O novo monograma desconstruído da Yves Saint Laurent

20/04/2017  •  Por Thereza  •  Acessórios, Moda

Já fiz alguns posts aqui no Fashionismo falando da minha paixão pela Yves Saint Laurent. Adoro a marca, sua pegada super cool e ~alternativa, comparada às suas conterrâneas francesas, Chanel e Dior. E nos últimos anos ela tem vivido uma revolução a olhos vistos, percebeu?

Hedi Slimane foi estilista da marca de 2012 a 2016 e nesse período institui uma mudança que foi MUITO polêmica,  ele basicamente tirou o YVES e a marca se tornou Saint Laurent. A decisão fez muita gente torcer o nariz e, tempos depois, ele saiu da marca para a entrada de Anthony Vaccarello e o que ele fez?

Volta com o Yves! E na melhor forma, através de seu logo! Se estamos em momento de logomania, pra mim o YSL é a mais bonita e icônico e Anthony poderia simplesmente resgatar um clássico, mas ele foi além e desconstruiu, o resultado? Hit, mores! Seja na versão broche, brinco, sapato e bolsa… quero!

monograma-ysl

A primeira coleção do estilista foi a de verão 2017 e nas revistas gringas o que mais tenho visto são os tais brincos Y S L. Eles podem ser usados de diversas formas e dão aquela pegada cool parisian que define muito bem a marca.

Não satisfeito, o estilista foi além e transformou o icônico scarpin Opium em… YSL! Imagina um sapato pisando no logo? Pois bem, desejo atendido e o modelo já é soldout pelo mundo e desejo absoluto e incontestável. Eu, como nobre apaixonada pelo modelo, simplesmente desejo!

E sabe as bolsas monogramadas que também são sucesso da marca (já teve um post comparativo de preço delas aqui)? Alguns modelos também receberam upgrade e o YSL desconstruído. Eu amo esse modelo de bolsa, é uma das que mais uso e certeza que um clássico.

Muito bom ver uma marca se transformando assim a olhos vistos, ainda mais do calibre da Yves Saint Laurent, que retorna às origens, estando mais moderna que nunca!

Saint Laurent no Brasil: Preços, meus favoritos e mais!

19/07/2016  •  Por Thereza  •  Acessórios, Compras, Moda

Se tem uma marca gringa que eu amo, ela se chama (Yves) Saint Laurent. Adoro as bolsas, os sapatos, acessórios, gosto dessa vibe parisian cool e sem muita logomania envolvida, sabe?! E fiquei bem feliz quando a marca chegou ao Brasil (mesmo em tempos de crise, quando as marcas tem desistido), mais precisamente no shopping Iguatemi de São Paulo!

Yves Saint Laurent bag Brasil

Ok que nesses tais tempos de crise é difícil de falar tão diretamente de objetos de luxo, mas como vocês estavam me pedindo, venho com uma edição especial do #QuerPagarComo com a Saint Laurent!

Eu tenho a bolsa Cassandre que eu aaaaamo e é meu xodó e ainda comprei ano passado esse porta-cartões rosa que funciona como minha carteira oficial, porque não gosto de carregar peso e taí YSL carismático, diz aí!

Yves Saint Laurent bag Brasil

Agora além da Monogram bag, tem dois outros modelos que estou querendo muito e um deles é lançamento da marca. Pra reunir tudo isso, vamos aos preços!

Preço Bolsa Yves Saint Laurent | Fashionismo

Classic Nano Du Jour Amo e será meu próximo presente para mim mesma, afinal, quem nunca hehe! Gosto que é uma bolsa compacta, mas já vi ao vivo e cabe muita coisa. E a melhor parte é que tem alça compridona, não sei viver sem! Sobre preços, Europa sempre mais barato, claro e Estados Unidos um pouco mais em conta que Br.

Blogger bag: Esse é lançamento da marca e já tem aqui no Brasil (convesei com a vendedora do Igatemi, que contou que a buyer é a mesma dos EUA, ou seja, não tem tanto delay de coleções). A bolsa é uma homenagem às bloggers, claro, super compacta e ainda com bom preço, bastante similar entre Brasil e USA (e olha que nem contabilizo o iof). 

Monogram bag: Eu queria a minha com tassel, mas quando comprei não tinha a vermelha, mas de qualquer forma as duas são lindas e super clássicas, daquele tipo de bolsa que vai passar de geração pra geração, assim espero!

Observação: Esses valores já são finais, com conversão em dólar/euro e ainda adotei o desconto do detaxe (façam detaxe sempre!) e o acréscimo das taxas americanas (tipo em NY, que é algo em torno de 9,5%). Aqui no Brasil, a Saint Lauren parcela em muitas vezes e entrega para todo o Brasil se ligar e encomendar (conversei com a vendedora Ídila, super fofa!). Taí, pra quem deseja um mimo made in France, fica a dica!

