Ronda da Semana: Polêmica e representatividade

06/10/2017  •  Por Thereza  •  News

Antes de começar nossa Ronda da Semana, venho por meio deste compartilhar que estou passada que o post da cintura baixa rendeu muito, foi unanimidade: o povo odeia! Eu também não gosto, expus os fatos rsrs, mas bizarro como nossa memória da década passada ficou traumatizada, espero que essa onda só fique entre Bella e Gigi Hadid! Dito isso, vamos aos lances da semana.

A POLÊMICA DE STELLA

Stella McCartney tem um trabalho muito forte na moda e se destaca ao levantar bandeiras quando o assunto é a luta contra o uso de pele verdadeira e também questões de sustentabilidade (ela vestiu Gisele no Baile do Met com tecido sustentável revolucionário), mas no seu último desfile da PFW, ela entrou numa polêmica nada comum na sua discreta vida: foi acusada de apropriação cultural.

No desfile dessa segunda, a estilista apresentou uma coleção com alguns looks inspirados na estampa africana Ankara (vale ler esse post), até aí tudo bem, mas o que notaram é que entre os 39 looks desfilados, só tinha 1 modelo negra e isso não é nada bom. E a problematização segue, pois além dessa falta de representatividade absurda, Stella se apropriou de uma estampa histórica e vai vender por milhares de dólares a mais que a original.

Segundo a marca, “as estampas foram criadas pra celebrar a cultura, patrimônio e desenvolvimento têxtil único… e foi feita em colaboração com uma empresa holandesa”. A pergunta que fica é porque AO MENOS não foi feita em parceria com algum país africano?

READY FOR THIS? #VSxBALMAIN. 11.29.17. @balmain @olivier_rousteing

Uma publicação compartilhada por Victoria’s Secret (@victoriassecret) em

#VSxBALMAIN

O fim de ano está chegando e é sinal de que? Sim, incontáveis coisas, mas o desfile da Victoria’s Secret é quase uma tradição natalina, e a edição 2017 promete ser diferente. Esse ano não será em Nova York, nem Londres ou Paris, mas sim Shangai! A marca está visando crescer mais no mercado oriental, logo, levará suas angels de mala e cuia para lá.

Além disso, observe essa parceria poderosa: Olivier Rousteing e sua Balmain serão responsáveis por alguns dos looks criados exclusivamente para a ocasião! E a novidade não pára por aí, no dia 29/11, um dia após a transmissão do desfile, diversas VS do mundo vão receber uma coleção exclusiva em parceria com a marca francesa. Essa será a primeira vez que a VS fará parceria com uma high fashion e sem dúvida um prenúncio de sucesso, nunca vi feat tão perfeito!

VOGUE ITÁLIA PISA MUITO

Com todo respeito ao Brasil, mas Italia é o melhor país! Olha que iniciativa incrível da publicação, nesse mês eles trouxeram a Lauren Hutton, 73 anos, na capa. A atriz e modelo é a mulher mais velha que já apareceu numa capa de Vogue. E a edição, chamada de “Timeless Issue”, foca exclusivamente em mulheres acima de 60 anos. Incrível, né? Chuva de representatividade e sinal dos tempos!

Vale relembrar que no último mês, a Allure trouxe a também incrível Helen Mirren e sua capa e debateu o termo anti-idade, vale reler aqui.

CONHEÇA A THEM

O mundo editorial está em crise, revistas fechando e tudo em plena transformação, mas esse mês a Condé Nast (editora da Vogue e principais publicações do mundo), anunciou o lançamento de uma nova marca, a primeira em 10 anos, ou seja, promissora!

Conheça a Them, nova publicação do grupo com foco no universo LGBTQ. O criador e responsável pela empreitada será Phillip Picardi, ex-editor de revistas como Allure e Teen Vogue, ou seja, vem coisa boa por aí!

A Them será uma multiplataforma que terá notícias da comunidade LGBTQ e sempre com um viés ativista. As publicações de moda e beleza serão feitas sem distinção de gênero e eles ainda darão espaço para novos nomes do meio. Segundo Fhillip, a ideia não é ser apenas mais um site, mas eles focarão mais em qualidade do que quantidade de conteúdo. O lançamento será no dia 26/10.

 

Bom final de semana!

Ronda da Semana: Mais capas, modelo da década e o retorno de Gossip Girl e Diabo Veste Prada!

01/09/2017  •  Por Thereza  •  RDS

Saudades de uma Ronda da Semana? Cá estamos com um apanhado especial do que rolou essa semana no mundo da moda. Sei que foi semana de SPFW, mas foco nos tópicos de sexta!

CAPAS MADE IN BRASIL

Essa semana falamos aqui da Bella Hadid e e suas múltiplas capas de Vogue no mês só, mas o que se comenta é que faltou nas “september issues” do mundo: representatividade. Mulheres negras, gordas, de diferentes etnias, mas o Brasil chegou pra variar e ser um sopro de esperança. Tá na moda abordar essas pautas, mas mais que moda, precisa ser fato consumado.

Olha 3 capas do mês que valem o prestígio aka compra! Alicia Keys deusa na capa da Elle, Taís Araújo, forte, linda e nua na Women’s Health, e ainda Tatá Werneck na capa da Claudia revelando que “meu nariz era barrado em capa de revista”.

Se a Tatá não saia, imagina tantas outras mulheres incríveis e ainda fora do tal padrão. Ainda bem que isso está mudando aos poucos, mas precisamos de mais urgência.

