Clutch rolo de dinheiro, que tal? Kim, Riri e Bey amam!

23/10/2017  •  Por Thereza  •  Acessórios, Celebridades

Quando uma marca recruta: BEYONCÉ, RIHANNA E KIM KARDASHIAN WEST para usarem seu lançamento é porque, além do bom budget, o produto deve ser promissor! Então parabéns Judith Leiber x Alexander Wang, a divulgação foi massiva e, nem precisava, o produto é babado!

No período de uma semana, o TRIO DO POP foi  visto com a clutch “Money Roll”, da parceria da designer Judith Leiber com o estilista Alexander Wang. Leiber é expert em clutches todas trabalhadas no brilho e Wang é rei da ousadia cool, o resultado? Uma bolsa que remete um rolo de dinheiro com 10.263 cristais Swarovski.

O modelo custa U$4.995 e é edição limitadíssima, apenas 20 unidades! Bom, já sabemos 3 felizes proprietárias do rolinho de dinheiro, mas quem serão as outras? A quem interessar possa, a bolsa será lançada em novembro.

A contar pela forte divulgação, a lista de espera é enorme. As bolsas da Judith são item de colecionador e o feat com o super cool Alexander resultou num modelo de sucesso aprovado pelas celebs mais famosas do mundo!

O que acharam do modelo? Imagina os inspireds e diys futuros?!

Investindo na bolsa: edição Brasil 2017!

10/08/2017  •  Por Thereza  •  Compras

A tag #QuerPagarComo é uma das mais pedidas do Fashionismo e consiste na gente fazer aquele comparativo esperto de onde comprar uma ~it-bag mais barato, seja em dólar, euro ou real mesmo. Essa tag surgiu com o dólar a R$1,99, ou seja, eram tempos mais razoáveis, sem crise, enfim, saudades 2012, volta!

Depois disso o dólar foi subindo e até mesmo nossa consciência e foco se transformando, daí a tag sumiu! Mas agora, apesar do cenário político instável e assustador, mas com o dólar dando aquela caidinha de leve, a gente gastando menos com tranqueirinhas, enfim, sempre me pedem pra fazer um novo apanhado de bolsas grifadas e que vão um pouco além do budget.

É inegável que uma bolsa de qualidade (ok, marca) é algo que dura muito e, pra quem gosta desse universo, vale a pena. Antigamente o foco era na próxima viagem, mas hoje em dia muitas dessas marcas tem não só loja física, mas também podemos encontrar online por aqui e sempre com um preço competitivo com a moeda de origem.

Com isso, fiz um #InvestindonaBolsa só com marcas gringas e que podemos comprar online (nesse quesito, a Farfetch é sumidade no assunto e ainda parcela rs) e o limite é R$4.000, vai que você juntou um dinheiro, tem o ir, fgts, sei lá, você acha que você merece e pode. Vem comigo!

PROENZA SCHOULER R$3.920 | GUCCI R$3.870 | EMPORIO ARMANI R$2.850 | TORY BURCH R$2.120 | MARC JACOBS R$1.990 | RED VALENTINO R$3.120 | COACH R$1.698 | MICHAEL KORS R$1.300 | MANSUR GRAVIEL R$3.720 | SEE BY CHLOE R$1.960

Como uma boa bag lover, confesso que compraria todas! Gosto de bolsa colorida, diferente e, a melhor parte, sempre quando é uma cor fora do óbvio, ela costuma ser mais barata que uma tradicional preta, por exemplo. Dentre a seleção, foco na mini PS1 da Proenza Schouler, bom tipo de bolsa pra quem é modernete, mas ainda discreta, já que não tem logomania.

A Gucci Soho é um clássico e esse preço é um achado. Se você é uma mulher elegante e quer uma bolsa um pouquinho maior, essa Armani é lindíssima e que cor bonita! Já a Tory Burch é elegantíssima, super clássica, tem um quê de Birkin, mas com alguns dígitos a menos rs.

Para os entusiastas de Marc Jacobs, esse modelo é lindo e super utilitário. Pra quem gosta de uma estrelinha, a Red Valentino tem modelos lindos. Outra bolsa sensação que todo mundo ama – e tem em várias cores – é essa da Coach. Já para as entusiastas de Michael Kors, achei esse modelo uma graça. Por fim, Mansur Graviel e uma bucket bag clássica e a versão See by Chloé pra quem gosta da marca francesa.

YSL R$3.620 –  R$3.280R$3.420 | GIVENCHY  R$3.660  –  R$2.500

Opa, por falar em França! Olha essa seleção da YSL e Givenchy, sério eu usaria toda e qualquer bolsa dessas. A blogger bag é lançamento e um xodó, tenho uma parecida deles e uso muito, até durante o dia e acho essa cor dourada quase neutra. Já pra quem gosta de espaço, a versão Tote azul Mondrian é ótima. Pra fechar, a Loulou vinho é uma lindeza, quero.

Já na Givenchy, essa preta e branca é uma graça, bem como a Clutch logomania pra quem gosta de versão menor pra sair à noite, lá tem vários outros modelos nessa faixa de preço.

E vocês, tem investido na bolsa e buscado modelos mais razoáveis e agora aqui no Brasil?!

O novo monograma desconstruído da Yves Saint Laurent

20/04/2017  •  Por Thereza  •  Acessórios, Moda

Já fiz alguns posts aqui no Fashionismo falando da minha paixão pela Yves Saint Laurent. Adoro a marca, sua pegada super cool e ~alternativa, comparada às suas conterrâneas francesas, Chanel e Dior. E nos últimos anos ela tem vivido uma revolução a olhos vistos, percebeu?

Hedi Slimane foi estilista da marca de 2012 a 2016 e nesse período institui uma mudança que foi MUITO polêmica,  ele basicamente tirou o YVES e a marca se tornou Saint Laurent. A decisão fez muita gente torcer o nariz e, tempos depois, ele saiu da marca para a entrada de Anthony Vaccarello e o que ele fez?

Volta com o Yves! E na melhor forma, através de seu logo! Se estamos em momento de logomania, pra mim o YSL é a mais bonita e icônico e Anthony poderia simplesmente resgatar um clássico, mas ele foi além e desconstruiu, o resultado? Hit, mores! Seja na versão broche, brinco, sapato e bolsa… quero!

monograma-ysl

A primeira coleção do estilista foi a de verão 2017 e nas revistas gringas o que mais tenho visto são os tais brincos Y S L. Eles podem ser usados de diversas formas e dão aquela pegada cool parisian que define muito bem a marca.

Não satisfeito, o estilista foi além e transformou o icônico scarpin Opium em… YSL! Imagina um sapato pisando no logo? Pois bem, desejo atendido e o modelo já é soldout pelo mundo e desejo absoluto e incontestável. Eu, como nobre apaixonada pelo modelo, simplesmente desejo!

E sabe as bolsas monogramadas que também são sucesso da marca (já teve um post comparativo de preço delas aqui)? Alguns modelos também receberam upgrade e o YSL desconstruído. Eu amo esse modelo de bolsa, é uma das que mais uso e certeza que um clássico.

Muito bom ver uma marca se transformando assim a olhos vistos, ainda mais do calibre da Yves Saint Laurent, que retorna às origens, estando mais moderna que nunca!

Página 1 de 912345Última »