Preço Bolsa Yves Saint Laurent | Fashionismo

Alguém já foi à loja do Iguatemi ou tem um modelo favorito da marca me conta!

 

Ronda da Semana #9

08/04/2016  •  Por Thereza  •  Moda, RDS

Olá, sexta-feira! Antes de mais nada, um aviso às desavisadas: eu menti :] desculpa gente, foi irresistível fazer uma Ronda em pleno da mentira e não fazer nenhuma brincadeira, portanto, tudo escrito na semana passada era mentira, principalmente minha análise dos looks.

No post tinha link na hora pra pegadinha, depois eu escrevi lá avisando, mas como ainda tem gente comentando, vim por meio deste reforçar. Mas num duvido nada também que um dia tenha Christian Grey nú, Olivia na C&A, Mac+Kardashians e o fim do programa… de resto, minhas análises foram ao contrário.

Bom, vamos à Ronda de hoje, com notícias da mais pura verdade e credibilidade jornalística!

MTE4MDAzNDEzOTI3OTUzOTM0

DANÇA DAS CADEIRAS O mundo da moda segue na sua loka transformação. No início da semana foi anunciado que Hedi Slimane deixou o cargo de diretor criativo da Saint Laurent. O estilista estava à frente da marca desde 2012 e não era lá muita unanimidade, pois muitos diziam que ele não soube representar bem o dna da YSL.

E sabe o que a marca fez? Apagou todas as fotos da era Hedi do Instagram e deixou apenas uma, a imagem de seu sucesso, Anthony Vaccarello, que antes batia ponto na Versus. Maneira bizarra – e muito questionável – de anunciar o novo contratado, não acham?

O FIM DE IDOL Ontem rolou o último ep da última temporada de American Idol e taí reality musical que descobriu talentos, pena que com a saída de Simon, ele perdeu um pouco da graça. Mas pouco importa, contanto que você tenha Jennifer Lopez e os looks mais incríveis de todos!

O da noite é esse modelo dramático e sexy, que é a cara dela! Adoro a cor, a saia e volume envolvido. Encerrou com muito estilo! O modelo? Elie… Madi. Não conheço, mas prazer, parece muito com seu xará.

Vale ler: 10 marcas que vem propondo diversidade nos tons de nude.

landscape-1460079969-hbz-anne-soc

PRAZER, JONATHAN Depois de nomes absurdamente incomuns nascendo por aí, uma famosa resolveu chamar seu filho de… João! Anne Hathaway deu a luz ontem em Los Angeles ao pequeno Jonathan Rosebanks Shulman. Parabéns e saúde aos envolvidos!

640_backstreet_boys_nick_carter_premiere

BACKSTREET IS BACK Eles não foram a lugar algummm! Adoro quando as pessoas falam que eles estão de volta, sendo que eles nunca deixaram de coexistir. Bom, a novidade da vez é que depois de Britney, Mariah, e J.Lo, os boys também fixarão residência em Las Vegas

Por enquanto, será tudo no formato teste. Eles fecharam um contrato de 9 shows e se der certo, vira uma residência fixa. A data e local ainda não estão confirmados, apenas o ano, 2016. Eu iria amarradona!

Vale ler: Branding para blogueiros? Posicionamento e técnicas na Internet.

amy

DEFINA PLUS SIZE A sociedade fashion insiste em rotular magros e gordos e o termo plus size é questionável por muitos, especialmente num momento no qual essa definição de tamanho é cheia de disparates (defina p, m, g, 38 ou 42?). Eis que na edição especial ‘Chic at any size’ da Glamour US desse mês, a atriz Amy Schuman entrou na lista de plus size, junto com outras famosas como Adele, Melissa McCarthy e Ashley Graham (na capa).

E a atriz não gostou nada do termo, “Não vejo problema em ser plus size. Nos EUA, isso é considerado 16 e eu sou 6-8. Me colocar nessa edição sem me perguntar ou avisar antes não me pareceu certo. Adolescentes podem se questionar ao ver meu corpo sobre o tal padrão e isso não é nada glamouroso”

Depois disso, a polêmica foi generalizada, por um lado entendeu-se que esse padrão e rótulo vigente pode ser de fato questionável pra novas gerações, mas também muita gente achou a revolta da Amy exagerada, sem contar que falaram que ela tá longe de ser 6.  Mas afinal, será que é tão ruim receber a ~etiqueta? Amy tem um ponto? Refletiremos.

Beijos e bom finde!