together” é uma campanha criada pelo site Business of Fashion com o intuito de movimentar a indústria da moda em solidariedade a imigrantes e minorias.

A ideia é que seja “um movimento silencioso e não necessariamente uma declaração política, mas sim de positividade em apoio à humanidade, incentivando  entusiastas da moda e  pessoas de fora da indústria a participar”. Topa?

moda-feminista

PRABAL GURUNG Sem dúvida o manifesto de Prabal Gurung foi o de maior impacto da temporada. O estilista, nascido em Singapura, levou à passarela dezenas de modelos e t-shirts com mensagens da vez e palavras de ordem.

Ele contou que participou da Marcha das Mulheres – manifestação que rolou no último mês em várias cidades dos EUA e mundo – e os cartezes que viu o inspiraram pra criar essas camisetas. Pra completar o movimento, o estilista foi um dos poucos a se preocupar com inclusão de outro tema cada vez mais falado, trazendo modelos plus size à passarela.

moda-feminista

JONATHAN SIMKHAI O estilista sensação do red carpet, que veste nomes como Kylie Jenner e Emily Ratajkowski, não só encerrou o desfile com sua camiseta “Feminist AF” (af = as fuck = %#&!@*), mas também distribuiu pra todo o frontrow do evento.

Melhor maneira de propagar a mensagem entre influencers selecionadas, que logo botaram em prática pelas ruas da cidade.

moda-feminista

ALICE + OLIVIA, CREATURE OF COMFORT E CINQ À SEPT Sejam em camisetas ou moletons, a ideia é passar a mensagem. “Seja a mudança que você quer ver no mundo”, “Somos todos seres humanos” e “Eu amo todo mundo”, mensagens simples, mas com endereço certeiro.

moda-feminista

PUBLIC SCHOOL Já a super cool e alternativa, Public School, substituiu a ex-célebre e agora famigerada frase dita por Trump, “Make America Great Again”, por “Make America New York”, numa referência ao fato da cidade ser sempre receptiva e viver em harmonia com todos o tipo de raça, gênero, gente, simples assim.

LÍNGUA FRANCA Paralelamente à NYFW, uma marca foi lançada justamente pra dar voz em formato de looks às mensagens da vez. A Língua Franca tem uma coleção bordada que destaca a luta dos imigrantes, a saudade do Barack e ainda um possível grito de liberdade pra Melania.

THE ROW A marca das gêmeas Ashley e Mary Kate Olsen também deram voz ao manifesto. Assim como sua marca, super cool e minimal, o recado foi bordado de forma discreta em detalhes das roupas. Palavras como “diginidade”, “liberdade” e “esperança”, como deve ser!

moda-feminista

CHRISTIAN SIRIANO Por fim, Christian Siriano foi simples, mas certeiro e reproduziu o título de uma música do Depeche Mode, afinal, ~gente é gente e como a letra diz “Pessoas são pessoas, então porque é que você e eu temos que nos dar tão mal?”. Aliás, o estilista segue cada vai mais inclusivo – teve post assim sobre ele aqui – e mostrando um casting bastante heterogêneo, ponto pra ele!

Vale dizer que basicamente todas essas camisetas tem venda revertida pra instituições que falam sobre mulheres, imigrantes ou basicamente lutam contra Trump. Sabemos que o feminismo é a pauta da vez, muita gente acaba surfando na onda, mas se no final todos estão falando e quem precisa está colhendo frutos, o saldo é mais que positivo!

Zuhair Murad e os anos 80!

28/01/2017  •  Por Thereza  •  Moda

Tá de bobeira nesse sábado de verão? Então cola aqui comigo 2 minutos que esse post está lindo! E não é mérito meu, mas de um libanês que a gente adora: Zuhair Murad!

Essa semana rolou a temporada de alta costura e, enquanto seu primo, Elie, apostou num Egito sofisticado, Zuhair seguiu fundo – assim como na sua coleção pre-fall mostrada aqui – no oitentismo hollywoodiano. Tivemos fogos de artifício na passarela, amigas! Separei os lindos.com.br, vem ver!

