O LADO B DO TAPETE VERMELHO

03/06/2015  •  Por Thereza  •  Celebridades, Moda, Red Carpet

CANNES, FRANCE - MAY 16: Diane Kruger attends the Premiere of "The Sea Of Trees" during the 68th annual Cannes Film Festival on May 16, 2015 in Cannes, France.  (Photo by Pool/Getty Images)

Ao acompanhar um tapete vermelho quantas vezes não pensamos/reclamamos: “Tanto look pra usar e fulana me vai com isso?”, “Tanto vestido bonito pra vestir e beltrana escolhe aquilo?”, “Demita o stylist”, “Muita cafona, nem Elie salva”. Enfim, são tantas exclamação sobre tão adorável tema que há de se questionar os fatos.

Vocês sabem que o tapete vermelho em si é mais do que a passagem da rua pra sala de cinema/premiação, mais que um símbolo do glamour hollywodiano, o tapete é: business, simples assim. Nem toda famosa usa um look impunimente porque simplesmente quis. Além de parcerias óbvias formadas e lavradas em cartório, como JLaw para Dior, o RC é a melhor vitrine que um estilista pode ter, mais que qualquer m² na 5ª avenida ou Champs Elysées e isso é ótimo pra eles, já pra gente… é questionável.

464409848

Eu já estava pra fazer esse post quando li uma matéria com o Tom Ford, onde ele disse que não gosta de ‘compactuar’ com a indústria do tapete vermelho e se você for minimamente antenado já reparou que, apesar de toda sua fama, pouco vemos de looks dele por aí, salvo raríssimas exceções (até mesmo de quem comprou e foi sem “avisar”) Ele questionava justamente o marketing e a real identificação que a vestida poderia ter com o look.

Hoje em dia parece que ele está mais flexível, afinal, apesar do seu conceito de exclusividade, até isso precisa de dinheiro pra se sustentar. Mas se um estilista desse porte levanta a bandeira, é porque tem coisa. Já no último Oscar, em meio ao movimento  que as atrizes criaram para que os repórteres no red carpet perguntassem menos sobre os looks e mais sobre a carreira, o #AskHerMore, o estilista foi o primeiro a reclamar: “Passamos meses desenvolvendo vários vestidos sob medida, gastando milhares de dólares nas peças, sim você tem que dizer de onde é o vestido!”

Pra completar, li essa semana um outra matéria que mostra que o buraco é mais embaixo, pois revela que além das celebridades receberem até U$250.000 pra vestir um look (!!!!!), os stylists também entram nessa conta intermediando as transações e faturando o seu.

HOLLYWOOD, CA - FEBRUARY 22:  Actress Reese Witherspoon attends the 87th Annual Academy Awards at Hollywood & Highland Center on February 22, 2015 in Hollywood, California.  (Photo by Kevork Djansezian/Getty Images)

A questão é que muitos stylists são contra essa prática por justamente tirar a legitimidade do look e a médio prazo afetar o estilo da envolvida (que uma hora é paga por designer minimalista e outra hora por designer barroco). Agora parece que em alguns casos, o mercado – do tapete – negro indica que o relacionamento marca x stylist, pode nem chegar aos ouvidos da artista a ser vestida, se é que me entende.

Em regras gerais, um stylist recebe até U$50.000 extra pra oferecer marca x pro cliente famoso (sem contar os U$250K das A-List), mas eles afirmam que nenhuma dessas negociações envolve contrato, se na hora h a diva em questão bater o pé e quiser outro look… c’est la vie, sempre haverá um outro red carpet para faturar.

Logicamente isso não é ilegal, mas talvez possa ser uma resposta quando voltarmos à questionar aqueles pontos do primeiro parágrafo e ver que não existe legitimidade e espontaneidade em nada! E isso não incluia só roupa, mas também joias (as joalherias são as que mais investem), acessórios, maquiagem (hoje em dia o id completo da make chega no nosso email durante o evento e, logicamente, usam uma marca só!) e até o esmalte que fulana usa. Talvez uma Angelina da vida não esteja nem aí pro comércio vermelho, mas a grande maioria acaba sim pensando no look com estampa de cifrão.

474397244

Como aqui falamos muito sobre o tema, achei legal compartilhar essa visão paralela de uma indústria que envolve milhões de sonhos e dólares, vocês imaginavam?!

27 FORMAS DE USAR JAQUETA TIPO BOMBER

28/05/2015  •  Por Thereza  •  Estilo, Moda, Tendência

É oficial, estou numa fase gastadeira :D Acho que foi o mês do aniversário que me empolgo e me presenteio todo dia hehe, mas nas últimas semanas foi de lei: toda quarta e sexta (dias que chegam coisas novas) na Zara mais próxima. Essa coleção de outono deles tá muito bonita e não tô achando tããão cara assim.