NOVIDADES SOBRE GOSSIP GIRL

Saudades de Gossip Girl? A Vanity Fair publicou uma matéria IMPERDÍVEL que revela segredos dos bastidores da série que a gente ama, 10 anos depois do lançamento. Da possibilidade de uma continuação (oi, Netflix), da suposta rivalidade de Blake e Leighton, segredos dos looks e outras deliciosas revelações, a Elle fez um resumo bem legal aqui e no site da VF você lê a matéria completa.

DIABA, MAS NEM TANTO(??)

Já que o assunto está 10 anos atrás, que tal relembrar O Diabo Veste Prada? Bom, foi isso que fez um funcionário do Buzzfeed que resgatou uma cena deletada do filme e que hipoteticamente muda toda ~essência do filme e mostra uma Miranda mais sensível e… grata à Andy!

Na cena acima a assistente salva a chefe de um constrangimento e ela solta um surpreendente “obrigada”. O trecho ainda mostra uma personagem mais vulnerável e que passa poucas e boas com o marido. O que acharam dessa faceta mais humana de Miranda Priestly?

A DÉCADA DA KENDALL (???)

O The Daily Front Row é uma prestigiada publicação de moda e na próxima semana, durante a New York Fashion Week, fará uma festa para premiar os melhores da moda, segundo eles. Bom, e, segundo eles, Kendall Jenner, receberá o prêmio de “Ícone fashion da década”. Se a década tem 10 anos e Kendall, 21, aparentemente, segundo eles, ela vem causando com looks incríveis e excelentíssimo trabalho fashion desde os 11 anos quando aparecia no Keeping Up With The Kardashian com seus lookinhos O Bicho Comeu (gringo rsrs).

Olha, eu consigo pensar em dúzias de outros nomes pra públicação, até mesmo sua irmã, Kimberly, prestou mais serviço à moda que a Kendall. Apesar de muitissísimo estilosa, a sister não é desse ano, quiça década. E pra vocês, qual mulher merecia esse prêmio? Me contem!

 

Recorde da Bella: A Top conquistou 5 capas de “September Issue”

29/08/2017  •  Por Thereza  •  Moda

A edição de setembro é a mais importante para as revistas de moda e, se esse universo te fascina, vale ver o documentário da Vogue, “The September Issue” que fala justamente do impacto da edição. E por que ela é a mais importante? Pois marca a virada de ano, não só a chegada de uma nova estação (no caso, o outono/inverno pra eles), mas sim de analisar novas tendências, novas coleções, campanhas, enfim, é quase o Almanacão da Mônica (nossa, essa foi fundo rsrs) só que edição moda.

E junto aos editoriais e previsões de tendências, rolam muitos, centenas de anúncios, ou seja, a revista fatura horrores, logo, precisa vender, com isso, a capa precisa ser icônica e poderosa… basicamente isso!

E se na Vogue América (a mais importante de todas), tivemos Jennifer Lawrence, na Vogue Brasil, Australia, Arábia, China e Espanha, tivemos um nome em comum: Bella Hadid! E se sair em uma capa de Vogue é importante e um marco na carreira, imagina sair em CINCO? E imagina se essas cinco são da tal edição de SETEMBRO?

Pois bem, Bella Hadid bateu um importante recorde fashion hoje, depois de revelada sua capa tripla para a Vogue brasileira. Se você torce o nariz pra Hadid caçula, ela não vai a lugar algum, dominou geral. Vamos às capas e editoriais!

VOGUE BRASIL

A nossa Vogue apostou numa temática retrô, foco na era glamurosa de quando Diane Vreeland comandava a edição US. E entre vestido YSL e lingerie Valisére, o carão blasé e olhos expressivos da moça, tudo pelas lentes de Gui Paganini.

VOGUE AUSTRÁLIA

No outro lado do mundo, Bella Hadid também é sucesso! Dessa vez em muito boa companha com o modelo, Jordan Barrett. Dessa vez a estética é mais soft, quase um clique pro insta, mas com o vestido poderoso – e já usado por Rihanna – da Prada.

VOGUE ARÁBIA

Que tal ser fotografada por ninguém menos que Karl Lagerfeld? Posis bem, o estilista também encara essa função e clicou Bella para a edição Árabe da Vogue. A capa dupla tem mood misterioso, ousado e noturno, adorei a 2a capa.

VOGUE CHINA

Vogue China, você quer? Bella Hadid também é sucesso por lá e conseguiu a principal capa do ano ao lado da modelo Chu Wong. Dessa vez o look é Dior e o cabelo é molhado de leve, que tal?

VOGUE ESPANHA

Pra finalizar, Bella espanhola! As plumas da Prada tem sido sensação em capas e editoriais e com a modelo não seria diferente. A cara é serena, mas enigmática, uma capa bem bonita! Abaixo tem os principais cliques dos editoriais das edições e ainda uma capa não-Vogue, mas também muito importante, da Elle russa do mês, ou seja, 6 capas pra Bella!

Em tempos da geração instamodels, com mais followers e menos carão, Bella Hadid correu por fora e ultrapassou, as então onipresentes, Kendall e Gigi. Podemos dizer que números de seguidores é até meio caminho andado pro sucesso, mas que Bella Hadid tem um star quality – e um bom agente – isso ela tem!

Qual foi a capa favorita de vocês?

 

 

Página 1 de 2312345Última »