Eu tô muito apaixonada por esse vestido. Sem querer exagerar, mas já exagerando, é UM dos vestidos mais bonitos que já vi nos últimos tempos. A cor é de impacto, ok, mas eu amei a fluidez da saia, a fenda, o drapeado do quadril e blusa, o decote assimétrico, o detalhe recortado da manga, o bordado. Esse vestido é bonito em qualquer cor, em qualquer ser humano.

E se nenhuma atriz usá-lo em breve, eu vou fechar esse blog e entrar no Tablado urgente pra virar famosa e ir pra Hollywood, estamos combinadas?

Outra parte que amei, essa estampa de fogos de artifício, como não pensaram nisso antes? Enquanto o primeiro bufante é super – propositadamente – over, esse mais fluído é mais um candidato ao tapete vermelho mais próximo.

E Zuhair acordou definitivamente inspirado em cores fortes, de impacto e shapes ousados. É uma mistura complexa, talvez poucas seguram looks como esses (alô, jlo?), mas quem lacrar… é daqui direto pro look do ano!

Mais cores, mas num fundo preto, vocês imaginam esse look em movimento? Bom, eu vi no Instagram e chorei canutilhos de emoção, é muito princesista lindo.

Calças e macacões jamais terão o mesmo impacto no tapete vermelho!

Agora o segmento dourado, com um curtinho que vai deixar qualquer it hollywoodiana no topo da lista e esse longo com fogos dourados que é daqui direito pra nossa memória!

Senhoras e senhores, a noiva! Podemos inserir o adjetivo nababesco aqui!

Pra finalizar, zoom e detalhes de um desfile épico! Se ao final das temporadas de moda eu sempre deixo com vocês a resposta pra quem se saiu melhor, Elie ou Zuhair, dessa vez posso afirmar categoricamente que Zuhair me encantou mais!

 

Ronda da Semana #25

27/01/2017  •  Por Thereza  •  Fashion Week, RDS

Boa tarde pessoal, antes de darmos início à RDS, venho por meio deste post relembrar que domingo tem LIVE! Uhul, Screen Actors Guild, bora acompanhar juntas como é nossa tradição? Vem que estamos preparando algo especial que vai levar roupa nova e tudo :) Enquanto isso, vamos aos fatos da semana!

AQUECIMENTO 50 TONS E finalmente, depois de 2 longos e tenebrosos invernos, estamos na contagem regressiva pro lançamento da sequência de 50 Tons de Cinza, em menos de 2 semanas. Confesso que nem estou tãão animada quanto o outro, mas por outro lado acho que esse mais Escuro será melhor.

E em se tratando de música, foi lançado hoje o clipe de I Dont Wanna Live forever, com Taylor Swift e Zayn, que faz parte da trilha do filme. E, na real, não gostei da música não, saudades Beyoncé e Ellie Goulding!

KARDASHIANS NA COSTA RICA E depois de turnês pela Grécia, Tailândia e St. Barths, nossa família favorita rsrs desembarca na Costa Rica para gravar novos episódios do reality! E assim como tudo que elas fazem, já bateu vontade de conhecer o país e suas praias deslumbrantes. Fiquem de olho nas redes sociais pra acompanhar tudo.

DIABO VESTE PRADA NA BROADWAY É oficial, um dos filmes mais incríveis da última década – pelo menos no quesito fashion – vai pra Broadway. E pelas mãos, e voz, de Elton John!

O cantor já está nos preparativos da montagem do musical e em breve divulgará mais informações. Alguma dúvida que será sucesso? Doida pra saber quem interpretará Andy, Miranda e Emily.

PRINCESISMO COM TUDO NA COUTURE WEEK Eu não sei vocês, mas há tempos não via uma semana de moda tão agitada e bonita. Postei vários looks no Instagram (aliás, tenho focado cada vez mais em conteúdo complementar ao do blog por lá), mas queria trazer um resuminho pra cá: vimos muito, mas muito look princesista e entenda isso como volume, babado, romantismo, exagero. Eu não sei como isso será transformado pra vida real, mas fica o registro!

Bom fim de semana!

Página 1 de 6612345Última »