Se você me acomoanha no Insta e Snapchat, vê que eu sempre posto alguns achados de lá, mas pra cá trago uma dúvida: comprei essa jaqueta bomber de crepe e não estava sabendo lidar muito bem com a situação.

minah bomber

Bom, é uma jaqueta bomber pretinha básica, só que, quando usei achei que ficou meio masculina, sabe? Também pudera, o estilo de jaqueta (que pode ser chamado bomber, mas também tem sua versão varsity, casaco tipo de time de colégio) tem basicamente esse propósito esportivo, porééém, o Pinterest está aí pra provar que existem mil formas de usar a jaqueta de forma charmosa e muito atual!

BOMBER JACKET COMO USAR

Eu adoro um look preto, mas se você também tem a impressão que ela pode ficar menos feminina, a versão estampada é uma boa opção! Vai bem da calça jeans ao conjuntinho ou vestido. É um modelo de casaco que dependendo do estilo pode ser mais fresco e sempre trazer um visual mais modernete e fora do óbvio.

Há quem goste dessa pegada varsity literal, com detalhes bicolor, símbolos e muitos botões. Acho que parte pra um lado mais jovial e bem charmoso, outro dia vi uma assim na Forever 21.

Pra quem acha que a pegada é apenas esportiva, dá pra transformar a ideia e algo bem chiquezinho! Amo esse  1º look, acho super charmoso e feminino, a versão da Jessica Alba e Miley Cyrus são interessantes e também com uma saia de couro pode fazer toda a diferença!

Rihanna e Kim também gostam do estilo e sempre usam de maneira casual, onde podemos ver que a peça incrementa o look. Seja com scarpin, tênis ou simplesmente um jeans e camiseta, tô me apegando!

Por fim, amo essa versão com jaqueta dourada, estampada ou com tecido diferente, olhando assim são boas ideias de looks perfeitos pra temporada outno/inverno nem tão frio assim, não acham? Agora se você quer uma inspiração recorrente e forte entusiasta da bomber…

BOMBER JACKET OLIVIA PALERMO

Olivia Palermo! Aliás, o que é que ela usa e que não cai bem, né? E ela vai além, foge do óbvio, inventa, sai da zona de conforto, repete looks, mas o principal: se mostra acessível e legitimamente inspiradora.

Amei essa primeira leva com o mesmo modelo e 3 looks totalmente diferentes. Gostei também do look branquinho e também das versões Valentino e Dior, resumindo, Olivia impressiona e acerta na medida!

BOMBER JACKET ONDE COMPRAR

Adidas | Tantan | A.Brand | Le Lis Blanc | Carina Duek | Market 33 | Colcci | Cavalera | Colcci

Gostou da trend?! Fiz um #PimpMyLook com vários modelos que vi em e-commerces por aí! Tem versão esportiva, florida, animal (flamingos!!), bicolor e até um pretinho básico indefectível. Acho que quem fugir do look de inverno previsível, existem opções bem bacanas, vocês gostam e usam?

OS LOOKS DAS CELEBS NO LOLAPALOOZA 2015

30/03/2015  •  Por Thereza  •  Celebridades, Tendência

Abril é mês de que? COACHELLA! Enquanto o Festival gringo califoriniano não vem, SP recebeu no final de semana o Lolapalooza e o Ego nos brindou com muitas fotos, fatos e looks!
Como eu sei que vocês gostam, fiz um apanhadão dos destaques da noite. Os melhores, os piores, os abadás e os apenas diferentes, vejamos.
LOOKS-2015-LOLAPALOOZA

Giovana Ewbank, miga, parabéns por usar um abadá como se fosse look único e exclusivo: arrasou! Demorei pra reparar que a blusa era da Skol e o melhor? Ela arranjou um chapéu exatamente da mesma cor do patrocinador e olha que não uma cor fácil. Gostei do look todo!

Fernanda Paes Leme foi outra que não fez nem a gente reparar no abadá e mais, ela nem precisou fazer mil estripolias, cortes recortes, amei a blusa de telinha e o look ficou uma coisa gótica suave :) Fechando a trinca das gatas, Thaila Ayala com vestidinho charmoso, manga bufante e botinha pra completar. Thaila rainha dos festivais.

Olha Izabel Goulart agindo naturalmente e poderosamente, 2 metros de pernas. Já Bruna Marquezine se montou pra ocasião, juntou todos os elementos clássicos para festivais e o resultado é que eu apararia algumas arestas, tiraria um acessório ali, um detalhe acolá pro look ficar mais harmonioso.

Giovanna Lancelloti e Isabeli Fontana foram  no combo clássico da noite. Já Rafa Brites e Josie Pessoa foram na onda do macacão jeans, gostei mais na Rafa, a modelagem é melhor, já na Josie, não gostei da calça afunilando e ainda encontrando a botinha esquisita.

Mariana Ximenes nem parece que foi no Festival, mas segue charmosa. Nathalia Dill nem parece que queria ir no Festival. Já Fiorela Matheis não conseguiu disfarçar o abadá tão bem como Gio. Da área vip pro palco, fiquei impressionada como Pitty tava gata, make poderosa e look no capricho, short+ quimono = :heart:

Pra completar, mais looks razoáveis porque nem sempre a gente tá disposta a se montar no modelito todo!

O que vocês acharam, qual foi o favorito de vocês? E aguardem que em abril tem Coachella!

Página 1 de 2312345Última »